MENU

sexta-feira, 18 de junho de 2010 - 12:00Gira mondo, Literatura

GIRA MONDO, GIRA

SÃO PAULO – Morreu José Saramago. Ele foi, para mim, o maior escritor de todos os tempos. Em todas as línguas. Lê-lo é uma experiência única. É preciso preparo físico, fôlego. Geralmente seus livros são pequenos e seus personagens, raramente batizados. Ele nos mostrou que somos um mundo de cegos, de gente sem nome, de história sem tempo, de países sem fronteiras, um mundo em que é preciso morrer.

Saramago morreu hoje de manhã em sua casa na ilha espanhola de Lanzarote, aos 87 anos.

94 comentários

  1. Gerson Chagas disse:

    A obra de Saramago paira acima das mesquinharias ideológicas e consumistas. Foi um pensador nato : preciso no manejo da expressão, severo na manifestação de suas convicções. Poderia muito bem ter aderido ao comodismo dos parasitas travestidos de intelectuais. Rompeu com os medíocres , assim, tornando-se um ícone da genuína liberdade. Obra primaz e perene que estimula o raciocínio, faz refletir, enfim, celebra a Vida. E parabéns, Flávio, por destinar espaço para tal celebração. E Saramago e você não compartilham apenas a condição de aficionados da mecânica automotiva, mas , também, e notadamente, a convicção criativa.

  2. Paulo Moreno disse:

    flavio gomes

    Tenho acompanhado seus comentarios sobre nossos pilotos Rubens e Massa. Considero bons pilotos tantos são que ainda não conseguirao sair do circulo da formula 1.
    valorize mais, pois sua opinião é muito importante para aqueles que o acompanha.

  3. Saramago sabia bater bem na Igreja, aliás era o que só sabia fazer. Não gostava dele.

  4. andré frej disse:

    “Nós podemos comparar a questão palestina com o que aconteceu em Auschwitz.” Saramago

  5. Roberto disse:

    Aí Gomes,
    Que puta elogio!
    Agora só falta você reclamar seu império.
    Suas posses. Um maravilhoso contrato com a ESPN em termos parecidos com que Galvão Bueno tem com a GLOBO.
    Uma vez alçado a essa condição, nada mais justo que ser reconhecido.
    Caso se confirme seus reclames, me chame para o rega-bofe.
    Agora, cuidado com o Waterloo…
    Roberto, Napoleão desde criancinha…

  6. Renan disse:

    Sou ateu e capitalista atéo ultimo fio de cabelo. Isso não me impede de achar o comunista Saramago maravilhoso, assim como o Lennon, o Cazuza e qualquer outro artista maravilhoso que, a despeito de opiniões políticas que são, a meu ver, equivocadas, produz obras que ficarão para a posteridade.

    Os artistas, os loucos e os ditadores são todos muito parecidos. De Hitler, Stalin, Fidel, Lennon, Picasso, Chavez, Castro, Senna , Napoleão até o artesão temperamental de oficina. Todos apresentam traços de genialidade, megalomania , inventividade e profunda postura ditatorial.

    Sabe quem eu incluo aí também? Flavio Gomes. É o napoleão do jornalismo esportivo!

  7. Roberto disse:

    Para FG, meu guru da velocidade.
    Como sei que você gosta de conhecimento, gostaria de saber se você, como eu, gostava da série COSMOS de Carl Sagan.
    Deixo aqui uma pequena lembrança do meu velho mestre que há quase 14 anos não está mais com agente.

    O primeiro é o filme do o Ponto Pálido Azul. Tem um livro sobre isso.
    http://www.youtube.com/watch?v=40dql8LFDys&feature=related

    O segundo é mais resumido.

    http://www.youtube.com/watch?v=EjpSa7umAd8

    É uma grande reflexão.

    Um abraço.
    É tempo de celebrar nossos mestres.
    Roberto, astronomo nas horas vagas.

  8. JOSE RENATO disse:

    Como todo homem super inteligente, esse também é ATEU….

    Porisso não sou inteligente, logo…. sou ateu!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>