Pedaço do céu

SÃO PAULO (um Lada por dia) – Correndo, porque senão me atraso. Na premiadíssima série “Pedaço do céu” de hoje, apresentamos uma composição fotográfica que mostra uma inocente turista européia deleitando-se nas ruas de Havana. O veículo do instantâneo é da polícia, portanto respeito.

Comentários

  • Sr. Survivor,
    Pra moleque estou um pouco passado.
    5.0. na finta.
    Pra burro, talvez do alto da sua sapiência, perspicácia e onisciência, possa assim, me avaliar.
    -Saneamento básico requer canalização de águas pluviais sim senhor; tanto é que em alguns locais,como na maioria das cidades brasileiras, por exemplo, há redes de recolhimento e escoamento de águas da chuva.
    Essa necessidade é, tanto mais acentuada, quanto maior o índice de pavimentação impermeabilizante (caso da rua da foto).
    Onde não há qualquer pavimentação (talvez no brejo onde moras) não há grande necessidade de tais modernidades (datam de uns 200 AC, em Roma).
    O esgoto cloacal pode ser resolvido com sistema de fossa e sumidouro.
    Seudações, e gira mindo
    Paulo

  • Esse papo de esgoto. Não sou fã de Cuba, mas em todas as cidades brasileiras jogamos o esgoto diretamente no rio, o que não muda muito. Se alguem anda pelas marginais em São Paulo sabe do que estou falando. pode morar em prédio bonito no Morumbi ou ficar hospedado em Transamérica ou Meliá que o cheiro é o mesmo. . .

  • Caro
    DOT,
    Em nenhum momento disse que era esgoto cloacal. é pluvial mesmo, que, a menos que os Ladas sejam anfíbios, devem ser canalizados. E olha que mesmo quando os são, ocorre corre-se o os riscos que se corre em jan/fev em sampa.
    abraços,
    Paulo

  • Paulo Garcia

    Aquele cano no meio-fio ou guia para algumas cidades deve ser de água pluviais e não de esgoto. Em Cuba reina a pobreza mas acho que esgoto a céu aberto pelo menos nesta foto não tem.

  • Flavio, o Fidel realmente tá muito doente ou velho demais. Há alguns anos atrás. esse tiozinho de regata branca, de mãozinha na cintura e com essa “quebradinha” de cintura, já teria sido gentilmente convidado para repetir a pose em frente a um “paredon”.

  • É Carrera, talvez vc esteja certo com relaçao a seus comentários, mas tem uma diferença importante entre Brasil e Cuba: no Brasil, vc pode falar e escrever tudo isso sem ser preso ou acusado de dissidente. Agora, uma pergunta: o Gomes diz que é uma turista européia a bela moça. Outros dizem que é canadense. De onde vocês tiram essas conclusoes?! Pensando bem: ela nao é tao bela assim. É… simpática. Quanto ao carro, pra quem nao tem como eu, até isso serve, alguém quer me fazer uma doaçao? ;-)

  • Uma foto à brasileira!

    Pobreza, falta de estrutura, pessoas de extrema humildade, e a polícia usando Ladas.

    Nada muito diferente da nossa terra, onde a única diferença é a troca do modelo Lada por um Corsa que, se analisarmos bem, não deve ser tão resistente quanto os guerreiros russos.

    Nossa frota policial é uma sucata, nossa pavimentação é tão semelhante ou pior que essa da foto, nosso povo é pobre como esses de Havana, e nossos turistas são como essa moça, se deslumbram com tamanha excentricidade num só lugar.

  • O cara morreu e foi pro céu. Ficou por lá , de nuve me em nuvem, achou muito chato e pediu para ir conhecer o inferno. Chegou lá a maior festa (pode sercrever suruba no blog?). só Lamborghini, MAveco V-8, Opalão, só miss. O cara se empolgou, voltou pro céu e pediu para ser mandado pro inferno. Sào Pedro (parente do São Veloz-HP) advertiu : cuidado, você pode estar enganado. MAs o cara, que só tinha acelerado carro 1.000 disse que queria de qualqer jeito. Pedido feito, pedido atendido.
    Quando ele chegou lá , foi a maior dureza, o calor infernal (claro!) , só Lada, Trabant, Kombi, trabalhos forçados, governo corrupto, político petista, falta de saneamento, nenhum jornal ou blog do Gomes para ler e discutir, nenhuma mulher, só pessoal do Gala Gay, um horror ! O moço então procura o demo e pergunta : Pô, quando visitei era só carrão, mulherão, pra onde foi tudo ?
    E ele, rindo : Ah, você conheceu o nosso depto de MArketing !
    Pois é , a diretora é a loirinha .
    Depois não digam que eu não avisei .

  • Fiquei na dúvida:

    1) Os papagaios de pirata estão atrás por que nunca viram uma moça tão bonita?

    2)Eles estão lá por que a liberdade de expressão de Cuba não faz com que vejam máquinas fotográficas com tanta freqüência, se reunindo para sair numa fotinha que seja?

    3)É um culto à Ordem Onipresente em Memória dos Ladas, a qual Fláviosky Gomeskev é presidente e representante no Brasil?

    4) Foram registrar e ver a moça sendo solta, por fazer perguntas demais na Ilha, como Quando é a próxima eleição? e Se podia pagar com cartão de crédito?
    Abraços

  • Caro Veloz HP,
    Com sua permissão, vou tomar emprestado seu mantra:
    Hare, Hare krishna, hare hare…

    Não, não é pro patrão BBB não.

    Nós é que precisamos entoar esse mantra toda vez que o FG vem com esses papos de Ladas e “Pedaços do Céu”…
    Hare, hare Krishna, hare hare… vamlá everybody
    Hare, hare Krishna, hare hare…

  • Olá Gomes,
    Vc não percebeu a origem do Ricardo?Ele diz que é português e porisso trabalha numa padaria.Quando lê no Grande Premio ‘leia a última coluna warm-up’ o gajo entende que será a última ,oh pá!
    Abraços…

  • Lançando mais uma campanha à brava Blogaiada, permito-me, como auditor da qualidade iso2001, candidatar a averiguar cientificamente, e óbviamente in loco, as afirmações do bravo FG, aqui tão desaforadamente contestadas, com a condição mínima de US$ 100 mil cash, a serem cotizados por aqueles que inutilmente reverberam contra a Ilha. A quantia arrecadada será aplicada em atividades esportivo-automobilisticas no Brasil.
    Essa é a minha proposta.
    Meu nome é Zuquim!

  • Olhaí, Flávio, a prova fotográfica da liberdade que reina na ilha, para desgosto de seus detratores. Carro da polícia vazio, janela aberta, pessoal com sorrisos descontraídos. Aposto que a turista está se naturalizando. Ah, vamos de trilha musical: “Bem Unidos,. Façamos, Desta Luta Final, Uma Terra Sem Amos, A Internacional”.

  • Flávio Gomes. Meu nome é Ricardo Gomes, ( tambêm “Sofredor da Lusa, que ganhou terça-feira do Ceará =P, mas vamos ao que interessa =D). Leio sempre as notícias sobre Fórmula 1 no Grande Prêmio e ao terminar de ler as novidades, entro aqui no seu blog, pra ler o que vc escreve. Aprendi a apreciar carros antigos, por que até então, vivia só no mundo dos “tuning” e acreditava que era tudo “tranqueira” . Esse ponto de vista mudou. Aprendi a apreciar carros antigos. É pena não ter tempo pra assistir uma corrida da Super Classic, (Pois como todo português, trabalho em uma padaria) mas criei um certo amor pelo #96 por exemplo. Meio que me senti triste, até por ele talvez, aposentar os pneus pra uma possível aposentadoria. Você nunca deve ter visto meu nome, comentando sequer algum post aqui do seu blog hehhe, mas hoje resolvi escrever. Tudo que escrevi em cima, são algumas coisas que quando leio, tenho vontade de escrever, mas acabo ficando só na moita, sem escrever uma linha sequer. Lembrei que lá em cima que ia para o que interessa, mas entrei em alguns detalhes. Agora vou sem falta: Aguardo todas as quintas, para ler a Coluna “Warm Up” por que aprecio o jeito como você escreve, expõe seus pontos de vista, aprofunda, e coloca os seus conhecimentos. Mas, a Coluna não pode acabar… fiquei um pouco triste ao ler no GP: Leia a última coluna “Warm Up”.
    Sei, que estou no lugar errado, pois devia te mandar um e-mail. Aqui deveria estar falando bem sobre Ladas, Kombis e etc, mas aproveitei pra escrever tudo, o que venho acompanhando a algum tempo. Até mandar a força ao #96, para que não fique triste, e erga a cabeça. OS buracos estão no caminho para nós o ultrapassarmos.

    Finalizo por aqui, apesar de eu ser apenas um leitor, gostaria de pedir, que não acabe sua coluna “Warm Up”. Aproveitando o embalo, dizer que, apesar de a Portuguesa, não estar muito bem, por que não falar mais da nossa Lusa no blig? Por fim, acho que é isso. Ricardo Gomes (Você poderia ser meu primo hahaha).

    Ps.: Acho que a partir de agora, irei falar só sobre os Ladas…

  • Gatinha e com bom gosto! Sabes o telefone dela? Já imagino nossos filhinhos brincando felizes nas águas translúcidas da praia de Ancón e ela me chamando “¡Ay papi, voy contigo hasta el fin del mundo!”. Ah, essa minha alma cubana…

  • No livro A ILHA que desencadeou esta paixão da nossa esquerda festiva por Cuba, dizia que por lá não tinha ladrões, traficantes, prostitutas, desocupados e demais coisas do gênero. Pergunto eu para que serve a policia de lá ? Para controlar o transito ? Acho que a única coisa que eles fazem é prender cubanos insatisfeitos com o regime. Por falar em insatisfeitos com o regime, alguém conseguiu ver o nome do partido que o presidente esta tentando a reeleição ? Ate agora eu não vi, parece que tem uma estrela vermelha mas passa tão rápido que não consegui ver direito.

  • Ia tecer um comentário desairoso a respeito desta foto – mas a moça, a se levar em conta o sorriso e a pose – é apenas uma turista, nada tendo a ver com a situação de extrema miséria e opressão em que vive o povo cubano sob o regime castrista. Portanto vou poupá-la de minha acídia e leviandade.
    Como não sou simpatizante muito menos partidário dessas elegias cubano-soviéticas que ultimamente tem campeado por aqui, vou dar um tempo, me voy temprano.
    Cada um usa a droga que quer ou se ilude como bem lhe convier.
    Adiós muchachos compañeros de mi vida.

  • Deve ser fácil fugir da polícia por lá, se eles perseguem com Ladas; aliás, se não me falha a memória, um ex prefeito de Osasco por volta de 91 ou 92 equipou a Guarda Civil Metropolitana de Osasco com Ladas. Alguém se lembra deles?