MENU

terça-feira, 17 de agosto de 2010 - 13:25Rali

ESSE WRC…

SÃO PAULO (bateu a fome) – A BMW vai de Mini, e agora a SAAB pensa em voltar ao Mundial de Rali, do qual participou pela última vez em 1979. Falam também na Volkswagen, como alerta o blogueiro Pedro Kelen, que mora na Suíça. A SAAB tem uma história brilhante em ralis. O ponto alto, sem dúvida, as vitórias em Monte Carlo no início dos anos 60 com Erik Carlsson, um dos meus dois ídolos no automobilismo.

12 comentários

  1. tsc disse:

    Caro FG
    Quando vier a Fortaleza tenho duas mercadorias que é a tua cara,um Skoda felícia(conversivel duas capotas)1964 e um Saab 900s aut.1986 ambos 100%original não estão a venda mas pra vc podemos fazer negócio. me avisa o voo que vou te buscar no aeroporto de KG type 34 conversivel 1968 ou de Candango1960! aproveitaremos para visitar as maiores e melhores coleção e colecionadores do CE (ótima matéria para o Indiana!!!)
    Meu nome é Tyrso Sá Carvalho filho do sócio #01 do nosso clube fundado em 1973 e muito ativo até hoje.Meu fone é 85 91098226.
    Parabens pelo o site, o blog, limite,coleção e pela a sua pessoa aparentemente sem frescuras.
    obrigado

  2. Edilson Vieira disse:

    WRC com carros de rua?? Na velocidade que eles andam atualmente e sempre no limite seria dificil que apenas uma gaiola de proteção salvasse a vida do piloto e do navegador em caso de acidente. Os protótipos existem porque sào carros mais equilibrados e bem mais resistentes, basta ver os últimos acidentes dessa temporada. Para os saudosistas existe o WRC Jr. que , se nào me engano, é disputado com carros mais “civis”.

  3. Impressionante. O cara pilotando com o braço na janela foi hilário, mas a curva de alta debaixo de chuva, foi coisa de gente grande.

  4. FES disse:

    A WRC deveria ter carros de rua adaptados para Rally como antes.

    Não gosto destas versões “Rally Edition”. São carros totalmente diferentes das versões de rua apenas para a marca vender mais com a ilusão de que andam uma barbaridade e encaram a buraqueira.

    Acho que se fossem carros de rua como antigamente, as montadoras escolheriam melhor os modelos e ganhariamos muito com isto com o desenvolvimento dos mesmos modelos.

  5. Edilson Vieira disse:

    A renovação do WRC para 2011 é também fruto da boa temporada deste ano. As etpas do WRC atraem cada vez mais mídia e público na Europa e fora dela. O público (europeu, naturalmente) parece que está mudando de modalidade depois de ver fiasco atrás de fiasco da F-1.

  6. Davi Ribeiro disse:

    Excelente vídeo! Dá para perceber que o carro era bom e quem o pilotava melhor ainda!

  7. sergio castro disse:

    Já sei, o outro ídolo é o Bernd Rosemeyer, acertei?

  8. Marcelo Borges Araujo disse:

    As imagens são maravilhosas.

    Devia ser uma coisa absurda segurar esses carros pesados e com freios menos eficientes.

    Era coisa pra gente grande.

    • Paulo Franco disse:

      E os “pneuzinhos”?
      E as suspensões oscilantes?
      E se capotasse?
      Os carros eram quase “de rua”.
      E os WRC de hoje são praticamente protótipos com cara de original.
      Os pilotos tinham que ser muito bons mesmo!
      Mas ainda prefiro os carros da época dos Lancia Delta, Audi Quatro, etc…
      Foi a época de ouro do Rally.

  9. Kiko Lanari disse:

    Carros de verdade, estradas de verdade. Só faltam Lancia e Audi para a festa ficar perfeita. Fora que o WRC proporciona imagens bem mais belas que qualquer outra modalidade automobilística. O que é de se estranhar é a atual falta de fabricantes e não esta nova onda de retornos. Vou confessar, sempre que vejo um carro de rali fico com vontade de ter um igual. Não existe carro de rally que não seja lindo.
    PS: sonhei que tinha um laika de rally! ( sem querer puxar saco)

  10. Rodrigo disse:

    Olha um irmão do 69 “driffitando” na neve, seu habitat natural:
    http://www.youtube.com/watch?v=2BK1ZmLWSDU&NR=1

  11. Sergio Monteiro disse:

    Será que sua admiração não vem do fato de que ele pilotava um carro com motor dois tempos com três cilindros?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *