Comentários

  • A) Concordo que a Red Bull poderia ser mais civilizada.
    B) A Renault merece. Participação em Turismo, Rali, Fórmula Um, Fórmula Dois. Esporte-Protótipo, etc.
    C) Concordo: Ricciardo é sobrenome bem italiano. Frescura esta pronúncia “inglesa”.
    D) Gostei do cartaz atrás de você. Entrei na Wikipédia para saber do elenco. Infelizmente não tem mais Raul Cortez, Mário Benvenutti, Otelo Zeloni e Walter Forster. A trilha sonora do filme apresenta duas músicas muito legais interpretadas pelo Roberto: “Todos Estão Surdos” e “De Tanto Amor”, ambas compostas em parceria com Erasmo Carlos

  • Mas Flávio, a Renault vai deixar de fornecer os motores para a Red Bull ano que vem, assumindo a Honda. E essa não é a questão, seria na verdade o contrário!!!

    Imagina se o chassi da Red Bull, que sabidamente é o melhor e mais “ajustado” do grid, fica ainda melhor para 2019 e o Ricciardo leva algum ponto desse para a Renault???

  • A Red Bull começou a pisar na bola quando começou a se desentender com a Renault no momento em que perdeu a “ponta”. Parceira de títulos, a fornecedora de motores foi, na minha opinião, foi até desrespeitada.
    Óbvio que o orçamento da equipe é estratosférico, e o patrocinador não quer nada mais além do que andar lá na frente, em tudo aquilo que se envolve em termos de esporte.
    Perderam a elegância de campeão que foram (e são).
    As vezes, uma derrota com cabeça erguida e sem desespero, com elegância e com uma publicidade adequada, da mais retorno para o patrocinador do que essa bateção de cabeças desesperadas. Isso transmite insegurança, e Fórmula 1 atualmente é, antes de mais nada, venda de imagem, … infelizmente.
    Na minha humilde opinião, a equipe Red Bull da F1 não tem feito jus a importância que tem como imagem da a marca que carrega!

  • O divorcio da RB com a Honda é só uma questão de tempo.
    Nem o melhor chassi vai dar conta dos 40 cv que faltam ao motor de cortador de grama! Didi e o Dr. Marko estão incomodados , pois Daniel sacou que ele desenvolveria o carro (carregaria o piano) para o Fedelho receber tudo fresquinho em primeira mão (beijada) . Deu uma solene banana para a RB!
    Acho mais, que o destino final de Ricardo deve ser Rosso!

  • Desnecessario, nas reunioes prè e pòs corridas discute-se o atual campeonato,ou seja, o carro desse ano.

    Nem se cogita falar de coisas do proximo ano, o projeto està na fabrica, nem Verstappen tem acesso, saberà em dezembro o que està nascendo, Ricciardo jà estarà longe

  • Deselegante? Tu de sacanagem Gomes? A Red Bull só pode contar com o chassis porque o motor Honda ainda é uma incógnita.
    Aaaaa, mas o motor é Renault. Só a Red Bull ganhou corridas com esses motores. daqui pra frente tudo vai ser feito pensando no ano que vem. A Red Bull não pode alcançar Ferrari e Mercedes nem pode ser alcançada no mundial desse ano. Grosseiramente falando: Se deixar o Ricciardo nos Boxes, economiza nos pneus e gasolina e não muda em nada a vida deles.
    Elegância num mundo de centésimos de segundos desses? Daniel vai ser piloto Renault e vai passar o que puder pros Franceses, não existe bonzinho no mundo da F1.
    No mais, (mesmo tendo todos os motivos) foi ele quem pediu pra sair.

    • Concordo. Você levaria um Jornalista para as reuniões estratégicas do seu Jornal sabendo que ele acabou de assinar com o Jornal concorrente? Vai correr o risco de perder aquele furo jornalístico, ou colocar a perder a reportagem de 6 meses de trabalho?

      Riccardo fez a opção dele, agora vai brincar de correr de RBR até dezembro. Fosse eu já alçava algum jovem piloto pra ganhar quilometragem.

    • Perfeita colocação!!!

      Mas me permite discordar em apenas um ponto: existe sim, na F1, uma pessoa que é bonzinha, pueril, quase angelical…

      Essa pessoa se chama PICARETONSO, pois ele não sabe de nada!!!

  • É deselegante , mas acho normal.

    Vamos imaginar uma situação:, Adrian Newey e corpo técnico discutindo o chassi revolucionário e inovador que será empregado no novo motor Honda que está sendo montado com toda a liberdade do Mundo para a máxima performance

    E o Ricciardo lá no meio dos caras, vendo o Adrian Newey “colocar o ovo em pé”…

    Não dá né. Principalmente agora que a RedBull pediu a Honda para que faça o melhor motor e que eles farão o carro necessário para que a obra prima tenha o melhor desempenho… e o Ricciardo ouvindo tudo..

    É chato pacas o que aconteceu, porém não dá para imaginar o Ricciardo (que tanto gosto) lá no meio dos caras vendo todos os segredos de 2019 e 2020 nascerem.

    Vale a pena lembrar que a saída do Ricciardo foi uma surpresa desagradabilíssima para a RedBull, depois de tudo estar praticamente certo e apalavrado com os Energéticos., nesse caso podemos dizes que também foi deselegante.

    • Concordo plenamente com vc no que diz respeito a reuniões técnicas.

      Ele não está sendo impedido de participar em reuniões técnicas pré ou pós corrida. É simplesmente uma questão de desenvolvimento de carro para 2019. É absolutamente normal isso. Não entendo por que isso seria ‘deselegante ou por que até merece discussão. Absolutamente normal’.
      Virou assunto apenas com a narração brasileira durante a corrida. No exterior ninguém comenta ou considere um assunto polémico.

  • Boa tarde Flavinho Gomes !!!
    Considerações de um profissional do automobilismo, que conhece 100 vezes mais sobre seus seguidos. Mas, se pensarmos bem, dizem vocês, especialistas, de que o melhor chassis é o da Red Bull e os carros de 2019 estão nas pranchetas, o que deve estar assustando A Newey and co. com o medo de Ricciardo passar o pulo do gato pra Renault na concepção do seu carro.
    É uma tese! e eles não querem ter além da Ferrari e Mercedes, mais uma concorrente.
    Abração!

  • Favio, às vezes me parece que o Daniel Ricciardo é um pouco desprestigiado ou então mal assessorado na F1, digo isto porque, na minha opinião, é um piloto de ponta que simplesmente destruiu o Vettel quando foram parceiros em 2014 (perdeu apenas a temporada de 2015 para seu parceiro de equipe). Você acha que pode existir alguma resistência dos figurões das equipes Ferrari e Mercedes na contratação do Australiano?
    Um abraço