MENU

quinta-feira, 15 de agosto de 2013 - 17:39Automobilismo internacional

E AGORA, GORDO?

SÃO PAULO (de peso) – Passou quase batida a notícia de anteontem, mas ela é importante o bastante para que a gente fale dela aqui. Juan Pablo Montoya, nosso gorducho preferido, não vai permanecer na Chip Ganassi no ano que vem. O time avisou que não vai renovar seu contrato e pode ser que a aventura do colombiano na Nascar tenha terminado.

Os resultados, convenhamos, foram pífios. Duas vitórias em mais de 200 corridas, ambas em circuitos mistos. Campeão da Indy em 1999, depois do título na F-3000 em 1998, Montoya foi um dos principais protagonistas da F-1 no início deste século. Disputou 94 GPs entre 2001 e 2006 e foi terceiro colocado no Mundial em 2002 e 2003. Ganhou sete corridas, foi ao pódio 30 vezes, fez 13 poles, 12 voltas mais rápidas e só andou em time grande, Williams e McLaren.

Em 2006, no meio do ano, surpreendeu todo mundo e anunciou que estava deixando a categoria para correr nos EUA. Na época, a brincadeira preferida de seus detratores era dizer que ele tinha escolhido um campeonato em que, finalmente, caberia dentro do carro sem ter de fazer regime. Poderia se esbaldar com seus hambúrgueres e refrigerantes à vontade.

Todos sabem que não é fácil para um não-americano ganhar na Nascar. Mesmo assim, não se pode dizer que Montoya tenha tido temporadas muito convincentes. Considerando apenas a série principal, hoje Sprint Cup, de 2007 para cá suas classificações foram 20°, 25°, 8°, 17°, 21° e 22°. Está em 22° nesta temporada e não aparece como favorito a vitória em corrida alguma. Nos ovais ele simplesmente não vai.

Montoya está rico. A Nascar distribui grana para todo mundo, e só nos últimos cinco anos, contando a temporada atual, o colombiano faturou US$ 22.990.508 em prêmios. Fora o que ganha de salário, mais os prêmios por outras corridas, patrocínios e o escambau a quatro. Dinheiro, portanto, não é problema para esse rechonchudo rapaz de 37 anos. A vida é realmente boa e farta na Nascar, porque nesse período todo, em exatas 239 provas, Montoya largou, na média, em 19° lugar e terminou em 22° suas corridas. Um cara com esse desempenho na F-1, por exemplo, morre de fome na segunda temporada.

Os brilharecos que Montoya teve, portanto, não foram suficientes para garantir sua permanência na Ganassi. Pode ser que encontre outro carro para correr. É bem provável, até. Mas sejamos honestos. Esse Montoya que vimos nos tempos da foto aí embaixo foi uma decepção nos EUA. Se continuar na Nascar, vai seguir sendo apenas mais um. A gente gostava mais dele na F-1, essa é a verdade.

montoyawill

69 comentários

  1. Valdeno Brito disse:

    Sou fã do Montoya, mas acho sinceramente que um dos principais motivos para que ele nao tenha tido melhores resultados na Nascar, foi simplesmante sua equipe, a Ganassi, que nunca foi o que eh na F-Indy. Nao sei se seria campeao, mas caso ele corresse por uma das duas grandes equipes da categoria, certamente poderia ter ido bem melhor. Sentirei falta de alguem para torcer na Nascar, caso ele venha a nao encontrar uma equipe.
    Abss

  2. Paulo Eduardo disse:

    Pois é. Tanto o retumbante fracasso de “El gordito” na Nascar quanto o de Barrichello tanto na Indy quanto na “Nascar tupiniquim” ilustram muito bem que estas categorias não são redutos de aposentados ou fracassados em outras categorias ditas “superiores”.

  3. Ernesto Longhi disse:

    Um dos poucos que realmente torci na F1. Quando Ganhou no Brasil em 2004, fiquei emocionado! Chegou na F1 pela porta da frente guiando Williams no 1° ano… Depois, mais 2 anos de McLaren. No 1° ganhou 3; Silverstone (ganhar Silverstone no 1° ano de McLaren, não é pra qualquer um), Istambul Park e Interlagos. E no segundo ano de MacLaren, aconteceu aquilo de se machucar jogando tênis (posição oficial num1° momento) que vrou cair de moto depois. E que Grid naqueles tempos… Räikkönen, Schumacher, Alonso, Button, Coulthard, Sato (dava umas “mitadas” de vez em quando mas fazia muita cagada também), Barrichello, Villeneuve, Massa e Ralf Schumacher. Os V10 berrando… dá saudade. Mas dos carros, só dos motores. Os chassi pareciam um Hot Wheels com pneus de buggy.

  4. João Almeida disse:

    É, na Nascar ele não deu certo.
    Acho, como fã do colombiano que seus bons dias são em carros de fórmula.
    Ah, como aqueles tempos de Willians podiam voltar.
    Nunca me esqueço de uma capa da Revista Racing de 2003:
    “Montoya vem aí, e Schumacher que se cuide.”

  5. Pablo Vargas disse:

    Gordito, vem pra Classic Cup. Tem lugar pra você, também.

  6. Pablo disse:

    Victor Martins disse em sua coluna que amigos e jornalistas próximos ao Montoya dizem que ele tem nojo, asco, ódio da F1 e que ele se recusa a falar sobre o tempo em que ficou na McLaren.. ou seja: Esquece F1

    Eu vejo no Montoya um cara acomodado, se ele era uma fera na F1, na Nascar com o passar do tempo ele virou aquelas feras de zoo. Se acomodou, visto que a equipe não ajuda, ele e seu companheiro de equipe Jamie McMurray, que não é um mau piloto, sofrem com os carros que seu Chip Ganassi dão a eles. A atenção maior do Ganassi sempre esteve na Indy. Não é como o Roger Penske que tá sempre lá sempre em corridas da Nascar e da Indy, e o Ganassi só aparece mais na Indy. Esse ano a equipe tá até melhor, mas não o bastante pro gordito ficar…

    Não vejo também vida pro Montoya na Nascar fora da Ganassi… Ainda mais com ele dizendo que procura um “winning car” como ele disse hoje sobre seu futuro. Pelo menos ele tá aberto a procurar esse tal “winning car” em outras categorias como a Indy e no endurance

  7. Pedro Paiva disse:

    Super piloto. Vi ele ganhar em Vancouver 99 na chuva. Na curva que fiquei, era o único que passava a 2 dedos do guard rail derrapando nas 4 rodas. Todas as voltas da corrida. Os outros passavam a 30 cm de distancia! Um domínio fenomenal do carro, estilo Mansell.
    Na minha opinião, ele não e a fim de uma nova carreira na Europa. Seria muito legal correr no WEC mas acho que não vai rolar.

  8. George McCrae disse:

    Torci por este cara como se torcesse para o Senna, Piquet… ainda mais na época (2001 -2006) que o nosso representante brasileiro era fiel escudeiro do alemão e vi no Montoya o unico a desafiar o Dick. JPM faz muita falta a F1.

  9. ALEX COURI disse:

    Eu qria ver ele de volta na Indy..

  10. francis gutenberg disse:

    Axo bonitão esse bico desenhado pela “Tonha” Terzi.

  11. Alisson disse:

    Analisando única e exclusivamente pelo lado esportivo, o Montoya e o Nelsinho nunca deveriam ter saído dos monopostos.

  12. alam disse:

    MONTOYA, assim como senna, coultard, damon hill, mansell, alesi, hakinen, barrichelo, raikonen, E OUTROS ESTAO NA LISTA DAQUELES QUE QUE TOMARAM PAU DO MICHAEL SCHUMACHER!!!!!!!

  13. Clayton Araujo disse:

    Eu gostava de assistir as corridas com Montoya disputando com Schumacher, dava uma certa emoção! Esse carro também é muito bonito diga-se.

  14. Marcelo disse:

    Na verdade, a própria EGR, não é uma equipe boa e já faz tempo, na Nascar, carro bom também te ajuda a ganhar corrida, a exemplo de quanto JPM chegou no chase. Naquele ano bateu na trave varias e varias vezes, e no ano seguinte o EGR, faturou a Daytona 500 e Indy 400 com o Jamie Mcmurray. E nos dois anos seguintes a coisa não evoluiu e esse azedou de vez. As vezes é preciso mudar algo….

  15. Schmuck disse:

    O Montoya é um daqueles pilotos superestimados, que teve um dos melhores carros ou pelo menos o motor mais potente da Fórmula 1 nos tempos de Williams, mas apanhava como cachorro sem dono do Schumacher.
    Mau educado, pouco ético dentro da pista, incompetente, só caiu nas graças dos brasileiros por causa do complexo de inferioridade dos pachecos com relação a Michael Schumacher. Montoya e Kimi Raikkonen são duas farsas que ajudaram Schumacher a ser o maior campeão de todos os tempos.

    • macario disse:

      Raikkonen farsa? Um cara que pulou etapas, veio direto da F Renault, que sempre foi competitivo e consistente, que sempre errou muito pouco, que ficou um tempo fora e voltou com a técnica apurada? Não acredito que li isso…

  16. henrique ebert disse:

    O JPM foi um dos principais pilotos no automobilismo mundial na virada do século.

    Um dos poucos pilotos a andar bem primeiro na Indy/CART para depois correr na F-1.

    Tudo bem que ele só guiou carros de ponta, mas era um piloto muito agressivo, daqueles que dava gosto de ver correr. Era tipo o Maldanado, mas com mais habilidade.

    O problema é que a imagem dele não é das melhores e, na Nascar, fez muitas trapalhadas.

    Concordo com o Rodrigo “amilporhora.com” Mattar, não acredito que ele aceitaria guiar um carro de uma equipe pequena, como fez o Kurt Bush ao sair da Penske.

    Uma pena…

    p.s.: Sergio Miami, concordo contigo. Esse carro tinha um visual muito agressivo. Parecia um tigre dente-de-sabre-siberiano- de bengala-albino pronto para dar o bote. Tenho saudade de ver um carro no grid que tenha, nem que seja uma peça, que fuja ao padrão.

  17. Agora, ele vai dizer que tinha hipotireoidismo…

  18. Moy disse:

    Lindão esse F1.
    Quanto menos penduricalhos, mais bonito.

  19. Montoya é um piloto do qual tenho pena do desperdício que ele mesmo fez do próprio talento. Um baita piloto de formula! Ganhou na CART, venceu 500 milhas. Na F1, pode nao ter vencido muito, mas tb nunca teve o melhor carro. Com um pouco mais de paciência, teria ganhadonum título mundial, certeza. Mas quis trocar pelo dinheiro fácil de uma categoria da qual ele não foi criado pra correr.

    Um pilofo acima da média, mas que vai ter sempre um asterisco na sua carreira. Pq quis pensar apenas no dinheiro. Uma pena….

    Tai, vou escrever a respeito em breve :)

  20. Fabio Amparo disse:

    Ele deve voltar à F-1 um dia. Talvez como consultor técnico ou algo do tipo.

    abs

  21. Jose Brabham disse:

    E agora? Disputar as 24 de Le Mans para faturar a tríplice coroa, juntando ao GP de Montecarlo de F1 e às 500 milhas de Indianapolis!

  22. Ricardo disse:

    Eu era fã do Montoya na época em que ele correu de F 1. O cara dava show de ultrapassagem. Pena que constância nunca foi o forte dele. Win or Wall.

  23. James Azevedo disse:

    Me lembro que na sua estréia na Cup em 2006 em Homestead alguém o empurrou para fora, não tenho certeza se Tony Stewart, e o carro dele da Havoline chegou até a explodir… aliás acidentes incomuns viraram comuns para ele depois daquele do jet dryer em Daytona…

  24. James Azevedo disse:

    Flavio, tenho que discordar de você quanto a ele não ter aparecido como favorito em nenhuma prova. Neste ano houve provas em que liderou e permaneceu entre os primeiros… mas quase sempre no final ele teve algum problema ou seu desempenho caiu vertiginosamente e ele ficou para trás… Esteve batendo na porta para conseguir bons resultados, até mesmo nos ovais e não conseguiu. A paciência do Chip acabou com o seu pupilo.

    Tomara que volte para a Indy, mas se voltar, precisará cuidar do físico antes…

  25. marcelo disse:

    Li aqui que foi pra mclaren em 2005 com ressalvas pela barriga. Entrou com personal forte na marra mas no segundo GP detonou o ombro, ficou de molho, Aí a pança perseverou. Ainda pegou um carro bem torto pra ele, disse. Penou, rodou várias enquanto o Alonso de Renault triunfava. Com trabalho afinado do time de engenheiros e cozinheiro do time de ron denis, termiou os 7 últimos GPs com 3 vitórias, 2 poles e 5 podiums. Ainda um recorde de pista. Mas já era tarde e El Fódon levou a taça.

  26. ederson disse:

    Montoya sem lá porque foi o maior desperdicio da F1 . O cara era piloto de ponta, aliá so venceu em templos sagrados do automobilismo como mônaco interlagos monza hockenhein e silvrestone . , além é claro de indianapolis. Tanto na f1 quanto na indy sempre andava na frente . Nada a ver com rubinho massa entre outros. A carreira do cara no automobilsmo eh inacreditavel. Tem um video de uma corrida em que ele trava uma batalha épica com michael andretti ( e vence por um bico de carro ) no oval de michigan , se eu nao to enganado, que é coisa de filme. Alem do mais o cara foi campeão , repito campeão( na indy). Quanto a nascar bem, deixa pra lá

  27. Robertom disse:

    Acho que ele ainda arranja uma boquinha em 2014.

  28. Rafael disse:

    Montoya é um dos pilotos mais legais que já vi correr.
    Fui muito fã dele na fase da Williams, entre 2001 e 2004. Baita piloto, naqueles carros lindos da Williams fase BMW. Depois na Mclaren ele só foi apagando…ate sair.

  29. Rafael Chinini disse:

    gostava nele na F1.
    parecia um piloto comprometido e sério! não se vendia facil….parece pelo menos

  30. Luciano Terto disse:

    Talvez se ele não tivesse sido conterrâneo do Schumacher na F1 teria se destacado mais (que frase feia, mal escrita – mas a ideia é essa).

  31. luiz oliveira disse:

    Durou muito. Mais pela amizade com Gana$$i. Vai cuidar da sua fabrica de tacos.

  32. Paulo Pinto disse:

    Um piloto que chegou à Fórmula-1 (segundo as erradas línguas), com gabarito para enfrentar Schumacher.
    Saiu desiludido, depois de alguns lampejos e muitas lambanças.
    Ironia do destino: terminou sempre atrás de Top Seven na tabela dos campeonatos.

    Será esquecido pela próxima geração de torcedores.

  33. Sergio Silva disse:

    Bela foto. Já está na minha pasta de ScreenSaver. Sempre gostei do modelo FW 26, para alguns ‘bico tubarão’ pra mim, ‘bico dente-de-sabre‘.
    Aqui, em alta resolução: http://farm9.staticflickr.com/8324/8132354860_9c685d045c_o.jpg

  34. Seinfeld disse:

    Nelsinho Piquet será seu substituto na equipe.

  35. Mario Gasparotto disse:

    Poderia voltar pra Indy. Mas se o problema já era o peso aí vai ficar difícil…

  36. elisio disse:

    Montoya foi,na Fórmula 1,um piloto rápido e arrojado, foi um “Top Driver ” e era meio louco às vezes. Tenho uma lista de pilotos que me divertiram com manobras inusitadas na Fórmula 1 e Montoya está nela.

  37. Pablo disse:

    Montoya = Adriano Imperador. Ambos tem talento mas jogaram fora por não se cuidarem em relação a forma física

  38. vitão disse:

    Fórmula Frete , ou seja, Truck . ou então , aquelas corridas de trator que tem nos EUA.

  39. Tássilo disse:

    Sempre fui fan dele foi um grande piloto na indy e na formula 1. Era o cara que poderia ter dificultado mais as coisas pro shumi, uma pena ter saído da formula 1 e encerrar sua carreira assim.

  40. Marcos disse:

    Flavio, fale por você. Esse cara nunca fez nada que preste na F-1, a não ser meter o carro por dentro no S do Senna, em cima do Schumacher, em seu 1o GP do Brasil. Pra mim, nunca fez merda nenhuma, e ainda tomou um belo de um calor do Ricardo Zonta na F-3000 (este, aliás, uma das minhas grandes decepções na F-1).

    Posso estar enganado, mas sempre foi bastante arrogante com a imprensa. Pra mim, vai tarde.

  41. londrinense disse:

    saudades mesmo eu tenho dele correndo na indy, pela própria chip ganassi….

    • ronaldin disse:

      Ia comentar justamente isso, o ano em que ele ganhou o campeonato na indy foi fantástico, ele era estreante e “chegou chegando”.

      O carro era bom, é verdade, mas ele fazia corridas espetaculares.
      Como hamilton em seu ano de estréia na F-1.

      A diferença é que Montoya ganhou o título da indy na estréia, e Hamilton perdeu o da F-1.

      • londrinense disse:

        concordo com tudo o que voce disse…

        aliás, a ganassi papou todas com tres pilotaços na época da indy pós-villeneuve: jimmy vasser, zanardi e montoya….

  42. Sergio Miami disse:

    Sei que vou tomar porrada de todo mundo mas adorava o desenho desse carro que saia do normal da epoca e olhando os de hoje parece lindo. O Montoya sera lembrado tambem pelo chega para la no Schumacher en Interlagos.. o ano pessoa ajuda dos estudantes.. mas foi demais e foi na minha frente porque estava la no setor do S.
    Um abraco,

  43. Montoya é um piloto “caro”. Acho que por uma questão de ego, não aceitaria guiar para nenhuma equipe de pequeno porte na Nascar. E nem nos times médios como a Ganassi, que é uma equipe média na Sprint Cup, deve sobrar alguma vaga para ele. Parece que a Nascar, que tanto quis sua vinda para agitar o mercado hispânico e da América do Sul além-Brasil, vai dar as costas a JPM. Mas sobraria, teoricamente, a United Sports Car Racing, para ele fazer uma boa carreira na Endurance. Ele venceu três vezes as 24h de Daytona. Não é pouco, não.

    • Jaime Boueri disse:

      É outro que – como Barrichello – poderia ter uma longa carreira ainda no Endurance. No caso dele, pode, ainda.

      • Filipe disse:

        Verdade. Barrichello é incompreensível. Choramingou pela F1 durante um tempão, não curtiu a Indy e simplesmente desistiu de tudo ao vir disputar essas “corridas” da stock. Um cara como ele teria espaço pra arrumar uma vaga na Audi, Toyota ou Porsche.

        Quanto o Montoya, pra conseguir isso, acho que ele teria que ralar um pouco mais. Embora tenha vencido as 24 Horas de Daytona recentemente, acho que ele perdeu espaço na Europa com todos esses anos fazendo curva pra um lado só.

      • Robertom disse:

        Barrica também está estudando oportunidades no mercado de endurance, há algumas semanas fez uma prova da Rolex series…

      • Fernando Melo disse:

        Aliás, uma pergunta… Será que o Barrichello nunca pensou em correr American Le Mans Series?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>