Vermelho e verde

SÃO PAULO (difícil…) – Recebi algumas dezenas de e-mails de torcedores raivosos do Massa, inconformados com sua desclassificação em Montreal. A maioria deles não entende como é que o box pode estar aberto para entrar e fechado para sair. Todos acharam que o brasileiro foi sacaneado pelo Grande Conspirador Universal que Odeia o Brasil. Nenhum mencionou que Fisichella levou o mesmo gancho.

Muitos contestam a punição a Alonso, um stop & go. Por que não desclassificá-lo também?

Bom, para deixar claro. Ao contrário do que muitos imaginam, os boxes não ficam fechados durante TODO o período em que o safety-car entra na pista. Nem para entrar, nem para sair.

Vamos começar pelo começo. A entrada. Pelas regras atuais, quando o SC vai para a pista a entrada dos pits é imediatamente fechada. Isso até que o pelotão esteja organizado atrás do lindo Mercedes prateado. Só então aparece a mensagem nos computadores de “pit lane open”. Aí, quem quiser fazer seu pit stop, faz. O regulamento diz claramente que quem entrar nos box com o dito cujo fechado leva um stop & go. Foi o que fizeram Alonso e Rosberguinho, sabendo que seriam punidos. Mas como estavam sem gasolina, não teve outro jeito.

Só não é punido, nessa situação, quem já estiver nos boxes ou quem estiver naquela estradinha vicinal de entrada antes de ser emitida a mensagem “pit lane closed” pelos computadores.

A saída, agora.

Ela fica permanentemente aberta, com luz verde, exceto quando, em situação de safety-car, o pelotão que segue o lindo Mercedes prateado estiver chegando perto da saída de box. Aí o diretor de prova, a seu critério, acende a luz vermelha até passar a boiada. Quando a boiada se vai, acende a luz verde de novo, permitindo a quem estiver nos pits que se junte ao pelotão.

Quem estiver nos boxes tem de esperar a luz verde, pois. Se o Massa e o Fisichella fossem sair dos boxes quando o pelotão atrás do safety-car estivesse do outro lado da pista, encontrariam a luz verde. E poderiam se dirigir ao fim do pelotão. Jamais entrar na frente do safety-car, ou se enfiar no meio da fila.

O regulamento, nesse caso, também é claro quanto à punição: desclassificação, sumária e sem direito a recurso. Como aconteceu com Montoya lá mesmo em Montreal, em 2005.

Alguém há de dizer: como podem ser tão diferentes as punições? No caso de entrar no box com luz vermelha, o piloto está auferindo uma vantagem indevida. Um stop & go elimina a vantagem adquirida ilegalmente. No caso de sair com a luz vermelha, o piloto está colocando em risco o safety-car, os que estão atrás dele, a moral e os bons costumes. Bandeira preta nele e ponto final.

Fiz-me entender? Pois é, desta vez o Grande Conspirador Universal que Odeia o Brasil não fez nada de errado.

Comentários

  • Tony Scott,

    Não precisa usar seu inglês num texto de um Reporter Inglês. Faça o Seguinte: Vá ao site da F.I.A. (conhece a entidade?) e procure o Anexo H, Capítulo2, ultimo item – Safety Car. Leia sobre as linhas porque são duas, 1ª e 2ª ,uma onde fica o Sinal Luminoso sde saida dos boxes onde estava parado o Kubica e a derradeira cerca de 100m da primeira, ambas TRANS-VER-SAIS , Saindo de UM LADO da pista para o OUTRO. Você ainda não sabe qual é a linha, pois aquela que mostra o traçado dos carros que saem dos boxes, só serve para isto, pois a linha correta no Canada corta sua linha querida antes de seu final; em Interlagos a Linha Correta corta exatamente no término da sua Paixão, mais não escreverei porque já lhe indiquei o Texto Correto., aquele que rege o Campeonato.

  • Ubaldino, não estou errado. Fim de papo. A linha a que me refiro é a certa. O trecho abaixo é do texto do jornalista especializado Adam Cooper, que sabe muito mais que todos nós, no site autosport.com. Ele fala o mesmo que eu.

    Red light spells exclusion

    Going through a red light at the pit exit is one of the most basic mistakes that an F1 driver can make, and yet two experienced drivers from two top teams managed to get it wrong when that first safety car came out, and they paid a heavy price. In both cases it seems that their teams missed the opportunity to warn them.

    The way it works is quite simple. The red light comes on as the safety car queue approaches the pit entry, and it goes off when the last car in the queue passes the pit exit. It is triggered manually by the FIA’s Claudio Garavini, who watches the races from the start/finish line.

    There’s a simple reason why the light stays on until the queue has passed – if not, a car could potentially leave the queue, make a pitstop, and emerge in the middle of the pack. If it drives straight through the pitlane it could even emerge in front. Oddly, some people couldn’t quite grasp this concept on Sunday, including Felipe himself.

    “Everybody was stopping at the same time to change tyres and fuel,” he rued. “The pitlane was open, and then when I go out the light was red. I didn’t even look because I never expected to stop and change tyres when the pitlane was open for everybody to be disqualified for a thing like that. For me it’s a kind of a joke.

    “They [the FIA] need to be clever enough to see that the pitlane was open, everybody was stopping at the same time. We saw in the past that some drivers were disqualified because of that, but they were stopping alone, they were stopping when the safety car was coming. I was behind the safety car, the pitlane was open, and I stopped. I never saw something like that. It’s a bit of a strange situation.”

    Suggestions by Massa that the light should not have been on or that the penalty was unfair were frankly wide of the mark. Having said that, at most circuits the red light would probably have turned green as Felipe, the first man to leave his pit, approached the exit.

    But the layout of Montreal means that the red stays on for longer than normal, because the safety car and the queue have to negotiate the tight first corner complex. The pit exit represents a significant shortcut and brings the cars out in the middle of Turn 2.

    Felipe Massa follows the race from the back of the Ferrari garage following his disqualification © LAT
    And that of course is exactly what happened to Juan Pablo Montoya at the very same track in 2005. Furious because a radio miscommunication meant he got caught behind the safety car, he came in the next lap and charged out of the pits through a red light. When he got to Turn 1, he barged his way into the middle of the queue, almost banging wheels with David Coulthard in the process.

    A black flag and an inevitable exclusion soon followed – that was based on precedents set in the cases of Jarno Trulli in Austria in 2001, and Heinz Harald Frentzen in Australia a year later.

    You would have thought that with the Montoya example still relatively fresh in people’s minds that teams and drivers would have been on top of the situation, but clearly not all of them were.

    Massa got the end of the pitlane and didn’t even look at the lights, and just blasted straight out. Behind him Fisichella hesitated, but in effect reacted to what Massa was doing and followed. It was the less experienced Kubica who did the right thing and stopped.

    Massa’s error wasn’t quite as blatant as Montoya’s, but the back of the queue was still making its way through the first couple of corners, and after checking his speed, he slotted in at the back behind Tonio Liuzzi.

    As you will have heard from team radio transmissions over the years, teams always frantically warn drivers to avoid crossing white lines at the pit exit, and yet in the heat of the moment neither team seemed to have done that in the case of the red light. Perhaps because all the cars had gone past, their natural assumption was that the exit light was no longer an issue, but as noted, Montreal is a special place.

    “He did not pay attention,” said Ferrari boss Jean Todt of his driver. “He was concentrated on going out, and not having any car passing him. And we did not tell him anything. It’s in the rule, if you have a procedure where you say be careful, you will have the red light, you don’t have to see it. We did not say [anything] to him, and he did not pay attention.”

    “If the safety car is going past, then the red light should be on,” said Renault engineering boss Alan Permane. “When the last car goes past, the green light goes on. That’s it. [Fisichella] kind of followed Felipe out, he did hesitate, and then just went. I’m sure it was a bit of brain-fade. To be honest, I don’t want to go too much into it…”

    Intriguingly, both teams mentioned that thanks to the slightly curving pit exit, they could not see the lights from the pit stand, from where all messages are of course sent. It would thus make sense that next year in Montreal (and at any other track where there are similar visibility problems), teams ensure that one crew member in front of the garage is charged with keeping an eye on the lights, and passing that information to the pit wall.

    Montreal may be an extreme case in terms of the red light delay, but the issue could crop up again elsewhere this season. In the past, when the safety car came out, people came straight in and there was always a very good chance that the light would be green for the simple reason that the safety car could be pretty much anywhere on the track, and the queue would be forming behind it.

    Under the current rules we’re going to see a lot more examples of groups of cars leaving the queue, dashing into the pits, and racing each other out. And there will be other tracks where the track layout or the tardy pace of a couple of stragglers trying to join the queue mean that the red light will again be on…

  • Gomes.

    Perguntar não ofende.

    E quando falam que a Venezuela é comandada por um ditador que manipula o Congresso e a Justiça, e que não renova a concessão de uma tradicional emissora de TV porque fez oposição a seu governo, estamos diante de Um Grande Conspirador Universal que Odeia a Venezuela?

    E quando dizem que Cuba, além de ser um lugar comandado por um ditador há quase meio século, e não permitir a oposição real e de fato, é também uma ilha de desigualdades, falta de abastecimento, pobreza e prostituição institucionalizada, estes são relatos egressos do Grande Conspirador Universal que Odeia Cuba?

    Ainda sobre a Ilha: quando dizem, e com provas, a partir de anuários emitidos pela ONU, que no tempo da ditadura de Fulgêncio Batista, Cuba tinha taxas de analfabetismo quase zeradas, tudo isto partiu do Grande Conspirador Universal que Odeia Cuba?

    Paz a todos.

  • Tony Scott,

    Você continua sem entender:
    A linha de qur você fala, não é a linha que serve de parâmetro para a regra RIDÍCULA da F1/FIA. Todos , TODOS sabem das linhas, inclusive a Linha Errada que serve como seu parâmetro. O Comentário Correto foi feito pelo EJR e pelo Caíque: Este Regulamento é Ruim e falta Bom Senso, mas nenhum deles se colocou contra a punição, só você é que é DESESPERADAMENTE a favor. Não vou mais escrever sobre este assunto porque já encheu o saco.

  • O problema neste comentário é que o pelotão que estava seguindo o “lindo mercedes prateado” não estava próximo aos boxes e sim do outro lado do autódromo não havia risco para seu ninguém. “O Grande Conspirador Universal que Odeia o Brasil” cometeu um equívoco ao acionar a luz vermelha. A regra é clara como diz o Arnaldo Cesar Coelho, Massa e Ferrari erraram, assim como “o Grande Conspirador Universal que Odeia o Brasil”. Acho que o autor deste blog deveria assistir a corrida de novo e questionar o porquê da luz vermelha, pois tanto Massa quanto Fisichella estavam atrás do “lindo Mercedes Prateado” quando pararam nos boxes e os mesmos levaram menos de 10 seg em suas paradas. O “lindo Mercedes Prateado” deu uma volta em menos de 30 segundos?

  • o pessoal da ferrari errou feio ainda mais a ferrari que sempre tah com as regras d baixo do braço11!!!!!como o kubica tava parado lah???a bmw mostra q esta esperta e nao duvidem q ela possa incomodar mais a ferrari pq o nick esta jundo dos seus pilotos e a maclaren tah sobrando

  • Ubaldino, não entendi seu post, mas acho que agora todos concordam que a linha é a que fica após a curva 2, depois de onde o Webber ainda está na foto, quando o Massa já furou o sinal. É lá o ponto que a luz muda quando o último carro passa. Ou seja, não há o que discutir, a luz estava acesa de modo correto e o Massa cagou.

  • Bom, acho mais bom senso parar no sinal vermelho e mais que isso é a regra… também acho que nas corridas “só pra esquerda” é mais fácil o carro acompanhar ao lado do pelotão… Enfim, no final tanto faz… Esse assunto já deu o que tinha que dar…

  • Para o Japonês:

    Bom Senso é o cara saber que deve ser o ultimo. Como você não deve ver muitas corridas, quando tem um S. Car na pista, os carros ficam UM ATRAS DO OUTRO e não ao lado, desse modo, se um maluco saísse na parte final do pelotão, porque não existe possibilidade de sair no meio, vide CANADA, bastaria a ele ficar num lado em velocidade menor, exatamente como fazem na IRL os retardatários em todas as provas a mais de 8 anos. Simples não é? Bom Senso camarada, porque nessas horas os caras estão devagar.

  • Tony,

    para seu conhecimento, pois você está postando a verdade torta:

    A linha que delimita a troca da Luz de Vermelho para Verde NÃO é a que divide a pista para que os carros que vêm , conforme você afirma peremptoriamente em Todos os posts, a Linha que troca as luzes é a que CORTA TRANSVERSALMENTE a pista, cortando também a linha que mostra por onde devem andar aqueles que saem dos boxes, a que você cita. O Caíque se refere a esta linha. Por favor não queira dizer que você se referia a esta linha porque não era essa. Você está certo, mas não colocou em prática sua leitura do regulamento. Dê uma olhada nas pistas de todos os GPs via Google e esta linha transversal existe em todas as pistas e é ela que mostra a partir de quando a pista dos boxes é liberada.

  • Tony,
    Sua soberba o impede de entender o que postei, mas não posso fazer nada. Leia meus posts e entenda minha posição e desça pelo menos um degrau, porque estou falando de uma coisa e você está falando de outra. Mais uma coisa, me retire do seu plural , porque quem não entendeu nada foi você, ao achar que eu não sei as linhas de que você fala, mas é você quem não entende DA que EU falo. Mais não comentarei porque já dei minha opinião no Domingo e ela Mr Scott, é pela PUNIÇÃO, embora ache que este Regulamento é uma Mer.da. Leia e re-leia, veja o Vídeo e VEJA a linha a qual me refiro e é ESTA LInha que o DIretor de Prova MOSCOU e não aquela que está exatramente do lado da Luz.

  • José,

    Para com essa bobagem de que o Massa está pilotando mal, isso é típico de caras que querem torcer contra e aí falam besteiras:
    1) Austrália – O cara sai em ultimo porque a Equipe detectou problemas e trocou cambio e motor.
    2) Malásia – O Massa faz a pole , perde na largada e foi afoito, chega em 4º e ASSUME o erro de tentar a ultrapassagem fora de hora.
    3) Barhein e Barcelona – Nada a comentar.
    4) Monaco – Faz uma corrida perfeita e chega onde PODERIA porque não tinha carrro para brigar. Corrida sem nenhum erro.
    5) Canada – Larga bem, estava Liderando e tinha enosrmes chances de terminar no pódio e foi punido.

    Onde que está tudo que você falou?
    Cara vai ver futebol, se o Massa estivesse fazendo um monte de bobagfens tudo bem, mas não está, bem como foi HONESTO quando disse que nem viu o Farol Vermelho, outros não falariam isso. Só aqui é que estão dizendo que ele se acha injustiçado porque nem isso ele falou, leia nos Blogs Internacionais, aliás leia nos Blogs Brasileiros de JornaIS ON LINE TAMBÉM.

  • Estamos presenciando uma estória,isso mesmo, estória com final previsível com o novo garoto do brasilsilsil Felipe Massa.Um bom piloto muito rápido quase imbatível quando larga na pole com o melhor carro.simples né?Até o rubens de vez em quando ganhava corridas com a Ferrari ,atenção:de vez em quando.Infelizmente o garoto começou a se atrapalhar com pilotagens fracas e erros bobos.
    Cuidado Felipe não se deslumbre com a torcida ,seja realista e pilote o que voce pode e não o que a torcida acha que voce pode.
    Não tem dúvida que as mclaren estão fortes mas o que não se pode esquecer é que eles tem o melhor piloto do mundo atualmente(Alonso)
    e um ótimo Hamilton,rápido de verdade quase infalível.
    Espero que o Massa não seja mais um rubinho o lento que muito se esperou e muito se falou(galvão bueno etc..)e nunca provou que era bom piloto.
    Pilotando uma Ferrari ou uma mclaren qualquer um é bom ou não?

  • nossa esse papo esta ate hj …outra coisinha…anti MASSA …s…avisem a FIAT… que ja tem outras equipes fortes que ja estao comversando com ele para comtrata-lo a peso de OURO pois ele e o MELHOR piloto atual…sera que a FIAT vai ter caixa $$$ para participar da comversa ??? sei nao !!!

  • Hagar, pelo amor de Deus! Vocês não querem entender pq não querem mesmo. A foto que mandei mostra o Webber ANTES da linha que divide a pista quando o Massa já tinha passado o sinal. O sinal só fica verde e o Massa só poderia passar DO SINAL depois do Webber cruzar a referida linha, láááá na frente. Não é questão de chegar na curva depois. É só passar o sinal depois. O que mais eu preciso fazer pra vcs entenderem? Ou vcs tão tirando uma com a minha cara? Não é possível.