MENU

sexta-feira, 30 de maio de 2008 - 17:42Sem categoria

dia de coluna

SÃO PAULO (nada muito novo) – O assunto já vem sendo debatido em posts anteriores, mas para manter a tradição segue o link da coluna Warm Up de hoje. Leiam lá e comentem aqui, as always.

80 comentários

  1. Sergio disse:

    Alguns assuntos: no teste com a Williams, foi um teste arranjado pelos pais dos dois pilotos, um dia o Nico foi melhor, no outro o Nelsinho, ambos 3 segundos atrás dos pilotos titulares, ambos os pais e Frank williams disseram que os pilotos não estavam prontos para a F1.
    No teste da BAR honda, foi um prêmio pela conquista do campeonato inglês de F3, sempre acontece, com uma equipe ou outra, e Nelsinho não destruiu o carro, rodou, bateu de traseira e quebrou o aerofólio traseiro. Após isso, houve um teste privado da Honda com carros de competição, não F1, 5 pilotos testaram, inclusive o Brasileiro Dirani, Nelsinho foi aprovado, não foi para a Honda porque não havia possibilidade real de chegar a piloto de prova, tanto é que os que assinaram, não chegaram a F1. Restante sobre esses assuntos é pura bobagem.
    Que o Nelsinho não está indo bem, todos sabemos, que precisa melhorar urgente, também, mas daí ficar aumentando coisas, é só para brasileiro mesmo, Falar mal de Piquet pai, Senna tio, Barrichello e todos os outros brasileiros que passaram pela F1 é falta do que fazer, porque não vejam os méritos de todos, antes de qualquer coisa.

  2. Paulo Barros disse:

    No geral concordo com o Gomes. Discordo é da maioria que diz que o cara é bração. Andou bem na GP2, deu a maior canseira no Hamilton, mesmo em uma equipe com menos estrutura e experiência. Acontece que na F1 o negócio é mais complicado. Assisto F1 regularmente há 28 anos, não vou ficar fazendo lista, que não vai ser pequena, mas muito piloto bom prá caramba saiu de lá sem mostrar nada. Tem também os casos de gente bem “quatro-quatro-meia” (Ave Tim…) que foi até campeão. Ou alguém aí acha o Damon Hill um gênio? Portanto, acho que não tem essa de playboy, de mimado ou de sei lá mais o quê. Tem que acontecer uma série de fatores, na qual o talento é muito importante, mas não o único, encadeados de forma a conduzir o cara ao sucesso. Ou seja, na hora e lugares certos, o cara, se for bom, vai prá frente, se não, rua!
    Torço por ele, acho que pode até se recuperar, mas no momento está tudo contra. Parece que a porta já está aberta…

    “Alea jacta est..”

  3. mauricio disse:

    se essa F1 é tudo isso,como ele entrou se usa apenas o sobrenome?os caras da williams e da bar era mais espertos que os caras da renault?

  4. Fábio Aguilera disse:

    Só pude ler a coluna agora. Coluna do Gomes, mas a pergunta é pra outra pessoa: “E agora, Galvão?”

  5. daniel disse:

    eh Flavio mas a corrida de Monaco de 1984 foi disputada sob chuva intensa, o senna fez uma bela utrapassagem de Toleman em cima do Lauda de Maclaren e Vinha tirando do Prost ne?
    Um abraco.

  6. MARCIO disse:

    Perfeito o comentário Gomes, concordo, porem, o que fez ele com uma Toleman/Hart? Alias, junto com um outro pouco falado nesta corrida que que ja morreu tb chamado Steffan Beloff, foram ultrapassando, e lembra-se, quais estavam na frente? Diferente do Vettel naõ achas?

  7. j p sarti disse:

    F1 é assim… o Sutil era até Monaco a maior decepção do ano, passou 3 carros sob bandeira amarela no harpin, se manteve em quarto até levar aquela porrada merecida, e virou o maior FERA! O Fischella deu-lhe BAGAÇO humilhante em todas as provas, mas todo mundo já esqueceu.
    Ano passado o Gomes achava o Sutil o máximo, esse ano quando o cara SUMIU ele não falou nada, agora já deve estar achando o cara igual ao Vetel. Esse Vetel também é outro que endeusaram e agora se mata pra andar junto com o estreante Bourdais, que já mostrou que é muito mais piloto que ele.
    O Nelsinho se fizer uma corridinha entre os seis primeiros já vai ser chamado de fenômeno.
    FENÔMENO mesmo é o Hamilton, que o Flavio até hoje não reconhece.

  8. Luiz Carlos Cardoso disse:

    Realmente não me lembro do FG falando dessas DEFICIENCIAS antes da F1…mas devo ter deixado passar né…

  9. Marcelo Ramaciotti disse:

    Eu também nunca ouvi essas coisas antes do fracasso…
    Agora aparece tudo! Olha que leio muito sobre automobilismo, e todos os dias….

  10. Gomes disse:

    E as circunstâncias do GP de Mônaco de 1984 não eram também muito particulares?

  11. MARCIO disse:

    Chegou em quinto, dadas as circunstancias particularissimas e sem ultrapassar nem ameaçar regorozamente ninguem. Justiça seja feita ao rapaz que mandou a mensagem comparando muittissimo bem sobre o dito “fenomeno” Vettel

  12. Paulo "McCoy" Lava disse:

    Dear friends,

    Greetings… saudações. De pronto, gostaria de tecer um elogio ao “blogueiro” Bruno Correia. No início deste fórum, in verbis, ele disse: “Desculpa o palavreado, Flavio, mas DRAMA É O %!@$&@# o moleque é playboyzinho (como TODO piloto de F1 é ). se é um %!@$&@#pilotando, que fique longe das pistas. drama é viver com salário mínimo”. Bruno, perfeito! Way to go…
    Permita-me, contudo,acrescentar outro “exemplo” de drama. No caso, pessoal. Particularmente, drama é o que enfrento ao constatar que minha realidade atual é diferente do que eu imaginava na década retrasada, quando optei em me tornar profissional no esporte motorizado. Longe de querer registrar situações, gostaria apenas de dizer que apesar do meu currículo, ainda não sou reconhecido em termos de remuneração. E este é meu drama, posto que é para lá de complicado sobreviver fazendo textos “free lancer” (confesso, não tenho entrada fixa mensal). E, confesso – ok, última confissão desta -, não consigo entender porque os mais de 300 textos de minha autoria, publicados em revistas especializadas em automobilismo (não estou incluindo textos de minha autoria publicados em “websites”) não são suficientes para que algum editor de jornal da região aonde moro me contrate como editor de automobilismo…
    Em resumo: em termos esportivos, talvez seja lamentável o período pelo qual o piloto brasileiro, alvo da coluna escrita por Flávio Gomes, esteja passando. Contudo, ele – Nelson Angelo -, não acorda de manhã preocupado se terá condições (ou não) de pagar taxas como contas de luz e telefone. E, pela fortuna que possui, o piloto também não se preocupa com preços dos alimentos. Sem falar que ele tem veículo – e o autor desta, aos 41 anos, ainda não teve condições de adquirir (talvez o fato de trabalhar de forma honesta seja a explicação plausível; é lamentável constatar que existe um piloto gaúcho que está em haver comigo. Piloto este que, sabe-se lá porque, prefere deslocar-se à bordo de um flamante veículo alemão, ao invés de acertar a dívida para comigo. Não, não estou querendo ver ele “a pé”. Evidente, se ele fosse honesto para comigo, eu não me importaria a marca de carro que ele utiliza – tampouco estaria aqui desabafando. Infelizmente, a educação que tive inclui, entre outras coisas, ser honesta e não dever nada à ninguém. Tal pessoa, infelizmente, não teve semelhante gesto em família. Mas como vivemos em um mundo injusto, ele chega ao autódromo “em seu belo carrão”, ao passo que o autor desta… preciso continuar?)
    Grato pela atenção. Ótimo “weekend” para o Flávio Gomes, Bruno Correia e os demais leitores deste prestigiado veículo.
    Regards,

    Paulo Lava
    paulomccoybr@yahoo.com.br

  13. Felipe Holtz disse:

    Ao Marco Moreira:

    Pertinente o seu comentário, mas o que você queria que a equipe dissesse ao Nelsinho quando este reclama que o carro está isto ou aquilo? Oh, pobrezinho do Nelsinho?
    Convenhamos…

  14. MAZZACANE disse:

    Justiça seja feita

    O Zonta corria naquela BAR que era pior que a ECA Honda 2007, e ainda tendo que aturar o vileneuve falando um monde de %!@$&@#a seu respeito.

    e conseguiu pontuar na época em que apenas os 6 primeiros pontuavam.

    Nunca cometeu os erros grotescos que o nelsinho e o pizzonia cometeram.
    Não da pra colocar ele no mesmo balaio desses dois.

  15. MarcioVS disse:

    F1 não perdoa uma adaptação lenta.
    Acho que o Briatore ainda não teve um chilique muito grande por causa do Carlos Ghosn.
    Se o presidente manda na bagaça e quer valorizar a Renault dentro do mercado sulamericano, coloque o Lucas Di Grassi pra correr.

  16. Bugre disse:

    Começou errado no kart, 3 voltas na pista troca carburador e jogo de pneu novo, mais treis voltas outro carburador + um jogo de pneu, outro motor + pneu, mais motor + pneu.
    Deu nisso……..

  17. Gomes disse:

    Chegou em quinto em Mônaco.

  18. Cohim disse:

    Concordo com tudo sobre piquetzinho, acho que deram o prazo certo pra ele, se não der certo, que vá embora! E acho que não vai dar certo mesmo não.

    Mas acho que tá faltando algum crítico falar do Vettel. Ele tá fazendo uma temporada péssima. Era cotado pra ser a nova estrela da F-1, mas tá decepcionando. A sorte dele é não ter um Alonso com companheiro para se fazer um paralelo com o seu pífio deesempenho. Mas parece que Vettel se tornou o queridinho da Fórmula 1, com uma espécie de blindagem contra críticas.

  19. Max Olinda-PE disse:

    Nelsinho está mesmo a perigo, todos sabem que Alonso não vai durar por essas bandas. Em 2010, ou até 2009, quem sabe, vai para BMW ou Ferrari já que N. Heidfeld não vai bem na BMW e Raikkonen, comenta-se que para em ao final de 2009.
    Romain Grosjean esta vindo e papai Briatore não vai deixar lá dois moleques com a saída de Alonso como fez a MacLaren.
    Quanto a Honda ficar com Sato em 2009 e ceder Rubinho para a Renault, creio eu que o Barrichello só iria se Alonso já não estivesse lá em 2009 e mesmo assim é difícil ele largar a Honda num ano em que muito vai mudar no regulamento para ir pra uma equipe nova.

  20. KARTÃO disse:

    ninguem da um euro furado pelo Nelsinho. Ok. todo mundo agora é sabichão e sabe de historias que nunca ninguem ouviu falar. blz. re o cara reverter… Como muitos ja o fizeram. mesmo tendo corvos nas costas…… sera muito engraçado

  21. Sabrina Sato disse:

    Oi Gentiiiii !!! O Nelsinho é uma gracinha mas gostaria muito que meu irmãozinho Taku, voltasse para as pistas.

  22. Carlos Afonso disse:

    O jargão é velho mas vale relembrar que é na tempestade que se conhece um grande comandante.Particularmente acho o rapaz muito engomadinho,o perfeito filhinho de papai, entretanto acostumei na vida a separar a pessoa do ídolo.Pelé, meu ídolo de infância pisou na bola ( minha opinião)ao não reconhecer uma filha.Piquet ( pai ) exemplo de arrogância mas eu era fã dele quando pilotava.Alceu Valença (gosto de suas músicas) negou autógrafo a uma filha minha de dez anos.Encerro com frase de João Saldanha.” Não quero jogador de futebol para casar com minha filha ,quero que ele faça gols”.

  23. Jefferson disse:

    é apenas uma fase dificil, Nelsinho vai se recuperar e se firmar na F1, esta se adaptando ao nov carro da Renault. Quanto ao Bruno Senna, esqueçam, nunca vai ser campeão na F1…

  24. ric machado disse:

    Aqui se faz ,aqui se paga.
    quando foi para falar mal de outros pilotos,dizendo que a hora deles havia passado ,ou andar tirando gente da pista,ou não dando bola para jornalistas ,estava tudo bem.
    Na hora do vamos ver na F1 está aí o resultado.
    E ainda por cima o diminutivo “Nelsinho” no fundo quer dizer o que o portador è; pequeno mesmo.

  25. Marco Moreira disse:

    Até agora já são 50 comentários e ninguém levou em consideração 2 fatores.
    Um, as corridas: O rapaz, de quem não simpatizo por sinal, ficou um ano inteiro sem participar de corridas. Perdeu o ritmo. A título de comparação, o Shummy levou fumo no último teste que fez pela Ferrari.

    Dois, classificação: Quando correu, lá em 2006, eram pneus slicks. Em comparação com o companheiro de equipe, bi-campeão pela própria Renault (ou seja, está em casa usando o banheiro com a porta aberta), o Alonso qualifica o carro dois centésimos na frete (alguém duvida que além de melhores engenheiros e mecânicos ele também tem outros privilégios de primeiro piloto?) mas que é o suficiente para passar ao próximo qualifying e o Piquet Jr. fica chupando o dedo. no final do grid.

    Não vi em Mônaco um Alonso tão superior ao Nelsinho. Todos os que assistiram ao GP acompanharam o garoto ao rádio avisando a equipe que o carro chacoalhava todo e que não tinha mais pneu. Resposta dos boxes: Se vira!

  26. Waguinho disse:

    O bom desse blog,é que o dono não tem rabo preso com ninguém,elogia quando tem que elogiar e criticar também.Os fatos estão aí,o rapazinho é ruim mesmo.
    O papai pode ter todo dinheiro do mundo,mas meu amigo ,talento não se compra,vai ser queimado sem dó.

  27. Lincoln disse:

    A primeira corrida que assisti do Jr., se não me engano de F3, pra mim foi uma tremenda decepção.
    O narrador brasileiro (acho que foi na band) berrava endeusando o guri.
    “Como é arrojado, como é corajoso, como é isso, como é aquilo, bla, bla, bla”.
    Acho que ganhou (não me lembro e estou com preguiça de pesquisar, me perdoem), mas pra isso jogou o carro em cima dos outros, e tirou no mínimo um da corrida.
    Isso que já era campeão.
    Poxa, ser filho de quem é não lhe dá o direito de SACANEAR os outros. Pelo contrário, deveria seguir o outro caminho, da honra, honestidade, caráter, lealdade…..
    Que vença, mas no braço e na boa.
    Ao Jr. (jr. é tipico de playboizinho de Brasília mesmo) parece que falta HUMILDADE E RESPEITO.
    Uma pena. Sempre teve tudo, tudo a ser favor. E quando digo tudo é tudo mesmo. Dinheiro, um pai campeão, estrutura, tempo, treinamento, enfim….
    Não soube aproveitar.
    Acredito que aqui tudo se faz e aqui mesmo tudo se paga.
    Agora a ele resta chupar o pirulito que encomendou no passado. E deve estar amaaaargo………

  28. Rodrigo Font disse:

    Será que Piquet (filho) sofreu ,também,com a experiência negativa do Alonso naquela b.osta da Mc Laren-Kia? Pois ,ele está se virando sem os ajustes do Fernando? Quem sabe o Hamilton sem o set-up em 07,não faria um papel tão irrelevante quanto ele?

  29. Guto disse:

    Flávio,

    Parabéns mais uma vez por sua coluna. Sou um dos que torço pelo êxito de Nelsinho na F-1, mas fico vencido pelos seus argumentos… Aproveito a oportunidade para fazer uma especulação… Considerando que o filho de Piquet só alcançou sucesso correndo em equipes próprias, sob a supervisão de Nelsão, e considerando a sua iminente demissão da Renault e da própria F-1, será que a esta altura o Pai Piquet não teria um plano “B” de construção de uma equipe na F-1 para ceder um cockpit ao filho e resgatar a honra da família? Creio que esta hipótese não seja totalmente imposível… N. Piquet tem grana, capacidade de atrair parceiros para esta empreitada e já dispõe de uma mínima estrutura técnica, uma vez que ainda mantém em atividade uma equipe de GP-2, categoria mais próxima da F-1.
    E aí?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>