DICA DO DIA

capacropoleSÃO PAULO (viagem sem fim) – Espetacular, apenas. Foi o Jean Tosetto que mandou. Toda a coleção da inesquecível revista “Acrópole” (1938-1971), clássico do mercado editorial brasileiro sobre arquitetura, decoração e urbanismo, foi digitalizada pela FAU-USP. A consulta é fácil, por ano, e as capas são simplesmente maravilhosas (exceto entre 1939 e 1950, e aí recorro aos unversitários para explicações, em que todas eram iguais).

O projeto tem dono, claro, e reproduzo aqui os agradecimentos a quem de direito, feitos no texto de apresentação do site:

Este projeto foi possível graças ao apoio visionário da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária da USP. Mas nada seria possível sem a generosidade das herdeiras do diretor-proprietário da Revista Acrópole e da Editora Max Gruenwald & Cia., Sr. Manfredo Gruenwald, ao gentilmente autorizarem a realização do website, cientes da importância do legado e da disponibilização digital para o crescimento da pesquisa científica. A empresa ANABASE Serviços Ltda., de maneira colaborativa e criativa, assegurou a implementação técnica do projeto. A Chefe Técnica da Biblioteca da FAUUSP, bibliotecária Dina Elisabete Uliana, não só viabilizou o desenvolvimento do trabalho como participou nas importantes etapas de concepção e execução da iniciativa. A bibliotecária Marcia Rosetto foi o coração e a mente do trabalho, sem a qual a Acrópole seria mais uma coleção na Seção de Obras Raras da Biblioteca da FAUUSP.

É um acervo de inestimável importância para arquitetos e amantes da arquitetura. Contam boa parte da nossa história visual do século passado, não só em termos de edificações, como de urbanismo, uso de materiais, comércio, logotipia, engenharia, artes plásticas e muito mais.

Foi difícil escolher uma única capa para ilustrar o post. São verdadeiras obras de arte. Só um passeio por elas vale por um curso de artes visuais e gráficas.

Comentários