MENU

quarta-feira, 9 de novembro de 2016 - 16:30F-1

SÓ SAUBER

palmerfica

SÃO PAULO (tudo curto) – A Renault oficializou a permanência de Jolyon Palmer por mais um ano. Não há nenhuma justificativa técnica para a decisão. O cara é ruim. Mas leva grana, até onde se sabe. Hülkenberg será o primeiro piloto e Palmer, alguém de quem se espera apenas que não faça bobagens.

Magnussen vai para a Haas — falta anúncio oficial, apenas. Gutiérrez deve deixar a categoria. E não pode reclamar de falta de chances. Na Force India, a Mercedes já avisou que quer Ocon.

Assim, sobrará para Nasr a Sauber. Que, para muitos torcedores brasileiros, o vem sabotando neste ano.

Esquisito, não?

53 comentários

  1. Só Sauber, isso ainda se sobrar a Sauber! Quem se sabotou foi o Reginaldo Leme com o seu furo de reportagem furado.

  2. ags disse:

    Agora irão fazer do Reginaldo ‘” laxante” Lemos o pau do cachorro doido..
    O cara já tá passando da hr de parar.. já não sabe qual o remedio pra tomar e ainda fala bolachas.. Ele quer apenas mostrar para Tv Grobo | esgoto| que fala muito para ganhar uma renovação para 2017-18..resumo..
    Ele usou. Se colar colou..rssssssssssss

  3. Victor disse:

    Na minha opinião, pelo que mostrou até hoje Felipe Nasr não merece seguir na F1.

  4. Rafael Walter disse:

    Cadê o Reginaldo Leme agora? LoL

  5. Mano disse:

    Boa tarde.

    Errei no meu palpite, faz parte. Ocon é muito bom piloto e merece a vaga, melhor que ter mais um pagante com qualidade duvidosa … A F-1 ganha também com o Magnussen na Haas, ambos jovens e com qualidade.

    Quanto ao Palmer, legal a Renault ter mantido ele, mesmo eu ainda achando que ele não é lá essas coisas … e que tem piloto melhor na praça. Acho um equivoco excluir ou subestimar a Renault na briga, equipe de fábrica e gigantesca merece respeito.

    Quanto ao Nasr e a tal da história das sabotagens … Minha opinião: Não existe isso. ´
    É lamentável a RGTV fazer o que fez, assim como é lamentável por parte da imprensa contrária a Globo, sob a desculpa de atacar o “pachequismo”, ainda abordar e dar tanta ênfase em um assunto tão polêmico e ao mesmo tempo ridículo, colaborando na piora da relação equipe/piloto. As palavras, quando ditas/escritas de formas tendenciosas tem muito, e muito poder …

    Enfim, vou fazer um novo pitaco … acho que Nasr fica na Sauber se nada der de errado com o $$$$$$$$$$$$$$$$ … não é o fim do mundo correr com um carro bem desenvolvido em aerodinâmica e aderência com um motor de 2016, a Toro Rosso que o diga …

    Abraço

  6. ags disse:

    Calma gente..calma..
    Acaba de sair do site da F..I..A uma bomba otima..
    Nem tudo é assim moleza..
    No boletim da FIA.. ela garante que o Noyadonars tem uma vaga garantida…
    A Mecedes tem uma vaga.. O Piloto que conduziu por 2 anos o carro medico que sempre tá do grida, vagou… como o piloto é muito ruim,, e o noyadonars é um puta piloto.. pode transferir logo logo para o cargo vago..Piloto do medical care,,
    Justo..rssss

  7. Nelson Barreiros Neto disse:

    Tenho imenso respeito e admiração pelo Reginaldo Leme que sempre vi ser resistente a patriotadas (dentro do possível na Rede GLobo) iguais a de seu colega Galvão Bueno, mas pra mim ele praticamente cravou o Nasr na Force India, e ele barrigou sim…. Não acho que o diminui em nada, não sou jornalista mas acho que para dar uma cravada (mesmo que 80%) ele tinha que ter mais cuidado. Mas vejamos o que ele diz neste final de semana de GP Brasil. Acho que ele acreditou demais em alguém…

  8. Marcelo disse:

    Nada, vamos ver Nasr na Manor ano que vem. Com motor Mercedes 2017 vai ser muito mais competitiva do que Sauber com Ferrari 2016.

  9. Amaral disse:

    Aos poucos o cenário de 2017 vai se desenhando, e, ao meu ver, o de 2018 também. Já começo a pensar nesse cenário pós primeiro ano de mudanças técnicas. Baseado nisso, vou brincar livremente de profeta, avisando a todos que o que escreverei será baseado apenas no completo achismo pessoal e desprovido de qualquer capacidade técnica:
    Hamilton vai pra Ferrari em 2018 no lugar do Raikkonen, que se encherá de brincar pela terceira fila e vai meter o pé – de vez.
    Com isso, sobrará o lugar mais desejado do mundo. Que será do Wehrlein, a ser tutelado pelo à altura bicampeão (2016 e 2017) Rosberg. Só isso pra justificar ter ficado mais um ano na Manor mesmo tendo tirado leite de pedra do carro enquanto esteve lá.
    Hamilton, apesar de empolgado em dar o passo a mais que Vettel não conseguiu,, vai ter um 2018 de pesadelos na Ferrari tendo brigas internas homéricas com o desafeto e vice-campeão de 2017 Verstappen, menino prodígio e nova persona non-grata na F-1, de pé extremamente pesado e língua extremamente afiada.
    Ricciardo, garoto-sorriso, lidera a esquadra rubro-taurina com a esperança de trazer o título que Mark Webber não conseguiu para a Austrália. Mas terá a companhia – mais uma vez – do multicampeão Vettel, numa reconstrução da carreira, voltando à casa que o consagrou, quando todos esperavam um cada vez mais ascendente Sainz Jr, não tão prodígio, mas extremamente regular e eficiente. Briga boa por aí.
    Williams vem mais um ano liderada pelo regularíssimo, mas não brilhante Bottas, e o jovem Stroll em busca ainda de afirmação, esperançosa em finalmente voltar a brigar pra valer por pódios e vitórias.
    Force India provou que acertou com a equilibrada dupla Perez e Ocon, e, mantendo o time, tenta dar o sonhado passo à categoria de equipe grande.
    Renault, renascendo sob a batuta de Hulkemberg, que ainda luta pela primeira vitória, depois de finalmente conseguir seu primeiro pódio em 2017, ganha a companhia do já citado Sainz Jr, que busca sua ascensão no lugar do limado e defenstrado Palmer.
    Sauber mudará de cor em 2018, já que não mais contará com o azul e amarelo do brazuca Nasr, de partida para a F-E. Sob a batuta de Ericsson, tenta finalmente se reerguer e voltar a ser competitiva com a ajuda dos teledólares de Gutierrez, que se mantém firme na categoria, a despeito das expectativas.
    Toro Rosso segue com um revigorado Kvyat, que mostrou ser mais o piloto da primeira metade de 2016 que o da segunda metade, e vem com boas novidades pros brasileiros, que não ficarão sem representante, com a chegada do ascendente Sette Câmara debutando na categoria.
    A caçulinha Haas segue sob a batuta do sólido – quem diria que diria isso? – Grosjean, cada vez mais líder da equipe, que segue a máxima “em time que ganha não se mexe” mantendo o constante Magnussen, apesar das especulações sobre Carlos Muñoz, colombiano fenômeno vice-campeão de 2017 da F-Indy e vencedor das últimas 500 milhas de Indianápolis.
    E a Manor tenta dar o passinho que não conseguiu em 2017 para sair da pecha de equipe pequena – apesar de não passar mais vergonha andando sempre em último – trazendo um já relativamente experiente Palmer, em busca de reafirmação, acompanhado do debutante Pierre Gasly, depois de briga intensa pela vaga com Giovinazzi e Sirotkin.

  10. Elmo disse:

    Não me importo com Nasr. É apenas um piloto lento. Mais lento, inclusive, que tantos pilotos brasileiros que estiveram na Fórmula 1 – além de alguns que não chegaram a correr pela categoria – nos últimos vinte anos.

    A nótícia chata é a permanência do Palmer. Igualmente lento. Mais até que o brasileiro. Desperdício de uma vaga.

  11. Daniel T. disse:

    Tudo certo! Sabotando o Nasr? Só para muitos torcedores mesmo, porque para os entendidos isso não existe na Sauber……, os cara precisam de 1 ponto a todo o custo…..O Nasr que esta tomando pau….do companheiro, se ficar na f1 agradeçam o Banco do Brasil!

  12. Murillo disse:

    Acho meio injusto falar que o cara é ruim, correndo num carro horroroso como e dessa temporada. Vou esperar o próximo ano, quem sabe com um carro mais competitivo, pra cravar se o rapaz é ruim de braço mesmo.

  13. João Paulo Dias Evangelista disse:

    Mesma ladainha dos pachecos: Fico na frente no primeiro ano era o super gênio promissor, fica atrás tá sendo sabotado…Remember: Rubinho (que já vi dizerem que a Ferrari quebrava de propósito para o Shumy ganhar) e com o Massa.
    Alias o Massa, que admiro demais e está saindo de maneira mais honrosa que o Rubinho, também não tem do que reclamar das oportunidades que foram dadas: em oito anos de Ferrari só disputou uma vez o titulo sendo que nesse tempo um companheiro seu foi campeão e o outro vice duas vezes.Nessas condições não tem como falar que não teve um carro competitivo.

  14. Roberto Zuquim disse:

    Será que não falta de din-din? Talvez o brimo do Nasr (Temer=Banco do Brasil) não tenha soltado a grana necessária…

  15. Fern Kesnault disse:

    Esquisito é ele continuar na f-1…ruim como é….

  16. Ricardo Cardoso disse:

    Se a Mercedes quer Ocon e não Wherlein na Force India pra próxima temporada, então um dos dois da dupla atual da equipe mãe cai fora, pq o Wherlein é mais piloto que o Ocon.
    Pra passar mais uma temporada na Manor o prêmio tem que ser muito melhor no futuro.

  17. Rafael P Chinini disse:

    esse Magnussen é ruim que dói tb!
    me lembra outro horrível, Kovalento

  18. Ferrarista disse:

    Eu diria que agora a F1 acabou de vez para o Brasil. Quero ver se algum torcedor brasileiro vai se animar de acompanhar as corridas pra ver o Nasr se arrastando na pista e disputando posições no fim do grid com uma Sauber sucateada e totalmente defasada e ainda por cima levando pau do companheiro de equipe. Automobilismo brasileiro R.I.P.

    • Kleber disse:

      O brasileiro não deveria acompanhar a F1 para ver apenas outro(s) brasileiro(s), mas sim para ver o esporte. Por isso a transmissão em tv aberta vai acabar.

    • EUGÊNIO VIEIRA disse:

      Bom, não assisto Fórmula 1 só por causa de brasileiros…assisto F-1 pela F-1, porque sempre gostei…

    • Fern Kesnault disse:

      Deixe de ser bobo amigo…so na f-1 o Brasil ta tomando pau pois a categoria é ruim que doi….veja o Pipo Derani, que é a sensação dos prototipos na IMSA, veja o Felipe Fraga uma promessa brasileira para o Turismo Mundial e as boas performances de brasileiros em categorias de GTs… o detalhe é focar algo que seja bom pois f-1 é e virou uma categoria monomarca de domonio desde os tempos de 1988…

  19. Luiz G disse:

    Não acho que a Sauber esteja sabotando Nasr.
    Acho que já notaram que ele não é nada demais, logo, não estão esperando muito dele.
    Na F1, o cara tem que mostrar do que é capaz nos dois primeiros anos (De preferência no primeiro ano).
    Se não chamar atenção após 30 corridas, dançou!
    Existem excessões, mas geralmente é assim.
    Acho que a carreira de Nasr na F1 vai ser curta :(

  20. rafael disse:

    Isso se o Gutierrez deixar a categoria… Ericsson é o primeiro piloto da Sauber hoje, e na segunda vaga, Gutierrez com o patrocínio forte do Carlos Slim e sendo um piloto da Ferrari, pode ser que tenha um desconto na unidade motriz? Daqui a pouco até motores 2017 a Sauber poderá utilizar… É mera suposição, mas ta feia a situação do Nasr.

    • Luigi disse:

      O que vamos concordar,ter motor Ferrado não é grande coisa, seria melhor ter um Ilmor Renault como o fabricante de energéticos, que se mostra mais competente que o grande fabricante de Super Esportivos e equipe mais antiga.na. F 1

  21. Leonardo Alves disse:

    Bom, a Sauber tem feito algumas escolhas boas para 2017, como o diretor tecnico.

    Não acho que permanecer na Sauber seja ruim para Nasr, seria muito pior ficar a pé.

  22. Daniel Ramos de Oliveira disse:

    Flávio e o Pascal Wherlein vai ser obrigado pilotar mais uma temporada na Manor? Por que a Mercedes não colocou ele na Force India? Não entendi essa, já que ele é teoricamente melhor que o Ocon, e têm apoio da Mercedes desde de não sei quando, será que já é um preparativo pra colocar o Wherlein na Mercedes num futuro próximo? Mistério…O Pascal deve ter ficado p… da vida.

  23. Zé Maria disse:

    Só por um detalhezinho o Palmer já é melhor:
    Foi campeão da GP2 enquanto o Nasr. . .e olha que o brazuca estava num time de ponta, e nem assim nos 2 anos em que esteve por lá, apresentou algum desempenho surpreendente e que o qualificasse para a F1.
    Poderia dizer que estou torcendo para vê-lo fora do grid em 17, mas prefiro me abster e evitar controvérsias, ok!

  24. Jackson Batista disse:

    É o tipo da hora em que o cara tem que pesar bem as suas opções…
    Será que vale a pena ficar num lugar onde teve conflito, troca de engenheiro, dificuldades financeiras e limitações técnicas sérias? Fosse eu pensaria em ser feliz noutra praça. Capacidade pra isso ele tem.

  25. valter disse:

    O Brasil não terá piloto na F1 em 2017 e não existe a possibilidade de haver um brasileiro na categoria por um longo periodo, infelizmente. Discutirão as causas do final de uma história cheia de emoções e a conclusão para o fiasco é somente e apenas a falta de investidores, “paitrocinio” especialmente.

  26. José disse:

    Barrigada do Regi, Flavio? Ou não dá pra dizer que foi uma barrigada?

  27. Ricardo Talarico disse:

    O Nasr deveria deixar a Fórmula 1.
    Só conseguiu impressionar nas primeiras provas, quando a Sauber estava minimamente competitiva.
    Depois, sem grana para desenvolver o equipamento, foram ficando para trás, piloto e carro.

    • Luiz G disse:

      Concordo. A F1 não tem mais a força do passado. Ainda é a categoria que paga mais para os pilotos que estão vencendo.
      Pelo jeito, não vai ser o caso dele.
      Ele deveria construir uma carreira na DTM ou na NASCAR enquanto ainda é jovem.

  28. Fabricio_RC disse:

    Palmer ficou com a vaga porque o Magnussen, com medo de ficar na mão, aceitou a oferta de 2 anos na Haas, e porque a equipe não conseguiu ninguém a mais de peso, novo e com futuro promissor, para os anos que seguirão, na esperança de poder contar com alguém mais forte ano que vem. Por isso o contrato dele é apenas de 1 ano. Ninguém, que não esteja batendo na porta dos desesperados, seria louco de pegar essa vaga por 1 ano, sabendo que seria apenas um tampão.
    Tem uma penca de bons pilotos, Sainz, Perez, Bottas, Grosjean, Ricciardo, que vão estar livres no final do ano que vem, e se o carro e a estrutura se mostrarem melhores, como tudo indica, muitos desses nomes se interessarão pela vaga, e assim a equipe tem uma transição mais suave com um leque maior de opções para escolher.
    Sobre o Ocon, parece que a Mercedes não quer dar sopa pro azar, dando munição a concorrência, assim como a Red Bull fez com o espanhol.

  29. Marcio disse:

    Se duvidar, A Ferrari enfia o Gutierrez na Sauber e adeus.

  30. Bruno Abila disse:

    E a globo pagando mico na transmissão.

  31. TSC disse:

    A Sauber não que perde-lo, por isto a sabotagem!

  32. Jorge Teixeira disse:

    Apesar da surpresa ao ler a notícia, a permanência de Palmer na Renault acaba sendo lógica: com Magnussen a sair para a Haas e Ocon a substituir Hulk, não havia mais ninguém disponível com o mesmo conhecimento que o inglês tem da equipa e da F1 (Nasr? Não brinca, o cara tinha tanta chance de pilotar um carro de Enstone como a Jill Stein de virar presidenta dos EUA…)

  33. PH disse:

    Os dois (Nars e Palmer) estão fazendo temporadas bem fracas. Quando “jogaram pra valer” quem levou a melhor foi o Palmer. Não vejo nada de anormal na escolha (restringindo aos dois, claro).
    Todo esse papinho de sabotagem foi de um desespero patriótico ufanista barato nunca antes visto na história desse país…

    Depois da uma olhadela no estado desse Lada ainda rodando
    https://ap.imagensbrasil.org/image/pWhK1U

  34. Jonas Martins disse:

    Essas teorias da conspiração são muito absurdas… a Sauber parece ser boa escolha para o ano que vem.

  35. Arthur Luz disse:

    Vai ter o combo Claro + Ericsson na Sauber ano que vem.
    Ligações ilimitadas DDI e celular novo pra todo mundo!

    • rafaelle disse:

      o cara vai que aparece um tupiniquim de farinha no osso e planta uma equipe totalmente nacional, do motoboy ao CEO. Buscando jovens nas próprias escolas nacionais, oferecendo bolsa premio, o estado com incentivos na base (educação e desenvolvimento) colaborando com a iniciativa privada. Desenvolvendo novas tecnologias e fazendo frente a outras nações como “exemplo a ser seguido” e caminho certo. Tipo padaria de excelência, nunca dá prejuízo .

    • Atenágoras Souza Silva disse:

      Esta é boa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>