Comentários

  • Competir contra a Mercedes e o impecável Hamilton não é fácil.

    Verstapen e RedBull/Honda terão que entregar o “melhor do melhor” para vencerem os rivais prateados. A diferença de 08 pontos é fruto de erros dentro de pista e de um carro não tão dócil nessa ultima etapa.

    Obs.: Acho que é por isso que reconheço o valor do Rosberg como Campeão da F-1. Saiu destruído emocionalmente da disputa… mas saiu vencedor. Podendo dizer por ai (sem mentir) que o Hamilton é um ótimo piloto… mas que Ele o derrotou.

  • Max sabe que a “superioridade” da RBR é pura ladainha, ele está se obrigando a andar acima dos limites para tentar pegar o Hamilton, e daí vem os erros. É duro ver que o desejado horizonte está logo ali, bem mais perto do que nunca esteve, mas ainda assim teima em escapar, perversamente devagar. Hamilton errou também, na corrida passada, em Portugal, mas além da grande capacidade própria, têm a Mercedes atrás de si que sempre se reinventa. Tomara que Max consiga sustentar essa luta por mais tempo, tomara.

  • Hamilton é igual ou melhor que todos os outros pilotos em quase todos os quesitos, exceto talvez nas largadas e relargadas. Psicologicamente também ele evoluiu muito desde o título de Rosberg que se aproveitou muito bem da instabilidade emocional de Hamilton naquele momento e mesmo assim teve que suar sangue para ser campeão.
    Max é um excelente piloto, mas precisa aprender que para superar Hamilton torna-se primordial aprender com os próprios erros e melhorar, assim como Hamilton fez após ser suplantado por Rosberg.
    Nada adiantará a Max ter o mesmo equipamento que Hamilton e ser instável, pois o Hamilton é um predador.

  • Max corre sozinho contra duas Mercedes.
    Ora bolas se as duas equipes tem carros pra andar na frente, que raios faz Perez se arrastar no meio do segundo pelotão?
    Perez que não passou pro Q3 na primeira prova, sendo obrigado a fazer corrida de recuperação, na segunda após excepcional qualify, (o único momento brilhante do mexicano) rodou mais que enceradeira na corrida e em Portugal pilotou como nunca, porém a melhor pilotagem de Perez o faz ter um resultado apenas modesto…… bem distante do trio.
    Lewis e Max são fora de série, conseguem extrair tudo do carro. A diferença é que o comandante tem Bottas enquanto Max não tem ninguém.
    Bottas tem uma pole, dois pódiuns e conseguiu parar nos boxes no fim de duas corridas para “tirar” mais dois pontos do holandês. Só não tem mais pontos porque Russel fez um grande favor de retirá-lo da corrida em Imola, e em Portugal um problema de sensor tirou a chance de atacar o holandês.
    Max está errando pilotando no limite o tempo todo. Quem não erraria? Lewis errou.
    É uma sobrecarga pedir pra um piloto ser perfeito, se uma equipe é formada por dois.
    O grande erro é que o mexicano não tem nível para andar perto do trio com mais pódiuns na história da F1.

  • Max está no seu melhor. Mas sendo obrigado a andar no fio da navalha. Porque com a RB ainda não é o suficiente para bater Super Hamilton e a incrível Mercedes. Mercedes que ainda vai melhorar nas próximas provas corrigindo aos poucos os problemas do carro não tão bem nascido.

  • Boa, gravar de dentro do carro é original.
    Acho que esse campeonato será divertido mas o final já conhecido. Melhor piloto+ melhor carro+ melhor equipe= título. Hamilton, o cara!
    E as regras, chatas ou não, são iguais pra todos. Sem mimimi Verstappen!

  • Cara, é muito legal ver você trabalhando e vivendo a vida ao mesmo tempo. Mostra que a vida é possível fora da grande imprensa. Espero que tenha muito sucesso trabalhando assim. Você merece.