MENU

quinta-feira, 2 de junho de 2011 - 19:05F-1

ABL NELA

SÃO PAULO (ah, a ABL…) – A coluna Text-Writer de hoje ficou demais. Foi escrita pela blogueira, escritora, galerista e ser noturno Carolina Mendes. Sobre o GP de Mônaco, que ela não viu. Acho que é por isso que ficou tão boa. Para ler, aqui.

158 comentários

  1. Chrystian disse:

    Molecada

    geral tem que evoluir muito pra entender tanto o texto quanto o propósito da coluna

    a Carolina não é uma jornalista ou escritora especializada no assunto, não sei o quanto ela gosta ou deixa de gostar do assunto, não sei nem se ela assiste corrida

    e pra ser bem razoável com quem não entendeu a coluna – NEM MENINO ELA É PRA GOSTAR DE CARRINHO

    eu to começando a acompanhar a Carolina agora, adoro a acidez dela, me identifico pra caramba com várias coisas que ela escreve e rio MUITO das tiradas dela – mesmo que não gostasse dela, iria simplesmente ler a coluna.

    entendam o propósito do “Text-Writer” e simplesmente aproveitem outros olhares sobre o assunto que nos une aqui

    Abraços !

  2. Paulo disse:

    Prá mim voce é que é chato demais

  3. Ubaldir Jr. disse:

    “…e faz baliza como niguém” foi ótimo. kkkk. Boa leitura, sem dúvida.

  4. Byron disse:

    sub-Fernanda Young, o que não quer dizer muita coisa…

  5. Vader disse:

    Cara, q perda de tempo… Jura por d´us que isso é escrever bem? Então eu tô muito loco…

    Sem sacanagem: não sabe, deixa…

  6. Leonardo André de Araújo disse:

    1) Moçada, raciocina. Se a menina quisesse mesmo escrever sobre a corrida, conetava e via as notícias. Milesimalmente depois da prova, tem vídeo no vocêentuba e até no site oficial da F1 com a corrida na íntegra.
    2) A metáfora, então, foi boa.
    3) Meu lado anti-machista só não gosta muito disso porque pode reforçar que mulher não entende nada de carro, futebol, essas coisas.
    4) Aí me lembro que a maioria (não todas) não gosta dessas coisas mesmo e machista é achar que mulher nenhuma tem “capacidade” de analisar futebol e corrida ou que sejam inferiores exatamente por não gostarem disso. Esta última ideia seria medir o mundo pela visão masculina. Aqui, sim, machismo.
    5) Nesse processo de pensar a imagem feminina que fica do texto, no fim, GOSTEI.

    Na verdade, reflete bem essa geração de mulheres boas companheiras, divertidas, que até soltam um palavrão ou outro sem perder a classe, seguras de si, com opinião sobre tudo e que são muito “fodas” – no bom sentido. Um exemplo clássico dessa espécie feminina de que gosto tanto.
    Carol, Parabéns!

    • Hugo disse:

      Concordo…

      Além do mais a idéia dessa coluna é mostrar uma análise não técnica sobre a F1.
      Parece até que quem escreveu os comentários reclamando do texto não acompanha esse blog ou o site grande prêmio.

  7. Gilles_Senna disse:

    Gostava que a autora explicasse com que fundamento acha que Bruno Senna tem uma “pseudo-vocação” para o automobilismo. Por acaso ela já viu o piloto correr num F1 digno desse nome? Acha que o Bruno está no automobilismo por capricho ou por paixão? De resto nada de novo, a autora é apenas mais uma que insiste em comparar o incomparável. Barrichello e Massa já mostraram que não têm futuro e que dificilmente passarão de pilotos de segunda linha. Já Bruno Senna não teve ainda ocasião de provar o que vale na F1 e merece no mínimo o benefício da dúvida. O mesmo pode aplicar-se a Lucas di Grassi, piloto que ela nem cita, como se nem sequer existisse.

  8. Lionel de Campos disse:

    Ta louco que coisa chata….mulher não entende NADA de F1 mesmo…disse treino não vi e treino para que ? acho que é tudo combinado….RIDICULA ..e mais ridiculo é o Diretor que deixa essas merdas no ar ….

  9. Cassius Clay Regazzoni disse:

    É assustador ver a quantidade de analfabetos funcionais que gostam de criticar o texto alheio.

    A garota mandou muito bem, pena que poucos entenderam…

  10. Ed disse:

    Bem, eu li e não gostei.
    Inclusive me forcei a ler até o fim porque é um texto ruim de ler. E me arrependi.

    Tenta um humor, não acerta. Tenta uns palavrões, piora mais ainda, e tenta a todo custo mostrar que não está nem ligando para a coluna, mas até que escreveu bastante, mais do que todos os anteriores, creio. Talvez a chave fosse escrever menos. Bem menos.

    De bom tem a citação a Seinfeld, mas se eu soubesse que era só isso, teria parado ali mesmo.

  11. Marcelo disse:

    Prêmio lixo do ano!!! Texto horrível! Vergonha total para o Grande Prêmio! Zero! Zero! Zero!

  12. leof1 disse:

    Flávio, to curioso pra saber sua opinião sobre a indicação de Merval Pereira pra a ABL…
    Conhece a tal historia dele Reinaldo Azevedo na academia militar.

  13. Paulo disse:

    Tá louca SANTA?… não sei o que foi pior, ela escrever ou eu ler.

  14. labri disse:

    Carolina, você manda bem. bj

  15. HotRodder disse:

    Carolina, FG e a todos os outros,

    Parabéns!

    É ótimo ler algo de alguém que não se acha o dono da verdade. Falou algumas verdades… Saudades da época que a gasolina acabava…. Enfim… Gostei.

    RMT

  16. José Morelli disse:

    Ahh, sinceridade? Achei meio bobinho o texto dessa Carolina Mendes….mas enfim, quis chamar a atenção, conseguiu. Eu acho esse estilo de escrita um exagero, não de informalidade, mas exagero de querer fabricar uma frase metafórica de efeito aqui e ali, tudo pra fazer esse “arzinho” de falsa modéstia. Nada contra, mas esse estilinho aí já está enchendo, já está ficando muito chatinho e repetitivo. O Flávio Gomes tem esse tipo de escrita e possivelmente influenciou a Carolina nesse estilo, mas sei lá, acho que o Flávio ainda não caiu no exagero….agora esse texto aí, pelo amor de Deus….ainda bem que você mesmo reconhece Carolina, que você caiu de pára-quedas aí pra dizer nada com nada. Agora reconhece porque que atesta que não tem o que escrever mesmo ou reconhece apenas pra fazer charminho, “eis la pregunta?” Pra mim isso não é arte, não é literatura, me desculpa. Pra mim isso é conversa mal feita de MSN, Rsrsrs, mas que você é gatinha, ah isso é.

  17. André disse:

    A proposta dessa coluna é ter gente que nao entende nada tecnicamente de F1, só acompanha como admirador ou nem isso, não é mesmo? Então está super dentro da proposta. Ficou maneiro, principalmente por prender o leitor e só no final avisar que nem viu a corrida hahaha
    André / Piloto no http://www.f1bc.com

  18. Érico BSB disse:

    essa garota…sei não…Muito tóxico na cabeça…

  19. Sandro Alves disse:

    Acho que eu não entendi o texto, ou não tinha nada para entender e eu fico buscando um significado em tudo.
    Que a GLT necessita de um novo senna para tocar aquela musiquinha, é o óbvio ululante, até para quem não acompanha a F1. Que o Bruno Senna está nessa por causa do tio e que não é tão talentoso, idem.
    Leio o texto e fico pensado: Essa menina acha que colocar uns palavrões no meio do texto o fazem mais interessante? Ou que ela pareça mais descolada?
    Sei lá, achei um texto óbvio demais escrito por alguém que quer parecer menos óbvia do que realmente é… pode ser que tenha me enganado.

  20. Roberto Torres disse:

    Carolina, só digo uma coisa. SHOW, vc manda bem demais!!!
    clap,
    clap,clap,clap,
    clap,clap,clap,clap,clap,clap,
    Rí pacas!

  21. Gustavo R40 disse:

    Só de ver essa turma toda perdendo tempo pra analisar se o texto é ruim ou bom já é uma comédia!!! HAHAHAHAHAHA
    Agora, a ABL nomeando Merval Pereira, Zé Sarney, etc., concedendo o prêmio Machado de Assis a Ronaldinho Gaúcho!?!? Coitado do Machado, se revirando na sepultura.
    Já é lugar comum dizer q nós somos uma geração incapaz de criticar, contestar. Infelizes de nós, estamos programados p/ consumir o q nos empurram a goela abaixo. E tome fila p/ comprar Ipad2, enquanto não sai o Ipad3. A nossa obsolescência tb já está programada.
    Enqto isso, vamos aturando o gavião, viúva das viúvas, e seu contrato de R$ 60 milhões, até 2014 (putz!) ou até qdo os céus nos derem a benção do seu silêncio (não estou pedindo a sua morte, por favor! Apenas um singelo calo nas cordas vocais já seria maravilhoso!!!).
    Mas, deixa estar q ele já tá preparando o terreno pros herdeiros. Sorry, Burti, mas a tua batata tá assando…
    RRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRRUBIIIINHOOOOOOOOO!!!!!!!!!!!

  22. Ricardo de Bittencourt disse:

    pobre texto podre

  23. Thiago disse:

    Quanta pretensão, tanto na foto quanto no texto.

    Adoro essas pessoas que não entendem de nada e sempre tem algo a dizer sobre tudo.

    Apostaria que ela pensa que vive em um plano superior que todos os outros.

    5 minutos da minha vida que não voltam mais…

  24. Irineu Desgualdo Jr. disse:

    Ótimo! Excelente comentário. Me fez rir. Não me fez ficar puto como normalmente fico com bobagens que sempre escrevem sobre corrida de carro. O do Thuderbird foi bom também. Mas o dessa mina é mais legal. Cagando e andando, tá ela. Foi no embalo do teclado e vacilou com a corrida. Hilário. Corrida de carro, no fim das contas, é uma coisa chata. Bom de ver na TV (sem som) e bom de ver de dentro. De um carro de corrida, claro. Ok, mina. Mas não fez merda. Longe disso. Por isso que eu rí pra caralho.

  25. Alan Magalhaes disse:

    Que porcaria, que perda de tempo. A moça quer ser engraçada e tenta mostrar que é moderna e tal, mas não consegue nem disfarçar. Os anteriores foram legais porque cumpriram o objetivo deste espaço, uma análise neófita do automobilismo, nesse caso, nada, vazio, zero, uma babaquice sem pé e sem cabeça. Tem que ter um meio termo Flávio, não deu liga.

  26. Jef disse:

    Até que enfim alguém que entende de corrida de F1 escreveu coisa com coisa…

  27. Fabio Matuck disse:

    Mantendo a obviedade do lugar comum previsível quanto à análise do texto, serei prolixamente direto: Que grande porcaria de texto.

    Novidade pra ninguém, apesar do sentimento de quase certeza de se auto flagelando obter a aprovação dos leitores; e sempre sabendo que a verdade é o contrário… argh!

    • Irineu Desgualdo Jr. disse:

      Pra dizer que o texto de alguém é uma porcaria a gente tem no mínimo que fazer melhor. Não foi o teu caso. Mas não tenta outra vez porque o risco de piorar é grande.

    • Fernando M.A. disse:

      Senhor Desgualdo, esse seu argumento é pior que o texto.
      Para criticar algo é necessário fazer melhor?
      Então não podemos criticar os políticos por que não fazemos melhor, nem os planos de saúde devido ao mesmo motivo, assim por diante. Por esta lógica devemos sempre abaixar a cabeça e aceitar qualquer coisa ruim ou de baixa qualidade, pois não fazemos melhor.
      Bem, isso até me permite entender porque alguns que gostaram do texto.

    • Irineu Desgualdo Jr. disse:

      Senhor Fernando M. A., vai catar coquinho. Ninguém aqui tá discutindo plano de saúde ou política.

    • Fernando M.A. disse:

      Ou seja, como não consegue defender um argumento completamente incoerente faz um ataque “ad hominem”. Se fosse coerente deveria manter o que escreve para todos os casos ou montar uma exceção, pois uma vez feito a critica da critica o argumento passa a ser a lógica da critica, o que inclui politica, saúde, dentre outras.
      Dessa forma usando a sua lógica você não pode me criticar, pois não consegue fazer uma argumentação melhor que a minha, apenas fez um ataque a mim e não ao argumento, o que faz entrar em contradição, talvez entra até na definição de hipocrisia, que um determinado valor serve para quem se acha válido, mas não para outros ou para si.
      Por fim, isso apenas mostra a passionalidade do que escreve e que possui ausência de fundamento, tornando tudo que escreve, sobre o assunto, inválido.

    • Irineu Desgualdo Jr. disse:

      Sr. Fernando M. A., não quero defender nem atacar ninguém. Mas sua verborrágica filosofia me diverte. O senhor não deve ter acatado minha sugestão de, terapeuticamente, catar coquinho, o que teria nos poupado de: a) desperdiçar seu tempo elaborando meios de esgrimir sua insofismável lógica, e, b) me fazer rachar o bico com tanto esforço dispedido em vão, já que minha vida não mudará em absoluto por conta de suas considerações. Combinemos o seguinte, então: o senhor não mais lê os textos da autora e blogueira e também pula meus comentários. Em contrapartida não o mando mais catar coquinho.

    • Fernando M.A. disse:

      Também estou me divertindo com as contradições.
      Diz não atacar, mas só fala de mim, não do que escrevo. Não se incomoda mas tem que responder, isso me parece estar incomodado.
      Quando pular comentários, não posso fazer quando vejo argumentos que possuem formas de doutrinação sem fundamentos, ou que me citam.

  28. Portuga disse:

    Gomov, coluna fixa para essa moça, ela sabe das coisas.

  29. Max - Olinda-PE disse:

    Não foi só Mônaco que ela não viu. Na verdade acho que ela pouco viu F1 na vida, mas há um único ponto a concordar…
    O de que a F1 esta muito “rigida”, besta, com falsas ultrapassagens e falta de um embate que ultrapasse as pistas e nos faça torcer pela vitória de um e desgraça do outro. rs

  30. Rodrigo disse:

    Legal a proposta de escrever sem seriedade, mas faltou graça pra ficar bom.

  31. Plow King disse:

    parente do Bial. UM LIXO HORRIVEL.

  32. Fábio Burian disse:

    Patético. Desempenho pior que Massa e Barrichello duas vergonhas pois pararam o carro para o companheiro vencer e os demais brasileiros da F1 pós Senna, Piquet e Fittipaldi.

    Gosto de F1 E tenho prazer em ver Hamilton, Vettel e Alonso correr mesmo não sendo brasileiros

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>