MENU

sexta-feira, 8 de maio de 2009 - 12:23Colunas Grand Prix

COLUNA 1

SÃO PAULO (antes, porém…) – A expectativa da abertura da temporada europeia é tema da coluna de hoje de Reginaldo Leme no Grande Prêmio. Clique aqui para ler, depois volte para comentar!

11 comentários

  1. Edu Pereira disse:

    Pequena observação:

    “Concentramos nossas atenções em avaliar o novo pacote que temos para esta corrida. Minha impressão inicial é positiva, e o equilíbrio do carro parece estar bom”, declarou. Jenson Button, seu companheiro de equipe, teve opinião diametralmente oposta sobre a estabilidade do bólido. (fonte:WU/GE)

    As “macacas de auditório” somente conseguem enxergar um pouco mais a frente do que os de defensores sem causa. Em momento algum trata-se de criticar o “vice-líder do campeonato” gratuitamente. Não há a menor intensão de menosprezar o trabalho que Barrichello vem desenvolvendo com muita competência, diga-se. Mas convenhamos, se com um canhão desses ainda tivesse atrás de qualquer outro (o que não está muito distante se não melhorar o seu desempenho) tenha santa paciência!!! Não há argumento que se sustente.
    Torcer é uma coisa, defender a realidade da situação…..

  2. A. CESAR PARDINI disse:

    será que a turminha da F1 e xenófoba com relação aos brasileiros na categoria? Foi só o Massa ameaçar, o Glock não conseguiu fazer a curva, e a Ferrari desaprendeu a fazer carros? Falando nisso, a prioridade de tratamento voltou a ser do Kimi, com direito a tomar sorvete durante a prova, e que se lixem,….O Ross na Brawn está comprovando que o Rubi “non e vero” ( regulagem do carro defeito no cambio, nos freios,ou o culpado é o piloto? mesmo que o cara só ganhe quando faz pontos, é aceitavel perder pontos por causa de estratégias mal boladas { pelo Ross?] e o Piquetinho nem com o pai por perto, está se encontrando!! As receitas para criar desalento a personas non gratas, estão em pleno uso!!! Se um brazuca ganhar outro título,vai ter europeu rasgando alguma coisa.

  3. João Kohl disse:

    Leio o Reginaldo Leme toda sexta-feira, é sagrado, sou fan. Sobre a próximo GP na Espanha, acho que o Button leva novamente. Ele fez os testes só com pneus duros e todos os outras só com pneus moles, andou entre os ponteiros. Portanto a BrawnGP esta mostrando equilíbrio e isso dá segurança na tocada, em fazer curvas mais rápidas e chegar mais dentro na freada, a cada segundo ganho ele irá mais a frente e abrirá. Se chuver vira um pouco loteria, se não… não tem pra ninguém. Se o Button for pole então… desde 2001 que o pole leva também o caneco.

  4. Jose Rubens disse:

    O Regi está cada dia pior. As matérias são superficiais e tendenciosas. E o cara era tão bom. Pegou a GRIPE GALVÂNICA. Parece que não tem cura….

    Fora Galvão e Barrica!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! E viva a Hortência……

  5. Paulo Jorge disse:

    É incrível a perseguição em cima do Barrichello. Tão malhando um cara que é segundo colocado no campeonato !! Neste ano o Massa só tomou pau do Raikkonen. Os dois tem carros ruins. Da mesma forma que a Honda nos anos anteriores. A batata do Massa tá assando também ??? E a do Nelsinho ?? O carro dele é igual ao do Alonso ?? E se o Raikkonen estivesse com os pontos do Button e o Massa com os do Barrichello ? A análise sobre a “batata” do Massa seria a mesma ??? O Kubica é um roda presa também ?? A verdade pura é que sem um carro bom ninguém faz nada. O máximo que um piloto consegue é uma pequena melhora de performance com um bom acerto, baseado principalmente na sua sensibilidade, e no braço de cada um. Nem o Schummacher faria um pódio com esta Ferrari. Basta ver as dificuldades do Alonso em chegar no Q3. Seria bom que as “macacas de auditório” se contivssem um pouco.

  6. Marcelo Portugal disse:

    Eu ouço todos os dias, pessoas que gostam de F1(daquelas que só assistem quando um brasileiro vence e ainda fala que é apaixonado pelo esporte) que sem Ferrari e McLaren não tem graça.

    Ainda continuam se julgando fãs de F1.

    Eu não sei porque tanta preocupação com Ferrari e McLaren. Tomara que eles se explodam. Não quero matar ninguém, mas os carros são horríveis, fizeram cagadas esse ano. Deviam enfiar a mão na consciencia e perceber que fizeram merda, os outros fizeram grandes carros, acabou. Fim de papo.

    É uma preocupação por causa do Massinha, do Hamilton franguinho novinho campeãozinho do mundo. Pelo amor de Deus. Sem falar que o companheiro do Hamilton, que eu não lembro o nome agora por não escutá-lo durante o ano, é outra bosta.

    Parem com Ferrari’s e McLaren’s tem que ser campeãs. Ano novo. Vida nova. Carros novos.

    ELES QUE SE EXPLODAM.

  7. Edu Pereira disse:

    Realmente o RL deixou de lado aquele ímpeto jornalístico que ele tinha no passado para passar a fazer “análises” das atuais situações. Fica então só fazendo conjecturas a respeito daquilo que, como dizia o mestre é o “óbvio ululante”.
    Pois então vou me arriscar…. acho que Fiat e Mercedes-mãe só vão tomar nabo o resto do ano. Quem saiu na frente vai continuar e, salvo tropeços, intermediárias se equipararão. E que o Barrica se cuide pois a brasa da sua batata começou a queimar mais forte. Só tá tomando pau do Buton e o final dessa estória já está tomando forma. Vai ter que começar a trabalhar pelo bem da equipe.
    Piquet-pimpolho parece que está tendo um mínimo de tento, mas com os tempos do Alonso vai ficar difícil manter a cadeira.

    Abs.

  8. Zans disse:

    Bem que o Reginaldo falou: escrevo esta coluna enquanto viajo de Paris até Barcelona. Isso quer dizer, ele ainda não tinha visto o fiasco da Ferrari nem da maclaren. Pois, antes de comentar mais alguma coisa prefiro esperar o treino de amanhã. Se não melhorar, concordo com você FG, melhor devolver os pacotes aos remetentes. Será que o Montezemolo vai aceitar?

  9. Oswald disse:

    O Reginaldo Leme fala, fala e não diz nada. Depois de tanto tempo na Globo convivendo c/ pressões comerciais e ufanistas, ele virou um cronista bem-comportado, que se auto-censura automaticamente e se limita a falar do que já aconteceu etc etc. Na hora de especular, não passa de um ‘”é possível”. E nenhuma palavra sobre a situação difícil dos pilotos brasileiros.

  10. YPVS disse:

    Bom, escrevo depois dos treinos, mas de qualquer jeito, minha opinião de nada mudou.
    Dificilmente uma adaptação funciona tão bem quanto algo que foi projetado para um determinado fim. Não há como dizer que o difusor não faz a diferença, mas me parace explicação simples pra algo complexo, assim como americano que há mais de 50 anos tenta fazer carro pequeno emplacar, não consegue e agora vai insistir nisso por causa da crise.
    O sucesso da Brawn não é só o difusor e acho que Barcelona vai mostrar isso. Acho que os incrementos das “fortes” podem melhorar os carros, mas dificilmente tirar uma diferença tão grande. Fico curioso com a Red Bull, que pode ser que melhore ainda mais, mesmo tendo mandado bem sem difusor.
    Projeto bem nascido é foda!

  11. Marcelo disse:

    Esse tempo do Rosberg 1.21.588 é mais alto do que Rubinho virou nos testes 1.18.926 será possível repetir esse tempo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>