Gira mondo, gira (segunda)

SÃO PAULO (mirem-se no exemplo dos meninos do vôlei) – Pinochet sofreu um infarto, aos 91 anos. Uma hora acaba.

O povo venezuelano elegeu Hugo Chávez para mais seis anos de mandato. A isso se chama democracia: mais votos que seu oponente, escolha soberana da população. Vamos ver o que dirão os EUA, que tentaram derrubá-lo alguns anos atrás, financiando um golpe de Estado.

A Venezuela tinha um candidato “dos Jardins”, por assim dizer, para tentar derrotar Chávez. Levou uma sova.

Chávez foi votar de Fusca vermelho. A propósito, vocês que ainda lêem a “Veja”, como é que a revista trata Chávez? Chamam-no de populista? Só porque os índices sócio-econômicos — todos — do país melhoraram, e porque o petróleo venezuelano agora é da Venezuela, e não da Texaco ou da Esso?

Tenho essa curiosidade, ajudem-me. Normalmente dou uma filada na “Veja” do meu vizinho de porta, que viaja aos fins de semana, mas neste ele não viajou e a revista não deu sopa para dar uma olhada pelo menos na capa.

Está na “Folha” de hoje, perdida na “Ilustrada”, a informação: “Governo reduz publicidade e frustra TVs”. Tratamento dado a uma boa notícia. Fosse o contrário, governo aumenta publicidade nas TVs, daria manchete.

O jornalismo brasileiro é uma merda. Está na hora de ser reinventado. Está na hora de reinventar um monte de coisa por aqui.

Comentários

  • O conceito de democracia do FG é estonteante. Como bom petista empedernido ele é mestre em omitir algumas verdades incômodas como por exemplo que o caudilho bolivariano pretende candidamente se perpetuar no poder. Esse Flávio Gomes anda lendo Cartilha Capital demais, tenho certeza q ele é partidário da proposta de “democratizar” os meios de comunicação, afinal o lulismo tem no papo “apenas” umas revistas ou cartilhas e certos jornalistas “companheiros” q não querem perder suas boquinhas nem deixar de mamar o leitinho de cabra das tetas do Estado.
    Contenha-se FG, pelos seus serviços prestados, o seu naco tá garantido. Aliás, proponho a democratização do Bolsa-Jornalista, não é uma boa idéia FG?

  • É issso aí a toda mídia precisa de uma “lição” tentaram ser “formadores” de opinião nestas eleições e não passaram de “fornicadores” de opinião.O Lula tem mais é que dar uma sacaneada no bolsinho deles……..

  • Eu gostaria de saber como é que alguém pode acreditar que inflação pode gerar crescimento econômico. Se isso fosse verdade, então o Brasil deveria ter explodido de crescer antes que o Fernando Henrique tivesse colocado a economia brasileira num patamar mínimo de racionalidade.

    O sujeito que diz que inflação gera crescimento econômico está dizendo que acredita que pegar um pedaço de papel e pintar de dinheiro produz riqueza.

    Se fosse assim seria fácil, não é? Não precisa trabalhar, investir, pesquisar, nada. Precisa apenas imprimir dinheiro que resolve o problema…Fala sério! Como tem gente que acredita em mágica..

  • Ao Guilherme Zahn,
    Existem teorias econômicas recén-saídas do forno, que advogam que o sistema econômico mundial mudou, e, portanto, as teorias econômicas do sec XIX precisam ser adaptadas. Com a expansão do comércio e os ganhos com produtividade, o papel regulador do mercado passou a ser muito maior. Hoje o preço é controlado pelo mercado, o que inibe os aumentos de preço causados pelas formas tradicionais de pressão inflacionária (normalmente um desequilíbrio entre demanda e oferta). Claro que voce não poderia conhecer essa teoria, porque como bom petista, ainda vive no século XIX em termos de teorias políticas e econômicas.

  • Isso estaria engraçado, se não fosse trágico… Nossas “elites furibundas” assassinando o Português e a lógica (morri de rir com a coisa de que “a idéia de que crescimento gera inflação é coisa de petista” – até onde eu sei isso era um quase consenso entre os economistas desde o século XIX, quando ao que me consta o PT não tinha sido inventado)… Aliás, mais curioso é ver que quem vota no PSDB não se considera tucano, quem vota no Clodovil (muita gente aí deve ter votado nele, a julgar pelos xiliques) não é “Clodovista”, mas quem fala bem do governo Lula vira Petista na hora, não importando nem se o cabra votou no Buarque ou na HH, e só acha que o Lulinha, por pior que ande, é infinitamente melhor que o fidalgo empolado que veio antes (ou que os amigos que ele tenta colocar lá no trono máximo, como o “Professor DenGavião”ou o “PCColé de Xuxu)…

  • é engraçado como Petista, mesmo no governo se comporta como oposição, eu odeio todos os fanáticos por algum partido político, seja ele PT ou PSDB, não sabem discutir para o crecimento, uns ficam defendendo esse chaves com unhas e dentes sem nem morar na Venezuela, e outros ficam endeusando FHC por ter feito o plano real, meus amigos dicutam oq é de interesse, analisem a situação de forma global e inteligente, todosos governos tem lados possitivos e negativos, más Petistas e Psdebistas nunca podem assumir que o outro fez uma coisa boa, por isso esse país vai ficar para sempre nas mãos da maré internacional.

  • Pessoal, eu estive em Cuba a 1 ano atrás, fiquei lá por 1 mês, conheci a ilha inteira. A minha opnião é a seguinte: o povo cubano não sabe oq existe fora do seu país, é um povo alienado culturalmente e sem informação extrangeira, o país é extremamente atrazado, a população não tem acesso à internet, apenas os turistas podem utiliza-la, a capital havana, é arrumadinha, para os turistas verem, mas o interior onde o governo cubano não quer mostrar, é uma pobreza de dar dó, a televisão de Cuba tem 4 canais, que 2 apenas falam do governo, onde Fidel e outros membros do governo ficam debatendo temas políticos, e lógicamente sem nenhum oponente,os outros 2 canais tambem do governo, passam programas educacionais e novelas brasileiras, ou seja, o povo fica alienado por falta de opção. As pessoas com quem conversei e conheci, tem medo de responder se gostam de Fidel Castro, nunca me respondiam, ou no final com medo estampado na cara diziam que gostava dele, sabe poque diziam isso? porque tinham medo de eu ser um membro do governo, e quem sabe sofrerem danos por sua resposta. Eles me perguntavam como eram as coisas fora de Cuba, apenas conheciam oq o governo cubano tinha interesse, por exemplo, conheciam o Lula, mas não sabiam oq é MSN, ou oque é email, ou oque é poder fazer oque quiser com o próprio dinheiro ( o pouco dinheiro). Agora, conheci um local lá, que tinham lanchas enormes casas bonitas e novas, sabe quem mora e são donos dessas lanchas? pessoas (poucas) que trabalham no governo.

  • Querido Flavio
    O jornalismo não tem que ser reinventado. O jornalismo tem que cumprir a razão para a qual foi inventado. É isso que você tem feito e o faz brilhantemente nesse seu escrito. Um jornalismo que traz a notícia, que a comenta inteligente e corajosamente. Ainda que não sejam suas palavras aquelas que ouvidos moucos e cerebros roucos querem continuar ouvindo (ou lendo). Minha admiração.
    Mimi

  • Fg, Acho que suas opinioes,ideologias, tem mais a ver com seus sentimentos em relacao a melhora de vida da populacao carente do que com sistemas politicos, o qu eu concordo com voce .

    Mas em relacao a sistema politico eu duvido que voce queria ser reporter na venezuela, ou em cuba, so para citar alguns paises que restringem a liberdade de expressao, coisa que os petistas querem fazer, mas que no Brasil,hoje, e impossivel, pois, nos ja passamos deste estagio, apesar de estarmos muito atras nos principais pontos para se construir uma nacao melhor:acesso ao conhecimento, aplicacao rigorosa de leis e simplificacao das mesmas para mitigar a corrupcao ,mudanca de atitudes e de postura, so para ficar nos pontos principais.

    Apar destes fatos, a venezuela que esta em situacao pior do que a nossa, pratica uma politica populista sim, baseada principalmente no ego de seu governante maior, que e incompetente , era militar e esta agindo com vaidade tentando se tornar um ditador, comprando voto das pessoas pobres, e mesmo assim ganhando de apenas 60×40, algo muito parecido com o que aconteceu aqui no Brasil.

    Flavio , pq ao inves de falar bem desses regimes corruptos, nao vamos botar a boca no trombone e denunciar o que acontece neste pais,independende de partidos ou fisiologismos, atitudes corretas devem ser aplaudidas, como foi a do presidente em ir contra os supersalarios de mais de 24 mil reais, agora tinhamos que cobrar era menos vaidade, mais seriedade e que o exemplo fosse dado agora, com o enxugamento e aperfeicomento da maquina publica, nao e so falar que quer crescer e diminuir os juros, pois isto nao e assim, pq ai sim o brasil iria destravar o que nos trava, os hipocritas que ganham sem trabalhar e ainda pegam suborno e propina, enquanto nos o povo sofrido,os 70% da nacao, trabalhamos todos os dias, pagamos os maiores impostos e somos obrigados a votar em quem pelo menos nos da um tostao, pelo simples medo de perder o tostao que nao vinha no passado neste pais de convenios e “conchavez”.

    Entao vamos cobrar do governo , nao apenas aplaudir por ser de centro esquerda ou esquerda, ficando cego com os fatos e atacando os que pensam diferente e prezam principalmente pela democracia com honestidade e liberdade.

    Nao quero ser chato falando de politica, mas nao vamos fechar os olhos para estas atitudes, pois senao vai acabar tudo em pizza como sempre. Abcs.

  • Essa é uma jogada velha da esquerda. Ditador, se de esquerda, pode. Se de direita, merece sofrer.
    Com relação à imprensa é igual. A Veja é a pior revista porque é anti-PT.
    A Istoé é isenta, assim como TV Bandeirantes e Paulo Henrique Amorim. A Carta Capital pode ser parcial pois está do lado deles.
    Chaves fez isso lá. Quem falava mal dele era parcial. A imprensa isenta era só a que fazia vistas grossas pra esse bufão, guia dos ignorantes de um continente que marcha pro caos.

  • Olá Flavinho.

    Fiz uma brincadeira contigo mandando um correio lá para o bate-bola, sobre a performance do #96.

    Admiro muito seu lado profissional e também o admiro como pessoa, mesmo não o conhecendo pessoalmente. É incrível como você tem paciência com alguns que escrevem por aqui. Mostra, no mínimo, que é uma pessoa democrática.

    Por falar em democracia, descobri o endereço da televisão estatal venezuelana. É http://www.telesurtv.net . A programação é ótima, quarta-feira teve uma mesa redonda (transmitida ao vivo) cujo assunto era Cuba, com direito a presença de Hugo Chávez. Legal.

    Tem um noticiário de mais de duas horas de duração com notícias da Bolívia, Colômbia, Chile, Equador, Argentina, Brasil, enfim, toda América latina e também Central (passou sobre o Haiti outro dia).

    Às sextas-feiras, à meia-noite – horário de Brasília – tem um programa documentário chamado ‘Ingerências’ que fala sobre a atuação da Cia na Venezuela e na América Latina nos anos 70. O último foi impressionante.

    A idéia da telesur é ousada e interessante. Fazer uma televisão voltada para a América Latina, concorrendo com os conglomerados já conhecidos por nós..

    Foi uma dica, um abraço,

  • Sobre Cuba, acho que a última coisa que gostaria de dizer é que a democracia é o próximo passo. Mas é um passo que só os donos das pernas podem dar, o povo cubano. Sou contra qualquer solução simplista que não parta do povo cubano.

  • Brandão,

    vc não deve ter entendido, eu na verdade sei muito bem que o pinochet é um ditador sanguinário que cometeu diversas atrocidades, oque na verdade não me conformo são os que acham o fidel um ditador “camarada”, os dois ao meu ver são farinha do mesmo saco, são dois ditadores e ponto, sem essa de que um é o ditador do “bem” e outro do “mal” as unicas coisas em que eles divergem são digamos as “ideologias”.
    Longe de mim querer inocentar ou justificar o pinochet e/ou de satanizar e execrar só o fidel na verdade acho os dois execráveis e sanguinários sem distinção.