MENU

quarta-feira, 2 de julho de 2014 - 14:04F-1

VENDIDA

vendidacat

RIO (mais uma) – A Caterham já era. Ou, ao menos, do jeito que a conhecemos, com o malaio Tony Fernandes à frente. A equipe anunciou hoje oficialmente que tem novos donos, com efeito imediato. São eles os caras de “um grupo de investidores da Suíça e do Oriente Médio”. Colin Kolles intermediou a negociação. O Rodrigo Mattar é fã dele.

Hum…

Bem, não sei quem são. Nem quanto custou. Christijan Albers, ex-piloto holandês, é o novo chefe. As nanicas de 2010, assim, agora estão todas em outras mãos. A Hispania mudou de dono antes mesmo de estrear. Depois foi vendida de novo e depois fechou. A Virgin era do dono da Virgin e agora é dos donos da Marussia. E a Caterham, nascida Lotus, passa a investidores misteriosos.

O nome Caterham será mantido. Mas é por enquanto. A Caterham que faz carrinhos esportivos de é de Tony Fernandes, ainda. Impossível prever qualquer coisa quanto ao futuro dessa equipe.

36 comentários

  1. Minguta disse:

    …”um grupo de investidores da Suíça e do Oriente Médio”. Isto nos faz pensar que podemos ter uma empresa nacional dando novamente um nome a uma equipe de F1: Eucatex!

  2. ALEX B. disse:

    Era melhor pegar o carro mais rápido da GP2, trocar o “conjunto propulsor”, que vai andar mais….

  3. JOANNIS disse:

    EU DISSE QUE IRIA VENDER RÁPIDO,PURA LAVANDERIA

  4. Bernard disse:

    Uma solução para aumentar a audiência na F1 e ao mesmo tempo criar novos talentos, era a própria FIA comprar uma das nanicas e sempre ter como pilotos:
    – convidar um piloto do pais onde o GP é realizado.
    – convidar um piloto da GP2 vencedor da rodada dupla anterior ao GP da F1.
    Assim teríamos:
    – oportunidades de novos talentos chegando a F1.
    – Público torcendo por um jovem piloto local.
    Que tal?

  5. Bernard disse:

    Queria ver era a Audi ou Porsche na F1. Eles sim deveriam ter comprado uma dessas nanicas e ir pra cima da Mercedes e Ferrari.

    E das nanicas parabéns para a Marrusia! E isso se deve ao ótimo Jules Bianchi, esse merece um carro melhor e se Kimmi continuar levando “coro” do Alonso em 2015.
    Jules Bianchi entra em 2016 na Ferrari.

    • Marcos José da Silva disse:

      Bernard, o grupo VW não permitirá que umas de suas marcas (Audi ou Porsche) entrem com equipe própria na F1. Uma parceria por exemplo com a Red Bull é mais sensata e barata na visão do grupo. Eu acho que o Bianchi estará na Ferrari em 2015 no lugar do Kimi se ele não renovar o contrato ou talvez no lugar do Alonso se ele mesmo for para a McLaren; só saberemos realmente no GP da Itália em Setembro quando geralmente a Ferrari anuncia os seus pilotos para ano seguinte.

      • Bernard disse:

        Perfeito seu comentário!
        Vamos ver amanhã o Jules Bianchi andando de Ferrari no treino dos pneus e comparar com o Alonso que vai andar hoje.
        Estou torcendo para que ele ande muito perto do Alonso e colocar a atenção sobre ele.
        Merece vem pilotando muito o Bianchi!

  6. Ted de Gros disse:

    Mas o que qualificaria o Albers ao cargo de diretor de equipe, aquele episódio em que ele saiu dos boxes levando a mangueira de abastecimento junto?

    Esse Kolles…

  7. Ricardo Bigliazzi disse:

    Segue o jogo…

  8. Tailor Jr disse:

    A Red Bull foi uma Jaguar no passado, não lembro da equipe ser considerada nanica mas o carro era uma bosta. Bastou um austríaco, cheio do ouro, injetar dinheiro da sua industria de energéticos, e contratar os caras certos nas posições certas para uma mera equipe coadjuvante se tornar uma fabrica de títulos.

  9. Gustavo disse:

    Felipe Massa dando uma volta com a Williams de Damon Hill no Hillclimb Run Festival of Speed 2014 – esse som é bom D+. http://youtu.be/krl8oFO0g3U

  10. Fábio disse:

    As vezes a males que venha para bem, com uma boa administração, gente competente tudo é possivel, vamos torcer para isso ou a gente esquece que a Force India foi uma Spyker da vida.

  11. Paulo Pinto disse:

    Claro que os novos donos vão mudar o nome: de “nanica” para “pirralha”.

  12. Helton Fernandes disse:

    Bom, pelo menos mantém o número de carros no grid, o emprego da galera e o Mito rodando.
    F1 é um baita negócio para lavar muito dinheiro.

  13. Speed Racer da Mooca disse:

    Pelo jeito, Colin Kolles é o Wagner ribeiro da Formula Um,

  14. disse:

    Falando em Virgin. E a viagem do Barrichello ao espaço?

  15. Caipira disse:

    Das nanicas a Caterham era a que mais parecia que iria “vingar”, tem motor e piloto melhorzinhos, carros bonitos, cara de F1. Pena, mas nao foi desta vez.

    • Genesco Junior disse:

      Quanto a estrutura, concordo que era a melhorzinha, mas quanto aos pilotos, o único que foi menos pior até hoje foi o Kovalainen. Hoje, a Marussia tem muito mais piloto, só pelo fato de ter o Bianchi.

  16. Sil C San disse:

    Uma vez nanica, sempre nanica. A diferença para as equipes grandes é enorme, não dá pra acreditar numa evolução nessas equipes. E se levarmos em conta que muitas consideradas médias estão sofrendo…

  17. Fabio Amparo disse:

    Certamente Tony Fernandes não vai permitir aos novos donos que utilizem o nome, a menos que paguem pelos direitos.

    É uma pena mais uma equipe trocar de mãos em tão pouco tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *