MENU

Friday, 15 de November de 2013 - 10:52Indy, IRL, ChampCar...

BYE, DARIO

RIO DE JANEIRO (é hora) – Um pouco tardio o registro aqui, mas o tamanho do piloto justifica um espaço para se falar dele. Dario Franchitti, que ontem anunciou sua aposentadoria, é um dos grandes do automobilismo mundial. Com quatro títulos na Indy e três vitórias em Indianápolis, como negar a importância da trajetória vitoriosa do escocês?

O acidente de Houston, no entanto, foi o sinal de alerta. Ele vai se recuperar de tudo, mas os médicos avisaram que uma nova panca poderia ser definitiva. Melhor parar. E ele faz muito bem. Já tem 40 anos, pode dar um tempo. Se for para voltar, possivelmente será em outro tipo de carro. Mas isso se vê depois. Dario tem grana para viver tranquilamente e é um sujeito do bem. Vai saber o que fazer da vida.

byedario

25 comentários

  1. Cranio says:

    Confere a história do Paul Di Resta na Indy, em substituição ao Dario? Com isso abre mais uma vaga na Force India…

  2. Daniel Ramos says:

    O Franchitti, é um piloto fantástico, infelizmente teve que parar. Mas sem dúvida um dos maiores da história, por incrível que possa parecer, eu comecei a gostar da Indy por causa dele, adorava ver ele pilotando, ele é sensacional, independente da equipe ou do carro que estiver, sempre foi um dos melhores, junto de Scott Dixon, Tony Kannan e Helio Castroneves, certamente ficará na história da Indy.

    E seria legal ele criar uma equipe, quem sabe né? Tantos pilotos já criaram equipes na Indy, seria legal ele seguir o caminho de Mario Andretti, Chip Ganassi, Ed Carpenter, e por ai vai, seria fantástico.

  3. Evandro Schueda says:

    Na Indy e na F1 hoje o negócio é maior do que o esporte, com isso os riscos são maiores e o prazer da disputa começa a perder valor. O excesso de limitações dos conjuntos na tentativa de baixar o preço e aumentar o budget há muito complicaram as coisas. Percebe-se claramente as diferenças de investimento. Então quando o Dario conversou com seus médicos e eles lhe mostraram as radiografias e cicatrizes certamente isso teve um peso muito grande em sua decisão. Sem prazer – só por dinheiro – tenho bastante – Chega!!!! Acho que encontraríamos mais diversão assistindo o FG e seu glorioso meianov com sua turma do que nas telas comerciadas de nossas tvs.

  4. Ricardo Bigliazzi says:

    Que seja feliz, parece ser um sujeito legal.

    Imperador

  5. Tom says:

    Porra,para mim a parte mais triste é saber que o cara perdeu a Ashley Judd,puxa vida,sou fã dessa mulher,lembro-me de Risco duplo ,uma mulher para quem gosta de mulher.

  6. Lucas S.A. says:

    Porra, toma cuidado com esses títulos, achei que o cara tinha morrido de compicações do acidente…

  7. Ele já é um piloto completo nas terras americanas, e chegou mesmo a hora de parar! As corridas americanas são espetaculares, mas os acidentes são de arrepiar, e acaba sobrando até para o torcedor que não tem nada a ver com isso! As entidades desse esporte por lá em geral tem que levar a questão de segurança a sério, valendo pra todo mundo sem deixar ninguém de lado, e só assim todos saem ganhando. Dario você foi fenomenal, só que o destino da aposentadoria ficou traçado depois do acidente! BYE, DARIO.

  8. Geraldo says:

    Ótima vaga para o Bruno Senna (caso ela corra os ovais também) ou para o Luiz Razia.

  9. marcos says:

    esse fará falta pois a indy esta cheio de porcarias pagantes

    dario é uma baixa que a indy naum merecia

  10. Adriano says:

    O que estás a fazer no RJ o gajo?

  11. Edison Guerra says:

    Uma pena. Seguindo o exemplo do Emerson Fittipaldi, o acidente é o divisor de águas, mas deixa um grande legado ao automobilismo. Seu nome já está na história.

  12. Emerson says:

    Se a organização da Indy for esperta contrata o cara para ajudar em melhorias de segurança nos carros e nas pista.

  13. FTrack says:

    Claro que o alerta dos médicos foi definitivo, mas acho que o desempenho dele com o DW12 teve alguma influência na decisão. Tirando a solitária (mas mais que suficiente) vitória na Indy 500 de 2012, Dario nunca foi realmente competitivo com o carro novo da Indy.
    Vai fazer falta com certeza.

  14. Marcelo says:

    Parece que o casamento de Franchitti com Ashley Judd terminou no começo de 2013. Se eu fosse o escocês, aproveitava o acidente de Houston, fazia um baita drama e tentava reatar o casamento.

    Observe a foto abaixo! Se Ashley Judd entra no quarto com eu todo arrebentado, já vou falando que to morrendo…
    http://www.fordhallforum.org/wp-content/uploads/2011/02/THUMB2-Judd-Ashley-Judd-04-08-11.jpg

  15. José Angelo says:

    Nunca fui muito fã dele e não sei se a comparação procede, mas vou me arriscar mesmo assim. Dario é um tipo de “Prost”, nada de espetacular, apesar de performances precisas, rápidas e eficientes. Além da coincidência dos 4 títulos. Baita piloto. Às vezes fico imaginando o que poderia fazer na Fórmula 1. Mesmo com a experiência fracassada com Michel Andretti (que TEM que ser analisada friamente e admitir que a culpa não foi somente dele, talvez pouco foi dele, até) alguns pilotos “da América” me fazem imaginar o que poderiam atingir na Fórmula 1. Dario, num bom carro certamente seria páreo. Com certeza melhor que um Ralf Schumachers, Coulthards, Fisichellas da vida…

  16. Marcelo says:

    Dario Franchitti não precisa comprar o CD do Maguila – Vida de Campeão!

    Escocês dominou a Indy como Schumacher na F-1, teve uma época que só deixava “migalhas” para os rivais.

    Tetracampeão em 2007, 2009, 2010, 2011.
    Vencedor da Indy 500 em 2007, 2010, 2012.

    Franchitti admitiu que não gostou do novo chassi Dallara(DW12) introduzido na temporada 2012. Dixon também passou apuros com mesmo chassi, mas com o tempo conseguiu se adaptar melhor e até ser campeão em 2013. Depois de quatro títulos seguidos, Franchitti foi apenas 7º na temporada 2012(Dixon foi 3º). Na atual temporada o escocês foi 10º com o neozelandês campeão. Melhor coisa foi Franchitti se aposentar, tem que levantar as mãos para o céu depois do forte acidente em Houston.

    Dezembro de 2011
    Franchitti está preocupado com adaptação ao novo carro da Indy:

    “Trabalhar com o carro tem sido um pouco frustrante. Scott Dixon disse que eles começaram a ter algum progresso agora, mas para mim é muito importante que a categoria nos permita arrumar o carro e trabalhar com o carro”,

    http://www.clmais.com.br/informacao/29235/franchitti-est%C3%A1-preocupado-com-adapta%C3%A7%C3%A3o-ao-novo-carro-da-indy

    Sai Franchitti, entra Montoya…lembrando que Kanaan vai pilotar um carro da Ganassi. Se tiver o mesmo tratamento que Dixon, Tony tem tudo pra brigar por títulos nos próximos anos.

    Castroneves, Power e Montoya não vão ter vida fácil com a nova dupla da Ganassi…

  17. Peter Perfeito says:

    Daqui a pouco no twitter do Barrichello, uma foto do proprio pilotando um carro da Indy…

  18. Peter Perfeito says:

    Enquanto isso, o Kubica…

    O piloto polonês Robert Kubica sofreu um acidente durante o Rali do Reino Unido, prova que faz parte do calendário do Campeonato Mundial de Rali. Kubica capotou seu carro, um Citroën. De acordo com a equipe, ele passa bem.

    Kubica, que ocupava o sétimo lugar na classificação geral até a etapa da última quinta-feira à noite, caiu com o carro em uma vala na manhã desta sexta. O polonês estava ao lado de Michele Ferrara na carro, que também saiu sem ferimentos.

    De acordo com o site Autosport, Kubica ainda tem chance de voltar a correr no rali neste sábado, caso a equipe consiga consertar o carro, mas terá que reverter uma penalização de 30 minutos para brigar por melhores posições.

    O polonês já havia sofrido um acidente com carro capotado em prova de rali este ano. Em setembro, Kubica capotou duas vezes seu Citroën e também saiu ileso. O histórico do piloto mostra outros acidentes, como aquele que o tirou da Fórmula 1, em 2011. No meio da pré-temporada, quando se preparava para atuar pela Renault, Kubica participou do Rali Ronde di Andora, na Itália, onde sofreu um grave acidente que causou uma lesão séria no braço direito.

    Em 2007, na Fórmula 1, sofreu um grave acidente no GP do Canadá, quando corria pela BMW Sauber. Kubica teve um pequeno traumatismo craniano após uma série de batidas no muro do circuito de Montreal. Lesionado na corrida seguinte, o polonês acabou abrindo espaço para a estreia do então terceiro piloto da equipe, o jovem alemão Sebastian Vettel.

    http://esporte.uol.com.br/velocidade/ultimas-noticias/2013/11/15/kubica-sofre-acidente-e-capota-carro-em-rali-no-reino-unido.htm

  19. Ulisses says:

    E, cá entre nós, que ninguém nos ouça, tem uma bela mulher!

  20. Glauber says:

    Uma pena. Um baita piloto. Vai fazer falta na Indy.
    Agora abre uma baita vaga.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *