POR ONDE ANDA?

SÃO PAULO(é o jeito) – Há pouco mais de dois anos, no início de 2013, o baiano Luiz Razia anunciava que seria titular da Marussia em 2013, depois de uma boa temporada na GP2.

Razia nunca estreou. E nunca se soube exatamente o que aconteceu para que a equipe não lhe desse um cockpit — na época, comentou-se que a grana dos apoiadores do piloto não chegou, mas nunca se soube exatamente quem eram esses investidores.

Nos últimos dois anos, Razia pulou de galho em galho, correu na Indy Lights e trabalhou bastante na TV. Agora, vai disputar o Brasileiro de Marcas pela Bassani. Estreia neste fim de semana no Velopark.

Muita gente queria saber por onde andava o baiano, agora já sabe. E se não sabe por que foi parar lá, a explicação está aqui. Ele corre no lugar de Alceu Feldmann, cujo pai foi citado no “Swissleaks”.

raziala

Comentários

  • Certa vez, há uns 10-12 anos, não lembro bem ao certo, o dono deste espaço escreveu uma coluna, daquelas semanais que costumava fazer, cujo título era algo no estilo: “Receita neles!” O escriba estava, por assim dizer, meio fulo da vida com com certos figurões aqui do Brasil que andavam de Maseratis, Porsches, Ferraris, Lamborghinis, Audis R8s e congêneres em campeonatos Brasil afora, mas que, na sua opinião, estariam com algumas pendências tributárias. Vejo que, após mais de uma década, ele estava certo. Receita neles!

  • No caso desse piloto tbm não sei se seria muito diferente. Na época ventilou-se algo sobre o patrocínio ser da própria família que tbm tem umas coisas mal explicadas com sua posses e propriedades. Parece que estão começando a “lavar a jato” essa esquentação de grana ilícita tbm no automobilismo, que sabe-se tbm que não é de hoje, acontece com pilotos e tbm com equipes.

  • Sai Feldmann, cuja família foi citada no Swissleaks, e entra Razia, cuja família foi citada na operação Terra do Nunca. O automobilismo, no fim das contas, também é um retrato da nossa sociedade.

  • Hum…, esse não é o rapaz que tem patrocínios “estranhos” ? Que a mãe foi citada em coisas não muito bem legais no interior do estrado da Bahia ?

    Mas ele é inocente em participar de um programa de TV que acha que fala de carros……

    Eu hein?!

  • Ele estava bem na Lights, com resultados bem consistentes e ficando entre os 3 primeiros do campeonato quase a temporada inteira, no final que caiu um pouco. Uma pena ele não ter seguido lá, acho que era um nome pra ingressar na Indy e se manter por alguns anos, provavelmente como sempre na carreira dele faltou “apoio”.