AMIGOS E IRMÃOS

FOTOJORNALISMO 2 TEMPOS from joaowainer.com on Vimeo.

SÃO PAULO (até dói de saudades) – Este vídeo chegou pelo Twitter. Foi feito por uma turma de trainees da “Folha”. É curtinho e possivelmente a maioria de vocês não vai se interessar demais, a não ser que tenham algum gosto específico por jornalismo. Mas me deixou muito emocionado. Trabalhei com toda essa turma: Jorginho, Murauskas, Fernando Santos, Tomizaki, Matuiti… E tantos outros heróis das lentes, os caras com quem mais aprendi na vida. O fotógrafo é a alma de um jornal.

Comentários

  • Melhor post do ano! Fiquei super feliz em poder ver a matéria. Com 63, vivi intensamente as épocas. Parabéns, um ótimo Natal e Ano Novo pra vc e pra todos nós que acompanhamos seu blog, nascido timido e atualmente um sítio indispensável pra quem aprecia automobilismo e cidadania sem hipocrisia.
    Abrax

  • Salve Flávio, jóia? Queria esclarecer uma curiosidade por gentileza. Sei que você simpatiza com o comunismo; bem como o PT. Gostaria de saber o porquê de você não gostar da revista Veja e do jornal Folha de SP. É pelo tipo de matéria; pelo modo como é escrita; se você acha que sempre são coisas tendênciais, etc? Ou você crê que em qualquer publicação sempre veremos mesmo que subjetivamente uma tendência política? Se puder esclarecer a curiosidade, agradeço.

    É bem bacana o vídeo; isso faz lembrar que apesar de ter 3 câmeras digitais, ainda uso a minha Olympus OM40.

    Abraço.

  • Sabe Flavio, sempre fui meuito de me colocar no lugar das pessoas na maioria das vezes. Sempre procuro interpretar as coisas procurando me colocar na ótica de quem viveu ou está sentindo aquilo naquele momento. Fico imaginando pra voce como deve ser interessante ver essas pessoas com quem trabalhou, teve amizade profissional ou até pessoal, falarem de um trecho de suas vidas em que voce viveu também… A chegada de novos tempos, novas tecnologias que impactaram seus trabalhos, novos comportamentos, enfim o passar dos tempos em todas as óticas possíveis!
    E voce lendo e vendo esse vídeo e se lembrando assim como eles, como tudo passou rápido emudou tanta coisa.
    Onde voce estava e era, e onde voce está e é hoje.
    Muuito legal viver e “prestar atenção na vida”.

    Abraço,

  • Os repórteres fotográficos merecem todo o respeito do leitor, mas a tal de Folha de São Paulo, já faz muito tempo que não sabe o que é jornalismo.

    Inventa notícias ao bel prazer de seus interesses corporativos e manipula a verdade como ninguém.

    Aliás, ver funcionários da Folha de São Paulo falando com pesar dos tempos da ditadura é de uma contradição sem tamanho, pois a “Folha da Tarde”, que pertencia ao grupo dos Frias, disponibilizava seus veículos (camburões) para o transporte de presos políticos para serem torturados pelo regime militar.

    É muito legal ver jornalistas das antigas querendo mostrar serviço, mas sugiro que eles saiam deste jornal.