QUE SONHO… | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018 - 16:40Indústria automobilística

QUE SONHO…

RIO (fervendo) – Vejam o que o Diego Ximenes mandou. A Jaguar Classic, divisão da Jaguar que cuida de seu legado histórico, vai produzir 25 D-type zero quilômetro, para completar a fornada de 100 unidades prevista lá atrás, nos anos 50 — só 75 foram feitos.

Na prática, é como comprar um carro de 60 anos atrás com o detalhe nada desprezível de ele ser… novo!

Entre 1955 e 1957, esse modelo venceu três vezes as 25 Horas de Le Mans. É uma lenda sobre rodas. Não sei quanto isso vai custar, mas se eu fosse mlionário, juro que levaria um para casa. De qualquer jeito.

14 comentários

  1. Rui P. Piva disse:

    Flavio, quanto vai custar uma maravilha dessas, alguma ideia?

  2. Brauna disse:

    Sensacional! Coincidentemente vi hoje um documentário sobre esse carro. Sorte de quem pode comprar um zero.

  3. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F&G : Sim simplesmente fantástico, grande jogada de marketing é na verdade à Joia da coroa.

  4. Fernando Oliveira disse:

    Sempre pensei nisso: Se montadoras brasileiras fizessem “fornadas” especiais de carros clássicos em edições limitadas o qto de gente iria querer compra-los… e como tudo hoje se precisa, o famoso buzz.

  5. Ademir Antunes disse:

    Flávio, e como a Jaguar vai adequar a fabricação desse veículo as normas atuais da Europa de coisas do tipo emissão de poluintes, airbag, ABS, etc? Sabe de algo? Ou existe uma exceção para esse clássico?

  6. Luciano Adjafre disse:

    25 Horas de Le Mans? Não seriam 24?

  7. Czar disse:

    Fantástico!

    E isso sem considerar que a Jaguar já fez o carro mais lindo de todos os tempos, o E-Type.

    Opinião compartilhada por ninguém menos que Enzo Ferrari.

  8. Andre disse:

    Para quem puder assistir, tem a história deste carro em um dos últimos episódios do ” The Grand Tour ” no Amazon Prime.

  9. Formiga disse:

    Aproximadamente 1 milhao de libras. E já devem estar todos vendidos. Eles nao tinham mais as pranchas com a especificacao originais ai pegaram e reproduziram parafuso a parafuso. Para o motor abriram um no meio Tem um episodio da nova temporada do Grand Tour com ele e um Aston Martin retro.

  10. Farid Salim Junior disse:

    Realmente um delírio! Poder guiar um carro clássico – por sua qualidade,carisma e história – e, zero bala, deve ser indescritível!!!…E, caríssimo..
    Creio ter sido esse, o primeiro carro esporte/ de corrida, a utilizar freios a disco na história. Sei que foi em Le Mans. E, que foi um Jaguar. Que seja! O carro é lindo! Só não sabia que a cor cinza havia sido usada pela marca, já que o “British Racing Green” já era utilizado pelos ingleses desde os tempos da Bentley, nos anos 30. Mas, poderia ser roxo, que em nada mudaria!
    Soube que todos os carros dessa nova safra já foram vendidos. Mas, a fábrica guarda em segredo os nomes dos ricaços felizardos…

  11. ac disse:

    “Entre 1955 e 1957, esse modelo venceu três vezes as 25 Horas de Le Mans.”

    Caraca. Os caras eram bons mesmo.

    Estenderam a prova em uma hora nesses três anos pra ver se eles quebravam e não conseguiram tirar a vitória deles.

    Tipo aquelos jogos que o juiz vai arrastando até o curintia marcar.

Deixe uma resposta para Luciano Adjafre Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>