MENU

sexta-feira, 14 de novembro de 2008 - 15:35Colunas Warm Up

MAIS BARRICHELLO

SÃO PAULO (over) – Acho que ninguém vai ter muito o que comentar, porque já falamos de Barrichello à exaustão em post logo abaixo. Em todo caso, segue a coluna Warm Up de hoje, que tem Rubens como tema.

66 comentários

  1. Luciano disse:

    Infelizmente o Rubinho é um mercenário, nos sofremos por ele atoa ois ele sempre correu por dinheiro foi submisso e motivo de piadas em toda sua carreira e ainda fica mendigando carro, carro para ser cmpeão ele não vai ter só quer mais dinheiro

  2. Adriano Muhammad disse:

    A pena foi a Honda não evoluir como se esperava. Se a Honda tivesse tido um ano bom, com o Barrichello pontuando mais, ele provavelmente pediria a aposentadoria. Eu entendo o Rubinho, é difícil sair por baixo.

  3. josé maria disse:

    Com respeito aos que disseram que o Barrichello é excelente, digo-lhes: Excelente é o piloto que vence títulos em pouco tempo de carreira. Alguns ainda venciam títulos mesmo correndo em equipes médias, como no passado. Atualmente a tecnologia fala mais alto. Só os melhores carros serão campeões. Barrichello teve muito tempo na Ferrari para ser campeão- 06 anos. Olha que foram seis anos, heim, correndo no melhor carro, e não conseguiu. Por isso, acho que ele foi apenas um piloto razoável, pensando mais no dindin!

  4. josé maria disse:

    Com todo o respeito a todos que dizem ser o Rubinho um excelente piloto, digo-lhes que os excelentes pilotos não demoram muito tempo para serem campeão! Rubinho já tem 15 anos ou mais de Fórmula 1, já correu por uma grande equipe e não foi campeão! Então, ele não é excelente piloto, não! É apenas um piloto médio, insistente, que não quer entender que o seu “time” já passou! Massa, Alonso e Hamilton ainda estão na moda. Rubinho é passado, e triste!

  5. josé maria disse:

    O Barrichello é tão decepcionado e frustrado consigo mesmo que ele não quer se deixar convencer de que foi um piloto medíocre!!! Por isso, essa tentativa desenfreada de tentar mostrar que ainda pode continuar na F. 1, sonhando com vitórias e títulos, querendo provar para si e para todos que ele é diferente.
    O que mais atrapalhou o Rubinho, em termos técnicos, foi a sua ida para a Ferrari, quando lá já se encontrava o até então bicampeão, Shumacker. Entrando na Ferrari, Rubens pensou que, a partir daquele instante, ele poderia ser campeão! Lá ficou 6 temporadas, sempre sendo humilhado pela equipe e pelo próprio alemão. Já no primeiro ou no segundo ano, ele deveria ter se rebelado contra a sua situação desfavorável em relação ao Alemão, conforme fez o Alonso em relação ao Hamilton. Não aceitou de forma alguma a submissão, e vejam que o Alonso já era bi, heim, poderia já estar contente com o estatus. Caso a Ferrari não aceitasse, ele mudaria de equipe, pois ainda teria tempo de tentar vencer um títuto por uma equipe que desse mais igualdade a seus pilotos. Ele demorou a perceber o “time”. Por isso é que podemos entender quando o Nelson chama o Barrichelo de mercenário!!! Rubinho estava contente com a situação de segundo piloto, ganhando rios de dinheiro, mesmo que isso tenha lhe custado muito, entrando para a história como um piloto medíocre!!!

  6. Cassius Clay Regazzoni disse:

    Rubinho é uma piada!!!Foi tarde….

  7. JBCarneiro disse:

    O tricampeão Alan Prost foi sumariamente demitido da Ferrari por falar mal do carro e desmerecer a equipe. Ele saiu da Ferrari e ganhou mais um título pela Williams.

    O Rubinho é um reclamão de carteirinha, quando não dava para detonar o carro ele reclamava da equipe e do companheiro. Falava de conspirações internas. Com mais idade que Prost o Barrichello detonou a Honda desde a pré-temporada 2008, até chegar no fim do ano e “chutar o pau da barraca”. Por isso a Honda queria tanto o Alonso, que também andou falando do carro, mas de maneira diferente e acabou “fazendo” a Renault andar “direito”.

    Emerson Fitipaldi ficou mais de dez anos sem entrar em um Formula 1. Com aproximadamente 50 anos foi para a Formula Indy e fez nova fama, fortuna e glória. Correu em todo tipo de circuitos, ganhou corridas e campeonato, venceu duas vezes as 500 milhas de Indianapolis em corridas disputadíssimas, batendo roda com roda contra os garotos da categoria. Já na condição de avô ainda corria e só parou porque os mais jovens perceberam que só ganhariam dele tirando-o da pista, aí sofreu uma colisão mais séria e resolveu encerrar a carreira, senão teria ganho mais corridas e título.

    Rubinho é inegávelmente um excelente piloto. Sabe acertar carros muito bem. É muito rápido e técnico. Faz umas corridas fantásticas e ganha corridas. Se ainda quiser continuar correndo estará absolutamente com razão de fazê-lo, tem todo o direito. Concordo, é só olhar além da Formula 1. Mas ele não é um campeão. Não tem “pegada” de campeão, daquele piloto que entra em uma categoria mostra a que veio, domina, se impõe e vence campeonatos. O lado emocional dele não corresponde, parece que ele não é psicologicamente preparado para tanto. Ou talvez seja o caso dele provar isso agora, apesar de toda a dificuldade, pois o mundo todo do automobilismo está vendo o comportamento dele.

    A Benetton já correu uma temporada com dois pilotos brasileiros, Nelson Piquet e Roberto Moreno. Aliás foi a última temporada do Piquet na F1, que também não saiu muito por cima não. Se bem que poucos pilotos tenham saido no auge de suas carreiras.

  8. Luiz Antonio disse:

    PARA SER BEM SINCERO ; ACHO QUE TEM MUITA GENTE QUE MORRE DE INVEJA DE RUBENS BARRICHELLO.

  9. Carlos Eduardo disse:

    Olá. Flávio.
    Acesso diariamente seu blog e geralmente estou de acordo com suas opiniões.
    Desta vez não.
    Já não mais acredito em santa claus: a Petrobras comprou uma vaga para um brasileiro na Honda. Os dois novatos efetivamente não são melhores que o Barrichelo, o que encerra a discussão a respeito.
    E noto que o Barrichelo continua a motivado a ponto de meter 11 pontos contra os 3 do Button. Quem se interessa, descobre que o automobilismo não é ação entre amigos: é disputa marcada por conquista, o que se vê em números.
    Daí, mais do que falar em motivação, o Barrichelo deu mostras com números de que é o melhor que a Honda tem.
    Esse tese de que ele está velho é medíocre e essencialmente preconceituosa.
    Creio que a imprensa deveria ser honesta: a equipe Honda/Petrobrás quer alguém novo, de preferência com sobrenome Senna, mesmo que seja o pior piloto disponível.
    Aliás, gostava do tio, mas já nutro uma antipatia por esse cidadão que nada conquistou até agora.

  10. JP disse:

    BRUBINHO SENNINHA ,,,,Q MAIS?

    CHEGOU A HORA DE VC PROVAR O TALENTO DO SEU TIO!!!!!!!!!

    SER;A QUE DÁ??????FAZ MUUUUIIITAAAA FOR;CA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    SE NAUM DER,VOLTA PRA SUA BANDA………………………………

  11. Zalex disse:

    O Rubinho dando um pau na molecada toda lá na granja viana… só isso já mostra que o cara tá na ponta dos cascos.
    Se correr ano que vem, detona o companheiro de equipe seja ele qual for.
    Pena que o FG não estava na Granja pra ver.

  12. Mellotoneo disse:

    Rubens nunca seria campeão na F1. Mesmo estivesse com o melhor carro, por exemplo à época da Ferrari, sem o Schumy. O cara não tem a estrela, não tem a pegada dos vencedores. Posso dizer que assisti mais de 90% das corridas da carreira do Barrichello. Foram muitos problemas. Estratégias equivocadas, omissões em momentos importantes e erros. Muitos erros.
    Foi dos piores? Claro que não, foi dos brasileiros que mais se destacaram na F1. Mas está longe de ser o piloto excepcional que ele acha que é.

  13. Marco Aurélio disse:

    O cara tem vontade de continuar na F1 e se fizermos uma pesquisa em outros sites de F1 fora do Brasil a maioria acha que ele merece uma vaga na F1 em 2009.
    Por ele fica, mas se n tiver uma vaga ele esta ciente disto, bocos são alguns que acha que ele vai pular de um penhasco por isso, até mesmo vc FG se o seu futuro como jornalista para 2009 estivesse duvidoso, mesmo contra a sua vontade, vc n iria dizer “olha eu gosto de lá e prefiro continuar lá, que mal haveria nisto. Neste momento seu foco é F1. É como casal de namorados quando se separam e o carinha diz “só ela me faz feliz” e depois arranja outra e bola pra frente,

  14. Josaurelio disse:

    Talvez seja essa a maior “cagada” do piloto Rubinho. Devia saber sair e não ficar imitando Romario.
    Enfim, ele tem o direito de terminar como quiser. E a nos, só resta lamentar.

  15. Concordo plenamente com o que você postou, Flávio, só acrescento que nós podemos sim debater sobre o comportamento de um piloto fora das pistas.

    Barrichello é/foi um ótimo piloto, conquistou 9 vitórias na F1, duas delas excepcionais (Hockenheim-2000 e Silverstone-2003), dois vice-campeonatos, e etc. Mas fora das pistas, foi um cara totalmente equivocado, tanto nas declarações quanto no comportamento. E ele é queimado no Brasil não por ter sido segundo piloto de Schumacher, ou não por não ter sido campeão. Ele é queimado porque ele mesmo se queimou. Porque ele mesmo não soube/sabe se comportar fora das pistas.

    Barrichello tem um currículo respeitável, mas que ele mesmo parece que não respeita. E se o próprio detentor deste currículo não está satisfeito, como ele espera que alguém vá respeitá-lo?

    Abraços

    Samuel

  16. George Saint Alexander da Silva - From England disse:

    Sempre tivemos grandes pilotos: Piquet. Emerson, etc…. Mas alguém falou para o Rubinho que ele era grande também e ele acreditou. O rapaz precisa ser colocado em seu devido lugar. Pito mediano!!!!!!! Hora de parar e repensar a vida…. Sem lamúrias e com o pouco mais de dignidade…..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *