MENU

quarta-feira, 18 de março de 2009 - 12:46F-1, One comment

ONE COMMENT

Se esse regulamento novo das vitórias fosse retroativo e tirasse o título desse carro, seria o caso de empastelar a sede da FIA. A foto enviada pelo Paulo Uzêda.

98 comentários

  1. Bronca disse:

    Grande Abreu! És um nobre, nota-se. Realmente, aquela ultrapassagem na Hungria foi a maior que a F1 já viu! Vale dizer, contudo, que, uma volta antes, o Senna, num carro inferior à Williams de Piquet, acabou jogando o Nelson pra fora do traçado ideal. Em relação ao melhor carro, só penso que tenha sido o de 88 mesmo. Os modelos de 90 e 91, a meu ver, já eram carros combalidos. De todo modo, esse é um ponto que não adianta discutir. Abração!

  2. Abreu disse:

    Já ia me esquecendo. ” … Na pista nenhum outro brasileiro foi capaz de superá-lo… ” Só o Piquet, escorregando nas quatro rodas e por fora, na Hungria em 1986. Fui.

  3. Abreu disse:

    Bronca. Te parabenizo por ter esse ponto de vista. O problema é que muitos torcedores do Senna o colocavam ( vide a TAS ) e ainda o colocam, como você bem disse, um santo imaculado. Sobre essa questão dos resultados de cada um, acho bastante relativo principalmente em se tratando de épocas distintas e também, sendo apenas minha opinião, da qualidade do equipamento disponível. Pegando o exemplo dessa Brabham – BT 52 do post. Durante aquele ano de 1983 jamais foi um carro superior em relação a Renault e Ferrari. Talvez apenas nas três últimas provas tenha conseguido alguma vantagem real. Sem contar a concorrência de um Prost, Arnoux, Tambay, Lauda. Em 81 a situação ainda era mais acirrada acrescentado as Williams FW – 07. Sem desmerecer a capacidade e genialidade na pista de Ayrton Senna, apenas quando teve um carro imbatível nas mãos conseguiu ser campeão. lembrando também outros trí-campeões Jack Brabham, Jackie Stewart, Niki lauda. nenhum desses ultrapassaram a marca das trinta vitórias. O Jack Brabham tem até menos vitórias que o próprio Piquet. Fangio na altivez dos seus cinco títulos mundiais teve, acredito eu, vinte e cinco vitórias. Questão de concorrência dura, pura e simples. Todos esses citados, bem como Emerson, Piquet e o grande e subestimado Graham Hill têm o meu respeito e admiração. Questão de gostar do esporte entende? No mais me despeço.

  4. Bronca disse:

    Abreu, não estou a julgar o caráter de ninguém. Nem poderia fazê-lo.

    Faz pouco tempo que encontrei o Piquet aqui em Floripa e ele foi muito solícito e simpático em me atender, como fã que sou. Não sei se o Senna teria a mesma reação, nem quero saber.

    Estou a falar é de resultados e da qualidade de cada um como piloto, somente isso. Se você achar o vídeo, deve mesmo colar o link aqui. Esse negócio de que o Ayrton era bonzinho nunca colou. O que aconteceu, e eu não coaduno com isso, foi que a sua morte prematura acabou por transformá-lo em algo que ele nunca foi: santo. Contra isso sou vacinado.

    O que digo é uma única coisa: na pista, nenhum outro piloto brasileiro foi capaz de superá-lo, e só.

    Abração, Bronca.

    Ps.: Imperador, teu post não merece sequer réplica, tamanha a ignara intelectual que te assombra.

  5. Abreu disse:

    Bronca, na boa. O Piquet tinha fama de ranzinza por não dar idéia aos ” intelectuais ” repórteres da Globo ( e algumas outras antas também, vide o Galvão ). Agora eu nunca, jamais mesmo vi o Piquet, em momento algum, agredir um torcedor. O Senna eu já vi, num programa Stadium da TVE, uma semana após o GP do Brasil de 1985. O sujeito poderia ser um mala, mas nada justificou o fato do Senna sentar o braço nele. Desde essa data, passei a não levar o Senna muito a sério por essa atitude. Pena que não acho isso no YouTube. Se um diar achar darei um jeito de te avisar, Ok ? Caráter por caráter, prefiro o Piquet.

  6. Ricardo Bigliazzi disse:

    Citação do Bronca:

    “O “Cena” a quem te referes: 65 poles em 141 GPs, 41 vitórias, 3 títulos (seriam 4 títulos com o autal regulamento) e uma carreira interrompida no auge.

    E o Nelson Vice Piquet? 204 GPs, 23 vitórias, 24 poles e 3 títulos mundiais (seria apenas 1 com o atual regulamento).

    E agora? Quer mais?”

    Comparação perfeita… só faltou citar:

    “Os dois chumbaram o muro na Tamburello… um morreu!”

    Segue o jogo.. acho que vou pra Brasilia trocar uma idéia com o Piquet… recomendo que vá acender uma vela lá pelos lados do Morumbi, e aproveita para tomar um copo de sonrisal para acabar com a azia.

    Abraços a todos,

    Imperador Ricardo Bigliazzi

  7. Bronca disse:

    Ok Marcelo, o freguês sempre tem a razão.

  8. Marcelo disse:

    Bronca, não disse que é impossível discutir com cenista?

    Obrigado pelo meu jovem (gracinhas e mais gracinhas…)

    Escuta só: Não sou nenhum ista… Gosto mesmo é de F1, coisa que a esmagadora maioria de cenistas não gosta, entende ou respeita…

    Só isso…

    Ah! Esse carro era demais, andava muito na mão de quem entendia… Ideal pra separar os homens dos garotos!!!!

  9. Gustavo disse:

    Sensacional

    Esse carro tinha mesmo que fazer pit-stop (pitstop, pittstop) porque o tanque tinha metade da capacidade dos outros carros “normais”.
    E o motor de 4 cilindros tinha o mesmo bloco dos BMW M3 de rua da época. E os caras tiravam 1000HP dele…

  10. Bronca disse:

    Ahahah… Marcelo, Marcelo. Só um Piquetista pra me fazer rir antes do almoço.

    O assunto aqui é Senna X PIquet, meu jovem. O Schummy está de fora dessa. Aliás, eu mesmo disse que se quiserem comparar o Ayrton com alguém, devem compará-lo com gênios do naipe do Kaiser Schumacher.

    Respeito muito o Schumacher! Durante muito tempo ele vai ser lembrado como o maior campeão da história da F1!

    Já o Piquet, vai ser mais lembrado por ser o homem das palhaçadas circenses, o campeão dos segundos lugares e, principalmente, um dos caras mais rancorosos e invejososque passou pela F1. Sinceramente, quando o quesito é “apertar o da direita”, o Piquet fica atrás até mesmo no Nigel Mansell – apesar das trapalhadas.

    Abração, Bronca.

  11. Marcelo disse:

    Engraçado como Cenistas se abraçam em números pra defenderem uma suposta superioridade em relação aos demais pilotos brasileiros… Mas quando o assunto é um alemão esses números não valem mais nada… Coerência pura, conhecimento puro… Bronca, com cenista não tem discussão, pois a análise (se é que isso existe lá pelos lados da TAS) é miope e convenientemente tendenciosa a favor do “nosso herói” … E sinceramente… ódio? raiva? Inveja? Só vejo em você com suas piadinhas de mau gosto (vai morrer logo, vascaíno, palhaço, etc…) Quanta presunção né? Vou lançar uma campanha “Arranquem os dois neurônios do cenista…”

  12. Bronca disse:

    Ahahah… tá certo, Jerry. Agora vamos ver quem é Tom e quem é Jerry nessa história (que trocadalho do carilho eheh).

    O “Cena” a quem te referes: 65 poles em 141 GPs, 41 vitórias, 3 títulos (seriam 4 títulos com o autal regulamento) e uma carreira interrompida no auge.

    E o Nelson Vice Piquet? 204 GPs, 23 vitórias, 24 poles e 3 títulos mundiais (seria apenas 1 com o atual regulamento).

    E agora? Quer mais?

    Bem, vamos lá. O que o Piquet fez com a Lotus em 88? Nada? Jogo de cena? Ah não, o jogo do “Cena” nos anos anteriores na mesma equipe foi bem diferente.

    Sinceramente, só no Brasil alguém compararia Piquet com Senna.

    Por isso que repito, se quiserem comparar o “Cena” com algum outro piloto, façam-no em relação a Prost, Schummy, Clark e Fangio, mas não com o Piquet!

    E, por favor, não venham com esse papo de “ah, mas quem conhece de F1”. Soa falta de argumento.

    O Piquet foi um campeão regular, e só.

    Em tempo. Globo? Não, obrigado.

    Ps.: 1- Sempre gostei do Piquet, como palhaço de circo que é. 2- Olha o ódio eheh…

    Abração, Bronca.

  13. Jerry Adriano Freitas disse:

    Para quem sabe REALMENTE de F1, não os de ultima hora ou globais, fica claro que PIQUET é muito, mas muito melhor que o CENA. Cena foi marketing puro. Nelson foi o maior piloto brasileiro de todos os tempos….. O outro foi uma promessa que acabou no muro!!!!!!

  14. Bronca disse:

    Agora é que eu me toquei.

    O Nelson Piquet é VASCAÍNO.

    Isso explica porque ele adora tanto o segundo lugar.

    Ahah.

  15. Bronca disse:

    Ahah… quanto ódio Marcelo!

    Tanto rancor pode acabar te fazendo mal. Aliás, o rancor, aliado à inveja mortal que você parece ter do Senna, pode acabar te levando para junto dele bem rapidinho. Faz mal pro coração, meu jovem!

    De todo modo, obrigado por responder ao meu comentário.

    Abração,
    Bronca (ainda na torcida para cassarem os títulos de Nelson Piquet, o campeãozinho dos segundos lugares).

  16. Tristan disse:

    Se querem comparar Piquet e Senna, lembrem-se que no tempo de Piquet os carros quebravam muito mais do que no tempo do Senna. Que o Piquet pode ter perdido um GP praticamente ganho porque bateu no retardatário Salazar (dentro e fora da pista da pista) enquanto o Senna bateu num GP de Mõnaco praticamente ganho porque “distraiu-se”. Os dois nunca tiveram carros igualmente competitivos, e quando tiveram carros mais próximos por circunstância de pistas, o show foi do Piquet (Hungria86). Na única vez que dirigiram o mesmo carro, uma Brabham, Piquet levou uma grana do Bernie (façam idéia de como isso é difícil) porque colocou mais de um segundo no Senna. O resto é preferência de fã.

  17. Luiz Eduardo disse:

    Todo mundo já falou tudo, mas eu também quero dizer: não se faz mais F1 como antigamente. Que saudade!!!!

  18. Nico disse:

    Aula de design. Gordon Murray no seu melhor momento.
    Reduzindo um pouco o nariz e aumentando um pouco a largura da asa traseira, chegaríamos perto.

  19. Marcelo disse:

    Bronca, quanta coerência, não? Quantos argumentos bem fundamentados!!!

    “Não quero entrar naquela discussão Senna X Piquet, mas todos sabem o Ayrton foi o melhor piloto brasileiro da história. Se quiserem compará-lo com qualquer outro, façam-no em relação a Schummy, Clark ou Fangio, mas não a Piquet! ”

    Todos quem cara pálida?

    Campeãozinho dos segundos???

    Que tal um campeãozinho que termina com menos pontos?

    Conhece algum assim?

    Conhece alguma coisa que não seja sua viuvez perene?

  20. Flavio disse:

    O Mais bonito de todos os tempos e que foi merecidamente campeão. Acho uma estupidez comparar os campeonatos antigos com as regras atuais. Ora, os pilotos sabiam as regras dantes e sabem as de agora, e utilizam para vencer o campeonato.
    Se o Piquet tivesse que ganhar mais vezes para ser campeão, agiria de outra forma. Na ultima corrida de 83, por exemplo, ele era o lider e se deixou passar e terminou em 3o , que garantia o campeonato.
    Achei horrivel a mudança do regulamento, e talvez torne o campeonato desinteressante, o que difere dos ultimos dois anos onde o campeonato foi decidido na ultima prova, aliás como os 2 primeiros do Piquet tambem foram.
    Abraços
    Flavio

  21. Ivan disse:

    Mauro Junior, sem esquecer que ate na calibragem dos pneus ele fazia a diferenca.

  22. Joshua Arneiro disse:

    Sou designer de produtos e me empolguei com as novas regras. Pensei: quem sabe agora, sem os esdrúxulos apêndices aerodinâmicos, os carros não voltam a ser lindos como antes…

    Quando vi aqueles “limpa-trilhos” pensei: “É, a nova tecnologia não permite mais coisas bonitas… tudo continua medonho!!!

  23. Carlo Germani disse:

    FG,
    Naquela época tudo era diferente. Piquet era motivo de espetáculo ,sempre.
    Cara com personalidade e talento.

  24. Ike Nodari disse:

    Ficar fazendo viagens aplicando este rídiculo novo regulamento é a maior perda de tempo que um cidadão pode fazer. Está me parecendo falta de notícias. Tirar do Nelson Piquet os títulos conquistados com muita luta e bravura, seria uma das maiores injustiças a serem cometidas no mundo da F1. O cara correu contra alguns dos melhores pilotos que já passaram por lá, fora as lutas contra a própria equipe (1987). Desenvolveu o turbo, sem contar as inovações introduzidas por ele na F1. O carro em comento, com certeza, é um dos mais belos que já desfilaram na prça da apoteose do automobilismo, isso inclui todas as demais categorias. O trio era Piquet-BT-Murray era demais. Só quem viu o cara em ação sabe o quanto ele andava. E o melhor de tudo: está vivo e curtindo a vida, pois até bater na Tamburello ele sabia fazer melhor que os outros. Abraços

  25. Bronca disse:

    Ahah… quanto ódio… não se estressem, foi apenas a minha opinião.

    O fato é que o Ayrton seria favorecido por primar por vitórias e não resultados regulares. O Piquet foi um campeão regular, e só. Por isso disse que deviam cassar os títulos dele.

    Não quero entrar naquela discussão Senna X Piquet, mas todos sabem o Ayrton foi o melhor piloto brasileiro da história. Se quiserem compará-lo com qualquer outro, façam-no em relação a Schummy, Clark ou Fangio, mas não a Piquet!

    Em tempo: CASSEM OS TÍTULOS DO CAMPEÃOZINHO DOS SEGUNDOS LUGARES!

    Abraços.

    Ps.: olha o ódio hein? Ahah

  26. Milton disse:

    Diga-se de passagem, que realmente Piquet e Murray foram uma DUPLA… do tipo “ah, precisa fazer uma peça assim” e o Piquet ir lá e fazer a dita cuja…

    Agora, fala pra QUALQUER UM que pilote qualquer carro(sic) de fórmula 1, para montar uma roda no carro(lógico, com pistola pneumática… pq torquímetro ninguém nem sabe o que é…), e ainda assim 99% iria se embananar todo…

  27. Bruno Pagiola disse:

    Pior do que tirar dois título do Piquet e dois do Lauda é deixar o Alan Jones e o Mansell com mais títulos do que os dois…

  28. MauroJunior disse:

    Pessoal,

    Antes de ficar endeusnado o Nelsão Piquet, vamos lembrar o seguinte…
    Em uma de sua primeiras corridas em 79 um dos caras que mais conhecia de F1(David Simms chefe da BS Fabrications)
    disse que apostava sua grana que em três anos ele seria campeão. Foi em 81.Depois disse foi o 1º Campeão com turbo, inventou o pit stop, o aquecedor de Pneus, ajudou no desenvolvimento da suspensão ativa bem como os motores da honda. Em 1986 fez um loop com 747 na Hungria……..Cara esse cara é demais.
    O carro da foto é maravilhoso.
    Deixa o Galvão e as viuvas falarem que ele teria um título só. Quem entende de F1 não vai ligar pra essas bobagens.

  29. MauroJunior disse:

    Pessoal,

    Antes de ficar endeusnado o Nelsão Piquet, vamos lembrar o seguinte…
    Em uma de sua primeiras corridas em 79 um dos caras que mais conhecia de F1(David Simms chefe da BS Fabrications)
    disse que apostava sua grana que em três anos ele seria campeão. Foi em 81.Depois disse foi o 1º Campeão com turbo, inventou o pit stop, o aquecedor de cobertor, ajudou no desenvolvimento da suspensão ativa bem como os motores da honda. Em 1986 fez um loop com 747 na Hungria……..Cara esse cara é demais.
    O carro da foto é maravilhoso.
    Deixa o Galvão e as viuvas falarem que ele teria um título só. Quem entende de F1 não vai ligar pra essas bobagens.

  30. eu disse:

    Lindo carro, excelente piloto!!!
    Como diz meu amigo, tem gente que está levando a sério o título de O circo da Formula 1 e está querendo fazer palhaçada. Nunca deveria ter saido do 9,6,4,3,2,1. Seria o mínimo para se poder comparar os números.

  31. PAULONI disse:

    houve um tempo em que se formavam duplas entre piloto e projetista. O exemplo mais bem sucedido foi Clark e Chapman. Outro grande exemplo eu diria que no mesmo nivel foi Piquet e Murray, se completavam como poucos.

    Gordon Murray foi o ultimo grande genio a projetar um F1. E seu carro que mais me agrada ainda eh o BT 44 que levou o inesquecivel Moco a sua unica vitoria.

  32. Jerry Adriano Freitas disse:

    Vocês não entnderam. Eu estava criticando as críticas ao meu heroi PIQUET.

    Eu citei frases acima. Veja os pontinhos (deveria ter um recursos CITAR). Que tal a idéia????

    Sou Piquet até no inferno. Não tenho nada a ver com a bicha….

  33. Ricardo disse:

    Gomes, sabe o que me veio à cabeça agora?

    Que tudo isso pode ser um “migué”, uma jogada de marketing da FIA pra chamar a atenção pro campeonato. A pré-temporada foi fraquíssima (exceção da surpresa da Brawn GP), não tivemos os lançamentos glamurosos de carros como antigamente, pouquíssimas equipes trocaram de pilotos, outras equipes ameaçando sair em 2010.

    Então, pra chamar a atenção, tocaram fogo na casa. Capaz de antes de Melbourne a FIA volte atrás e tudo o que rolou foi uma publicidade grátis pra F1.

    Torço para que seja isso. É minha esperança.

    Abraços,

    Ricardo.

  34. Sérgio Hingel disse:

    O Bronca e o Jerry Adriano com certeza são viúvas do da Silva.Não conhecem nada de F!.

  35. Leo Trenhago disse:

    ao Jerry Adriano Freitas,
    você já ouviu falar do GP da Hungria de 1986?!
    o santo da vênus platinada foi ultrapassado com o ADVERSÁRIO derrapando controladamente nas 4 rodas e levar uma “banana”.
    Uma peça pregada pelo destino, UM pregou a cabeça na tamburelo e ainda foi esperto para ser tri-campeão e está aproveitando os milhões, as glórias, os filhos e as mulheres, o outro pregou na tamburelo e virou história.

  36. Ricardo disse:

    PIQUET… Deus das Pistas!!!

    Os Senistas podem falar o que quiser… mas quem viu o Piquet correr sabe o que é F-1.

    Pela Graça do bom Deus pude ver essa Brabham ao vivo… tempo bom…

    Segue o jogo… esse negocio de regulamento retroativo é como “cagar para dentro”… he he he!!!!

    Abraços

    Ricardone´s

  37. Adriano Augusto disse:

    eu adoraria que um monte de carros abandonasse a corrida na hora de fazer o segundo pit. ou até antes. o cara fura um pneu, já guarda o carro. quebra a colhedeira, guarda o carro. pra que continuar se poupar o motor será algo importante? nao foi isso que o bernie propos, nem a fota. foi apenas mais um capricho do max mosley para mostrar seu poder. esse mereçe chicotada mesmo. na cabeça.

  38. Adriano Augusto disse:

    sinto muito pessoal, mas e o BT50? nao foi campeao porque quebrou demais, mas sem dúvida era mais bonito que esse. quando corria sem a asa dianteira entao, como em hockenhein e monza, era um delírio. mas esse é bem legal também.

  39. Jerry Adriano Freitas disse:

    …Já falei e repito: deviam cassar os títulos do Nelson Piquet….

    Devian cassar o resto do seu minúsculo cérebro!!!!!!!

    —————————————————–
    …O Piquet ia ter que se arriscar mais e perseguir a vitoria…

    Tenho certeza que você nunca viu o Nelsão pilotar, sempre com sede maior de vitória!!!!!

  40. Maurício Freitas disse:

    Ficam falando muito que o Piquet teria perdido esse campeonato de 1983 para o Prost, que tinha 4 vitórias. Acontece que os pilotos dançam conforme a música. Alguns aqui hão de lembrar que na última corrida, na África do Sul, o Piquet liderava com folga. Depois que o Prost quebrou, tirou o pé e poupou o carro para garantir o título e chegou em terceiro na ponta dos dedos. Mas, se precisasse, poderia ter vencido até com facilidade, porque andou muito naquela corrida.

    Portanto, quando se fala que os títulos mudariam de mãos, isso é bastante relativo, porque a atitude do piloto certamente seria diferente diante da necessidade de vencer.

  41. Daniel Tozzo disse:

    O Carro e o piloto mereceram muito este titulo, na minha opiniao o mais merecido de todos.
    Quanto ao regulamento do passado, todos correram baseado nele, nao temos nada que discutir.
    Agora, que erro cometeram e mudar isso nesse momento em que os capeoes sao decididos na ultima prova, e por um ponto.
    Pra que mudar, estava tao boa a disputa pelo titulo. Agora temos grande possibilidade de conhecer o campeao nas 10 primeiras provas………..
    Abracos,
    Daniel.

  42. José Brabham disse:

    Carro F1 mais belo da história, aliás, tem um mais bonito, seu correspondente do 2o. semestre, com as cores azul e branca invertidas. Lindão todo azul escuro com a cara branca. Felizmente entrou na história como primeiro F1 Turbo que fez seu piloto campeão. Grande Brabham/BMW BT-52… Ironia: era equipe de Bernie…

  43. Valmir Passos disse:

    Essa mudança de regulamento é a maior imbecilidade que o Bernie já fez. Ninguém mais vai fazer nada no pelotão do meio. Ridículo.
    O cara devia se aposentar

  44. Enio disse:

    Em 1983, o Piquet só não ganhou a última corrida porque não quis. Ele largou e disparou na frente, parou, abasteceu, trocou os pneus e voltou em primeiro, enquanto todos ainda teriam que parar. Depois que o Prost abandonou, até o quarto lugar serviria. Então ele tirou o pé e se deixou ultrapassar pelo Patrese e o De Cesaris. Se precisasse vencer, ele venceria tranquilamente. E Teria 4 vitorias no ano, como o Prost e mais pontos. E seria campeão da mesma forma.

    Regulamento retroativo é a maior besteira que viú, digo sennistas estão dizendo por aí.
    Se for assim, o Ayrton Senna, também perde o título de 88, pois a regra de descartes não vale mais atualmente.
    Ou é só o regulamento que prejudica outros que vale?

    E esse regulamento de vitórias ainda não está em vigor. Só no ano que vem. Hahahaha. Então, pela regra atual, o Piquet ainda é tri e o Senna é Bi. No ano que vem é que essa besteira vai entrar em vigor. Se é que vai mesmo!

  45. Thiago Azevedo disse:

    Verdade! Lindo carango!

  46. Formiga disse:

    O meu carro preferido!!!! Lindo de matar.

  47. Taxi Driver disse:

    Cada vez mais quando leio noticias sobre as mudanças na F1, fico pensando qual o parâmetro que os jovens pilotos de hoje terão para comparar carros, desempenho, perfomance e habilidade. Pois hoje tudo se resume a $show$ e eletronica. “Acertar carro é coisa do passado, tiro o setup do CP e pronto”… ouvi esse comentario um dia e fiquei pensando – o quê esses meninos fariam com um carro desses (da foto) na mão! Acho que nem conseguiam engatar a 1a. marcha, quiça a ré!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *