Não quebrou nada

SÃO PAULO (miracolo) – Notícia que chega de Montreal. Apesar das primeiras informações que relatavam uma fratura de perna ou pé de Kubica, consta que o polonês não quebrou nada. É o que diz a BMW Sauber, que prevê alta para Robert amanhã mesmo.

Incrível.

Comentários

  • So completando… Barreira de pneus nao é a soluçao para todos os problemas! Em alguns pontos e melhor que nao tenha mesmo, pois com uma barreira ali, o carro bateria e pararia instantaneamente! ou seja, o cerebro e todo o resto do piloto ia ficar todo revirado.. resultado, 99% de chance de morte! Ou seja, as vezes e melhor bater num muro e deixar o carro absorver parte do impacto e continuar deslizando na pista do que bater e ficar parado numa barreira de pneus! Milagre maior foi o Burti ter sobrevivido em Spa depois de ir de uns 200km/h a 0 em uns 2 ou 3 metros… desaceleração mais do que absurda! tanto que ele falou na transmissao que ficou grog por uns 4 meses… ! Abrs!

  • Se fosse com aqueles carros da indy ou sei la o nome… ia ser mais um piloto tratado no passado. “foi” isso, aquilo… tinha batido as botas com certeza! isso mostra pelo menos que a preocupaçao sem fim da F1 com a segurança, em algum ponto, procede!!
    Se notarem, ele bateu no mesmo angulo do Greg Moore (mas aquele tinha que morrer mesmo, pq alem de estar uns 1000km/h mais rapido, ainda estava de cabeça p baixo!) mas o fato de nao tem se machucado seriamente e impressionante!!

  • Realmente é impressionante a cena do carro capotando e depois a cabeça do Kubica jogando de um lado para o outro.
    Não poderia haver noticia melhor que talentoso polones não sofreu sequer uma fratura,agora é torcer para que volte a pilotar como antes,que seja tão rapido como demostrou ser em sua ainda curta na Fórmula 1,afinal a história tem demostrado que dificilmente após um acidente forte o piloto volta a acelerar como antes, vide exemplos de Piquet ,Berger,e Barrichello em Imola 87,89.94 respectivamente,onde o próprio Piquet em dopoimento no documentário ”Era dos Campeões”declara que nunca mais pilotou como antes após este acidende e em dado momento ao falar do Rubinho diz que a batida em Imola 94 pode ter transformado o promissor Barrichello no Rubinho que conhecemos hoje,vamos torcer para que isso não ocorra com o Kubica.

  • Correção de portugues….
    “Não se mede a segurança pela ausencia de acidentes, muito pelo contrário!
    Kubica foi salvo não so pelo HANS , e sim pelas normas de segurança e pela célula de sobreevivência que garantiram total integridade ao piloto “:

    Desculpe Flavio pelo meus erros de portugues .. xD

  • Alquem esqueceu de dizer que embóra violento durante oacidente o carro foi dispesando a energia cinética aos poucos pois se o carro batesse diréto e reto nomuro mesmo mantendoa integridade da célula a desaceleração mataria o piloto pois o corpo humano não resite a desacelerações tão intensa de quaquer forma mais uma vez a segurança dos carros de crrida foi posta a prova e passou com dez.

  • ele ficou com o pescoco e cabeca balancando… como ratzszenberg…pensei que tinha morrido instantaneamente…comtinuo nao acreditando…so vendo para crer…mais rezo pela sua plena recuperacao…

  • Não se mede os acidentes pela ausencia deles muito pelo contrário!
    Kubica foi salvo não so pelo HANS , e sim pelas normas de segurança e pela célula de sobreevivência que garantiram total integridade ao pilo e protegeu o que é mais importante:
    a VIDA de um piloto.
    As normas de segurança ganharam força após a perda de 2 vidas em imola.
    Realmente, se fosse um carro de ums 13 anos atras , acho que o piloto não sobreviveria…
    Quanto ao circuito em relação a segurança , por mais duro que seja é muito dificil mudarem o traçado por causa de um acidente serio como este que presenciamos.
    prova disso é o ” muro vem pro abraço ” que o Celso Itiberê
    menciona … esse muro é o pesadelo dos pilotos que vai continuar no ano que vem …..
    este acidente me lembra do Olver Pannis mas não foi um acidente forte com este…..

  • Foi uma pancada absurda. A segurança dos carros de F1 foi definitivamente colocada a prova hoje. E passou com louvor no teste.
    É simplesmente inacreditável, para qualquer um que assistiu à batida, saber que o cara não sofreu sequer uma fratura. Não entra na minha cabeça como é possível um ser humano sobreviver a um troço daqueles.
    Salve Kubica!!!!!!

  • Bem, só fazendo uma graça com o que disseram (não quero faltar com respeito, portanto, desculpem qualquer coisa): Deus não é Polonês, é Brasileiro, mas o ultimo Papa é sim, e pediu um favorzinho pra Deus.
    Abraços

  • Nossa!
    To chocado até agora. Tenho 18 anos e estou acompanhando F1 com mais intensidade desde 2006.
    Ainda bem que terminou tudo bem. Será que o mesmo traçado continua ano que vem?

  • Na hora da batida, falava no msn com algumas e assitia à corrida, no momento em que vi sua cabeca balançando e seu braço sem movivento, escrevi para uma amiga: “o cara morreu”, tamanho foi meu choque ao ver aquilo, fiquei chocado e impressionado, a única coisa que me surpreendeu mais foi ao saber que ele passava bem, inacreditável pensar que alguém pode sair vivo dessa.

  • na hora fiquei muito nervoso com aquilo… mas tudo ok agora! muito melhor do que qualquer um poderia esperar vendo aquilo, acho que depois de ver isso da pra confiar cada vez mais na segurança desses carrinhos.

  • Eu também fiquei baqueado no momento do acidente. A cabeça dele balançou MUITO, fiquei temeroso por alguma lesão cervical. Mas deu pra ver o Kubica ( na ultima capotada) com os braços contraídos, sem as mãos no volante.

    E o que o Flavio falou procede: É duro você saber que tem um cara ali, e não poder ve-lo resgatado, ao menos saber se ele tá consciente, ou , va-lá, VIVO!

    Confesso que senti o mesmo sentimento de Imola’94…

    Graças ao bom Deus.

  • deve ter sido a alma do Joao Paulo II, também polonês, que salvou ele. Quando vi o capacete do Kubica sacudindo pra tudo que é lado na capotagem eu lembrei dos acidentes de Imola 1994. Tremi.

  • Melhor notícia do dia.

    Sou fã desse cara e espero vê-lo de volta já na semana que vem.

    Pena que muitos pilotos depois de um acidente grave não voltam a guiar do mesmo jeito. Esperoq ue isso não ocorra com ele