MENU

sábado, 4 de junho de 2011 - 14:15F-1

O ÚNICO

SÃO PAULO (parabéns) - Pelo menos até agora, o único piloto que se manifestou com bons argumentos contra o GP do Bahrein foi Mark Webber. Para ele, o esporte não deve ser insensível a questões muito mais importantes, como o respeito aos direitos humanos. Ponto para o australiano. Que deveria radicalizar: não vou, a Red Bull que escale um reserva. Seria ainda mais contundente.

43 comentários

  1. Carlos Henrique disse:

    Comentário lateral, Flavio: o Jean Todt é a cara do Mel Brooks!! Ou o inverso.

    http://2.bp.blogspot.com/-NJ0n9M5zEMw/TeUSTqsTeaI/AAAAAAAAA_M/hVf4svVDlgU/s1600/Mel+Brooks+01.jpg

  2. Ale Boechat disse:

    A F1 também levou uns quinhentos anos para cancelar o GP da África do Sul, mesmo com o apartheid, não? No mundo da ecclestonelândia a única questão maior é o dindin mesmo. Danem-se o esporte, a humanidade, estas coisas bestas.

  3. Mauricio disse:

    E os jornalistas esportivos deveriam solenemente ignorar a prova também, não?
    Cada um tem seus interesses. Cobrar os outros é sempre mais fácil.

  4. Paulo Emilio disse:

    É claro que a prova tem que acontecer ! E os négocios a serem realizados durante a semana do GP no país dos petrodólares, como é que ficam ? Até lá o campeonato já estará mais do que decidido ! Quem se importa com o esporte ou direitos humanos ? Este modelo de Formula 1 está doente ! O Lewis Hamilton tem todo o direito de reclamar ! Reparem nas imagens das arquibancadas cada vez mais vazias ! Ainda bem que em 02 ou 03 anos não teremos mais pilotos brasileiros !

  5. williams disse:

    Melhor que o Webber nao ir, seria as equipes se reunirem e mandarem apenas seus pilotos reservas. O campeonato ja ta decidido cara… e ate la é capaz do Vettel estar de ferias com a taça na mao.

  6. luiz carlos disse:

    Sou favorável à idéia do boicote à transmissão. vou jogar rfactor no dia da corrida!

  7. Jackson S. Batista disse:

    Assim como nao deveria ter havido corrida no brasil na epoca da ditadura.. quem dera naquela epoca as pessoas tivessem valores morais tao fortes como os que temos hoje,.

    Em relaçao ao Barein, ja estive 6 vezes no oriente medio algumas durante épocas de receio de conflitos como em 2001, e se existe uma alegaçao para nao haver corrida daqui a mais de 120 dias, é o calendario, o publico arabe, nem sequer lota as arquibancadas, como fazem brasileiros, ou italianos

  8. Jackson S. Batista disse:

    Sentimentalismo babaca.

    Nao concordo com os direitos huimanos na china, mas vai ter corrida lá.. nao concordo com a politica internacional dos Estados Unidos, mas vai voltar a ter corrida lá.. agora só porque é com uma ilhazinha perdida no meio de um oceano de petroleo todo mundo quer posar de gostosão.

    Porque nao peitam a china, porque nao peitam Dubai que virou parquinho da Ferrari, onde a historia nao é muito diferente ? Jornalismo ideológico, pero no mucho..

    • Cassius Clay Regazzoni disse:

      Porque, pelo menos por enquanto, nestes países citados, as forças de repressão não estão abrindo fogo contra manifestantes desarmados, matando centenas de pessoas a sangue-frio sob ordens do governo instalado .

      Vai estudar um pouquinho a situação e pare de fazer comparações imbecis.

    • Jackson S. Batista disse:

      Prezado Cassius

      Vc sinceramente acredita que isso nunca aconteceu na china (praça da paz) ou mais recentemente em relação ao Tibet, talvez vc nao lembre mas tivemos JOGOS OLIMPICOS na CHINA .. e talvez também nao tenha lido meu post sobre os GPs no Brasil da Ditadura, podemos relembrar argentina, quem sabe africa do sul do apharteid.. ao questionar meus exemplos, seria bom você estudar história, é assim que se evitam que certos erros se repitam.

  9. gian_racer disse:

    seria muito bacana……esta atitude,bonita mesmo…,porem as equipes de formula 1 sao amarradas a contratos onde sao obrigadas a participarem de todas as etapas…,sobre pena de quebra de contrato e possivel retirada de sua vaga, sem contar outras retaliaçoes,fora isto tudo tem a questao de contratos de patrocinadores que podem tbem reinvidicar possiveis perdas ou seja sera quase impossivel vermos tal atitude….o que sem duvida se pode fazer é uma campanha a nivel mundial e mostrar o descontentamento dos fans da categoria a nivel mundial com a realizaçao de tal etapa,ja é um belo recado e com certeza as marcas envolvidas e demais pessoas saberam que a maioria nao vai estar satisfeita com este circo…

  10. fabio disse:

    Webber nunca foi um grande piloto na F.1, no entanto, demonstrou ser um grande homem e é com grandes atitudes como essas que o esporte fica cada vez mais digno. Tomara que outros pilotos também se posicionem a respeito, serão muito bem vindos.

  11. Daniel disse:

    Bacana a postura do Webber. Pelo menos não ficou em silêncio.
    Mas fico pensando… Se esta lógica fosse seguida à risca, acho que teríamos mais boicotes do que pilotos na pista.
    Para começar, não teríamos corrida na China.
    Os pilotos da Red Bull e da Toro Rosso deveriam se recusar a correr para uma empresa que fabrica um troço com níveis elevados de cafeína.
    Os da McLaren não correriam sob o patrocínío de uma bebida alcoólica (fazer propaganda de bebida em corrida de automóveis é a coisa mais estúpida que existe).
    O Barrichello não entraria em um carro patrocinado pela PDVSA.
    E por aí vai…

  12. mandruvá disse:

    Não concordo. Acho que o cancelamento da etapa à época dos acontecimentos foi oportuna. Porém, se a situação está mais estável, nada impede que seja remarcada para o fim do ano. O mundo não pode parar. Acho louvável o que está acontecendo no oriente médio, as mudanças, a esperança de uma vida de mais liberade para aquele povo. imagino que se houver estabilidade, pode acontecer de tudo: desde eventos religiosos até uma corrida de F-1.

  13. Paulo Gonzalez disse:

    Total apoio a radicalização do Mark e que vc, Flavio Gomes, também faça o mesmo, não comente ou escreva qualquer coisa sobre esse GP nesse petropais!.

  14. Ederson disse:

    Por esta lógica, a F1 não teria muitos lugares pra correr, a começar pelo Brasil e a China!!!

  15. Andre disse:

    Pra quem quer estar morto quando os carros nao usarem mais combustiveis fosseis, que provocam guerras e mortes, e interessante ver esta postura ante um Governo que tambem mata.

    Ambiguo no minimo.

    Pra quem quiser assinar uma peticao para a Redbull nao corrrer assinem neste site. Ja estao em mais de 400.000.
    http://www.avaaz.org

  16. valmir lopes disse:

    Será que o Piquet mandaria todo mundo tomar no cu?

  17. Glauber Baldi disse:

    #saynotobahreingp é só colocar nos Trending Topics até o GP.

  18. André disse:

    Ele foi o primeiro. E quem será o segundo?
    Aposto no Barrichello.
    André / Piloto no http://www.f1bc.com

  19. Igor disse:

    E por falar em questões mais importantes, quão importante é a “marcha da maconha” ou a “marcha das vadias”? Depois o povo brasileiro reclama que politico tá roubando, que paga muito imposto, aquela choradeira toda…mas na hora de quebrar onibus de time de futebol…
    são as prioridades dos brasileiros!!!
    Tô desanimado já.

  20. Geraldo Casselli Júnior disse:

    Opa !!! Neste meio tá precisando aparecer mais gente assim ! ! Tá tudo muito robotizado. Já basta os carros ! Nestas horas dá uma saudade do Piquet….

  21. Atenágoras Souza Silva disse:

    A vinda da F1 está culturalmente vinculada a valores ocidentais, ao mercado, à modernidade etc, de modo que estes países do oriente médio que buscam a categoria querem se mostrar ao mundo, atrair investimentos e serem levados à sério não apenas como aliados do ocidente por causa do petróleo.
    A F1 representa a chegada da civilização, e se lembrar-mos que nenhum país foi civilizado pela Europa das luzes, ou o capitalismo que traz a modernidade sem que antes tenha havido um massacre, podemos dizer que a civilização triunfou no Bahrein!

    Um grande abraço do fundo do meu coração vermelho de outubro de 1917,
    Atenágoras Souza Silva.

  22. Sandro Goiano disse:

    Depois ele anvia um comunicado a imprensa dizendo que não era isso que ele queria expresar e tal. Vamos ver…… Se não o fizer, é do saco roxo….

  23. Major disse:

    E eu acho até que ele já fez muito, levando em consideração que poucas vezes eu vi um piloto de corrida adotar alguma postura quanto às questões políticas (aqui não estou falando apenas de política-partidária).
    Já deixar de correr … acho que o contrato não permite. Os organizadores que tomem vergonha na cara e parem de levar o evento F1 para países onde a democracia não existe.

  24. Silvio Viana disse:

    FG, acho o Mark legal a beça, um cara que tem uma trajetória de lutas na F1, até chegar na RB, onde terá a aposentadoria que merece. Ponto. Você bem sabe que tinhamos o GP da África do Sul em pleno apartheid, onde havia um aviltamento do ser humano. Ele correu o GP da China? Bela democracia aquela.

  25. Orlando Salomone disse:

    Legal. Ética é o tipo de coisa que é mais fácil cobrar dos outros do que exercer.

  26. Thiago Azevedo disse:

    Infelizmente essa insensibilidade dos pilotos a esse tipo de atrocidade é regra em toda a sociedade. Fez muito bem o Webber!
    Aliás, se a Red Bull não correr, Vettel, que domina o certame com folga e será campeão com várias corridas de antecedência, não terá prejuízo nenhum.
    Torço muito para que a Red Bull não corra e dê exemplo. Exemplo de esportividade eles já são.

  27. Ed disse:

    O Vettel, que até lá provavelmente já terá garantido esse título, estará em condição mais fácil de se ausentar do que o Webber, que provavelmente vai precisar garantir o vice até o fim..

  28. Andre Luis disse:

    Eu já propus ao meu grupo que acompanha a F-1 boicotarmos a transmissão, isto é, ninguém assistir a prova. Quem sabe alguém lança a idéia no Twiter, Facebook e demais redes sociais. Não vai ser fácil aos apaixonados, mas fica a idéia e o desafio.

  29. Conde disse:

    Parabéns . Deveria ser a posição da RedBull . Acho que mais gente deve engrossar o coro .

  30. Lazlo Barbieri disse:

    Flávio,

    Seria muito legal ver um piloto adotando uma postura que não vejo há anos. Os últimos rebeldes da F1, se me lembro, foram Emerson (Montjuich) e Lauda (Fuji), que se recusaram a correr, e houve ainda o boicote dos pilotos à Nurburgring depois do acidente com o próprio Lauda em 1976, e o circuito ficou fora do calendário da Fórmula 1 até 1984.

    Claro que se Webber adota-se tal postura haveria um preço a pagar: o suspenderiam e até correria o risco de lhe caçarem a licença. Por outro lado, já que existe o boato de que ele vai se aposentar ao fim da temporada, sairia com moral perante o público e a imprensa por peitar os chefõe$.

    E também poderia ser uma atitude que levasse os pilotos mais corajosos (será que existem?) a apoiá-lo e aderir ao boicote. Ai a FIA e Ecclestonne não poderiam punir todos sob risco de ter fiasco total com um grid formado por ilustres desconhecidos.

    Pergunta: Webber ainda é o Presidente da Associação dos pilotos?

    • Atenágoras Souza Silva disse:

      Atualmente, o presidente da associação de pilotos é o Rubinho, mas este é muito cuidadoso para fazer críticas políticas, não o veremos tomando a atitude do Weber. E olha que eu gosto do Rubinho, mas é preciso ser honesto com a realidade.

      Um grande abraço do fundo do meu coração vermelho de outubro de 1917,
      Atenágoras Souza Silva.

  31. marcio disse:

    Sei que é apenas uma coincidencia mas é muito engraçado ler seu blog com um anunvio da Veja piscando no lado da tela.

  32. Flavio Gomes disse:

    Tem corrida em Cuba, sabichão? Não fala merda. Não tem o que dizer, não diz nada.

  33. Cassius Clay Regazzoni disse:

    Que eu saiba o povo Cubano, que é soberano, não está querendo mudar o seus sistema de governo e nem os governantes.

    Além disso, não tenho notícias de manifestantes sendo assassinados a sangue-frio em Cuba.

    Portanto, seu projeto de reacionário, deixa de ser ignorante e vai estudar um pouquinho para ver se fala menos besteira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>