LIMITE, ONTEM

SÃO PAULO (achei que dava choque…) – Bom dia, macacada. A quarta será longa. As notas, curtas! Começando com a materinha que fiz para o “Limite” e foi ao ar ontem, mostrando uns carrinhos de corrida que ficaram expostos no Conjunto Nacional até domingo. O link para ver é esse aqui.

Subscribe
Notify of
guest
15 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
anônimo
anônimo
12 anos atrás

críticas à parte, com rolinho ou sem rolinho , cada um no seu estilo , eventos como este,deveriam ser mais divulgados

Orlando Salomone
Orlando Salomone
12 anos atrás

Ótima matéria, Flavio, e obrigado por não ter mostrado o “Opala”. Será que não deu p’ros caras acharem algo melhor? De qualquer forma, valeu a iniciativa de preservar (e criar) a memória do automobilismo nacional. Valeu.

Flavio Almeida
Flavio Almeida
12 anos atrás

Somos, grandes bufalos….deveriamos ter maais vergonha na nossa cara. Esse tipo de exposção deveria ser permanente a porra da CBA deveria ter um museu com esses carros destacando o que cada um vez deveriamos contar as façanhas desses pilotos que no meu entender tinha muitos poucos parafusos na cabeça….

É vegonhoso o que fazemos com nossos pilotos…ainda bem que ainda existem pessoas que conseguem espaço para colocarem esses carros para todos saberem o que representaram para o automobilismo nacional…

FG, mais uma vez arrasou…Obrigado grandes mestres, lendas…do nosso automobilismo.

Abraços a todos.

pedro arnaldo
pedro arnaldo
12 anos atrás

Boazinha a matéria mas muito curta, poderia ter mostrado em detalhes o opalão da stock azul/branco/vermelho(seria da Hollywood?) que a câmera permitiu apenas um flash rápido e a carreteira ´demais junto ao Interlagos ícones do automobilismo tupiniquim

Flavio Gomes
Flavio Gomes
Reply to  pedro arnaldo
12 anos atrás

Aquela merda não era um Opala de Stock. Era um Opala velho com rodas de liga, pintado no rolinho, sem motor, com janelas pintadas de preto, frente de papelão e escrito Hobbiwood. Não sou tonto para mostrar uma coisas dessas na TV. Quanto à carretera, fiz uma matéria só com ela na oficina do Camillo há alguns anos.

FLÁVIO B. PENNA
12 anos atrás

PARABÉNS , FLÁVIO GOMES !!!!!Excelente reportagem sobre a exposição no CONJ.NACIONAL, fui lá ver tb e goste.

André Grigorevski
12 anos atrás

Deu pra ver a roda do Opala… Infelizmente.

Arthur Jacon
Arthur Jacon
12 anos atrás

Flávio, você podia ter mostrado o Opala fantasiado de carro de corrida. Renderia boas risadas.

marcos
marcos
12 anos atrás

Muito dez o Limite de ontem. Agora, me diga uma coisa, Flávio: o “stock” no Conjunto Nacional, era feinho mesmo?

L.Georg
L.Georg
12 anos atrás

Fashion Gomes ! Com brinquinho e óculos style !

marcão
marcão
12 anos atrás

Bacana a exposição, e a matéria!

Tudo que fala ou lembra o esporte sobre rodas é sempre bem vindo!

Toda semana pelo uma vez passo por lá, só não passei a semana passada.
Essa eu perdi.
Que coisa!!!
Sabem por que o esporte era melhor antigamente? Porque não tinha a CBA pra melar as coisas!

Regi Nat Rock
Regi Nat Rock
12 anos atrás

Não entendo é a falta de divulgação, o que permitiria maior exposição e motivação pro povo comparecer em Interlagos.
Essa falta de sintonia me deixa puto da vida.
Eu mesmo não sabia desse mini evento.

Do jeito que a coisa vai, ninguém pode reclamar de arquibandadas vazias no Templo. Lá, só funciona F1, stock, truck e eventos privados. todos custando os olhos da cara.

E os sabados deliciosos com os velhinhos correndo viram eventos quase escondidos.

Vc com 40.000 acessos dia, também é responsável né meu caro amigo comunista.

Um post faz um furor danado.

ALEX B.
ALEX B.
12 anos atrás

Indy Gomov, já esteve em melhores dias! :)

RG
RG
12 anos atrás

Devia ter mostrado o “stock” com pintura de rolinho!rsrsrs

Rafinha Dias
12 anos atrás

Que beleza de matéria. A carretera n° 18 do Camillo é um carro que meu avô e meu pai vivem relembrando. Defendo que alguma empresa faça uma réplica dela, ao invés de pegar os batidos americanos (Cobra, gt 40)
O fiz por aqui: http://areadeescape.wordpress.com/2010/03/21/o-preferido-da-alcateia/

Dá-le Indiana Gomes