BOM APETITE

SÃO PAULO (pois leiam, ora!) – O Cavallino será reaberto amanhã em frente à fábrica da Ferrari, agora sob a batuta do chefe Massimo Bottura, estreladíssimo com várias Michelin. A casa ficou alguns anos fechada, foi renovada por uma arquiteta famosa e a Ferrari, claro, está por trás de tudo.

Tomara que mantenha o charme de cantina tradicional (OK, trattoria para os mais internacionais e frequentadores do Bixiga), com um monte de coisa pendurada na parede e sinais da passagem, por lá, daqueles que escreveram a história da equipe.

Era assim, antigamente…

E comia-se bem, muito bem. Em “Ímola 1994”, meu livro lançado recentemente, conto sobre um almoço com Luca di Montezemolo numa dessas mesas da foto acima.

Não tem o livro ainda? A segunda edição está à venda aqui. E é bom correr, foram só mil exemplares rodados nesta tiragem, e até o fim da semana já tínhamos vendido quase a metade.

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Paulo Travaglini
Paulo Travaglini
1 ano atrás

A nova decoração remete a uma Ferrari … com motor elétrico :-(

Valmir Passos
Valmir Passos
1 ano atrás

Que show. Taí um lugar que gostaria de conhecer.
Flavio, comprei o livro. Começando a ler!

Antonio Seabra
Antonio Seabra
1 ano atrás

Estive lá em umas 4 ocasiões diferentes. E em todas elas, apesar de Schumacher, o maior destaque nas paredes ainda era o Gilles.
Tomara que eu ainda possa ir lá mais uma vez (era pra ter sido ano passado, maldita pandemia), pra conferir.

Mas em Maranello tem algo mais simples e de paladar muito interessante, que acaba sendo minha cantina preferida por lá: o “Il Drake”. REcomendo a quem for lá experimentar o gnocchi a Il Drake. É (era..) de comer rezando.

Antonio

Formiga
Formiga
1 ano atrás

Mudou bem o interior, ficou mais para “paleta” vermelha.

https://www.gamberorosso.it/notizie/apre-il-nuovo-ristorante-cavallino-a-maranello-massimo-bottura-per-ferrari/

A Ferrari deixou de ser uma oficina de carros para ser um negócio em todas as áreas como sinônimo de coisa “chique”. Trazer o Massimo Botura vai nessa linha. Deixa de ser uma “Cantina” mais tradicional e passa a ser uma Tratoria. Os dois são ótimos e tem comidas boas, mas o segundo deve ser bem mais caro e se encaixar no perfil de exclusividade que a marca quer trazer.

Patrick Vaz
Patrick Vaz
1 ano atrás

Eu não mexia em uma toalha desse lugar.