À FRANCESA

SÃO PAULO (vambora pro casório!) – A saída da Renault da F-1, mais do que a discussão Lotus x Lotus, é a questão mais importante nessa história que ganhou as manchetes nesta semana, a disputa de dois grupos/equipes por um nome do passado. A montadora francesa sai de fininho, sem estardalhaço, e fica apenas como vendedora de motores. De montadoras, só sobraram Ferrari e Mercedes com equipes oficiais. Honda, BMW, Toyota e Renault se pirulitaram. É o tema da coluna Warm Up de hoje.

Comentários