MENU

terça-feira, 27 de julho de 2010 - 13:45Automobilismo brasileiro

A PANCA DO ANO

SÃO PAULO (mais uma) – Outra para a série “e não morreu”. Foi inacreditável o acidente entre Bruno Junqueira e Diumar Bueno domingo em Interlagos, na Truck. Um caminhão decepou o outro. É difícil atribuir culpas. Acidente de corrida, digamos. O vídeo acima mostra o desespero dos torcedores na arquibancada. Aqui, um vídeo que mostra melhor o que aconteceu.

Aproveitando, quem aqui da blogaiada foi a Interlagos no fim de semana ver os brutos? Como foi? Organização, público, corrida? Contem tudo.

46 comentários

  1. Rafael Gaspar disse:

    Foi minha segunda vez assistindo à Truck, a primeira com acesso aos boxes.

    Pra mim foi um espetáculo! não conheço outros autódromos além de Interlagos, também não posso julgá-los apenas pelas imagens de TV, mas acho o circuito paulista perfeitamente apto a receber esses caminhões, a pista é larga, com bons pontos de ultrapassagem.

    A corrida foi muito boa, com várias ultrapassagens. Não vi o acidente, pois estava perto da linha de chegada, mas digo: o que aconteceu não foi obra de nenhum anjo da guarda, pois assim como a célula de proteção da F1 ou de qualquer outra categoria, a cabine de um caminhão desses é projetada para aguentar a pancada.

    Quanto à organização, não tenho o que falar, com algumas falhas, mas é aceitável.

    Com certeza, se não o melhor, foi um dos meus melhores finais de semana vividos até hoje!

  2. Marcos Lauro disse:

    Mas o que eu achei várzea mesmo foi o repórter entrar na pista pra entrevistar os pilotos…

    • Flavio Perillo disse:

      É que o FDP devia estar pensando que estava em jogo de futebol e quis invadir o gramado pra entrevistar o jogador.
      Mais profissionalismo!!!!!!!!!

    • Pedro Araújo disse:

      … e ainda por cima não sabe do que tá falando. perguntar pro Bruno se aquele foi o pior acidente da carreira?!?!?

      Logo depois do ocorrido?!?!?!

      E sem saber que ele ficou meses no hospital por causa da batida em Indianápolis?!?!?!

      Como tem profissional despreparado nesse mundo. Por causa de sujeitos iguais a esse é que o Piquet tinha aquela postura sem paciência com repórter.

  3. Pedro Motta disse:

    Eu estava lá, trabalho em uma montadora e ganhei os convites…. A corrida foi mto boa, tanto q no inicio um VW estava em ultimo e chegou em 3º.
    O autodromo estava cheio, cheguei cedo e estava bastante organizado, até estacionei o carro la dentro… eu estava bem onde aconteceu o acidente, como foi dito todos os sitemas de segurança funcionaram, apenas acho q poderia ter uma fila de pneus contornando a curva de longe, e isso evitaria os caminhões irem tão longe. E pediram pro pessoal não ficar junto aos alambrados, ai passam um susto desses e falam que só o alambrado é pouco?
    Pelo que eu li em uma revistinha q entregaram, na f-truck muitas peças usada nos caminhôes de corrida, são iguais as de um caminhâo de rua, e isso para o marketing é uma incrivel oportunidade de mostrar a cofiabilidade do produto. podem olhar as fotos, um acidente deste porte e eixos, chassis e outrs componentes praticamentes intactos

  4. Edilson Vieira disse:

    Assustador! Mas, ao mesmo tempo, é muito, muito bom ver que ninguém se feriu. Nem público nem pilotos. Isso mostra o que é ter um autódromo seguro e máquinas confiáveis. Para quem não lembra, a primeira tentativa de se organizar provas de caminhão no Brasil foi abortada depois de acidentes que, se não me engano, tiraram a vida de dois pilotos. E nem faz tanto tempo assim, no inicio dos anos 80.

  5. Flavio Perillo disse:

    Uma pergunta para os especialistas.
    É verdade essa história de cabine de caminhão que se ejeta do chassis como de helicóptero de combate?
    Se sim, porque a do Bruno Junqueira não se ejetou e ficou toda amarfanhada sob o que restou do caminhão?

  6. gleitef disse:

    Caminhão só em canteiro de obras.
    Se em algumas cidades já estão proibindo o tráfego destes monstros nas ruas, em autodromos nem pensar.
    Que voltem os trens!

  7. Beto disse:

    Acidente de Corrida??? Tu tá de gozação né FG??? Pitocagem pura… imperícia sem tamanho… coisa de piloto de arquibancada…

  8. Bom, aqui em Londrina certa vez um F-Truck, em treino privado, levou o alambrado, árvores e tudo mais, ficou destruído e o motor foi parar na avenida que passa ao lado do autódromo…

  9. Eu estive la, maneirissimo, organização impecável, fora o clima, bem festivo!!

    Em tempo: eu estava no S do Senna quando vi o acidente. Na hora pensei: morreram!!

  10. Eu fui.

    Organização na pista razoável. Milhares de “convidados” vips circulando pelo paddock devidamente vestidos com bonés e roupas de determinados patrocinadores.

    Mais público vip do que público regular, ou seja, mais gente do lado de dentro do circuito do que do lado de fora.

    Mas fiquei espantado com a quantidade de gente. Só vejo o autódromo assim em dias de Grande Prêmio do Brasil. Haviam arquibancadas montadas até a metade da reta oposta.

    No lado esportivo nada de relevante na Truck. Corrida sem graça, como são quase todas, onde a diversão das pessoas, por mais chocante que possa parecer é o sempre presente risco de um acidente horroroso como esse do vídeo.

    Acabei me divertindo bastante assistindo às duas etapas preliminares da Top Race argentina.

    Fiquei com inveja. O automobilismo deles faz o nosso parecer nanico.

  11. Ron disse:

    Assisti pela TV na hora do acontecido. Estava mudando de canal e, de repente, topei com o acidente. Meu irmão e eu ficamos gelados.
    E depois, vendo o replay, continuamos com medo pelos espectadores que estavam no local onde os caminhões escaparam. Se estivessem um pouco mais rápidos, aquela grade era capaz de arrebentar e aí…

  12. Ed disse:

    Foi a segunda vez que fui ver a Ftruck e pelo grande número de pessoas presentes no autódromo, considerei o evento bem organizado. Consegui estacionar o carro a três quarteirões do autódromo sem maiores problemas e olha que nem cheguei tão cedo assim. Uma falha da organização foi a pouca divulgação de linhas de onibus saindo do shopping Interlagos. Quanto ao preço do ingresso é necessário analisar a Truck como categoria multimarcas com grande envolvimento de montadoras e principalmente da indústria de auto peças que utilizam o evento para promover seus produtos (de forma muito eficiente na minha opinião) junto a seus clientes, importante categoria econômica é só ver a quantidade de eventos voltados para os caminhoneiros, fornecedores e funcionários, sendo a esmagadora maioria do público formada por convidados e não por pagantes. Já fui em corridas da estoque entre outras categorias e a principal diferença com a Truck é a forma de pensar o evento, mais popular, parecido com a NASCAR, onde quem gosta de automobilimo pode ver uma corrida disputada e quem quer apenas se divertir no domingo com os famosos zerinhos feitos por caminhões por exemplo (em interlagos nas áreas de escape) também pode.
    A corrida da Top Race foi muito interessante com muitos carros no grid e o acidente foi bastante impressionante (eu estava bem próximo ao local).

  13. Tiago S. disse:

    Eu fui em Interlagos. Sempre fui contra essa categoria, mas apareceu uma promoção tão boa que resolvi comprar. Era justo ir para ter um julgamento melhor. Porque dizia que esses veículos foram feitos para puxar carga, não para correr.

    Mas a corrida foi muito boa, melhor que a outra que teve antes. Não sei se porque o nível dos pilotos é pior, ou se porque os trambolhões são grandes para a pista, mas a corrida foi boa.

    Estava bem no início da reta oposta, então deu pra ver a batida. Na hora me pareceu bem mais feio que no vídeo, não que no vídeo esteja light, mas na hora me impressionou mais.

    A ação de socorro também foi imediata. As arquibancadas estavam lotadas, todo mundo bem acomodado, não vi ninguém reclamando de nada. Achei que a organização mandou bem.

  14. O único comentário que faço é da minha irritação com o “povão” que vai em autódromo p/ ver pancada.

    Quando o Ford do Toti (acho que era ele) passa reto na primeira perna do “S”, ouve-se um sonoro “eeeeeeeeeeeeee” de toda a torcida.

    Aííííí, quando acontece uma pancada bem na cara deles, todo mundo assusta? Sentiram na pele o pânico né?

    Ainda bem que nada de muito ruim aconteceu, mas que foi legal ver esse “povão” se borrando nas calças, ah foi….

    • Ivo Aoki disse:

      Cara, meu comentário foi igual!

      27/07/2010 às 17:29

      O melhor foi a galera, que em sua maioria, vai só pra ver sangue.

      Enquanto um saía da pista lá embaixo, a galera delirava.

      A hora que veio a panca, ali pertinho, todo mundo se apavorou. Pimenta no dos outros é refresco!

      Responder

  15. L.O.S. disse:

    RETIFICAÇÃO: Consigo (e não “concigo”)
    sei que também faltaram alguns acentos, mas o “concigo” foi d+

  16. L.O.S. disse:

    Se pode ter corrida de moto, carro, avião, barcos, rolemã e etc. qual o problema de ter corrida de caminhão?
    dizer que “Por sorte, desta vez o anjo da guarda que esteve de plantão no autódromo foi muito eficiente e nenhuma vida se perdeu” é uma grande “burrice” ja que todos os equipamentos de segurança funcionaram. as cabines dos caminhões suportaram o choque, o alambrado aguentou cerca de 4 ton. e a barreira de pneus tambem estava lá pra amortecer o impacto.
    poucas categorias ficam 15 anos (que corresponde toda a história do campeonato da truck) sem um acidente fatal. Eu mesmo não concigo lembrar de nenhuma categoria atual no esporte a motor (muitos vão dizer a formula 1, mas lembro que em 2001 um fiscal morreu depois de ser atingido por um pneu de Villeneuve no GP da Australia)

  17. Wilson disse:

    Os autodromos não estão preparados para corridas de caminhão com 4 toneladas (parado) Na corrida inaugural da categoria em Cascavel morreu um piloto, ficaram uns 2 anos sem corridas e depois voltaram.
    Em Londrina em um treino fechado um Volks vinha pela reta oposta a toda velocidade (era treino e não tinha radar) não fez a curva bateu na proteção, subiu, “podou” a copa de algumas arvores, o cambio foi cair na calçado fora do autodromo, pedaços menores do caminhão arrebentaram fios de telefone no canteiro central da avenida.
    Outro absurdo é colocarem radar em corridas (para não deixar os brutos embalarem demais, pois para segurar 4 toneladas a mais de 160 km por hora só os anjos da quarda daquela turma que estava atraz do alambrado)

  18. disse:

    Romeu, fui sexta, sábado e domingo.
    Vc. me conhece e sabe que curto, e sou crítico.
    Junto ao RR mula manca, andei uns 30 km. este fds nos matos de Interlagos, filmando curvas, subindo e descendo os morros, credenciado, analisando e ficando de queixo caido c/ a infra montada.
    Muitos sabem que em Londrina caminhão já foi parar na avenida, e a panca deste fds. foi um puta crash test e a prova que o circuito de Interlagos é seguro.
    Estava na reta e vi o Bruno sinalizando, pensei ser do radar, mas era dos bujões de freio, foi uma panca homérica, que a engenharia das fábricas envolvidas no evento devem calcular a força do impacto, e sinceramente, nem sei se esperavam tal absorção da gaiola, mas que funcionou, e como..assim como a barreira de pneus e o muro em si.
    Festa, rentabilidade, profissionalismo total, observação exagerada em itens de segurança de bandeirinhas, público, pilotos e equipes são responsáveis. Muito show a coisa, uma infra de F1, com soluções desde o escoamento do público, até a pintura das zebras. Na correria estamos editando uns vídeos que irão mostrar como a CBA deveria ser extinta, e nos vídeos Romeu, o show da Top Race, uma categoria de fazer a estoque parecer carrinho de feira. Afora as Grid Girls hermanas…Que até isso eles trouxeram….

  19. MSM disse:

    Não vi ao vivo, somente na reprise a noite, mas foi um acidente inacreditável, ver um caminhão passar por cima da cabine do outro e este sair rolando depois, foi o mais feio que eu vi até hoje.
    O acidente foi causado pela ruim de braço da “ex” sem-terra Debora Rodrigues que conseguiu arrumar uma boquinha casando com o marido que é dono da equipe VW, como não sabe pilotar um fogão, pediu para o maridão uma vaga de piloto de caminhão, e aí já viu, acabou empurarrando o Bruno Junqueira para cima do Diumar. Não acrescenta nada a categoria e ainda faz besteiras como essa.
    Outras observações: primeiro que tinha pessoas coladas ao alambrado, área onde não deveria ter ninguém e que por sorte aguentou a batida e depois, logo que o Bruno foi tirado debaixo do caminhão, o lamentável reporter da Band não quis esperar que o piloto fosse primeiro atendido no hospital do autódromo, botou o microfone na cara dele e começou a entrevista, sem a menor noção de respeito com a pessoa.

  20. Luis Vieira disse:

    Flavio, eu estava em interlagos este domingo na F-Truck. De modo geral não tenho reclamações. Cheguei proximo da hora da largada (por folta de 1:00h) parei o carro e entrei no autodromo sem problemas. Lá dentro a organização foi semelhante a outros eventos nacionais como a stockcar. Sem luxo, mas tudo correto, numero de banheiros, barracas de bebida e comida, etc.

    Ah! Lembrei de um ponto de melhora. Sinalização quanto aos setores e respectivas entradas e instrução ao vendedores de ingressos. Perguntei se havia ingressos para outro setor, dos boxes por exemplo. Recebi somente um “hã????” como resposta. Ou seja, a moça nem seguer sabia de outros setores, preços, qual entrada etc…

    Como já estava encima da hora, acabei ficando na arquibancada da reta na entrada principal (unica opção que a moça do guiche deu).

    Sobre o acidente, realmente impressionante e também impressionante que ambos os pilotos sairam sem um arranhão.

    Abraços,

  21. Ivo Aoki disse:

    O melhor foi a galera, que em sua maioria, vai só pra ver sangue.

    Enquanto um saía da pista lá embaixo, a galera delirava.

    A hora que veio a panca, ali pertinho, todo mundo se apavorou. Pimenta no dos outros é refresco!

  22. Tiago Mio disse:

    A corrida da F-Truck deste domingo (25) em Interlagos foi marcada por um forte acidente entre Bruno Junqueira e Diumar Bueno. Junqueira, que estreia na categoria nesta temporada, literalmente atropelou o caminhão de Bueno na freada do S do Senna. Apesar de assustador, ambos saíram ilesos do acidente.

  23. Flavio Perillo disse:

    Uma pergunta para os especialistas.
    É verdade essa história de cabine de caminhão que se ejeta do chassis como de helicoptero de combate?
    Se sim, porque a do Bruno Junqueira não se ejetou e ficou toda amarfanhada sobre o que restou do caminhão?

  24. Álvaro Azevedo disse:

    Caramba!!! O pessoal que estava lá embaixo passou um riscado…Cruz credo. Enfim, viram a vó pela greta.

  25. robson disse:

    Também acho corrida de caminhão uma coisa imbecil…..

  26. Romeu Nardini disse:

    Copio aqui comentario que fiz no Blog Autoentusiastas a respeito da Formula Truck:

    Corrida de caminhão é uma imbecilidade total.
    Nenhum autódromo está preparado para receber esses mastodontes.
    Logo após o término da última reforma (decente) do Autódromo José Carlos Pace, chegou-se a aventar a hipótese de não permitir a autorização para corridas dessas geringonças.
    Principalmente porque após longos anos conseguiu-se acabar quase que completamente com o “eterno e cronico” problema de ondulações no asfalto da pista.
    Mas infelizmente por motivo$ que $abemos muito bem quia$ $ão, afrouxaram as regras e permitiram essa aberração.
    Por sorte, desta vez o anjo da guarda que esteve de plantão no autódromo foi muito eficiente e nenhuma vida se perdeu.
    Mas a tragédia está anunciada, com certeza voltaremos aqui para lamentar a morte de pilotos, expectadores e fiscais de písta.
    Quem viver, verá.

    • Rodolffo GF disse:

      Faltou pouco para uma tragédia enorme! Reparem que um caminhão vinha por cima do outro e a sorte foi que eles não foram assim em direção à grade. Só aquela grade não ia segurar. Tem que se repensar a segurança nas pistas com caminhões correndo, pois são muito mais altos que carros de fórmula e de turismo e a probabilidade (física) de passarem por cima das barreira e muros é muito maior. Não sou contra as corridas, pois as acho interessantes, mas se deve prevenir antes do que remediar uma eventual (e possível) tragédia.

    • Luiz Roberto disse:

      Desculpe Romeu, percebo que pelas suas palavras você talvez seja um dependente da Estoque que a cada dia que passa perde mais para a F.Truck. Se você prestou um pouco de atenção à narração, entenderá um pouco mais sobre segurança para os pilotos durante a competição. Os espectadores também, (desde que em local adequado) têm uma pseuda proteção pois imagine se fosse outra categoria como por exemplo a Estoque a carro cairia no colo das pessoas mas, é apenas uma hipótese pois a Estoque atual já matou pelo menos duas pessoas enquanto a FTruck em 15 anos não tem este tipo de histórico.

      Caro Rodolffo GF talvez você não saiba mas em outros videos exibidos pelo SBT e BAND mostram que o truck do Bruno atingiu o alambrado e este deu conta do recado devolvendo o bruto para a pista.

      Crítica à organização cabe somente à falta de divulgação das provas da TOP RACE pois se houvesse o nº de espectadores seria ainda maior.

      FG, sei que não te interessa nem um pouco mas você também ouviu dizerem que a Estoque está à venda????

      Abraços

      Luiz

    • Adriano disse:

      Acho que alguns comentários deveriam ser pensados ou cabe uma pesquisa antes de escreve-los. Como já foi comentado a FTruck tem 15 anos e nunca teve um acidente em que um piloto morreu, a Stock car por exemplo tem a história recente do Speraficco que faleceu em um acidente, se não me engano em Interlagos mesmo. Com relação ao asfalto de Interlagos, após a reforma, o dono do evento da FTruck contratou uma empresa para fazer uma avaliação antes e depois da corrida, e se realmente houvessem avarias ele iria corrigi-las, assim como já corrigiu, consertou e remendou muito autodromo Brasil a fora, já estive envolvido pessoalmente e sei como é. E as geringonças ou aberrações possuem tecnologia muito mais avançada que os Stock car por exemplo, que somente este ano conseguiram implementar injeção eletrônica em seus motores, coisa que já acontece na FTruck desde 2006. Pode ser que ocorra uma tragédia, afinal veículos de 4 a 5 toneladas correndo a 220 km/h é possível, más não é por relaxo ou por falta de segurança.

    • Romeu Nardini disse:

      Caro Luiz Roberto, voce se engana.
      Não sou nem um pouco dependente da Estoque, muito pelo contrario.
      Estoque e Formula Truck é o que tem de píor no automobilismo brasileiro.
      São dois cancros, que se extirpados trariam grandes beneficios ao esporte a motor.

    • Alexandre Esmeriz disse:

      Gosto muito de assistir a Truck (no Tarumã, Santa Cruz do Sul e Guaporé aqui no RS). Mas tenho que concordar com o Romeu no que diz respeito a segurança dos autódromos: nenhum está preparado para receber esses caminhões. “Sorte” que a pancada foi no melhor autódromo do país.

    • Junior disse:

      Aos desinformados que dizem que nunca morreu um piloto na Fórmula Truck, nunca ouviram falar de Jeferson Ribeiro da Fonseca, que era piloto e na época presidente do Autódromo de Cascavel.

      Na verdade ele foi juntamente com o Aurélio Batista Félix um dos fundadores desta maluquice que é a Fórmula Truck.

      Até hoje ocorreu somente este acidente fatal com o piloto e na época, mas sim, já houve um acidente fatal na Fórmula Truck.

      Também acho que a Fórmula truck é mais perigosa do que o retsante do automobilismo em geral, mas tanto os pilotos quanto o público não são obrigados a estarem lá. Se querem participar é porque estão assumindo os riscos.

    • Ad disse:

      Acho que qualquer corrida e legal, velotrol, rolima, truck ou stock (ou estoque, sei la). Mas concordo que nao ha autodromo preparado para esse nivel de seguranca. Os brutos so nao levaram a arquibancada junto porque deram sorte…. esse negocio do piloto segurou nao cola: como segura um caminhao a 180 km/h em frangalhos? O erro foi a organizacao colocar arquibancadas junto a area de escape. Se a area e de escape, sinifica que havara gente batendo por ali, e nao faz sentido colocar espectadores tao perto.
      abraco
      ad
      passat #21
      CCC

    • Ricardo José Sarmento de Oliveira disse:

      Sim, realmente houve um acidente fatal envolvendo o piloto Jeferson Ribeiro da Fonseca, em 1987, no autódromo de cascavel. Mas antes de criticarem isso, saibam que aquela foi uma prova experimental da truck, os caminhões eram praticamente veículos de rua (ou estrada, rsrsrsrs), ou seja, com pouca preparação. Aquela seria a prova de estréia da truck, mas esse acidente fez com que o saudoso Aurélio Batista Félix adiasse a realizações deste projeto.

  27. Ricardo disse:

    Verdade como nosso amigo Cacá disse, o ronco dos Top Race V6 simplesmente sensacional, pensando apenas nos carros, achei que dão um banho nos nossos Stock…..aliás a CBA poderia pegar umas lições com a confederação argentina, os caras tem duas categorias de turismo excelentes lá, com muitos carros e marcas envolvidas…….abraço

  28. Cacá disse:

    Não tenho do que reclamar,Foi minha primeira vez tambem para ver a Truck,Muito Boa a Corrida,Mas o ronco dos carros da Top Race são demais!!!!

  29. Humberto Corradi disse:

    http://www.youtube.com/watch?v=zb6583Ztink

    Um passou por cima do outro. Tá doido!

  30. Ricardo disse:

    Fala Flávio, cara vamos dividir em duas partes, os caminhões são sensacionais, muito bonitos, várias fábrica envolvidas (Ford, Iveco, Mercedes, Scania, Volvo e VW se não esqueci de alguma), a corrida bem legal também, inclusive já tinha comentado em outra coluna sua, também correu como convidada a Top Race V6 da argentina muito interessante também,……..porém a organização aquela coisa de sempre, somente descobri que essa outra categoria correria aqui domingo no site deles la na argentina por aqui nada, nem no site oficial do autodromo, no ingresso que eu comprei nos postos BR local oficial, dizia entrada Portão 1 e 2, e para minha surpresa e após uma boa dúzia de voltas descobri que na vedade era portão 7, hauhauha, fora isso poucas lixeiras a disposição, mais ingressos vendidos do que lugar para sentar, pelo menos no meu setor, bem em frente a entrada do boxe, e por ai vai……….coisas que já estamos acostumados, e que venha a Copa 2014………..

  31. Joao Vilanova disse:

    no video postado no Grande Premio, o que o Bruno fala quando entrevistado? precisava fazer o que? Não entendi, alguem conseguiu entender o que ele disse?

  32. Mário Sérgio disse:

    Flavio, foi a minha primeira vez pra ver a truck, tinha um público bom e tudo ocorreu tranquilo e no início um evento com muitos caminhões descendo o traçado ao contrário (veio a idéia de uma corrida oficial da classic assim).
    A top race foi bacana e a truck foi ótima com o Roberval, Totti, o Salustiano e o Felipe Giaffone brigando lá na frente, e tirando essa cena da pancada onde assustou a todos na arquibancada, no mas, curti bastante com a corinthianada que estava na arquibancada uma vez que tinha carro do corinthians correndo de tudo.
    Ah, vale lembrar:
    Ingressos à 30,00 (estudantes pagaram meia)
    Para próxima, não vá com fome, nem com sede e não se assuste com a extorsão cobrada nos estacionamentos.

  33. Alan Bandeira Preta! disse:

    NOSSA SENHORA! É de arrepiar todo!

  34. Manuel Via disse:

    Flavio
    Em termos de organização estão de parabens , voce pode ver fotografar nos boxes conversar comos pilotos sem nenhuma frescura. Nota 10 . Mas o estacionamento ……uma coisa totalmente destoante nota 1 com boa vontade. As outras categorias deveriam aprender coma formula truck. e a top race é show de bola

  35. Nuno disse:

    http://www.youtube.com/watch?v=cB_epHpTeS0

    Já viu isso Flávio, programa TOP GEAR BBC, fantastico, Grande Lewis Hamilton, saudades da F1 antiga, grande Airton, nunca fui fã, torcia pelo Piquet.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>