MENU

quarta-feira, 29 de abril de 2009 - 21:41Indústria automobilística

MARCHA-À-RÉ

SÃO PAULO (meno male) – Apareceu agora há pouco no site da “Quatro Rodas”. A VW diz que a notificação judicial ao irmão do Décio, o Eduardo de Oliveira, que faz “releituras” de clássicos, foi “um engano”.

Hum…

Sem querer parecer pretensioso, creio ser esta uma vitória da blogosfera. Afinal, esse caso todo surgiu num blog, o do irmão do Décio, e espalhou-se como rastilho de pólvora por blogs de todo o Brasil, culminando um dia depois com o recuo da poderosa VW. 1 a 0 pra nóis. É nóis, mano.

A propósito, vinha eu para a emissora coisa de duas horas atrás (estou no ar, escrevendo ao mesmo tempo, adoro fazer dez coisas ao mesmo tempo, no fim acabo não fazendo nenhuma direito) quando tocou meu novo celular, um aparelho com o qual jamais me acostumarei. Era um importante executivo da VW, mas como não sei se ele quer que seu nome seja revelado, não vou dizer quem é.

Muito educado, me disse mais ou menos isso, que a VW “não queria” notificar o pobre do irmão do Décio. “Ué, então por que notificou?”, perguntei. Ele não soube dizer direito, mas disse que eu deveria ter ouvido o “outro lado” antes de escrever o que escrevi, e lhe expliquei que um blog não é um veículo noticioso, que não fiz denúncia alguma, apenas emiti minha opinião sobre um fato consumado. “Ouvir o outro lado” não é algo que se deva fazer sempre no jornalismo. Quando um colunista do “NYT” critica (ou elogia) uma medida do presidente Barack Obama, não precisa necessariamente ouvi-lo. Se o Lula resolver asfaltar a Amazônia, não precisarei ouvi-lo para descer a lenha. Sacou como é?

De qualquer forma, disse a ele que se quisesse se defender da pancadaria que a blogaiada está desferindo à VW, que ficasse à vontade. Mas alertei que isso não era garantia nenhuma de que iria cessar a sessão porrada.

O executivo me disse também que eu, como jornalista, não deveria ter escrito aquelas coisas daquela forma, e eu respondi que sou jornalista, sim, mas sou outras coisas, também — entre elas, consumidor da VW, tenho oito carros da marca, ora bolas! Ele tentou ainda argumentar com a história do uso indevido da imagem, mas argumentei que meu filho mais novo vive desenhando Fuscas nas suas lições de casa, com o V e W no capô, e não quero que ele seja processado por isso.

Bem, o diálogo foi cortês (não estou sendo irônico, foi mesmo) e notei certo arrependimento, ou constrangimento, ou mal-estar com toda essa situação. Notei também que quem não me conhece direito fica meio chocado com alguns termos que uso (“engravatados de merda”, por exemplo, gosto muito dessa expressão), mas aí paciência, é o meu jeitinho.

A bola agora está com o irmão do Décio. Pelo que entendi, ele pode colocar tudo de volta no seu blog sem que lhe encham o saco.

130 comentários

  1. osvaldo dos santos disse:

    por isso que a gm esta assim , resolveram tirar os melhores carros, ( VERANEIO E O OPALA) , de linha . acabou…………..

  2. Jeambro disse:

    Eu tenho um Gol Rallye, que de rallye não tem absolutamente nada a não ser a barulheira interna, de vez em quando eu ando em estradas de terra com ele, cansado de saber que ele não foi feito prá isso. Será que serei processado por uso indevido da marca????
    Palhaços

  3. pedro belfort disse:

    Para o Dú, a resposta na íntegra.
    A palavra usada não foi produto, mas modelo.
    Eis a resposta:

    Sr. Pedro,
    Em atenção a sua mensagem(sic), informamos que não possuímos mais material desse modelo, o que nos impede de atender a sua solicitação.
    Atenciosamente
    Rosana
    Central de relacionamento com o cliente VW

  4. Carlos disse:

    Ahaaahhh! Eu estava certo! Era pegadinha!
    Era ridículo demais para ser verdade.

    Para Mark Kweirotz:
    Mande o número do chassis do seu Alfa Romeo (de qualquer ano) para a matriz, na Italia. Pode ser por carta, fax, e-mail. Eles lhe retornarão, agradecendo pela consulta, e informando exatamente qual era o modelo do seu carro, o dia em que foi fabricado, o dia em que foi vendido, para quem foi vendido, os possíveis opcionais que tinha, a cor (e o código dela, caso vc queira reproduzir), e a cor do inteiror. A BMW, Porsche, Mercedes também dispõe de excelentes departamentos para seu antigo…

  5. Marilia Compagnoni Martins disse:

    o único VWVW (medo de processo) que dirigi foi o Fusca da auto-escola

    meu pai teve problemas com a montadora e nunca mais comprou veículos da marca e nem permite que seus filhos o façam :P

  6. Pedro Jungbluth disse:

    o blog ainda não foi atualizado. O Du deve ainda estar muito puto.

  7. Pablo Rodrigues Muniz - Vitória disse:

    Flavito,

    Desde terça, quando assisti “No Limite (hehe)”, se pudesse, gostaria de te dizer que fiquei positivamente surpreendido quando JCAlburqueque ponderou a questão da “beatificação” de Senna com a circunstância de a morte haver ocorrido em momento auge da carreira e que, como com qualquer ídolo, a beatificação seria inevitável independente do status de mocinho máximo da TV Brasileira. Posso estar enganado, mas você parou para pensar e isso parece ter influenciado a sua formação de opinião. A visão que eu tinha de você era de que era igual a mim: turrão, teimoso e desbocado. Não precisamos ser delicados ou meigos, mas escolher as palavras faz parte da oratória de nos expressarmos bem e sermos respeitados. Aquele abraço, sou seu fã! E pára (tem acento ou não?) de charmar os outros de “merda”!

  8. Luciano Martinelli disse:

    Eu tô achando que a Volks está vendo aí um concorrente de peso nos desenhos de seus carros. Cadê a liberdade de expressão?? Por que eles não contratam esse cara, com certeza muito carro bacana e diferente vai aparecer, chega de mesmice.

  9. Mark Kweirotz disse:

    Essa história contada lá em cima pelo “pedro belfort – 30/04/2009 – 14:33″ exemplifica bem a cabeça dessas montadoras.
    Você está preservando o passado da empresa e, quando vai fazer um simples questionamento sobre a cor de um antigo produto, ouve uma resposta dessas:”Não trabalhamos mais com esse produto”. Parece até que eles tem vergonha de seus antigos carros.
    Não pensem que se fosse qualquer outra montadora, a reação não seria muito diferente.
    “Ah, mas então porque eles mantém museus?”, você poderá perguntar. A resposta é simples: porque mostrar a tradição da marca é argumento de venda. Se museu não ajudasse a vender carro, não existiria museu.

    Aliás, lembrei do caso da peça de teatro que virou filme “Nossa Vida Não Vale Um Chevrolet” do dramaturgo Mário Bortolotto.
    Quando preparava a produção do filme baseado na peça, recebeu uma notificação da GM de que não poderia usar o nome “Chevrolet”. Recebeu autorização para o nome “Nossa Vida não Cabe num Opala” porque, segundo a GM, “era um produto descontinuado”.
    Nisso se percebe bem o pensamento dessas empresas: produto descontinuado é m…, problema de quem comprou, agora, se produto ainda fabricado, prejudica as vendas, ai não pode nem fazer homenagem.
    Mesmo sendo um filme com excelente elenco, com Jonas Bloch, Maria Luisa Mendonça, Marília Pêra, Paulo César Peréio e, até mesmo Dercy Gonçalves (foi seu último filme) e tendo posteriormente ganho o festival de cinema de Recife, não teve argumento.

    “Não toque em nosso santo nome em vão” é a máxima dessa gente.

  10. Carlão BSB disse:

    A VW deve estar se odiando, principalmente se formos avaliar os comerciais que eles tem pago, e caro, por aquilo. Agora mais essa pra eles engolirem.

  11. Edu Pereira disse:

    Vc tem prestígio (se não o cara da vw não teria perdido o tempo dele em te ligar) (sic)……

    Caro Edilson..
    O cara da marca “perdeu tempo” ao ligar pro FG???
    Nada mais justo, afinal, ao que parece ele não faz mais nada a não ser “perder tempo” arrumando as merdas que os “engravatados” de sua grande companhia fazem sem ao menos pensar no prejuízo que isso possa causar!!!
    Comparar opiniões pessoais ( que acho que é o que cabe aqui) com matéria jornalística ( que acho que o FG tem espaço suficiente na “grande mídia”) existe uma larga distância.
    Você, como jornalista que diz ser, não sabe como agir entre um ou outro deveria ao menos ter a sensibilidade de avaliar a capacidade de compreensão das pessoa que frequentam esse espaço.
    Vai me desculpar, mas mandou mal pra caramba !!!!! Perdeu uma grande chance de ficar calado.

    PS: Só para ilustrar, entre no blog do Irmão do Décio que teve a grande sacada de ilustrar as imagens CENSURADAS pela montadora com receitas culinárias, remetendo-nos à melhor forma de identificação de DITADURA FASCISTA que este País já conheceu. Ao que parece vc deve ter faltado nessas aulas…..

  12. disse:

    Pedro Belfort\, ele não trabalham mais com o produto?
    Manda o nome do IDIOTA que enviou isso, que cato um que NÃO TEM MAIS a PONTA do DEDO para DISCAR e LEVO ELE NA VW.

  13. Bruno Abila disse:

    Que Legal Flávio!!!!

    Fiquei feliz com essa vitória e cada vez mais vejo que o blog, é um veículo fantástico.

  14. marcojetta disse:

    Boa tarde FG,

    Alinhado com alguns blogueiros, também mandei uma msg. singela para a VW. Segue abaixo.
    Abs,
    Marco Antonio.

    Boa tarde beócios ! ( na dúvida, consultem um dicionário antes de mandarem ADEVOGADOS para me entimarem ! Vocês não tem advogados e sim ADEVOGADOS ! )

    Qual o objetivo desta intimação ríducula, fora de propósito, castradora, imbecil ( olha o dicionário antes ! ) que os ADEVOGADOS desta fábrica enviaram a um designer que posta suas criações ( de fato são criações – não estas ridículas aberrações que a VW Brasil diz que faz ) em um blog ?

    É falta do que fazer ? Estes ADEVOGADOS não tem uma vassoura, um escovão ou um balde, para prestarem um melhor serviço à empresa que lhes paga ?

    Ou é falta de cultura mesmo ? Estes ADEVOGADOS não conhecem ou estudaram o caso AutoLatina ? Quem usurpou quem naquela história ?

    Patéticos e despreparados !

    Tristes figuras. De fato representam bem o depreparo de quem perdeu a liderança no mercado brasileiro, por arrogância e bitolamento.

  15. Régis Andrade disse:

    Chuuuuuuuuuuuupa, VW!!!!!

    Hueheuhe

    Quando vi só pensei em postar isso…ueheuhee

    Tio Cerega tá mais que certo…

    Hoje dou graças pro não trabalhar em multi alguma coisa…

  16. Cabra disse:

    Menos mal que voltaram atrás.

    Mas, a desculpa não colou, não, é ultrajante querer que se acredite em engano. Qual é!

  17. André Buriti disse:

    Concordo com o que li lá em cima.

    O Décio já fez a releitura de quase todos os carros históricos da VW (acho que faltou o TL), não precisa “reienterpretar” mais nenhum carro da marca.

    Mas que ele recoloque os trabalhos já feitos no site, que são muito bons.

    O problema é que existem uns executivos cegos que não vêem onde existe uma propaganda gratuita benéfica do seu produto, a VW tem uma legião de clientes fiéis no país, de proprietários de humildes fusquinhas (eu incluso) a donos de Phaetons e Boras.

    E caso eles não lembrem, Volkswagem significa literalmente “Carro do Povo”, logo…
    Preciso falar mais?

  18. pedro belfort disse:

    Amigo Flavio, como eu já te contei, estou restaurando um SP2 1972. Para me informar da côr original que êle tinha, solicitei à Volkswagen.
    Sabe a resposta?
    - Não trabalhamos mais com esse produto!!!!!
    Sim, essa foi a minha resposta
    Que pena!

  19. YPVS disse:

    Excelente o comentário do Claudio Ceregatti. Exatamente o que percebi qdo tabalhei numa empresa do ABC. Ele ainda conseguiu meia dúzia de amigos. Eu fiz 4.
    FG, o post tá mto bom. O português que você usou eu considero adequadíssimo, afinal é um blog.
    Esse maluco da VW que te ligou merecia que você mandasse ele tomar no c… só pra começo de conversa… Te ligar pra bostejar no seu ouvido??!!

  20. fred disse:

    Proponhol que cada blogueiro comece a postar os VW de * que teve o azar de comprar.

  21. Mário Salustiano disse:

    pessoal esse é um momento muito importante e que demonstra que a internet tem mais força que possamos imaginar, diferente de quando mandamos algum manifesto ao departamento das empresas e lá apenas funcionários acessam, aqui o acesso é amplo e lembrem que além dos que escreveram teve também que leu se indignou mas não se manifestou, seria de bom tamanho que a VW fizesse algo, não no sentido financeiro diga-se, para reparar esse estrago que fez em sua marca, pois pelo menos para mim ainda fica a imagem de arrogancia e falta de cuidado com seu consumidor
    abs
    Mário

  22. ALEX B. disse:

    Ainda bem que os teutonicos acordaram! Chega de palhaçada, e vão trabalhar “folksfagen”!!

  23. Edilson Vieira disse:

    Flávio, prá mim é mais um exemplo dos limites não muito claros entre jornalismo e blog. O blogueiro pode dizer o que quiser ” sem ouvir o outro lado”,? ao contrário do que apregoa as lições básicas do jornalismo? Você me diz que um blog FEITO POR UM JORNALISTA não faz denúncias nem é noticioso e, pelo que entendi, naõ precisa seguir a regra da ética jornalistica? Eu também sou jornalista e não sei como agir em relação ao blog. Só que quando escrevo no meu blog, qeu ninguém lê, ao contrário do seu, me sinto tão responsável quanto escrevo na redação. Não tô te chamando de irresponsável mas entenda, você naõ está aqui mandando e-mails para os seus amigos, vc está sendo lido por milhares de pessoas e formando a opinião delas.Cara, já soube que a Editora Abril conseguiu fechar alguns blogs que reproduziam fotos scaneadas da Playboy. A falta de regulamentação para os blogs permite excessos dos dois lados. Meter o pau na Gazeta Mercantil, como vc fez, quando daquela matéria sobre a Lada tá certo? Para um moleque que tem uma página gratuita no ig mail e que não sabe juntar dosi advérbios, pode ser. Para um jornalista puta velha no setor que escreve pra um blog abrigado num grande portal, é questionável. Entenda, só quero que os blog feitos por profissionais tenham o respeito de quem os lê, e isso só vai ser possível se a gente, que escreve, souber respeitar. Vc tem prestígio (se não o cara da vw não teria perdido o tempo dele em te ligar) mas… até quando?

  24. disse:

    A parada foi a seguinte:
    A dita cuja, planejou lançar um blog de design, e foi lançado dia 17/04.
    http://www.vwbr.com.br/design/

    A “resposta automática” está no meu entender, relacionada ao concurso.

    Reparem nas imagens para download;
    http://www.vwbr.com.br/design/inspiracoes.aspx

    Hoje, 30 de abril, aualizaram para comentários e participe !
    Postei lá, mas acho que deve passar por critérios para ser publicado.

    Ae Dom Pedro! Tradução já! Em Alemão, Espanhol, Russo e a pqp.
    O Mkt da vw é muito mané, os caras perdem dias, gastam grana para intimidar um artista?

    Por isso que tiro o chapéu para o Christian Pouillaude da Renault, em curtir o automobilismo brasileiro, reverenciar Luizinho, Bird e Cia. A vw não é digna de preservar a memória do automobilismo brasileiro, como a Equipe Dacon.

    E antigamente se vendia carros pela paixão, desempenho, sucesso.

  25. morpet disse:

    A propósito, não vai aparecer um link no youtube sobre o Oggi CSS??

  26. morpet disse:

    Não adianta matar e ir chorar no velório…
    Se eu fosse o irmão do Décio jamais voltaria a desenhar um carro dessa marca. Inclusive as fotos da “releitura” daquele automóvel cujo nome homenageia a capital federal do Brasil foram removidas do meu blog também. Não porque eu tenha medo dessa empresa alemã (hahahaha), é por protesto mesmo.
    E aí Flávio, o simpático diretor-bombeiro lhe autorizou a publicar fotos de seus fuscas, kombis e DKW(!!!)? Ou corres o risco de receber uma notificação estúpida dessas? Porque os clubes de automóveis dessa marca estão recebendo também. Ridículo…
    Whatever. Como eu já disse, “foda-se a VW”!!!

  27. Marcio Vieira disse:

    O Irmão do Décio poderia digitalizar tal notificação para analisarmos se foi mesmo um equívoco.
    Aposto que não!!

    Deram um tiro no pé e agora querem usar um band-aid para curar.

  28. Cristiano Azevedo disse:

    Boa.

    Mas isso não limpa a cara suja da VW.

    Acho que os designers da VW se rasgaram de ódio depois de ver o gol que o Du desenhou.

  29. Endrigo Cenzi disse:

    Bem, a atitude da VW foi bacana.
    Só temos que entender que uma notificação, seja judicial, seja extrajudicial, não “obriga” o notificado a nada. Ela serve tão-somente para prevenir responsabilidades, resguardar direitos, constituir em mora o devedor, etc. Na prática, uma notificação tem o objetivo de, em futura ação judicial, o notificante dizer ao notificado: “eu te avisei!!!”.
    Eu só espero que o irmão do Décio tenha feito uma contra notificação à VW. Se ele permanecer silente, pode haver uma futura alegação de concordância por parte da montadora.

  30. Alguem pode me explicar se o blog “Fusca Classic”, a revista Fusca, as citações à VW em um trozilhão de p´ginas da Internet, nas revistas 4 Rodas, AutoEsporte, Carro, etc, etc também são “uso indevido da imagem”????? ou se no fundo são “marketing gratuito” (a VW se quisesse este espaço deveria pagar….).
    Uma coisa que eu acho que sempre funciona é algo simples, mas difícil de ser encontrado hoje em dia. Chama-se “Bom Senso”!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>