MENU

terça-feira, 14 de fevereiro de 2006 - 13:24Cinema, Vídeos

Bullitt

SÃO PAULO (I left my heart) – O garimpeiro Eduardo S, de São Sebastião, manda esta preciosidade: 6min42s da mais clássica das mais clássicas perseguições da história do cinema, em Bullitt, filme de 1968 estrelado por Steve McQueen.

É pau puro nas ruas de San Francisco. McQueen está no Mustang, atrás de dois bandidões. Consta que foi ele mesmo quem guiou, abrindo mão de dublês. A confirmar. Mas como o ator era também piloto, não duvido.

Ótimo trecho do filme, que também é excelente. Sem uma palavra sequer. Palavras, na maioria das vezes, são dispensáveis.

15 comentários

  1. Luiz Eduardo Martins disse:

    Tenho procurado o “24 horas de le mans” e não tenho encontrado.
    Fantástica perseguição.

  2. ricardo bifulco disse:

    Oi amigos!

    Na minha humilde opiniao, o Steve levava jeito para a coisa e era um bom piloto. Em 1970 chegou em segundo lugar (na geral)em parceria com o Peter Revson pilotando um porsche 908 Flunder nas 12 horas de Sebring, perdendo apenas para uma Ferrari 512-s. Detalhe: ele dirigiu com um pé engessado e cheio de silver tape a corrida inteira..

    Um abraço

    Ricardo Bifulco

  3. CEDAR disse:

    Realmente o som de um V 8 é insuperável, talvez seja igualado apenas por uma 750 four com o escape aberto que também é divino.

    Para o Rodrigo e demais internautas que quiserem o fazer o download o código é o seguinte : http://x6.putfile.com/videos/b1-34100502985.wmv

    Abraços a todos e parabens Flávio por este espaço.

  4. Rafael Neves disse:

    V8 enchendo… o giro subindo… BULLITT foi e continuará sendo um ícone!!!!

  5. Gustavo disse:

    Belo vídeo, mas apesar do Steve dirigir bastante bem, percebe-se que ele não tem os recursos (e nem poderia) de um verdadeiro stunt-driver; o piloto do charger é claramente mais inspirado nas tomadas de curva, espalhando o dodge com vontade, inclusive, iniciando a derrapagem antes da curva…o steve, apenas corrigia a mesma do vértice da curva em diante por excesso de potência. Mesmo assim, grande performance para um ator!

  6. Fabio Morais de Oliv disse:

    E pensar que o Steve fez essa cena sem dublê, alêm de excelente ator ele era um otimo piloto.

  7. Henry Rul disse:

    Vale observar que a cena não tem fundo musical. Segundo declaração do próprio Lalo Shifrin – autor da trilha – a cena era tão excitante que dispensava o recurso musical.
    Abraços.

  8. Rodrigo Damasceno disse:

    Amigos,
    Clássico dos clássicos. O código para o download pelo amor de Deus!
    Ah, valeu por colocar o vídeo no putfile.

    Abs,
    Rodrigo

  9. Eduardo S SP disse:

    Po Flavio, os outros participantes que colaboram contigo voce chama de “blogueiro´´
    aí mando os videos (tá o blig é seu, voce faz o que quiser) e voce chama de garimpeiro !

    que saco

  10. Caio FiKa disse:

    Show de bola,
    Os caras bateram no carro q apoiava a câmera, esquisito foi uma ultrapassagem aos 1:02 em outro, E o fusquinha verde q os caras passaram? Soube q corre em Interlagos no Paulista. Malandro mesmo é o motorista do carro com a câmera onde os dois estão colados!!! E o bandidão q abre o vidro de trás para atirar? Mas é show!

  11. Milton disse:

    Dizem que foi esse filme que deu origem aos filmes de perseguição.

  12. valmir chicarolli disse:

    Nunca o steve iria perder a chance de fazer o que foi feito naquelas ladeiras…. era ele mesmo!

    Sobre a sua visão política: concordo contigo, mas este escândalo não me desce. Por mais que digam que seja armação, ainda não admito o que meia dúzia fez com toda a esquerda brasileira.

  13. Sergio Luiz Arduin disse:

    Não podemos esquecer a fuga de
    motocicleta do Steve Mcqueen em
    ‘Fugindo do Inferno”.
    Realmente ele sabia pilotar.

  14. Filipe W disse:

    Era o própio mesmo, o dispensou os dubles e foi lá se divertir, dizem que os figurões do estúdio ficavam de cabelo em pé quando ele fazia isso teve filmes que ele era terminantemente proibido de fazer tais cenas, mas sempre que podia ele dava suas “escapadas”, vide o memorável 24 horas de Le Mans que é um dos melhores filmes de corrida de todos os tempos.

  15. Pablo disse:

    Quem pilotou foi o próprio McQueen, e é a primeira cena de perseguição do cinema que foi apresentada sem truques de velocidade, ou seja, o tempo da edição é o mesmo da filmagem.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *