A BRASILEIRINHA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 8 de junho de 2011 - 16:28Kombi & cia.

A BRASILEIRINHA

SÃO PAULO (não morre nunca) - O  Jason Vôngoli escreve hoje n’”O Globo” sobre a febre de importação de Kombis brasileiras pelos ingleses. Bem, febre talvez seja um exagero. Não são dezenas de milhares. Mas os caras estão levando Kombis feitas em São Bernardo do Campo em quantidade considerável, para transformá-las em modelos para camping.

Ficam lindas, claro.

28 comentários

  1. junior bringel disse:

    é….. o primeiro post deste blog já previam essa matéria…………..

  2. Eric disse:

    Quem faz é a Danbury Caravans….são show de bola.

  3. Rodrigo Abreu disse:

    Muitas Kombis até 75 em estado original, do interior da região sul foram levadas para vários lugares do chamado “primeiro mundo”, por preços exorbitantes… Uma de um amigo foi parar na Bélgica…

  4. Tiago Mio disse:

    Muitos vê a kombi como uma perua qualquer, mas não sabe de nada sobre a sua história.
    Ela foi o primeiro veiculo fabricado pela VW no Brasil, em 1957 até os dias de hoje.
    São 54 anos de fabricação, parabêns: Sra Kombi.

  5. EL LORENTON disse:

    http://www.vwdownunder.co.uk, esse aqui e o site do meu amigo Paul,,,,ele tem uma experiencia de longos anos no mercado de kombis e VWs…da uma olhada,,,,,
    outro site interessante p a atualizacao das kombis antigas aqui vai,,

    http://www.red9design.com

    e o david da

    http://www.creative-engineering.com

    muito interessante o desenvolvimento da turma aqui…

    http://www.coolairvw.co.uk

    http://www.vwheritage.com

    e o mercado de pecas e aquecedissimo mesmo,,,,

    se alguem precisar e so dar um alo…

  6. flavio disse:

    Tem japoneses que compram kombis antigas no Brasil para revendê-las aqui no Japão, já vi várias sendo anunciadas em revistas especializadas em VW ainda com as placas do Brasil.

    • Daniel disse:

      Não só daquelas antigonas. Eu já vi japoneses querendo mandar Kombi 2004 e 2005, das últimas refrigeradas a ar, para vender no Japão. Teve um maluco que queria até adaptar carburador no lugar da injeção, alegando que teria mais valor como peça de coleção…

  7. Bill disse:

    Essa da foto provavelmente é da turma da Iniciativa Dharma, fazendo um pique-nique (escreve assim?) na Ilha de Lost :-P

  8. SERGIO RICARDO disse:

    Já topei com algumas a caminho do porto de Santos. As vezes sobre caminhões e em estados e anos mais variados possíveis. Os gringos estão levando as poucas que restam por aqui.

  9. Cristiano disse:

    Como admirador de carros antigos, acho que grande parte do povo brasileiro não valorizam a história dos veículos que fizeram parte das nossas vidas. Assim, pessoas de outros países, buscam aqui essas raridades, dando-as o seu devido valor. Quisera que acontecesse isso aqui no Brasil.

  10. Oliveira disse:

    São Bernardo do Campo, Yes!

    Infelizmente essas não saem com o brasão de SBC no centro do volante… pobre terra mãe paulistana.

  11. Mr. Fernandes disse:

    Essa aí da foto não seria na configuração 1.4 à água?

  12. Tiago N. disse:

    Essa da foto é lindona! Adorei as cores!

  13. marcelo migliorini disse:

    porque isto tambem nao pode existir aqui? porque?? quantas belas historias de fim de semana poderiam ter sido escritas…

  14. Edson - Cambuquira/MG disse:

    Puta notícia atrasada!!
    Os Líbios já tinham uma igualzinha essa da foto e foram atrás do Doutor Brown se vingar do roubo do plutônio no “De volta para o futuro I”.
    Sério!

  15. Fernando disse:

    Um destino bem mais nobre e belo do que as kombosas pobres coitadas que param na mão de motoristas insanos aqui no Rio que fazem mil bandalhas, provocam acidentes e engarrafamentos, maltratam as coitadinhas ao não lhes dar manutenção adequada e ainda poluem a cidade sonoramente aos berros “Guarabu,Cacuia, Cocotá, Tauá, Freguesia, Bananal!”

    Se eu fosse uma kombi, queria ir pra terra da Rainha agora mesmo.

  16. raoni disse:

    Flavio a mais ou menos 6 anos uma pessoa veio a Porto Alegre comprar Kombis antigas para levar para a Inglaterra.

    Um amigo meu que trabalhava com compra e venda de carros vendeu 2 pra ele… E era para exetamente isso ai mesmo. O cara levou varias Kombis, engraçado ler isso agora pois lembrei dessa história a pouco tempo em uma conversa com amigos.

    Ele falou na época que tinha pessoas que moravam em Kombis.

    • EL LORENTON disse:

      Eu residente aqui na Inglaterra desde 86…trouxe varias kombis e ainda tenho algumas em Sao Paulo p embarcar aqui p terra da rainha,,vende bem,, mas a recessao pegou feio,,mas da p levar,,,

  17. Camila Cunha disse:

    Essa ficou ótima,uma graça. Bem mineirinha !

  18. vitão disse:

    será que eles trocam a caixa de direção para o lado direito ? Ultrapassar nas estradinhas deles, com direção esquerda, e um veículo lento e pesado deve ser tão arriscado quanto falar mal da Portuguesa para o FG .

    • Victor Serrão disse:

      Não deve ser uma conversão muito difícil, até porque, se considerarmos que a versão brasileira é a Clipper alemã da década de 70, de repente eles conseguem transplantar toda essa parte pra brasileira.

    • flavio disse:

      Já dirigi um Golf e uma Z3 com a direção do lado esquerdo no japão. É horrível para entrar nos drive-thru e pagar pedágios. Ultrapassar não há perigo pq aqui ninguém tem esse horrível costume de ficar ultrapassando carros mais lentos. Acho que é esse um dos motivos de não ter muitos acidentes no Japão. Povo civilizado para dirigir + paciência=segurança

    • EL LORENTON disse:

      Sim,,,algumas companias fazem a conversao para o lado diretio,,,,danbury,,,e o meu amigo paul da http://www.vwdownunder.co.uk,, transforma a kombosa numa campervan….muito lindo o servico,,altamente de bom gosto e vende com precos a partir de 30 mil libras,,,,
      eu tentei ajuda lo na importacao ate falando com um primo que trabalha na VW BRAZIL foi impossivel,,,ha um grego que tem o monopolio de importacao aqui na Europa…

  19. Danilo Candido disse:

    Nada lindo é ver todo esse patrimônio indo embora…depois de 2014, quando a produção de “Pão de Fôrma” acabar, vai ficar cada vez mais difícil vere uma delas nas ruas…bem conservada então, nem se fala…
    Pelo menos lá na Inglaterra elas serão bem cuidadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>