FW14B X MP4/4

SÃO PAULO (votem!) – Qual foi melhor? O MP4/4 de 1988 da McLaren ou o FW14B da Williams de 1992? Carlos Sato mandou este documentário acima sobre o carro que deu a Nigel Mansell seu único título. Uma joia de tecnologia e eficiência. É maravilhoso, especialmente pelas entrevistas com Mansell, Paddy Lowe, Frank Dernie, Riccardo Patrese e Damon Hill. Se tiverem alguma dificuldade com o inglês britânico de todos eles (exceto Patrese, claro), ativem as legendas que facilita bem o entendimento.

Meu voto? Cara, esse carro de 1992 era espantoso. Aliás, uma das unidades daquele ano foi comprada por Vettel e está em sua coleção.

Acho que fico com ele, embora os resultados da McLaren com Senna e Prost em 1988 (15 vitórias em 16 corridas) sejam mais impressionantes. Vamos ver o que vocês acham.

Subscribe
Notify of
guest
39 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo
Rodrigo
3 meses atrás

Vai depender muito do critério avaliação:
Eficiência em relação aos rivais: MP4/4
Resultados alcançados: MP4/4
Tecnologia: FW14/b

Fabiano
Fabiano
3 meses atrás

Meu voto vai pro MP4/4, absoluto na temporada.

Por falar nele, tem um pequeno documentário sobre a titularidade do projeto, que por muito tempo foi dada exclusivamente ao Gordon Murray, quando na verdade o líder de tudo foi Steve Nichols, que depois foi levado pra Ferrari, quando o Prost saiu da McLaren

Além de uma grande entrevista com o Steve, relata fatos e detalhes do projeto.

https://www.youtube.com/watch?v=5Mz9nAzsLXU

Diogo Coelho Rocha
Diogo Coelho Rocha
3 meses atrás

Concordo, Flávio.

Esse carro da Williams, na época, quando eu via pela televisão eu logo pensava “pqp. Lá vem esses fdp de novo”.

A diferença da dupla de pilotos do MP4/4 para o FW14B era grande, mas mesmo assim o carro era insuperável.

Aliás, Flávio, você que acompanhou bastante e entende muito do assunto, já na metade de 1991 para frente a Williams era melhor, certo?

Vi uma comparação onboard, em 1991, entre a Williams e a McLaren, da corrida que deu o terceiro título ao Senna e a diferença era muito grande. Senna parecia estar numa máquina de lavar roupas. O Mansell pilotando um carro muito mais suave.

Que saudades de ver a Williams ganhando e disputando campeonato.

A McLaren também, mas essa uma hora volta, assim como a Ferrari.

Onde você acha que foi o fim (das chances reais) da Williams ganhar um campeonato: o fim da parceria com a Renault ou o fim da parceria com a BMW?

Como é triste ver uma equipe com essa história assim: nem acaba e nem volta aos tempos de glória.

Gabriel
Gabriel
3 meses atrás

Não acompanhei nenhuma das duas temporadas, mas já li bastante coisa sobre as duas. Acredito que como carro em si, o Fw 14b seja superior, dado o altíssimo nível de tecnologia. O MP4/4 também era um carro muito além dos demais, mas a dupla que o conduzia era o fator de desequilíbrio.

Valmir Passos
Valmir Passos
3 meses atrás

Também fico com o FW. Enquanto projeto, o carro foi muito revolucionário, quase perfeito. Estava muito além do seu tempo. Sim, muito dependente de componentes eletrônicos, mas isso é parte do projeto, e do progresso.

Sandro
Sandro
3 meses atrás

Escolha difícil!
Se for pela tecnologia: Williams FW14B.
Se for pela dupla de pilotos: Prost e Senna.
O carro-skate MP4/4 foi arrasador: 15 vitórias em 16 corridas!
Com o FW14B Mansell conseguiu 14 poles em 16 corridas!
Mas se tiver que votar…
… Meu voto vai para o modelo MP4/4!

Celio Ferreira
Celio Ferreira
3 meses atrás

Se estamos falando de carro : FW14….de pilotos SENNA /Prost

Sarah
Sarah
3 meses atrás

O FW14B foi um carro tecnicamente revolucionário, o mais avançado que se produziu até então. Foi soberano graças à tecnologia que empregava. Apesar de controle de tração e suspensão ativa não serem coisas novas, a Williams conseguiu implementá-los como ninguém tinha visto antes. Por não ter nada igual, as outras equipes não foram páreo. No entanto, o carro era dependente dessas tecnologias ao extremo e quando elas foram removidas (vide FW16), houve significativa perda de competitividade, mesmo com Senna ao volante.

Já o MP4/4 foi dominante sem contar com “truques”. Tinha o melhor conjunto de motor, chassis e aerodinâmica. Podem dizer “ah mas o motor Honda turbo era disparadamente melhor e havia Senna e Prost”, o que é verdade. Porém o motor Honda turbo sozinho não fazia milagre. A Lotus 100T também contava com esse motor e, mesmo tendo Piquet ao volante, não rendeu muita coisa. Indo mais além, no ano seguinte, o MP4/5 (relativamente similar ao MP4/4 do ponto de vista técnico) continuou sendo dominante mesmo com o Honda V10 aspirado.

Ou seja, o FW14B era um carro de outro planeta, e por isso foi dominante. Ao usar tecnologia passiva, perdeu o encanto. Já o MP4/4 era dominante sem fazer uso de nada revolucionário, apenas tendo o melhor design. Por isso, eu fico com o MP4/4.

Barreto
Barreto
3 meses atrás

FW14 fez Mansell campeão e Patrese vice.

Bruno Forni
Bruno Forni
3 meses atrás

Os dois carros eram fantásticos, porém, a dupla de pilotos da McLaren era mais forte e, talvez, fizesse maior diferença no conjunto, ou seja, mesmo que o carro não fosse tão bom quanto a Williams, o nível dos pilotos o fariam chegar lá. Por essa razão, acho a Williams melhor. Conseguiu um resultado igualmente espetacular, com recurso humano inferior.

rogerio kezerle
rogerio kezerle
3 meses atrás

Difícil. Foi uma virada de chave. Acho que fico com a Willians. Afinal, somente um carro de outro mundo para fazer Mansel ser campeão….rsrsrsrs

Marcelo Silva
Marcelo Silva
3 meses atrás

Se até Senna considerou essa Williams de outro planeta acho q já fica respondido…

Leandro
Leandro
3 meses atrás

Tirando o lado de torcedor, e na verdade, sendo justo, o Williams é o melhor carro nesta comparação.

Helena Sophia
Helena Sophia
3 meses atrás

O que faltou pra deixar esse Williams 100% perfeito foi um segundo piloto melhor. Prost/Senna eram imbatíveis em 1988. É possível que Hill tivesse feito mais que Patrese. POis, para Patrese, com mais de 230 corridas na carreira, só ganhar UMA corrida (Japão) aquele ano, e ainda porque Mansell deixou, foi vergonhoso pra quem dispunha daquela nave alienígena.
Senna venceu 3, Schumacher, Patrese e Berger 1 cada.
Pra um carro de outro planeta, 10 vitórias não foram muito, convenhamos. Vide Ferrari 2002 e 2004, Red Bull 2013 e 2014, Mercedes 2014, 2015 e 2016.

Marcus
Marcus
Reply to  Helena Sophia
3 meses atrás

Discordo. Patrese liderava com folga em Monza até ter problemas de câmbio. Em Magny-Cours, recebeu ordens da equipe para deixar Mansell passar. E Mansell quebrou no Japão, não é que ele deixou o Patrese ganhar. Hill certamente não era melhor que Patrese (e é uma das provas que nem sempre o melhor piloto é o campeão mundial), tanto que levou um vareio de Senna em 93.

Rodrigo
Rodrigo
3 meses atrás

O MP4-4 foi, pra mim, o fim de alguma coisa, enquanto o FW14-b foi o início da coisa seguinte. Então, fico com o segundo, que tem mais a ver com aquela coisa de ‘passo adiante tecnológico (para além do âmbito automobilístico)’, que caracterizava a F1 até o fim dos 1990.

Prost sobrou na versão seguinte do FW14. Mas Mansell nunca pilotou um MP4/4. Então, o argumento de que ‘qualquer idiota veloz pilotaria um FW14’, mas não um MP4-4 não tem tanta valia quanto parece.

Antonio Seabra
Antonio Seabra
3 meses atrás

O McLaren. Porque ? Simples: era mais “carro”, sem tanta eletrônica, linhas mais puras, pequeno, mais bonito, enfim, uma maquina para pilotos.

O FW 14, com tanta eletrônica a bordo, qualquer macaco guiava….

Tales Bonato
Tales Bonato
3 meses atrás

FW14B. Revolucionário. O McLaren é uma máquina e tanto. Mas teve o privilégio de ser comandada por Prost e Senna.

jeferson de araújo pereira
jeferson de araújo pereira
3 meses atrás

Eu voto no FW14B

OFF-TOPIC

Lucas di Grassi será o entrevistado de hoje no Roda Viva ( TV Cultura – 22 horas). Alex Dias Ribeiro, Bia Figueiredo e Fabio Seixas são alguns dos entrevistadores.

Ao saber do Di Grassi, resolvi pesquisar quais foram os outros pilotos brasileiros, ex-F-1, que também foram entrevistados.

AYRTON SENNA – 15 de dezembro de 1986
NELSON PIQUET – 02 de maio de 1994 (um dia após a morte do Senna)
RUBENS BARRICHELLO – 20 de março de 1995
EMERSON FITTIPALDI – 1º de maio de 1995 (um ano após a morte do Senna).
CHRISTIAN FITTIPALDI – 19 de junho de 1995

Assisti todos os programas acima nos dias em que foram exibidos. Dei uma forçada na memória sobre o Felipe Massa, mas não lembro dele no programa. A pesquisa que fiz foi “trabalhosa”, pois o site da TV Cultura é ruim e a lista de todos os entrevistados do Roda Viva – na Wikipédia – está incompleta. Acessei o YouTube e o Massa também não consta no Roda Viva. Enfim: é uma falha grave do programa. Vou continuar pesquisando, mas parece que o Felipe Massa nunca foi entrevistado.

Gustavo Castor
Gustavo Castor
3 meses atrás

FW14B sem dúvida, o MP tina Senna / Prost…. Os dois melhores disparado da época.

Plinio
Plinio
3 meses atrás

Tenho dificuldade em opinar. Acho que ficaria com FW14B por todo o avanço que representou, mas o mp4/4 era um assombro. Naquele momento de final da era turbo muitas equipes estavam com motores aspirados ou turbos com desenvolvimento meio paralisado e o motor turbo da Honda era muito superior e colocado em um chassi eficiente. Senna e Prost passavam os outros nas retas com uma facilidade assustadora. Até aquela porcaria de lotus conseguia uma velocidade de reta incrível. O FW14B não tinha essa diferença de potência, embora o motor Renault àquela altura fosse muito bom. Aparentemente, o FW14B era mais gentil com o piloto pelos auxílios eletrônicos, mas qualquer piloto razoável também destruiria a concorrência com o mp4/4.
Eu era muito jovem nas épocas desses carros, mas vi tudo que consegui das temporadas de 88 e 92 na internet. Achei a temporada de 1988 mais desequilibrada. A diferença de Senna e Prost pra concorrência era avassaladora e a impetuosidade do Senna obrigava o Prost a assumir riscos que ele talvez não assumisse se estivesse menos pressionado pelo companheiro. Isso fazia os dois desaparecerem dos concorrentes. Enfim, entre esses dois carros pode-se tirar no palitinho pra escolher.

GUs
GUs
3 meses atrás

Eu voto no FW14 pois acho que ele teve uma oposição mais forte do que o MP4/4 enfrentou na sua época. E além do mais, tinha reputação (real) de carro revolucionário na época, algo que realmente veio para mudar a F-1.

Vinicius
Vinicius
3 meses atrás

É um páreo duro, mas creio que o FW14B seja superior porque surrou concorrentes fortes (a McLaren, com Senna e motor Honda; e a Benetton, com Ross Brawn, Rory Bryne e Michael Schumacher, começando a mostrar muito potencial), mesmo com pilotos como Mansell e Patrese ao volante.

Last edited 3 meses atrás by Vinicius
Hugo José Alves da Fonseca
Hugo José Alves da Fonseca
3 meses atrás

O FW14 foi uma máquina maravilhosa, incrivel o trabalho de engenharia e tecnologia para época. O vídeo mostra que o Nigel teve muito mérito no desenvolvimento e resultados do carro, haja vista que o Patrese não se adaptou tão bem a suspensão ativa, injusto desmerecer o título do Nigel até porque acredito que ele bateria qualquer companheiro de equipe naquele ano.

Turíbio Rodrigues Freire Neto
Turíbio Rodrigues Freire Neto
3 meses atrás

Na verdade acho que a MP4/2 com motor TAG Porsche 1984 de John Barnard… Esse carro foi impressionante!

Tiago Oliveira
Tiago Oliveira
3 meses atrás

Nenhum comentário seu nem no Grande Premio sobre as mil milhas? Corrida com varios carros legais e LF consertando um passat dirante a prova pra receber a bandeira, boa cobertura ao vivo pelo YouTube.

Prefiro o MP4/4 pela beleza e a cara do gordon murray. Mas acho o Fw14b mais impressionante e ditou como os anos seguintes deveriam ser.

Henrique
Henrique
3 meses atrás

FW14B

Caco Brandenburg
Caco Brandenburg
3 meses atrás

Williams

Pedro Leonardo
Pedro Leonardo
3 meses atrás

A McLaren simplesmente levou os japoneses da Williams, fez o melhor carro e juntou a melhor dupla de pilotos do grid. Seriam 16/16 se não fosse aquele toque besta entre Senna e a Williams em Monza (vitória já estava na mão). Fizeram “só” o triplo de pontos da Ferrari.

Já a Williams de 1992 representava o ápice do desenvolvimento tecnológico. Se o Mansell ganhou nove corridas, naquela tocada de “leão”, o negócio tinha que ser bom mesmo.

Considerando que a dupla de pilotos era Mansell e Patrese, e que este foi segundo colocado no mundial de pilotos, o FW14B era negócio de outro planeta mesmo.

Plinio
Plinio
3 meses atrás

FW14B sem titubear, até o Senna admirava esse carro.

Sanzio
3 meses atrás

Senna e Prost eram pilotos muitíssimo acima da média e isso tirA muitos pontos do carro
Mansell está longe de ser do nível de Prost e Senna, e foi campeão.
Dito isso, voto no FW14B.

Fabio Castilho
Fabio Castilho
3 meses atrás

Um carro que faz o Mansell ser campeão do mundo tem algo de sobrenatural.

Ogrão-vizir
Ogrão-vizir
Reply to  Fabio Castilho
3 meses atrás

Acompanho o relator nesse caso. Pra fazer um idiota veloz como o Mansell ser campeão, o carro tinha que ser muito bom mesmo. Será que ele conseguiria o título com o MP4/4? Essa é uma boa questão, das que nunca veremos respondida…

Pedro Leonardo
Pedro Leonardo
Reply to  Ogrão-vizir
3 meses atrás

Acho que o Mansell até teria condições, sim. Ele só não foi campeão em 1986 com a Williams por causa dos pneus em Adelaide. Em 1987, não disputou as duas últimas etapas, mas conseguiu até mais vitórias que Nelson.

Mas aquela coisa: o que ele tinha de azarado, também tinha de desastrado. Sempre há aquele pé atrás com o “leão”. Creio que para o Mansell ser campeão com aquela McLaren dependeria dos cockpits onde estivessem sentados Senna e Prost. Sendo companheiro de qualquer um dos dois, seria improvável.

Edward Fernandes
Edward Fernandes
Reply to  Pedro Leonardo
3 meses atrás

Mansel realmente desastrado, porém grande piloto. Foi TAMBÉM Campeão em seu primeiro ano na INDY EM 1993.

Glauciobranco
Glauciobranco
3 meses atrás

Williams… o estado da arte dos carros de F1

Marcelo de Castro
Marcelo de Castro
3 meses atrás

Fico com o Williams.

Marcus
Marcus
3 meses atrás

O FW 14B é, dentro do contexto tecnológico de 1992, o F1 mais avançado que já existiu. Nada chegava perto dele.

Gabriel Vargas
Gabriel Vargas
3 meses atrás

aha!! Eu vi uma entrevista espetacular lançada em dezembro, com o Steve Nichols. Os detalhes sobre o desenvolvimento do MP4/4 e a disputa de “paternidade” do projeto com o Gordon Murray são muito interessantes e curiosas. Um dos melhores conteúdos relacionados à história da F1 que eu vi recentemente. Recomendo fortemente! https://youtu.be/5Mz9nAzsLXU