MENU

domingo, 8 de junho de 2008 - 16:45Sem categoria

canadianas (10)

SÃO PAULO (engatei a primeira) – A corrida do Canadá foi muito boa. Boa mesmo, daquelas em que muitos pilotos guiaram soberbamente e outros cometeram presepadas incríveis. E outros, ainda, fizeram ambos: pilotaram muito bem, mas cometeram erros fatasi.

Começamos por onde? Kubica? OK.

É um senhor piloto, disso não á dúvida. Não iria ganhar, provavelmente, não fosse a bobagem de Hamilton. Mas chegaria em segundo. Ou terceiro, dependendo um pouco do que Raikkonen pudesse aprontar.

Mas ganhou bonito, com uma atitude muito bacana de Heidfeld, que não teria motivos para segurá-lo com o carro muito pesado, arriscando a dobradinha da equipe. E lidera o Mundial. Pode ser campeão?

Acho muito difícil. Como eu achava difícil vencer em Montreal, e ele acabou vencendo…

Mas Ferrari e McLaren ainda têm carros melhores, sendo bem realista.

Daqui a pouco eu volto, não sem antes destacar que é a primeira vez que um piloto do Leste Europeu vence um GP na F-1. Nem preciso lembrar a vocês em que tipo de carro Roberto aprendeu a dirigir…

36 comentários

  1. Edson Naga disse:

    Flávio Gomes, o Kubica é afilhado do galvão????? Amigo de balada do Popo ou Caca???? Vc percebeu que o narrador, comentarista, reporter e vidente da poderosa só exalta a moral e performace do polonês???? Pro galvão, qualquer estrangeiro é inimigo nº 1 dos pilotos brazucas. Foi assim com Prost e Mansell. Se for pro cara ficar babando ovo pro polones, precisa exaltar tb a boa performace do Vettel que fez segurou no braço o foguete do kovalainen na ultima prova. Velho, o kovalainen não tá ameaçado ainda na mclaren, semelhante ao Piquet JR.???? Até mais.

  2. Harry disse:

    Sou café com leite perto dos colegas aqui que entendem muito de F1, mas no começo da temporada1 comentei aqui no blog que o Kubica ainda vai ser campeão na categoria a médio prazo. E vai mesmo!

  3. Ricardo disse:

    Que Leste Europeu?

    Polonia é do lado da Alemanha…

  4. Antonio Jose disse:

    O Kubica é muito bom, ponto. Agora, o que o Galvão tem com ele eu não sei, porque no ano passado cheguei a ficar irritado com uma narração do ‘global’ que fazia questão de repetir insistentemente comentarios sobre o Polonês. Enquanto isso, ficamos sem saber detalhes a respeito da prova e demais pilotos.

  5. Gomes disse:

    Dado, sinceramente, não tenho a menor idéia do que você está falando. O Galvão disse que o Kubica é bom, verdade. Ele e a torcida do Flamengo disseram a mesma coisa. Galvão não “descobriu” o Kubica. Se ele consegue vender essa imagem, sorte dele.

  6. dado andrade disse:

    Voce sabe MUITO bem doque estou falando.Nao quero e nao queira ser o dono da verdade.Sds DADO ANDRADE.

  7. Gomes disse:

    O Galvão colocou o polaco na berlinda? Como assim? Ele que indicou para a BMW Sauber?

  8. dado andrade disse:

    Flavio Gomes.Quanto ao Kubica nao adianta nada o papo de que,se nao tivesse acontecido isto ou aquilo,ele nao venceria porque se MINHA AVO TIVESSE BIGODE EU TERIA DOIS AVOS!!!!E digo mais=Tem-se que tirar o chapeu para o Galvao que colocou o Polaco na berlinda inclusive com polemica e chacotas,por parte de outros comentaristas,referentes a pronuncia do nome do dito.Forte abraco DADO ANDRADE.

  9. Pedro Jungbluth disse:

    Ano que vem, vão deixar o asfalto perfeito, e a corrida será bem chata…

    Esses problemas de aderência, definitivamente, ajudam na diversão das corridas, os pilotos que são uns chorões, a pista estavaigual para todos, assim como se tivesse chovido.

  10. Belair disse:

    Deu polacão feioso. E esse PF vai dar muuuito o que falar ainda. De novo: dá gosto ver o cara tocar. Esperem a equipe dar algo melhor e veremos a distancia que ele vai abrir. Falar nisso, a Mc já chegou na Ferrari,parece que não há mais a distancia do início. Tá mais parelha a coisa.Só falta a BMW chegar e a coisa fica bem legal.
    E Flávio, a bem da verdade, em Cracóvia os carros tem a aparencia de Lada, mas lá são 125p. A diferença tem que ser destacada, porque voce tambem não aceita que chamemos Lada de Fiat, né não ?

  11. Lucas R Chianello disse:

    Primeiramente, as palavras do amigo Dartha mostram como a F-1 é previsível. Realmente, em condições normais, o Kubica dificilmente venceria a corrida.

    Porém, como aprendi com um amigo meu recém formado em história, o “se” não existe. Analisa-se o que aconteceu e porquê. Além de mais uma barbeiragem do Hamilton, Kubica venceu porque de uma certa forma lembrou Schumacher. Quando as Toyota pararam, o engenheiro disse: “você tem 10 voltas para abrir do Heidfeld, parar e sair na frente”. Kubica fez o chamado dever de casa. Costumo dizer que o esporte é de quem vence. Para vencer, é preciso superação. Kubica se superou e venceu, está de parabéns.

    Por fim, se corridas no Canadá são sinônimos de improbabilidade, a temporada inteira deveria ser lá, seria bem menos chato.

    E Gomes, é isso aí! Primeira vitória da Cortina de Ferro na F-1!

  12. Antonio Jose disse:

    Coisa bonita de se ver. O esforço constante e o nível tecnico da BMW-Sauber finalmente são premiados. E, desta vez com nada menos que uma dobradinha. Kubica levou a ‘branquinha’ toda certinha e com boa vantagem à vitoria. A equipe se enche agora da maior confiança e deve dar muito trabalho nas proximas corridas. Detalhe: A BMW vence numa das provas mais competitivas que já vi e com piso danado de ruim.

  13. MSM disse:

    Já ia esquecendo, no ano passado ele quase morreu nesta pista. O mundo dá voltas, e felizmente para o Kubica e para nós ele continuou pilotando e melhorando a cada gp disputado. Esse nasceu para ser campeão.

  14. Paulo Ribeiro disse:

    Viva Ugly Kubica !!!

  15. MSM disse:

    BMW-KUBICA-HEIDFELD.
    Esse trio fez história na melhor corrida da temporada.
    O Kubica já estaria em 1º no campeonato, se o Nakajima não tivesse batido nele na Austrália. MAs hoje, além de rápido ele teve sorte de campeão, aproveitando o erro de Hamilton e Kimi no pit e mais sorte ainda, por não ter sido o “escolhido” para levar a batida do inglês.
    Andou rápido o tempo todo e mesmo ficando atrás do Heidfeld depois do pit e sofrendo pressão do Alonso, teve a permissão de passar o alemão e partir para a vitória sem nenhum tipo de problemas e nem cometer erros.
    O Heidfeld voltou a andar bem, chegou a liderança da prova, fez um único pit-stop e conseguiu voltar a frente do Kubica e do Alonso e além disso, teve uma bela decisão de deixar o Kubica passar e conseguir manter o Alonso atrás, já que estava muito pesado e poderia prejudicar a equipe na corrida e no campeonato.
    Por isso acho que a equipe BMW, está muito bem servida de pilotos, e o carro, que muitos duvidavam no começo do campeonato, se seria páreo para a Ferrari e Mclaren, já mostrou nestas etapas iniciais que tem condição de ganhar corrida e até campeonato.
    Fiquei muito feliz de ver essa vitória, pelos bons pilotos que tem, pela equipe que depois de terminar a parceria com a Williams, mostrou que tem competência para ser vencedora e pelo Mario Thiessen, que parece ser uma pessoa responsável, competente e humilde para conduzir o time na F1.

  16. LDS disse:

    Interessante é ver que na primeira corrida em que a BMW não usou aquelas horriveis asas no bico ela fez dobradinha, espero que eles entendam isso como sinal e abandonem de vez aquelas asas horrorosas.

  17. Lucius disse:

    Heidfeld poderia ter ganho essa corrida. Se tivesse deixado o Alonso ultrapassá-lo (ele teria que fazer outra parada) não perderia tanto tempo. Ele já tinha mostrado que estava com um bom ritmo de corrida pois abriu tempo suficiente para voltar na frente do Kubica após a parada.

  18. Rogério Cerqueira disse:

    “…pobre Heidfeld, cada vez mais apagado. Pobre Heidfeld, que é um bom piloto. Mas não se entendeu com esse carro todo espetado de asas”. Hô, Gomes, cê tá brincando, o camarada foi segundo, e ainda deu passagem ao ganhador!
    O “pobre piloto” não é tão ruim assim, não?

  19. pedro arnaldo disse:

    Esse narigudo ha muito ja estava pronto para integrar a galeria dos vencedores de F1…posso estar viajando mas achei que ele tem uma estrela que começa a aparecer em toda a sua dimensão e intensidade…é claro que não acho que dentro do evluir normal de um campeonato ele possa ter carro e time para vencer, mas com certeza poderá incomodar e até mesmo ser o fiel da balança no duro campeonato que começa a ficar visível para quem conhece um pouco de automobilismo da história da F1…não sei, mas acho que a melhor parte ainda esta por vir..quem vive, verá…ta gostando né FG, esses caras que aprenderam a entortar uma careta com caros do terceiro mundo..tem algo de diferente e são muito mais interessantes..pq será??rsrsrsrsrs

  20. Max Mosley disse:

    O polonês venceu para a felicidade de todos que gostam de F1. É um piloto veloz, inteligente e sólido. Estas características permitem o que aconteceu hoje, se os caras vacilarem ele se garante.

    A partir de hoje ele faz parte de um seleto grupo de pilotos. E acredito que é só o começo de uma grande carreira na categoria.

  21. Jairo Alvarenga disse:

    Que ótimo Ver Barrichello na Frente, que Saudades…ótima corrida.

  22. MRC disse:

    Disso não HÁ dúvida….

  23. R0drig0 disse:

    A Renault de Alonso nunca foi mais rápida que a Ferrari do Schumi … e deu no que deu

  24. Ivan Tadeu disse:

    A idiotice/ desetenção de Hamilton foi primária. Já passou da hora de fazer bobagens desse tipo se algum dia quiser ser campeão……. mas que a justiça divina foi sutil (!), mesmo por linhas tortas, com Räikkonen, foi…

  25. Tatú disse:

    O Galvão anda vendo as charges do Bruno Mantovani.

  26. Pinho, Bauru - SP disse:

    Flávio, por quê vc afirma que o Kubica chegaria em segundo? lembrando que no momento da saída do pit, ele estava alinhado com o Kimi… ele tinha chances de sair na frente do Kimi…. creio que ele poderia ter vencido apesar das presepadas… saudações.

  27. Filipe disse:

    Muito improvavel que ele seja campeão, mas considerando que esta temporada esta sendo marcada por besteiras enormes de todos, com a exceção sendo justamente Kubica e a BMW. Ser regular numa temporada dessas vale muito. Não fosse o Nakajima ter tirado ele na Australia, o Kubica estaria liderando coim 50 ou 48 pontos.

  28. Joe disse:

    Sutil saiu da corrida para fazer um voodoo contra Kimi e deu certo. Vingança saramaligna !!! Pelo jeito Raikkonen levaria essa fácil, seu carro estava um avião

  29. Sutil foi vingado disse:

    Sutil provocou esse Safety Car pro Hamilton abalroar Raikkonen pra esse aprender a tirar os outros da corrida. Tudo combinado.

  30. Gustavo disse:

    …disso não há dúvidas…

  31. sergio disse:

    Isso é mais impressionante ainda se nos lembrarmos que, naquilo que ele aprendeu a dirigir, não pode ser chamado em hipótese alguma de carro.

  32. Bugrino disse:

    com certeza não foi com um Lada que o Kubitza aprendeu a dirigir, isso pode ter certeza, pois quando ele começou a dar suas primeiras voltas de kart nem existia mais o tal comunismo nesses países do leste europeu…

  33. Luana Marino disse:

    Ah, e antes que eu esqueça, belíssima prova de Heidfeld. É um excelente piloto na minha opinião, e se acertasse a mão nas classificações estaria pau a pau com o narigudo (gente, que nariz é aquele?!?! rs) bom de volante!

  34. Luana Marino disse:

    Que corrida do polonês!!! O que esse homem tem de feio – e é muito feio! – tem de rápido. Sensacional!

    É isso aí, em corrida de carro – mesmo sendo a mais-que-previsível F1 – tudo pode acontecer, ainda mais quando é no Canadá. Kubica soube aproveitar-se muito bem da… (não sei como devo chamar)… bem, do que fez Hamilton.

    E quem diria que seria na pista onde no ano passado ele conheceu a fronteira entre a vida e a morte a sua primeira vitória. Essa é a maior prova de que esse garoto tem tudo para ser um grande campeão.

  35. Dartha disse:

    Bem não acho, siceramente, que o Kubica pudesse chegar em 2º lugar, se o “Robinho” (como o Galvão o apelidou) não tivesse feito aquela estupidez, pelos seguintes motivos:

    1) As Ferrari renderam muito bem desde o 1º treino livre em Montreal com os pneus DUROS. Na Superpole, as 2 Ferrari tentaram suas voltas rápidas com os macios e, com a ajuda do esfarelamento da pista, já sabemos o que aconteceu.

    2) O Kimi vinha tirando, por volta, mais de 0,5 segundo do Kubica (já estava bastante no visual, tanto que a volta mais rápida da corrida é do Kimi – 4º corrida seguida que ele consegue isso). O carro dele era o mais rápido da pista (e teoricamente, com mais combustível do que Massa). Se não tivesse Safety Car, ele certamente passaria o Kubica (na pista ou nos boxes) e poderia brigar pela corrida com o Hamilton (que tinha largado visivelmente mais leve – creio que tentando repetir a tática de 3 paradas).

    Tá bom, isso se fosse sem Safaty Car. E com a presença dele?

    3) Se o inglês mimado pela FIA não batesse no Kimi, ele já estaria em 3º (pois estava posicionado atrás do Kimi / Kubica e disputaria a relargada com o Rosberg (outro osso duro de roer). Logo, certamente, as chances da Ferrari vencer a corrida (até mesmo com o Massa, se a bomba de combustível não pifasse, seriam grandes (Ferrari tem mais carro pra corrida do que BMW e Kimi / Massa só brigariam contra o Hamilton, pois Kovalleine se arrastava na pista).

    Agora o que eu quero saber mesmo é:

    1) Se o Hamilton vai ganhar alguma punição (no mínimo perder 5 posições no grid na próxima corrida) por ter tirado o Kimi da corrida (sim, porque quando o Vettel bateu na traseira do Webber, ano passado, ele levou essa punição);

    2) O que a imprensa italiana vai falar amanhã do acorrido em Montreal; e

    3) Se vai ficar por isso mesmo a pista de um GP de F1 se esfarelar durante a prova.

    E mais uma vez ouvimos o hino alemão na F1 (É, não era o Frank Williams que falava que o problema da Williams era o “motor”???? – taí a resposta heheheheh)

  36. Luciano disse:

    Flávio, se Roberto consegue ir rápido num Lada, consegue ir bem com qualquer coisa motorizada….rsrsrsrsrs

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *