MENU

Wednesday, 28 de May de 2008 - 15:50Sem categoria

o posto

SÃO PAULO (enche o tanque!) – Se um dia você passar por Ourinhos (SP) e vir este posto de gasolina, pare para dar um abraço no dono. O painel fotográfico dá a pista… É do Marinho, o 10 da Vemag.

28 comentários

  1. Rodrigo Canda says:

    O melhor do posto é o proprio Marinho, sentar com ele para ouvir sobre automobilismo é uma delicia!!!

    Parabéns pelo post

    Abraços do amigo Ourinhense

    Rodrigo Canda

  2. Zé Maria says:

    Reginaldo Nat Rock, Eric & Cia:

    Postei lá em cima no tópico Piquet Jr, já comprei meu convite para a homenagem ao grande “Peroba”, gostaria de saber se é possível reunir o pessoal do Blig, seria bem legal! Bom fim de semana

  3. reginaldo nat rock says:

    Aumentou para 650 convites em razão da procura.
    Mais que isso não dá porque compromete a logistica.
    Os que irão trabalhar o farão graciosamente.
    Teremos sim grandes nomes presentes, especialmente o homenagiado é claro.
    Vcs não tem idéia da doideira…

  4. Zé Maria says:

    Eric, desculpa o “aluguel” da sua paciência, pergunta talvez até óbvia, mas vamos lá:

    O grande “Peroba” vai estar presente?

    Alguma outra estrêla, seja do presente ou do passado?

    Obrigadão mais uma vez!

    Zé Maria

  5. Eric says:

    GRAAAAAANDE Zé maria!!!!!!

    Para esclarecer algumas duvidas, vamos lá:
    – O evento é no dia 06.06.2008. das 20,00 as 24,00 horas.
    – o preço do ingresso é de R$ 15,00, podendo comer quanta pizzas quizer , bebidas e doces a parte.
    – haverá alguns sorteios de várias coisas ou objetos, realmente são sei quais, alguns especialmente para a mulherada presente.

    – para aquisição de convites, ligue para o Ronaldo Nazar, 13.3467.7484, cell 13.7850.9396, nextel ID 144*1628, qualquer hora, inclusive hoje…

    – O evento será no Ilha Porchat clube, em São Vicente, limitado a 600 convites.

    Abração

  6. Gomes says:

    Mantendo a coerência do tratamento dispensado a quem vem aqui achando que me faz um favor, ou aos outros blogueiros, bye.

    Coloco uma nota sobre o posto do Marinho e sou obrigado a publicar comentários de um psicólogo de botequim, ou opiniões revoltadas contra os preços dos pedágios?

    Isso não é censura. É filtro.

  7. Sérgio Hingel says:

    Concordo com o Pablo,está havendo muita censura no blog ,o que é uma pena.Talvez eu seja o próximo a se retirar.

  8. Luiz Guimarães says:

    Fui cliente do Marinho na oficina MM da Av. Sto. Amaro, no tempo em que ele corria com o 10. Atendia a gente e mexia no carro pessoalmente. Às vezes o Milton Masteguin dava uns palpites também. Quando for a Ourinhos, sem dúvida vou procurá-lo.
    Luiz Guimarães (na época dos DKW, Marinho me chamava de Dodô – era o apelido da minha noiva (hoje esposa) que escrevi na no DEKA, entortando as aletas da grade do radiador!).

  9. Cezar Fittipaldi says:

    Sou de Ourinhos e tenho a honra de conhece-lo, apesar de que, por timidez, eu não o “pertube” tanto quanto gostaria. Grande exemplo de esportista e homem, humilde, íntegro e solícito com todos. Parabéns pela lembrança.

  10. Zé Maria says:

    Eric, dá uma ajuda:

    O que devo fazer para participar da “pizza do Luizinho”?

    É preciso fazer reserva?

    Vai ser no Ilha Porchat mesmo?

    Horário?

    Enfim, passe as coordenadas no geral, ok!

    Obrigado.

    Zé Maria

  11. Rodrigo Nunes says:

    Pô, toda vez que passo por lá eu sempre paro neste posto!

    Como as minhas fotos com o Marinho já tem mais de um ano, preciso continuar o papo e tirar umas novas… hehehe!

  12. Eric says:

    Engate
    A pizza do Luizinho é sexta dia 6.

    João Carlos Bevi….eu sei tbém a história dos volantes….muito legal.

  13. Marcos Camargo says:

    Graças à dica do painel fotográfico o povo de Ourinhos, principalmente os jovens, poderão conhecer um pouco da estória deste cidadão ourinhense por opção.
    Moro em Ourinhos e acredito que 95% da população não conhece a história esportiva do Marinho ( Mário César de Camargo Filho ).
    Não me recordo de nenhuma reportagem dos diversos jornais da nossa cidade c/ este formidável ás do volante. Eu só tomei conhecimento parcial das suas realizações acompanhado a coluna do Reginaldo Leme. Recentemente conheci sua carreira através do livro “DKW” ( Paulo César Sandro ) e do site Bandeira Quadriculada ( http://www.bandeiraquadriculada.com.br ). Bela lembrança, FG, a este personagem especial que cumpriu com maestria um belo papel na história do Automobilismo Nacional.
    Me orgulho muito de conhecê-lo e ouví-lo pessoalmente contar um pouco de suas histórias . Bom papo.
    Parabéns Marinho!!
    Obs.- Apesar do sobrenome não somos parentes.

  14. Roberto Brandão says:

    mais um motivo para se visitar Ourinhos, além do bife de Filé mignon do restaurante da praça (que eu esqueci o nome).
    Duro é ter de ir até lá, encher o tanque e voltar para enchê-lo novamente.

  15. nilton says:

    boas lembranças !!!

  16. Daniel Médici says:

    Valeu, Flávio! Assim fica ainda mais fácil achar o Marinho.

  17. Engate says:

    Pena que é tão longe, esses ícones não podem ser esquecidos.
    E a pizza do Luizinho, já aconteceu? Como foi?

  18. Felipe Clark says:

    para Carlos Molykote: andei neste Dodginho verde e ao lado do Marinho atingimos 220 km/h num a reta ai de Ourinhos. Que saudade….

  19. iago villar says:

    e aii Flávio…

    o blog tá muito bom mais quero noticias do DKW #96

    quando ele volta as pistas???

    abraçoss

  20. Mozart says:

    Grande MARINHO !!
    Lembro de uma corrida, acho que era um 1500 kms de Interlagos, 1966 ou 67, sei lá. Eu e a molecada, todos na faixa de 15 p/ 16 anos, chegamos em Interlagos de madrugada ainda, pra assistir a segunda parte da corrida, que terminou lá pelo meio dia.
    Era cedo ainda, fazia um pouco de frio, e um duelo chamava atenção de todos no autódromo, uma dekavê nr. 10 do Marinho e um JK Alfa Romeo de não lembro qual piloto.
    Na subida dos boxes a Deka aparecia na frente com a Alfa logo atrás, entre a 1 e a 2 a Alfa colava e no meio do retão ultrapassava e abria, continuava abrindo, abrindo, ferradura, lago, reta oposta, talvez uns 100 metros de vantagem.
    Na entrada da curva do Sol em diante a dekavê ia tirando a diferença, sargento, laranja, e no máximo, na curva do Pinheirinho passava o JK.
    Ou seja, na parte de alta, o motorzão Alfa de 2150 cc, urrava e atropelava o milzinho 2T , mas no miolo, a tração dianteira era mais eficiente.
    E no mergulho com a junção e subida do box tudo se repetia.
    E essa briga de gato e rato se repetiu por quase uma hora, monopolizando a atenção de todos que estavam no circuito, até que o Allfa entrou no box p/ reabastecer.
    Pra se ter uma idéia, a briga pela ponta com KG Porsche, Carreteira do Camilo e Celidonio, Alpine do Luis P. Bueno etc… ficou em segundo plano…..
    Gozado estas lembranças… eu que já dei 56 voltas em trono do Sol, guardo isso na memória como se tivesse acontecido há pouco tempo.
    É isso aí…..

  21. Eric says:

    É isso aí Marinho!!!!!Muito legal esse painel e manter a memória viva aí no posto.
    Meus parabéns.

  22. Pé de Chumbo says:

    PELA CAMPANHA POR UM PEDÁGIO
    JUSTO !!!

    Desculpe, FG, mas isso foi um grito de guerra, mesmo.

  23. Pablo Klaver says:

    Valeu por postar meu comentario sobre o “psicologo” e sobre vc, apenas quis expressar minha opiniao e não acho que falei nada demais, enfim, não é a uma visita apenas que fara diferença, mas enfim ate admirava seu “blig”, mas restrição de opinioes me lembra ditadura, enfim o “blig” é teu ne, abração de quem um dia admirou esse “blig” aqui, já que sua opiniao nada muda no geral mesmo, fuiz!

  24. Carlos Molykote says:

    Provavelmente ele pilota o posto com a mesma competencia que pilotava o n°10 e tive o prazer de conhece-lo quando pilotava a concessionária Chrysler da mesma cidade.Me lembro que na época (1976 ou 1978) ele tinha um Polara verde preparadíssimo. Se voce encontrar com ele, pergunte sobre a combinação DKW e Molykote.

  25. Zampa says:

    De passagem, achei o posto e fui tomar a benção do “Marinho”. Emocionante, ele está bonitao, memória afiada, perfeita. Só saí de lá depois de um papo de chorar de emoção. Ele existe e está rijo, a lenda está por lá, maravilhosamente receptivo.

    Deus o guarde

  26. João Carlos Bevi says:

    Sr. Flávio, ouvi de mestre Lettry uma interessantíssima história que envolve o Marinho, o Cárcara, o dia da quebra do recorde, os dois volantes que aparecem naquela foto.
    O Senhor deve conhecê-la..

  27. Juliano says:

    Não o farei pois moro do outro lado da divisa, e entre minha cidade e a de Ourinhos existe uma desgraça chamada pedágio, o mais carro do Brasil, se não do mundo… R$ 9,70 para andar 600 metros… isso mesmo, NOVE REAIS E SETENTA CENTAVOS para percorrer miseros SEISCENTOS METROS… lamentável

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *