MENU

terça-feira, 11 de novembro de 2008 - 13:20F-1

BOI ROSSO

SÃO PAULO (não cabe) – Só para registrar, a Toro Rosso andou sondando Montoya para o ano que vem, dentro da linha “precisamos de alguém experiente”. Montoyucho, que está na Nascar e deixou a F-1 em 2006, não quis nem saber. Prefere ficar levando porrada dos outros com aqueles carros horrorosos em ovais a disputar um Mundial de verdade numa equipe promissora e divertida.

Gosto não se discute, o cara curte os EUA, está feliz assim, andando de 40º para trás, que fique onde se sente bem. Ademais (ademais é foda), precisaria de um bom regime para aceitar o convite da Toro. Montoyucho está parecendo um boi.

69 comentários

  1. Muller disse:

    O povo implica com oval, né?
    É óbvio que a F-1 envolve muito, mas muito mais dinheiro; porém a NASCAR, me desculpe, há pelo menos uns 5 anos é bem mais divertida. Exceção feita talvez a esse ano, onde o campeonato lá já se decidiu na penúltima corrida enquanto na F-1 só na última curva…
    Mas pelo menos não preciso esperar ver estratégia de parada no box para ver alguma mexida na classificação.
    Tem menos grana? Tem. Tem piloto de “nível mais baixo”? Tem (embora Jimmie Johnson me parece top driver pra qualquer categoria). É um campeonato interno, exclusivo do país? É. Mas é divertido, tem patrocínio e uma associação muito bem estruturada e forte, muito diferente do nosso Brasiu-siu e até mesmo da F-1, onde só acontece o que um único ser humano deseja (o Mr. Ecclestone).

    Então pronto. Pra mim é divertido pra caramba, é bem organizado e bem disputado. Só fico triste por Montoya, a quem apostei tantas fichas nos tempos da CART e que hoje só faz tirar os outros carros da pista nos finais de corrida da NASCAR… tsc tsc

  2. Zé Zanine disse:

    Não entendi essa!
    FG
    Você corria com o 96 se ficava em primeiro segundo ou ultimo nas provas que participou, acho que você adora correr não importa a colocação.
    Agora com o 69 voce irá se divertir muito, pois o que importa é fazer o que gosta!
    O Montoya está mais feliz na Nascar (por sinal melhor que a nossa Stoque) com aqueles carros horrorosos, mas autenticos cada um com seu motor(Ford, Chevrolet, Toyota e Dodge) e não como a nossa stoque com sua bolhas lindas e corridas monotonas.
    Ele prefere o ambiente da Nascar do que o falso ambiente da F1

  3. Marcus disse:

    Victor, você pode até não gostar da NASCAr mas negar que hoje ela serve de espelho para todas as demais categorias é algo inegável.
    Os caras correm quase todos os finais de semana, sempre com os autódromos bem cheios (não lotam sempre, mas com certeza tem uma ocupação de mais de 80%), é transmitida pro mundo todo com uma baita audiência, seus pilotos ganham em prêmios o que apenas os principais pilotos da F1 ganham de salários, conseguem colocar mais de 40 carros para correr e isso é apenas a categoria principal, pois além delas existem várias outras.
    Gostar de circuitos ovais é particular, tem gente que gosta outros não, eu por exemplo não gostava, até começar a assisitr a NASCAR.
    Lá não em jogo de equipe pois cada piloto tem seu próprio patrocinador e o pau come a corrida toda.
    Mas respeito a sua opinião, porém não concordo pois correr em ovais não é tão fácil quanto você imagina, se fosse qualquer piloto da F1 chegaria lá e seria conisiderado um deus.

  4. Danilo Portela disse:

    Ele deixou a F-1 em 2004? ou foi em 2006? a ultima corrida foi em Interlagos e eu tava lá, ele venceu. Rubinho fez a pole e chegou em 3°

  5. Nascar disse:

    Os que não gostam da Nascar é por que a mesma já deixou a porcaria da F1 para tras, da um banho na F1 em todos os sentidos desde a organização são 38 corridas no ano 2 extra campeonato não valendo pontos, show de transmição, ultrapassagens ( o que na F1 não existe) carros de verdades ( não os carros de controle remoto da F1) tudo para quem gosta do automobilismo de verdade. A F1 hoje não passa de um desfile.

  6. Nascar disse:

    Quanta dor de cotovelo do Victor, provavelmente nunca assistiu a uma corrida da NASCAR.

  7. Brazilian Racing! disse:

    Tem uns caras aqui que nunca pilotaram nem um kart e ficam dandu piruada errada. Falar que a NASCAR não tem carro e nem tem pista é brincadeira. Os caras devem andar em carros GT todo dia…só pode. Pilotamos gols, voyages, escorts pagando do próprio bolso em pistas sucateadas e nos divertimos bastante. imaginen os caras lá nos EUA.

  8. Victor disse:

    NASCAR é o campeonato mais organizado?!

    Estão esquecendo da F1?! A F1 corre em diferentes partes do mundo a cada duas semanas e querem comparar a organização dela com a da NASCAR !?

    Sério, tem gente que só repete e não pensa no que escreve. Outro falou que “por anos” a F-1 foi um “autorama gigante”. Também eram dublês nos carros. Schumacher, Hakkinen, Villeneuve e Alonso na verdade são farsas, todos tem carros guiados por controle remoto. Pelo 007.

    Sério, é cada uma…

    O dia que a NASCAR tiver pista de verdade e, mais tarde, carros de verdade, poderemos chamar aquilo de campeonato de verdade. Por enquanto são apenas carroças andando em círculos.

  9. Souza disse:

    Gomes, automobilismo não é só Formula 1 não. Ele deve ter seus motivos para ter desgostado da categoria.

    Será que a Nascar não é mais emocionante para o piloto mesmo correndo em ovais com carros tubulares ?

    Pode ser que sim.

    Além do mais a Nascar hoje é maior que a Formula 1.

    Não é demérito nenhum correr lá.

  10. Renato Rolim disse:

    Esse é um que não aproveita o talento e a oportunidade que Deus lhe deu.

    Corre apenas para enxer o bolso.

  11. Marcelo Ivo disse:

    Vamos à algumas estatísticas oficiais do glorioso Montoya, que é o vigésimo alguma coisa no campeonato, ou seja, está no meio do pelotão:

    Season Leaders: Passes in Frontstretch
    4 42 Juan Pablo Montoya 952

    Season Leaders: Passes in Backstretch
    1 42 Juan Pablo Montoya 585

    Não sei o que significa isso, mas o Montoya parece ser bom
    hehehehe

  12. Marcus disse:

    Flavio, nesta você pisou na bola feio! A NASCAR pode não ser o melhor campeonatos de corridas do mundo, mas com certeza é o mais disputado, organizado e rentável.

    O Montoya, esta se dando bem lá sim. Já venceu uma prova, sendo o primeiro latino a conseguir isso, está sempre no TOP 15, sendo que neste final de campeonato vem correndo sempre entre os Top 10 e a poucas corridas atrás esteve perto de vencer quando foi atingido por outros carros numa pancada de mais de 5 carros, sendo que ele corre em uma equipe pequena, pois a Chip-Ganassi é grande na Indy, na Nascar é uma euipe pequena.

    Outro ponto importante é que ele enfrentou um grande preconceito quando chegou lá por ter ido com mais status que muitos pilotos veteranos lá o que causou uma ciumeira enorme principalmente depois dele ter vencido sua primeira corrida, sendo que em uma corrida um bobão lá depois de um acidente simplesmente paraou o carro na frente do dele apenas para que ele não pudesse voltar para a corrida.

    Então, acho que para se comentar sobre uma categoria tem primeiro que assistí-la e conhecê-la um pouco mais.
    A 3 anos atrás eu achava a Nascar chata também, mas a medida que fui assistindo, vi que é um baita de um campeonato, com p]pilotos fazendo tudo que a regra permite para vencer.

    A única crítica qe faço a NASCR é a duração das corridas que acho muito grande, chegam a ter 3, 4 horas, tirando isso e muito bom.

  13. João Luís disse:

    Se eles querem alguém experiente, então o Rubinho até que tem chance… ou não? Eu tava achando que era quase impossível ele continuar em 2009…

  14. Julio Cesar Manfredinni disse:

    Achar que a Nascar é “só” uma corrida em ovais com um carro batendo no outro não entende nada de automobilismo. Um campeonato mais antigo que a Fórmula 1 (a Nascar começou a ser disputada em 1948) ,no qual correram lendas como Lee e Richard Petty, Dale Earnhardt, David Pearson, Cale Yarborough entre outros, que possui a corrida de maior audiência da TV americana, as 500 Milhas de Daytona, que distribui milhões de dólares em prêmios todos os anos e que em várias etapas o número de carros que disputam um lugar no grid supera os 45 “é um campeonato de verdade sim”. Aliás, com exceção das duas ultimas temporadas, a Fórmula 1 passou cerca de 10 anos sendo um autorama gigante, com carros computadorizados controlados por computadores direto dos boxes pelos engenheiros e que o piloto só fazia segurar no volante e acelerar (as vezes nem isso…), com pistas sem pontos de ultrapassagem em que as monotonas corridas terminavam na mesma ordem do grid de largada (tanto que inventaram abastecimento, obrigatoriedade de usar dois tipos de pneus durante as provas etc). Se isso é “automobilismo de verdade” e a Nascar não meus conceitos sobre corridas de automoveis precisam mudar. Gosto da Fórmula1, acompanho há mais de 25 anos, mas Nascar, que eu acompanho há bem menos tempo, é sim automobilismo de verdade. Mas, como o proprio dono do site mesmo disse, “gosto não se discute”.

  15. James Hunt disse:

    Todos aqui babaram quando o Montoya deu aquele passadão no Schumy, inclusive o FG… bater em bebado caído é fácil né?
    Quanto ao Montoyômetro do amigo do Flávio Gomes, o cara está tão preocupado em esculachar o Montoya, que presta um deserviço jornalístico, em não falar das últimas ótimas corridas do Colombiano na Nascar.
    E o FG fica caladinho.

  16. Marcelo disse:

    Estou com os amantes da NASCAR. Aquilo é um show. Já tive a oportunidade de assistir duas corridas ao vivo da NASCAR, além das tradicionais Stock car, Formula Truck, GT3…, e no ano passado fui assistir a F1 em SP. A única parte com um pouco de emoção foi a largada. O resto…….se não fosse um torcedor ao meu lado com uma TV portátil não ia ficar sabendo de nada.
    Durante a corrida não conseguia nem descer da arquibancada para mijar senão perdia o lugar. Na NASCAR os lugares são marcados e a infraestrutura dos autódromos dão um show.
    Nada se compara a NASCAR. Concordo que em tecnologia, qualidade técnica dos pilotos e badalação, nada se iguala a F1, mas não é só disso que o público gosta, pelo menos é o que percebo nas corridas que assisto.
    A única corrida da F1 desta temporada que me prendeu a atenção foi a última em SP, o restante foi um desfile de carros com alguns lances de disputa.
    ATENÇÃO: Estou fazendo o meu comentário sob a ótica de um torcedor que assiste corridas na TV ou na arquibancada.
    Em resumo se fosse o Montoya ficaria na NASCAR.

  17. Maxwell Smart disse:

    Alguém já cogitou em alguma época convidar o sensacional Sebastien Loeb para um teste na F1?????

  18. Marcelo Ivo disse:

    Tá certo o Montoya!!!

    Gosto é gosto.

    E só porque ele recebeu um convite da F1 não quer dizer que ele tenha a obrigação de jogar tudo pro alto e aceitar.

    É a mesma coisa se o FG recebesse um convite pra trabalhar na GLOBO e não aceitasse.

    A NASCAR tem quase o dobro de corrida no ano, e cada corrida tem mais que o dobro de duração que uma corrida de F1. Além disso, os pilotos podem correr ao mesmo tempo na segunda divisão da categoria

    E pra quem realmente gosta de pilotar, isso é o que importa.

  19. Brazilian Racing! disse:

    Está certo que a F1 é a categoria top do automobilismo mundial, mas convenhamos que não seja o ambiente ideal para quem tem um estilo despojado, como é o caso do colombiano. E o cara não voltou para Bogotá e foi pilotar carro de rolimã. Ao contrário, corre em uma categoria reconhecida, interessante e que, não se pode negar, é bem divertida, com seus toques e disputas acirradas. O que falta é conhecimento sobre a categoria, sobrando muito preconceito, por parte dos brasileiros!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>