GROSJEAN FICA

SÃO PAULO (ritmo de férias) – Cheguei meio tarde. Às notícias do dia, então. A primeira é a confirmação oficial de Grosjean como parceiro de Raikkonen na Lotus.

Carecem ainda de confirmação as duplas da Marussia (deve ser Timo Glock/Max Chilton), da Force India (Paul di Resta e alguém) e da Caterham (Charles Pic e outrem).

Restam desempregados no mercado, entre aqueles que correram em 2012 (tirando da lista, claro, Schumacher, aposentado): Senna, Kobayashi, Petrov, Karthikeyan, De La Rosa, Kovalainen e D’Ambrosio. Desses, ainda têm pretensões Senna, Kobayashi, Petrov e Kovalainen. A dupla da HRT já era, evidente. Desaparece da F-1 junto com a equipe. D’Ambrosio consta na relação só por constar, já que disputou uma etapa pela Lotus como reserva — deve continuar na função.

É uma briga de foice e de dólares no escuro. Kovalainen é carta praticamente fora do baralho, porque a Caterham vai atrás de alguém com dinheiro. Senninha e Petrov lutam pela vaga. A Kobayashi, agora, só interessa a Force India. Mas ele não faz parte da relação de candidatos mais prováveis, que tem Jules Bianchi e Adrian Sutil. O colunista da Revista WARM UP Américo Teixeira Jr. garante em seu blog que o time já descartou o brasileiro, assim como não pensa em Luiz Razia.

Talvez antes do Natal tudo se esclareça.

Comentários