SUTILEZAS

SÃO PAULO (já era) – Adrian Sutil foi condenado em Munique a 18 meses de prisão, com pena suspensa (na prática, cumpre em liberdade), por ter sido considerado culpado de ferir o dirigente da Renault (atual Lotus) Eric Lux numa briga em Xangai, no ano passado. Ele cortou o pescoço do sujeito com uma taça de champanhe. Briga chique.

Sutil se ferrou. Perdeu o lugar na Force India, não conseguiu vaga na Lotus, nem na Williams, e está fora da F-1. Não sei se volta. E é bom piloto, o rapaz.

Comentários