MENU

Friday, 6 de March de 2009 - 21:15#96, Superclassic, farnéis, Automobilismo brasileiro, Museus & coleções

MAIS UM

SÃO PAULO (boa, Ingo!) – Dia desses, alguns meses atrás, recebi um e-mail do Ingo Hoffmann pedindo o contato do Paulo Trevisan, lá em Passo Fundo. Passei a ele, sem perguntar para quê era. Hoje o mistério foi desfeito. O Ingo resolveu doar a réplica do Opala com o qual conquistou seu primeiro (de 12) título na Stock Car ao acervo do Museu do Automobilismo Brasileiro. Não sei se doou ou apenas emprestou durante um tempo, mas isso é detalhe irrelevante. O importante é que o carro, que ele ganhou no ano passado de seu companheiro de equipe, fará companhia a outros ícones do automobilismo nacional.

Certo, não é o original, mas também não é uma réplica qualquer. É a réplica feita para o Ingo, o que faz toda a diferença. E mostra que o piloto (recuso-me a chamar o Ingo de ex-piloto) tem uma preocupação com a história do esporte que o abraçou e que ele abraçou como ninguém. Um exemplo de altruísmo. Parabéns a ele e ao Trevisan, claro, que mantém em seu acervo coisas inacreditáveis.

Falando nisso, estou com saudades do #96. Será que ele anda perguntando por mim e pela blogaiada?

24 comentários

  1. LeKão says:

    Esse OPALA não só representa uma época de ouro, representa também pessoas especiais e dedicadas parabéns Ingo e Buko.

  2. Rodrigo Duarte says:

    Não sei não, ainda to criando coragem, mas pretendo fazer uma visitinha ao museu e não vai demorar muito! Vai ser emocionante ver o #96 de novo, esse Opala, e os outros.

  3. Buko says:

    Cuidem bem desta reliquia,pois o Ingo merece e o automobilismo brasileiro terao mais coisas pra lembrar do Alemao.

  4. Eric says:

    Ficará muito bem acompanhado e muito bem cuidado,tenho certeza,pois essa turma aí é de tirar o chapéu.

    Um abração para vcs!!!!!!Não vejo a hora de voltar para uma visitinha básica…..

  5. Filipe Araújo says:

    Parabéns ao Ingo. O alemão é um exemplo a ser seguido.

    Parabéns ao Trevisan. Final do ano baixo no Rio Grande e a visita ao museu fica, desde já, agendada. Esse sucesso é fruto do seu trabalho e carinho com os carros. A ida do #96 pode ter ajudado, mas tenho certeza que o Gomes não iria colocar o carrinho dele na mão de qualquer um.

    Grande abraço

    Filipe Araújo

  6. Leo says:

    Paulo,

    Parabéns mais uma vez por abraçar estes carros.Não deve ser fácil cuidar destes “filhos”, mas vc sabe muito bem fazer isso e mais, gosta do que faz!

    Realmente tu estas correto ao afirmar que o FG abriu o caminho qdo o #96 foi pra aí.

    Aguardaremos anciosos o 8 boxer no Auto Esporte.

    Abração.
    Leo.

  7. Arthur Cerri says:

    O Museu é sensacional!

    Cada vez mais devemos levantar as mãos pro céu, sem exageros, e agradecer pela boa vontade do Grande Mestre Paulo Trevisan em nos proporcionar este espaço que é de incontestável importância para o automobilismo nacional!

  8. José Baroni says:

    O “Alemão” é sensacional, e o Opalão dispensa comentários. Parabéns pela atitude Ingo!

  9. Rick says:

    Ex-piloto:
    Quando um jornalista se aposenta ele deixa de ser jornalista?
    Quando um médico se aposenta ele deixa de ser médico?
    Quando um músico se aposenta ele deixa de ser músico?
    E por aí vai.
    Então, piloto aposentado ainda é piloto. Até porque se sentar numa máquina qualquer, continuará andando (e bem, em alguns casos).

  10. Orlando says:

    Que cara, esse Ingo, hein?

  11. Celso Vedovato says:

    Legal ver o Ross Brawn salvando a Honda na F1 e envolvido em projetos com carros de competição antigos no Brasil. Ele ficou bem nesta foto (1o a esquerda) – rsssss

  12. PAULO TREVISAN says:

    Retornando,esqueci de dizer que na foto onde estou garbosamente junto ao Opala,está meu mecânico chefe Horst já a 18 anos e que sabe(quase)tudo e ao lado o Larry blogueiro de carteirinha e que foi só para receber o carro. Ah! o motor do Opala é manso (se pode dar um jeito no futuro) mas o acabamento é excepcional. Só para reafirmar aos amigos e blogueiros a nossa ocupação e trabalheira com os carros observem o que estamos fazendo nestas semanas: Na segunda carregando o F2 Berta do Feoli para inaugurar um Espaço Racing no Velopark (onde substituiremos um carro a cada 2 meses); concluindo o Fusca Bimotor motor boxer 8cilindros para uma reportagem no Auto Esporte a ser feita no dia 17; trocando cabeçote e carburação do Passat no qual vou participar da Classic gaúcha que inicia em 04/04/09; revisando três carreteras para apresentarmos e darmos um pau no Autódromo de Lontras SC em 18/19 de abril. UFA!!! É esta dinamicidade,fazendo os carros andar,chegando mais carros mesmo emprestados,que torna o Museu e seu acervo atraente e elimina aquele chavão “Já ví o Museu”. Este é o nosso desafio de termos sempre novidades e mostrar para o público que os bólidos andam e forte. Desculpem a prolixidade…

  13. Leo. says:

    O Ingo é o cara!

    Vc disse (escreveu) tudo o que ele representa a todos os brasileiros FG:
    “E mostra que o piloto (recuso-me a chamar o Ingo de ex-piloto) tem uma preocupação com a história do esporte que o abraçou e que ele abraçou como ninguém. Um exemplo de altruísmo”

    Qto ao carro propriamente dito, também são minhas as suas palavras:
    “Certo, não é o original, mas também não é uma réplica qualquer. É a réplica feita para o Ingo, o que faz toda a diferença.”

    Parabéns ao Paulo Trevisam, o fato de o Ingo e vc FG e tantos outros, cederam seus carros para serem colocado lá demonstra o quanto Paulo é competente e digno de abraçar estas máquinas!

    Ingo, vc sempre vai morar no coração daquele que é apaixonado por carros, corridas de carros e que se orgulha de haver um piloto competente, respeitado e respeitador, e, pricipalmente humano!

    FG, obrigado por proporcionar estas informações em seu blog.Ele é o canal principal de contato de tudo o que se refere a carros e lendas do automobilismo como é o Alemão!!!

    Abração.

    Leo.

  14. PAULO TREVISAN says:

    A bela atitude do Ingo só aconteceu Flávio,porque o teu #96 abriu o caminho e estabeleceu um nível de confiança (e de muita responsabilidade de minha parte),para que esses carros fiquem cedidos ou emprestados ao Museu do Automobilismo Brasileiro. Nem o Flávio e nem o Ingo pediu quaquer documento de minha parte,mas ambos estarão recebendo de imediato um Termo de Cedência formal onde estamos assumindo a responsa pelos carros assim como todos os custos de manutenção e transporte desde SP (como já aconteceu) até àqueles eventos que eles determinarem . Esse Opala que homenageia o l Camp.de Stock do Ingo em 1980 , foi um belo e sugestivo presente dos Kaesemodel por ocasião da última prova na cat. em Interlagos em dezembro. O #7 já está ao lado do outro autêntico stock Hidroplás com que o Ingo foi campeão em 1989. Dentro do Museu é que os carros não ficam esquecidos,sempre tem visitantes(neste sábado de tarde recebo 25 pessoas). Por isso Flávio quando daqui alguns meses ou 1 ou 2 anos você andar no #96 ,a curtição e tesão serão muito maiores.

  15. Jackie Ex-Futura-Fã do #69 says:

    “Falando nisso, estou com saudades do #96…”

    S Í N I C O !!!

  16. Carlos Thon says:

    is zé Flávio!

    Também recuso-me (recuso me, recusome) chamar esse gente humana de ex qualquer coisa que possa vir a ser!
    Em 1999 (Chevrolet Challege) ele recebeu a mim e meu filhinho com 10 anos na época, no escritório do box dele, mostrou-nos seus troféus e autografou nossas camisetas. Prova de que as pessoas que admiramos e nos parecem inacessíveis, por vezes surpreendem carinhosamente a afetuosidade de seus fãs…

    DÁ-LHE ALEMÃO!!!!!
    Carlos Thon

  17. Gláuber Baldi says:

    Será que o Rubens vai mandar o BGP001 dele pro museu se ele ganhar o campeonato tb?

  18. Philipe Pacheco says:

    Sinceramente não dava pra esperar outra coisa do Ingo.
    Ele que sempre batalhou tanto pelo automobilismo nacional só poderia fazer uma coisa dessa para que todos pudessem ver e admirar o opalão.
    Ele poderia muito bem deixar o carro na garagem, mas não, resolveu levar pro museu.
    Nota 1000 pra atitude do alemão.
    Esse cara é FODA.

  19. Alfredo Gehre says:

    Grande Ingo !
    Lugar justo para esta magnífica réplica.

    Quem sabe algum dia, quando a Classic Cup for se apresentar na região dos Pampas , este lindo Opala, bem como os demais carros antigos – incluindo o DKW #96 – participem de uma corrida regional extra campeonato. Vai ser um show inesquecível…

    AG

    AG

  20. márcio x-burger says:

    Rodas cruz de malta são show….

  21. ALEX B. says:

    Porra, o nosso alemao é foda mesmo! Que ser humano especial este! E o museu de Passo Fundo, tchê, vai ficando cada vez mais ilustre. Também, o #96 tá lá também!

  22. Claudio Ceregatti says:

    Não poderia estar em melhores mãos, ou em melhor companhia.
    Perfeita atitude do Ingo, aliás atitudes assim são a cara dele, mesmo… O carinho com que o carro foi feito e entregue é o mesmo que ele tem quando cede ao Museu.
    Fechou o círculo com chave de ouro.

  23. says:

    Vendo só?
    Esta é a diferença!
    Ainda vamos mandar um “11” do Luizinho para lá.
    Certo Ronaldão?
    Trevisan é o cara.
    Falando no pessoal do Sul, acharam o Francis já?
    Ai se o Ceréga o acha primeiro!

  24. fe says:

    hum, baby… sinto acabar com suas ilusões mas… você trocou o 96 pelo 69, o exilou de sua presença (ainda que o tenha mandado para um ótimo local) e acha mesmo que ele lembra de você? e com carinho? homens são mesmo muito bobinhos….

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *