LEVANTEM AS SAIAS

SÃO PAULO (falência iminente) – Carlão Bragatto mandou este vídeo. É o primeiro de uma série de sete da BBC, que relata a dificuldade da Williams para se adaptar à proibição das minissaias, que geravam o efeito-solo. Sugiro clicar nos vídeos seguintes através da janelinha “mais informações”. Tem coisas ótimas. Alan Jones assoando o nariz, por exemplo. Fora o resto. Bela dica.

Subscribe
Notify of
guest

19 Comentários
Newest
Oldest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Andre Decourt
14 anos atrás

Impossível um piloto de equipe de F-1 chegar no padock nos dias de hoje num imundo e caidinho Renault 5, o 127 francês……..

O que ronca mais alto o cosworth ou o nariz de Mr. Jones ????

christian alves piloto corinthaino carioca
christian alves piloto corinthaino carioca
14 anos atrás

gente, desculpe nao to entendendo direito aquela roda de moto presa atraz do carro! pra q serve? tem realmente utilidade nos boxes?

Andre Decourt

É um troço dos tempos das cavernas chamado 5 roda, era muito usado por equipes, fábricas e até mesmo revistas especializadas para aferir velocidade real, consumo de combustível, distância percorrida etc…….

Orlando Salomone
Orlando Salomone
14 anos atrás

Marcus, apenas um detalhe. O arame que a gente vê sendo enrolado por um alicate, é um recurso de segurança utilizado na aviação, chamado arame de freno. A ponta do parafuso é furada na transversal, e depois de colocada a porca, passa-se o arame dentro dela, enrola-se com o alicate especial para evitar que, em caso de afrouxamento da porca, por vibração, ela saia do parafuso. Abraço.

ALEMÃO
ALEMÃO
14 anos atrás

Esse caro era muito bom,só que a Willians brigou com o Reuteman e o prejudicou deliberadamente no fim do campeonato,dando um carro vencedor ´para o Jones vencer a corrida em Las Vegas mesmo não tendo chance de disputar o titulo e dando um carro com uma marcha a menos para o Reuteman ” chegar atrás do Piquet”,anos depois a Willians fez isso novamente desta vez com Piquet em 1986,perdendo outro titulo ganho neste ano para Prost.

Leo
Leo
14 anos atrás

Essa história que as saias foram banidas pricipalmente para privilegiar as grandes construtoras (ferrari e renault) que tinham motores que com configuração que não beneficiava a construção do carro asa parece até teoria da conspiração, embora tecnicamente corretíssimo.
Nunca tinha ouvido falar em argumentos nesse sentido, só naquela velha hitória da segurança. Engraçado é a rivalidade entre ingleses e franceses. Os ingleses reclamam igual a um brasileirinho contra esse mundão todo!

Eudemar
Eudemar
14 anos atrás

Que circuito era este?
Viram que roda tala-larga, traseira, ao contrário das de hoje, que parecem com as da dianteira.
Assim o carro tiunha mais estabilidade, nas curvas!
A F1 precisa recuperar a tecnologia dantiga, que era mais barata, e proporcionava corridas, mais disputadas!
Bernie, acabou com a F1, e só quer saber de faturar, o automobilismo, como um todo, mundial que se foda!
Estes são os safados que sempre se saem bem!
O piloto devia ser a peça principal do carro e não a tecnologia! Por isso nunca mais, veremos, pilçotos como Emerson, Prost, Piquet, Mansell, Rosberg pai, Alan Jones, e Senna!
Schumacher nunca vai ter esta popularidade! Ele passa por todo mundo, sem nem parar para dar autógrafo para um garoto qualquer, que ídolo é este?

Pagodeiro Bello
Pagodeiro Bello
14 anos atrás

Para criar efeito solo em 1981, só mesmo a genialidade de Piquetzão e Gordon Murray, com a absurdamente simples idéia dos amortecedores hidropneumáticos.

Orlando Salomone
Orlando Salomone
14 anos atrás

Muito legal! Notaram o detalhe do sistema de fixação da asa dianteira? Devia custar uns 50 conto. Hoje, quando o piloto perde o bico do carro, o patrocinador até chora. Curva de lado, chassi tubular… os caras eram doentes mentais e não sabiam.

Decio
Decio
14 anos atrás

Sensacional, época bem legal que me confundia a Alfa e a Mac laren com o mesmo patrocínio.

Olavo
Olavo
14 anos atrás

Muito legal mesmo, principalmente a parte 6, mostrando as consequencias da quebra de uma valvulazinha.

Edu Di Lascio
Edu Di Lascio
14 anos atrás

A arrumada no saco na hora de entrar no carro foi clássica.

FireHawkBr
FireHawkBr
14 anos atrás

O mais interessante é ver o A. Jones chegando no treino com um carrinho popular (um Fiat 127), velho e mau cuidado.
Detalhe que era o campeão do mundo.
Realmente uma era mais romântica que a “profissionalização” de agora.

RCRG72
RCRG72
14 anos atrás

O pessoal que assiste F1 a 10 ou 15 anos, deve estranhar a quantidade de carros no grid desta época. Era melhor assim.

Marcus
Marcus
14 anos atrás

Imaginem se o ambiente cirúrgico da atual F1 admite ajustes com arame e alicate… É capaz até da fibra de carbono ser ‘alérgica’ a tais materiais…

Mauricio
Reply to  Marcus
14 anos atrás

Porém tenha a certeza de qu ainda são usados, e muito!
Na hora da pressa, vale tudo para colocar o equipamento em ordem apra continuar…

Eder Casagrande
Eder Casagrande
14 anos atrás

alguem sabe qual é o modelo / marca do carro no minuto 2:26???

Vitor
Vitor
14 anos atrás

Que programa legal!
50 minutos só de F1, sem frescurinhas de psicologia de pilotos e suposições sem base. Um monte de análise do que realmente ocorre no carro, incluindo uma ótima explicação do efeito solo.
E o melhor é a loucura da época: eles resolvem testar o carro sem molas pra ver se melhora o desempenho!
Infelizmente hoje o regulamento é restrito demais.

Rianov
14 anos atrás

hahaha, esse vídeo eu tenho :D

Muito bom