Pace-Marajó

SÃO PAULO (coisas do Brasil) – Jacarepaguá, 1986. Ainda não existia essa coisa de safety-car oficial, contratos rigorosos com determinadas marcas, essas coisas. E o carro de resgate do GP do Brasil era uma… Marajó com motor de Opala!

Eu não lembrava disso, mas o Corredor X lembrou.

Comentários

  • Tenho uma Caravan de ano : 76 com motor original 250-S parada
    em meu terreno. Tubagem de Escape 6×2 até a ponteira traseira;
    mandei colocar ignição eletrônica ; carburador do 6cc com dois estágios ; 4 Rodas Gaúchas ; coloquei a mola dianteira do Opala/90 na traseira dela pra levantar um pouquinho ; troquei a caixa de direção com o canote pela do Opala mais Moderno .
    Instalei o KIT do GÁS ( Rodogás ) muito antes do GÁS NATURAl ter chego ao BRASIL ; faltou substituir os tuchos hidráulicos que
    estão um pouco cansados por MECÂNICOS.
    Como ela é 6cc original de FÁBRICA ficou boa pra se DIRIGIR…

  • Marcog! O que é bom tem que ser dito. Mas no caso dos coxins a furaçaõ do chevette permite que se tire um motor e desça o outro sem fazer nada, o que torna a brincadeira mais em conta. Só limar a capa seca pra passar a barra de direção e deu!! Abraços

  • Coelho, antes de mais nada agradeço os elogios.

    Imaginei que alguém comentasse sobre a preparação “não-GM”, mas confesso que fiquei surpreso quando disse que a opção do AP é mais cara que a opção GM. Mesmo para uma adaptação do 2500, sempre achei que as adaptações de coxim, etc fossem mais trabalhosas que no caso do AP, onde basta a famosa “flange do cara de Sto André” e mais uns coxins em lugares diferentes…

    … agora, adaptação na qual tive o prazer de andar no banco do passageiro, e ficou uma delicia, foi um Fiat 147 Rallye com motor de Uno 1.6R…

  • Junior!! Com essa receita pode dar com os dois pés que não tem problema. Vinte e cinco anos de experimentaçoes com o carrinho posso te dizer que essa receita é a matadora!!Abraços

  • Coelho:
    O “calcanhar de Aquiles” do Chevete são as caixas de marcha e o diferencial.
    Andando na maciota já lasca sózinho.
    Eu tenho um amigo que só conhece linha GM, inclusive na fazenda dele a última vez que eu fui visitá-lo, ainda só rodava de Veraneio.
    Ele mesmo confessa que volta e meia o cardã e a caixa…
    Talvez não aguente a pressão de uns 360°, que ele gosta de dar no bichinho. Nesse aspecto o Chevete é imbatível.
    É 35 libras no radial, amortecedor e molas em dia, e roda o mundo… :-) :-)

  • Pô!! Falei em peças de prateleira, sem afetar cambio e diferencial dando couro em BMW, AUDI e MERCEDES ao natural e por muito tempo sem quebrar nada, aí os caras vem com 400 cvs que moem tudo pra tras da casa de máquinas.Já que é pra ignorar então botemos logo um small block que tambem cabe, um cambio dente reto e um diferencial cortado e blocado. Problema aqui começa a ser como deixar isso tudo no chão. O 3litros bem acertadinho a 130 ta girando lá em baixo e fazendo um monte de km/litro, sobrando mais de meio contagiros pra espichar ate entrar na faixa vermelha já com todos os patroes apavorados se perguntando como o carrinho do jardineiro passou por ele no corte do limitador de velocidade sem a minima chance de reação. Isso por muito tempo e não uma noite e ja era.Mas cadum, cadum.

  • Completando…
    Para fazer isto, esqueçam peças da argentinha… só fazem m.e.r.d.a.s !
    Um giracambota da Mercruiser ou da Volvo 3.0GX custa uns US$100,
    Um cabeçote cross-flow, mais outros $100 ou $150, no máximo.
    Procurem no eBay !

  • O melhor Chevette com motor Opala 250S foi o do Dante de Camilo. E continua sendo, porque ele não vende, não empresta e só deixa vc ver se não for chato !
    Vá visitá-lo no Campo de Marte. Ele é o dono do restaurante do aeroclube. Comida boa e conversas melhores ainda !
    A melhor Marajó com motor Opala 250S era a do Magra Spineli, irmão do Marechal e do Bolão !
    E tinha câmbio automático !

    RECEITA DO MOTOR 181 c.i. – O motor GM 2500 ou 151 pode ter a cilindrada aumentada para 3000 ou 181 c.i., colocando-se o virabrequim dos motores das rabetas Alfa 1 da Mercruiser ou da Volvo 3.0GL/SX. Só com esta graça vc já tira 140 HP no eixo.
    A coisa fica melhor, se vc colocar o cabeçote cross-flow do Pontiac 6000 ou Fiero !
    A potência vai a165 HP no eixo.
    A vantagem é que tudo isto são peças baratas e este motor é uma bigorna inquebrável. Dá para chutar o balde !
    Então chute e coloque as bielas de 5.7′ (são as do GM V8) com +1 uma turbina T4 a 1 kg. A brincadeira vai a 400 CV.
    E pode sair dizendo que tem um verdadeiro Offenhauser !
    Mas o problema é que nem o câmbio, nem o diferencial dos GM aguenta o castigo.

  • Ao Coelho e Veloz-HP:
    Eu tenho essa revista Oficina Mecânica com o Chepala do Toco. Estou com com vontade de montar um desse. Na época que eu testei para comprar, o carro campeão das pistas era o GolGT, como eu estava pagando a dois anos o consórcio de um desses, o Governo meteu 80% de imposto para acabar com o ágio(para faturar em cima dos tontos, claro!), isso em 1988. O chepala nfaturava legal o carrinho da Wolks.
    Fui testar esse Chepala, mas estava vazando óleo pelo cabeçote. O dono confessou que usava turbo, tirava racha, etc,etc, etc,
    Para terem uma idéia tinha que sair em 3° e ia até 110km/h.. Por isso que eu falei que a caixa de câmbio não casava. Mas tem que montar um com cara que sabe o que faz. Boca-de-porco como aquele não dava. Eu precisa de viajar muito todo final de semana, então…

  • Junior!! Só precisa fazer alguma modificação na parede de fogo se for o 6 cil pela diferença de tamanho do motor. A caixa fica mais recuada, por isso o corte na parede e a pedaleira fica atravessada. Com o 4 cil. só se troca os coxins pelos do Opala e desce o motor. A fixação é a mesma. Só precisa desbastar a capa seca pra passar a barra da direção. Troca de molas pelas da Chevy 500 pra não descer a frente com a diferença de peso entre os motores. A caixa fica a original do chevette se for 5 marchas. Somente precisa trocar a relação pela do cambio automatico , ou fica muito curta, mas nada fora do lugar, tudo com peças originais de fabrica. Quem não conhece só fica sabendo quando ligar o carro. Mas basicamente é isso. E o resto é pura diversão!!!

  • É o meu sonho de consumo!!! Uma Marajóia com 4 cil elevado para 3 litros e turbinada. Melhor que isso só tomar leite condensado direto na lata!! O kit é de prateleira, só tem que ir na Argentina buscar,e o resto, é só colocar que casa certinho. Já falei uma vez aqui,com essa receita e claro rodas, suspensão e freios adequados pode chamar o que quiser que será dificil pegar a Marajóia, tanto na reta quanto em curvas. Alias fazer curvas com esse motor e a tração traseira é pura diversão!! Série 3 e Classe C nem pensar!! Perguntem para o mestre Jose Luiz Vieira o que se pode fazer com uma destas. Ele tem uma. (minhas reverencias para o prof. O homem sabe tudo!! Quem leu a MOTOR3 sabe do que eu estou falando).

  • Veloz,

    lembro de uma revista Oficina Mecânica que mostrava um Opala com esse motor, novas bielas, pistões e virabrequim.

    Exaltavam que a distribuição de peso era o ponto alto, e não devia nada ao 4.100 cc., além do peso do motor, câmibo, reforços, vi até quem colocou longarinas para agüentar o peso extra quando colocado o 6 bocas.

    Você sabe se ele ainda comercializa o kit?

    abraço a todos

  • Bem amigos da Rede Gomes, bom dia.
    Essa combinação de motor Opala no monobloco do Chevette é muito legal mesmo.
    Já pilotei vários deles com os mais variados tipos de arranjo mecânico, tanto 6 cil. original ou bravo, 4 cil. original ou bravo, e na minha opinião o melhor de todos foi um 4 cil. com a cilindrada cúbica elevada a 3000, preparado pelo Tôco Martins aqui de Pinheiros. Câmbio de 5 marchas e diferencial longo. Aliava levesa com potência + estabilidade. Sensacional.
    Esse carro é de um amigo meu e não vende, não troca, não dá de presente, não rifa, nâo sai mais da vida dele, só morto.
    A pouco mais de 2 anos instalou um turbo compressor e aí já viu, dá páu em quase tudo que tem 4 rodas.
    Grande caranga.

  • Eu estive com dinheiro na mão para comprar um Chepala. Só que era 4cil.
    Aquele carro já dava os valores de aceleração desse(0_100- 9.0seg). Esse se tem motor em boas condições, tem fazer 6seg de 0 a 110Km/h no mínimo. Só não comprei o carro porque o motor e a caixa de câmbio entra na parede do fogo adentro e deixa o piloto de atravessado para dirigir . Muito chato. E a caixa de marchas daquele carro também não casava bem com o conjunto. Mas que é gostoso andar com carro com sobra de potência… Ah! Isso é, viu!

  • Yessss! O Chevette perfeito! A Marajó tem melhor aerodinâmica (teto mais longo) e melhor distribuição de peso que o sedã e o hatch. Com pneus competentes (e motor de Opala), não tem rivais entre os veículos da década de 80. Melhor, inclusive, que os Gol da época, ambos com os mesmos pneus, bem entendido. Uma vez quase comprei uma rara Marajó com câmbio automático. Infelizmente acabou não dando certo, mas adoro esse carro.

  • E ai Flávio.
    Aquele mesmo colunista da Veja resolveu agora mirar na Soninha, que comentou umas matérias estranhas envolvendo um concorrente do grupo abril. E o mais engraçado foi ele se perguntando o que ela tem a ver com isso, com se uma revista com aquela tiragem não tivesse responsabilidade nenhuma.