TERRA DE MARLBORO | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 29 de maio de 2009 - 17:40Automobilismo internacional

TERRA DE MARLBORO

SÃO PAULO (o Ministério da Saúde adverte) - Sem querer fazer apologia de nada, esta é só para constatar uma curiosidade. Quatro dos títulos mundiais de F-1 conquistados por pilotos brasileiros tinham, com patrocinador principal dos carros, a marca dos cigarros dos caubóis — Emerson em 1974, Senna em 1988/1990/1991. E todas as seis vitórias brasileiras em Indianápolis, também — Emerson em 1989/1993, Helio Castro Neves em 2001/2002/2009 e Gil de Ferran em 2003.

Faz um mal desgraçado, mas deu sorte para a brasileirada nas pistas.

46 comentários

  1. Side Show Bob disse:

    Com atenção apenas na F1, marcas de cigarro sempre (ou quase) acompanharam o campeão.

    Schumacher (Ferrari-Marlboro) (Benetton – Mild Seven), Alonso (Renault -Mild Seven), Vileneuve (Willians- Rothmanns), Prost (Willians -Rothmanns) (McLaren- Marlboro), Lauda (McLaren – Marlboro), Hakinenn (McLaren – West), Mansell (Willians- Camel), Piquet (Willians – Camel), Senna (McLaren-Marlboro)…

  2. JP disse:

    So sei de uma coisa:
    A McLaren acabou quando ela pintou seus carros com aquela marca “West”.
    Dane-se se ficou parecido com as “flexas de prata”.

  3. Kleber Pereira da Silva disse:

    Quem se recusou a fazer propaganda de cigarros NELSON ou EMERSON? Lembro desta história, mas faz mais de 25 anos. Help me please,,,,,,,

  4. marcio disse:

    Barclay alem do banco e uma marca de cigarro tambem!

    Dunhill cigarretes. Patrocinou F1 e F2.

  5. Danilo Mello disse:

    Fazia mal, mas o alemão ganhava, isso vale mais que minha saúde, com certeza

  6. Paulo Franco disse:

    Pelo menos para alguma coisa essa merda serviu.
    ODEIO CIGARRO TAMBEM!!!!

  7. roberto disse:

    FUMANTES!
    VENHAM TAMBÉM PARA O MUNDO DE MAL(BORO). O ALÉM!

    Quando eu era criança, meu tio me ofereceu cigarro para eu fumar. Tossi adoidado na frente de muita gente, todo mundo riu.
    Nunca fumei na vida.
    Meu tio fumava muito. Até que um amigo dele, que também fumava, teve câncer na garganta. Não durou muito tempo e veio a falecer. Conclusão: Ele parou de fumar!
    Caro fumante: Esta história não está registrada em cartório, mas é verídica pois eu vivi e sou testemunha pelo acontecimento, pois ele era meu vizinho. Quer parar de fumar! Procure aconselhamento dos familiares. Parar não faz mal a saúde! Só faz bem para você mesmo! Espero ter ajudado a todos os fumantes deste país. Um abraço Gomes pela oportunidade de ouro!

  8. MSM disse:

    Faz um mal do cacete. De todos, o Lotus preto é o mais bonito.

  9. Fernando Dalla Palma disse:

    Eu parei de fumar…parei no dia 02 de março.

  10. Braulio Gerhardt disse:

    Também já tinha notado isso.

    E tem mais, dos 4 títulos dos pilotos brasileiros na antiga CART, 3 foram com o patrocínio do Marlboro, 1989 (Emerson), 2000 e 2001 (Gil de Ferran).

  11. Danilo Mello disse:

    Até neste aspecto Schumacher é imbatível, foi o que mais venceu com o cigarro, a Marlboro deve suspirar pela falta dele até hoje.

    Vejamos, ele sozinho venceu mais para o cigarro que os pilotos do Brasil.

    Schumi venceu dezenas de vezes em Indianápolis, e ainda deu a vitória pro Barrica, genial, gente!

    Faz um mal desgraçado, e o Schumi só mostrou que até nas horas ruins ele é o melhor.

    Abraços

  12. Rodrigo disse:

    Flavio,
    o engraçado é que a Marlboro, por incrivel que pareça é inglesa, isso mesmo, vem de Marlborough local onde fica a sede da empresa na Marlborough Street em Londres, a marca entrou no mercado americano apenas no pós guerra, antes do cowboy, o vermelhinho era vendido como um cigarro SUAVE para damas.
    o ultimo Duque de Marlborough era o pai do Winston Churchill.

  13. Bento disse:

    Para quem não se lembra, a Honda na época do Piquet era patrocinada também pela Camel ( o do Joe Camelo).

  14. A. CESAR PARDINI disse:

    Já vi tudo. O bom da parada é mesmo o Roger Penske. Como ele não confunde negócios com predileção de pilotos, ou seja, não é xenófobo, na equipe dele, ganha quem tem maiores possibilidades, sem nenhum tipo de protecionismo. Por acaso , ele ainda é dono da Detroit que faz motores dois tempos? Ele parece saber o que é bom.

  15. Luiz TTaquara disse:

    amo automóveis.
    gosto muito de corridas de automóveis
    tenho paixão pela F1
    grande afeição pelo #96 e DKW

    ODEIO CIGARRO

  16. luisfernando disse:

    propaganda de tabaco é proibido na f1 faz tempo,mas até quando o esforçado barrichello vai levar fumo do button?

  17. Juliano disse:

    Pra brasileiro vencer as 500 Milhas de Indianapolis, o sujeito tem que ter um carro ligado à Penske e patrocinado pela Marlboro.

    1989 – Emerson Fittipaldi – Patrick – Penske/Chevrolet
    1993 – Emerson Fittipaldi – Penske – Penske/Chevrolet
    2001 – Helio Castroneves – Penske – Dallara/Oldsmobile
    2002 – Helio Castroneves – Penske – Dallara/Chevrolet
    2003 – Gil de Ferran – Penske – Panoz/Toyota
    2009 – Helio Castroneves – Penske – Dallara/Honda

  18. flavio disse:

    Deu até vontade de dar uma tragada.
    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  19. Marcel disse:

    Ate Barichello conseguiu ganhar todas suas corridas com Marlboro

    Penske ainda é patrocinada pela Marlboro devido as leis anti tabaco o marca não aparece mas as cores ainda predomina.

  20. Paulo Barata disse:

    Transmissão de pensamento, FG.

    Desde domingo veio pensando como os carros com essa pintura nos fazem campeões. Eu “tô” lembrando agora que uma das equipes da F-3000 nos anos 90 também tinha essa pintura. Existia uma McLaren Jr.?

  21. luis antonio da matta machado disse:

    Naquela época ,dos nossos heróis, cigarro ainda não fazia mal.
    Todo o mundo fumava, até jogadores de futebol durante as entrevistas. Depois inventaram o cancer.

  22. Moacirthiago disse:

    So O Rubens naum deu sorte

  23. Marluws Costa disse:

    Sobre vitórias brasileiras em Indy, tem ainda a do Barrichello com Marlboro.

  24. Humberto toscano disse:

    Vou mandar um pacote de Marlboro pro Barrichello, quem sabe não é o que está faltando?

  25. Side Show Bob disse:

    Apenas para corrigir o sr. hamilton, mas Barclay’s é um banco e não uma marca de cigarro.

    Flávio, cuidado com a patrulha ideológica, eles vão conseguir convencê-lo a não publicar mais nada sobre cigarro, bebidas, celulares, cadernos ou qualquer coisa que não for politicamente correta.

    Em tempo, raro é um campeão de automobilismo que pilotasse um bólido sem stampa de um fumígero.

  26. Claudio Soares disse:

    PARA QUE TOCAR NO ASSUNTO ????

    SE NÃO É APOLOGIA, PARA QUE CITAR ISSO ???

    VAI QUE NEGUINHO COMEÇA A FUMAR MARLBORO PARA PASSAR NA FACULDADE, CONQUISTAR NAMORADA E ETC…

  27. Rocky disse:

    A Marlboro patrocina sim a Penske, tanto é que a equipe utiliza a pintura “caixa de Marlboro” nos carros.

    Em tempo, se aquela pintura fosse só pela equipe o Will Power não teria corrido com um carro preto na Indy 500 ;)

  28. Nuvolari disse:

    Claudio Paes Leme, só pra completar sua informação, o “milagre” do marketing da Marlboro foi mudar o design da embalagem.

    É só ver a “bandeira” vermelha simulando uma mulher de pernas abertas e o “L” e o “B” esticados formando um pênis. A partir daí, a marca Marlboro decolou.

    O Lucky Strike era considerado cigarro de viado, antigamente, mas não lembro o que mudaram pra se livrarem dessa pecha… lá se vão anos desde a época de faculdade.

    E FG, o que faz mal é essa onda policamente correta ecológica hippie dos infernos…

    Daqui a pouco proíbem o sexo, alegando que você pode romper os ligamentos durante o “exercício”.

  29. YPVS disse:

    O que faz um mal desgraçado é rancor, ódio, estresse e desamor. Bem mais que cigarro…

  30. Alex Moreira disse:

    Não Fernando, a Penske sempre teve essa pintura! Já é marca registrada da equipe, hehe. É impossível imaginá-la diferente

    Quanto ao post, acho que só o Massa ainda não teve muita sorte com a Marlboro…

  31. Josemar Vidal disse:

    Ademir, citei os 5 da Ferrari. O post é sobre a Marlboro…

  32. TC Muniz Relvas disse:

    “ivory tips protect the lips” seria “pontas de marfim protegem os lábios.” É só força de expressão ou as pontas do Marlbioro na época eram MESMO de marfim?

  33. Rodrigo disse:

    Anderson, talvez por leis americanas, não deve poder escrever Marlboro, mas que aquele desenho vermelho e branco é Marlboro é! Não tenha dúvidas que é patrocínio sim…

  34. Rodrigo disse:

    Será que foi o Malboro camuflado de código de barras que deu azar pro Massa ano passado?

  35. Anderson Maciel disse:

    Acho que esse ano a Marlboro nao patrocinou a Penske nao Flavio, até o nome do time mudou de Marlboro Team Penske para Team Penske. Conferi o macacão do Helio e o carro e nao tem nada de Marlboro la.

  36. marcio disse:

    Emerson ganhou em 1972 com o Lotus 72D John Player Special!

    Portanto sao 5 titulos com patrocinadores de tabaco.

  37. Ademir disse:

    Ao Josemar em 1994 / 95 Xuxu ganhou com a Mild Seven que nem da PM é….

  38. disse:

    Estréia do Émerson Gold Leaf, Luizinho e Alex na Hollywood, Pace na Brahma. Apesar que o leite Parmalat não fica atrás.

  39. André disse:

    Nada a ver com o assunto, além de não saber se o gomes já postou por ai porque nunca tenho tempo de ler todos os posts.

    http://br.esportes.yahoo.com/noticias/d-sport-lider-mundial-brawn-gp-economiza-29052009-82.html

    O FG vai adorar, muito legal essa postura a honda e acaba sendo poético o desempenho que vem conseguindo. Será que se A ferrari vender o motor-home e hospedar aquele bando de gente meio atrapalhada em um hotelzinho mais barato, consegue voltar a vencer? hehehe

    Abraços

  40. Fernando Carmona disse:

    Flávio

    Se eu não me engano, em 2001/02 os carros da Penske eram vermelhos por inteiro, pois já eram patrocinados pela Marlboro na CART.

    Abraços

  41. Claudio Paes Leme disse:

    Essa foto mostra bem a origem do Marlboro. Foi concebido como um cigarro feminino e nao deu certo. Numa dessas coisas que só o marketing explica virou cigarro de caubói, cujo personagem simbolo morreu de cancer. O Emerson, primeiro Campeão Mundial da marca, tirou uma foto bizarra em 74. “Fumou” promocionalmente um cigarro enorme. A foto apareceu por aqui não lembro se em jornais ou em alguma revista. A Marlboro anos depois criou até um “Brazilian Team” que envolvia F1, Indy e Indy Lights. Hoje coloca 200 milhões de dolares na Ferrari.

  42. Cleber disse:

    Ah, tá, agora que eu vi. Tá se referindo ao glorioso Marlboro. haha.

  43. Cleber disse:

    O do Emerson, em 1972 também não foi, com o John Player Special?

  44. Josemar Vidal disse:

    E pro Schumacher então? ehehehe, foram cinco títulos marlboristas, uheauhehuehueheahu

    até nisso ele ganha dos brasileiros: 5 x 4

  45. Hamilton disse:

    é Gomes, só o Piquet ganhou campeonato sem patrocinio de cigarreira. Na Brabham, era só leite Parmalat.

    Mas na Williams em 87, além das tintas ICI, do Tactel e das câmeras Canon tinha o logotipo dos cigarros ingleses Barclay.

    sorte mesmo é do Emerson, que ganhou com a Lotus JPS. Por mais que fosse cigarro, o carro era lindo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>