Montreal, dia 1

SÃO PAULO (virou?) – Teria a McLaren virado o jogo? Fato é que no primeiro dia de treinos para o GP do Canadá só deu ela, nas duas sessões. Alonso foi o mais rápido em ambas, fechando o dia com 1min16s550. O relato da segunda sessão está aqui.

Massa foi o segundo, a 0s540 de Fernandinho. Hamilton foi o terceiro e, oh!, Raikkonen em quarto. Como disse ontem, este é um campeonato anti-surpresas.

Destaques positivos no segundo escalão para Rosberguinho em sexto e Barrichello em sétimo. O capacete dele, aliás, é um show à parte. Em Mônaco já tinha usado. É todo preto, mas quando a temperatura chega a exatos 27 graus, nem mais, nem menos, assume as cores originais. Como é que fazem essas coisas? Eu tenho um moleton que comprei na França em 1989 que quando esquentava mudava de cor. Guardo até hoje.

Os pancões nos muros ao longo do dia ficaram na média. O mais eloquente foi de Kovalainen. E a Toyota írá dormir apavorada com as suspensões de cristal de seus carros. Trulli teve uma entortada, coisa de Uri Geller, e depois quebrou outra ao passar numa zebra. A coisa está feia.

Amanhã sai o vencedor da corrida. Que será o pole.

Os tempos do segundo treino estão aí embaixo. Comentem à vontade.

Comentários

  • Eu bem que fiz menção a como as chincanes e curvas lentas de Montreal poderiam favorecer a McLaren… Mas não descarto o Massa, ele extraiu o máximo possível do carro desde o Bahrein e continua em forma. Uma estratégia mais agressiva pode o colocar na pole, ou dar uma chance ao Raikkonen, e aí teremos uma corrida disputada de verdade.

    Ainda assim, Alonso passou a ser o favorito.

  • Pelo que entendi, até agora, os eixos mais curtos da McLaren são melhores para desenvolver suspensões que se adequam aos pneus duros desse ano.
    Portanto, mesmo com a óbvia vantagem aerodinâmica da Ferrari em reta, nas curvas lentas a mclaren ganha o tempo perdido.
    Se a McLaren realmente for superior, o que ainda duvido, quero ver em Indianápolis.
    Só ficou claro para mim que o favoritismo do campeonato já passou do Massa para o Alonso, vai ser uma questão agora da Ferrari correr atrás do prejuízo.

  • Logo após o GP da Espanha comentei aqui que a Mclaren tinha chegado na Ferrari, pois foi a primeira prova que ela quase fez a pole. O Massa teve que fazer uma volta fantástica para ficar apenas 0,030 na frente. Até então, a diferença tinah sido de 0,2 pra cima. Como Mônaco não serviu de parâmetro pra nada, é no Canadá que vamos ver como a coisa está. Pois, apesar de muitos falarem q a Ferrari é favorita, não vejo muito assim. Montreal é um circuito normal, com retas não tão longas e muitas curvas. Muito parecida com Barcelona. Mas claro que a Ferrari, como vem fazendo desde o começo do ano, não mostrou do que é capaz ainda. Só será visto amanhã na parte final do treino. Mas não duvido nada que a McLaren pegue a pole. Em Indianápolis sim a Ferrari é favorita

  • Quizílias, horóscopos, haikais… como dizia o velho Dr. Ulisses, “quem cuida de coisas pequenas, acaba virando anão”. Nós todos vamos nos tornar anões, insistindo em comentar estes treinos de sexta.

  • Eu acho que a vantagem da Mclaren está nos pilotos. O carro deve ter melhorado, mas são os dois que fazem a diferença.
    O capacete do Rubinho deveria ficar preto acima de 27 graus, e não abaixo.

  • A Ferrari pode estar escondendo o jogo. Ou não. A McLaren pode estar de tanque vazio. Ou não.
    Afirmar algo a esta altura é adivinhação.

    Porém, entre os 10 mais rápidos uma única surpresa: Sato. E só porque o Kovalainen ficou de fora após a batida.

    Os outros estavam sempre entre os mais rápidos de reta nas outras corridas. Em um circuito onde isto faz a diferença, era esperado.

    Tanto que acertei 7 dos 8 primeiros em um bolão que participo. O outro que botei entre os 8 está em 9°.

    Quanto à Toyota, continua com os mesmo problemas desde a época do Cristiano da Matta, lembram? Ele já dizia (e foi demitido por defender isto) que o problema do carro era a suspensão (reparem que os Toyota conseguem ser piores ainda que o normal em circuitos onde se ataca a zebra). O gênio do projetista achava que era a aerodinâmica. Resultado: milhões de dólares jogadas pela janela todos os anos…

  • Ao que parece o amigo Marcelim assistiu o treino na TV – bons ventos o ouçam.

    Vou postar aqui a mesmíssima coisa que escrevi lá no Blog do Seixas:

    Até então, eu vinha apostando naquela tradicional estratégia da Ferrari de usar a sexta-feira para o acerto da corrida, no domingo. Errei ?

    O consolo, até o momento, é que ele meteu nada menos que 0.5s no companheiro de equipe.

    Se largar em segundo, podemos pensar na esperança de uma estratégia de corrida “a la Ross Brawn”, e faturar o 1o posto. O problema são os 8 pontos que o Alonso fatalmente somaria, mantendo-se na liderança do campeonato em um circuito em que se espearva um “1-2” da Ferrari, né ?

  • e o kavalim ou poney ….???…tomando PAU do velho fisico direto ate hj… e detonando a renault no muro …ate onde briatore vai suportar o carro campeao nas patas deste quadrupede !!! briatore please …jogue o piquet na pista logo…e vamos ver se ele e bom mesmo !!! nao adianta poupa-lo…pois a f1 e cruel…e esta demora esta parecendo que vc nao comfia no seu taco…e a xapa ta quente…

  • a pintura do Honda é um show, agora o capacete do rubens é termocolorido. a honda está um luxo! falta começar a correr direito.

    como a toyota pode ser tão genial e revolucionária nas linhas de montagem e tão patética na F1?

    E o Adrian Newey, virou figurante? que coisa hein.

  • Capacete térmico, cores mais vivas, pinturas inusitadas, técnologia em geral, tudo isso é bem vindo.
    Mas algo tem que mudar para a F-1 não se tornar mais uma “corrida de sábados”, como muito bem escreve o Flávio Gomes!!!

  • Acho que nas pistas de média e baixa velocidade as McLarens vão andar na frente e nas de alta a Ferrari vai dominar.
    O jogo está disputado e nada definido. Bom ter de volta o suspense na Formula 1

  • ambas se pouparam…amanha estes tempos serao pulverizados…mais as FLEXAS de PRATA comtinuam falando alto …ao contrario dos ditos…experts …que falavam que ela em circuitos de alta nao andaria com a ferrari pois ela e 10 cm mais curta…ja viram que falaram besteira…a pole sera durissima… e quem piscar o olho perdera vrs posicoes…sou + massa e alonso nessas condicoes…pois estao tranquilos de seus potenciais…ja os coadjuvantes necessitando mostrar servico…podem errar …e se complicarem ainda mais na tabela…mais hj foi bom para massa que manteve kiwi no seu devido lugar…e para as mercedes que mostraram que em qualquer pista estao falando alto…acredito que a parada amanha vai ser boa…vamos aguardar…

  • Não acho que nenhuma das duas está melhor. Temos que levar em consideração que existem pistas em que o piloto se dá melhor e Montreal é uma pista em que o Alonso anda bem, mas o Massa que não é afeito a pistas sem áreas de escape andou na frente do Lewis e o Alonso conseguiu dar apenas aquela voadora porque no final do treino com pista livre foi mais lento que o felipe, logo o melhor acontecerá amanhã, pois hoje não dá para se afirmar nada. Lembremo-nos de Barcelona, o Felipe foi em todos os treinos 0,4s ; 0,5s mais lento até que chegou a hora. Eu não cravo ninguém para a pole amanhã.

  • Massa deverá tirar a diferença amanhã, mas pole será decidida por diferencças pequenas, pode apostar.

    Agora, o que dá gosto de ver é o Barrichello com a Honda/Br-800 andando em sétimo enquanto seu companheiro de equipe (uma vez mais) fica lá para trás…! Pra quem fará 15 anos de F-1, ele está extremamente competitico. Espero que o carro “B” na França dê-lhe chances de correr.

  • Sou daqueles que acham que a McLaren começou a virada em Mônaco. Em Montreal, numa pista que todos os especialistas já apontavam, unânimes, como um passeio da Ferrari, a McLaren já começa a sexta-feira mostrando a que veio.
    Repetindo a pergunta do Flávio no início: teria a McLaren virado o jogo. COMEÇO A ACHAR QUE SIM…

  • Sei não, as modificações que a Mercedes fez no motor, ainda em Mônaco podem estar fazendo a diferença.
    Se o Alonso ganhar no Canadá, e reduzir as perdas em Indy, dois circuitos onde a Ferrari parecia sobrar, o campeonato se volta totalmente para os braços do espanhol.

  • Eu acho que a Ferrari estava é testando os pneus moles com o tanque cheio, o Massa estava girando como um relógio, sempre no mesmo tempo.

    Faltando alguns minutos para o final do treino, saem ele e o Raikkonen juntinhos e fazem suas voltas mais rápidas do treino em uma só volta…

    Enquanto as cigarras cantam, as formigas trabalham, já dizia a fábula.

    Só o último treino classificatório, o que define a pole e é feito com o combustível para a prova é que vai dizer se a Ferrari foi a formiguinha deste treino…