QUEBEQUIANAS (1)

Vettel, quarto colocado: surpresa do dia em Montreal

SÃO PAULO (de volta) – Três anos depois da última passagem pelo Canadá, em 2019, a F-1 voltou hoje a uma cidade que abraça a corrida como poucas. Casa cheia, pista seca de tarde, sol e calor de 26°C, embora o tempo tenha fechado no final da segunda sessão prometendo uma pancada de respeito. O verão no Québec, geralmente, cai no fim de semana da prova e tem tudo que um bom verão oferece: calorão, chuva forte para refrescar, cerveja gelada e Caladryl à noite para manchar o lençol e o travesseiro. Pena que lá dura poucos dias.

O retorno da categoria a Montreal começou sem grandes novidades na pista: Red Bull de Verstappen voando e surfando na boa fase, Ferrari meio cabreira depois das quebras no Azerbaijão, Mercedes pulando lindamente e ligeiras surpresas com os bons desempenhos de Alpine e Aston Martin — ambas andando na metade de cima da tabela com seus veteranos campeões.

Ferrari preocupada: medo de repetir Baku

Verstappen fechou o dia com o melhor tempo, 1min14s127. Ficou apenas 0s081 à frente de Leclerc, o segundo colocado. Sainz foi o terceiro, a 0s225. Vettel e Alonso vieram em quarto e quinto. Gasly, Russell, Norris, Ricciardo e Ocon fecharam a lista dos dez primeiros. Pérez foi apenas o 11º — a mais de 1s do companheiro de equipe e líder do Mundial.

Pouco depois de encerrada a sessão, a Ferrari informou que trocou uma central eletrônica do motor do carro de Leclerc. Vai perder dez posições no grid. O título vai ficando cada vez mais longe…

Tempos do segundo treino: Bottas nem andou

Hamilton, escalado pela Mercedes para testar tudo que for possível para melhorar o desempenho do W13, ficou em… 13º. “Este carro é inguiável, mano”, disse ao final do treino a seu engenheiro, Bono Vox. Quinze anos atrás, ele venceu seu primeiro GP exatamente em Montreal, pela McLaren. Nessa década e meia, ganhou sete títulos e mais de uma centena de corridas. Hoje, se vê às voltas com o pior carro que já teve na F-1.

Agora algumas caixinhas, pra divertir a galera:

NA CABEÇA – Hamilton e Vettel, a despeito das opiniões medievais do presidente da FIA, seguem dando seus recados via capacete. Lewis pintou um arco-íris lembrando junho, mês do orgulho LGBT. Seb denunciou os ataques canadenses ao meio-ambiente. É isso aí, meninos. Falem, falem sempre!

PULA-PULA – A FIA resolveu intervir na questão do “porpoising”. De uma forma meio destrambelhada, emitiu nota técnica informando que vai passar a medir as oscilações verticais dos carros, colocando sensores e estabelecendo parâmetros aceitáveis para a saúde e segurança dos pilotos. Neste fim de semana, é óbvio que não há muito mais a fazer além de coletar dados. Mas podemos esperar por algumas determinações mais claras nos próximos dias. Resumindo, vai ter limite para o pula-pula. Os carros que batem muito no chão que sejam erguidos.

RETRÔ – Hamilton comprou em Monteal um console de videogame antigo para se arriscar no velho e bom “Super Mônaco”. O joguinho é de 1992. Escolheu o carro de Senna para se divertir. E, pelo jeito, se divertiu.

QUASE – No primeiro treino livre, uma marmota atravessou perigosamente a pista. Passou entre uma Ferrari e uma Alpine. Felizmente nada aconteceu. Com a marmota. Que chegou em casa com boas histórias para contar hoje à noite antes de ver, pela TV, “Feitiço do tempo” (deem um Google, crianças…).

Amanhã tem mais um treino livre às 14h e a classificação às 17h. A corrida, domingo, começa às 15h. O “Fórmula Gomes”, para falar do primeiro dia de atividades em Montreal, é hoje às 19h30.

Subscribe
Notify of
guest
9 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
Will
Will
12 dias atrás

O filme “Feitiço do tempo” é sensacional, assim como Ayrton Senna’s Super Mônaco GP II. Na TV, dá para ver que o Hamilton está com uma Serga (carro inicial do modo avançado, Master, se não me engano), na pista de Phoenix (a primeira da temporada 1991) com câmbio automático. Pelo visto, ainda está pegando o jeito do jogo, mas ele chegará ao carro do Senna (Madonna). :)

SulIvan
SulIvan
14 dias atrás

Vi um boato que o bambino Charles Leclrec vai perder 10 posições no gride largada da corrida amanhã pela troca de componentes… é isso FG?, confere isso?
Mama Mia só faltava essa….

Luiz Gustavo
Luiz Gustavo
14 dias atrás

Quem parece sofrer com o feitiço do tempo são os Mercedes. Eles tentam , mudam e, no final, toda corrida tem sido igual nos resultados. Quem sabe na última eles quebram o feitiço . Só que ninguém vai ficar com a Andie MacDowell no final por lá !! Ela é linda!!!

Eder Félix
Eder Félix
15 dias atrás

Flávio,
e essa história da descoberta do segredo da Red Bull para não porpoisar? Você leva fé na teoria do líquido não newtoniano ?

Sandro
Sandro
15 dias atrás

Sega!
Ayrton Senna’s Super Monaco GP.
Pista de Phoenix.
Com licença da FIA.
Mas com restrição aos nomes de pilotos e equipes.
Com a tecnologia disponível de 1991!
Algumas equipes eram fáceis de saber: Bestowall, Firenze, Madonna, Millioms, Serga, Tyrant, etc. Outras no chutômetro.
Complicado eram os pilotos: A. Picos e G. Seara eram meio que óbvio. Os demais no achometro. Não tinha Google né! 🤔

Rafael N
Rafael N
15 dias atrás

Em tempo, o “Ayrton Senna’s Super Mônaco GP II” é facilmente um dos melhores jogos de F1 de sempre

SulIvan
SulIvan
15 dias atrás

Nada de novo no front…
E a FIA nos ouviu : vai medir analisar e depois tomar atitudes mas parece que o tiro sair pela culatra e provavelmente o carros que quicam muito terão que se adequar então Hanilton, Lando e D.Ricardone que reclamaram mauito terão no fim das contas um problema a mais a resolver: fazer o carro saltitar menos e isso geralmente causa perda de performance….. Ferrari entrando numa sinuca de bico com seus motores fundindo, se trocar leva penalty, e REDBULL parece que está tranquilissima pelo menos até agora, Perez andou mal mas talvez seja algum teste de configuração da equipe, P10 não é pra uma RED. Tomara que chova no treino pra embolar tudo e que chova e pare de chover uma 3 vezes na corrida ´pra termos emoções e quem sabe um ou dois safety car (desde que ninguem se machuque). Totó wol disse que Mercedes é uma CAIXA DE BOSTA, …. não compro mais Mercedes…..
Então vamos lá Flavito !!!!
WE CAN !!!!

Rafael Ferreira
Rafael Ferreira
15 dias atrás

Muito bom o título! Villa-Lobos ficaria honrado. Ano que vem poderia ser Quebequianinhas, aí o Paulinho Nogueira fica feliz, tb!

Marcos Bassi
Marcos Bassi
15 dias atrás

Feitiço do Tempo é um dos grandes filmes do final do século passado. A Morte lhe dá Parabéns…um filme de terror engraçadinho, homenageia ele…e não ofende ninguém. Grande Bill Murray. Que anos depois faria um outro espetáculo de filme…Encontros e Desencontros…com a ahhhh…Scarlett….maravilhosa…
.