F150

SÃO PAULO (que forno, putz) – Saiu do forno o primeiro carro de 2011. Como quase sempre, a Ferrari. Se chama F150, a gente já contou aqui, pelo sesquicentenário da unificação da Itália. Nada revolucionário à vista, mesmo porque revoluções, normalmente, acontecem sob a carenagem. E eu me divirto com as descrições feitas pela imprensa, toda a imprensa mundial, sempre que pinga um carro novo. O bico é assim, o perfil é assado, há um novo difusor e uma nova aleta, e por aí vai.

Carros de corrida, quando parados, têm de ser bonitos. Quando na pista, rápidos. É o que importa.

No mais, quanto às novidades, é meio óbvio que nenhum carro será visualmente assombroso, porque o regulamento técnico da F-1 é restritivo e tal. O último a surpreender foi aquele da Williams, que parecia um barbeador. Por isso, no fim das contas, a gente acaba se atendo a detalhes da pintura, por exemplo. No caso ferrarista, eles mudaram o logotipo da equipe. Ficou parecendo meio maço de Marlboro. Para os objetivos tabagistas do anunciante, digamos que funcionou bem. Pintaram a bandeira da Itália na traseira da asa traseira (estou achando que Montezemolo está com más intenções) e é legal ver Pirelli de novo na F-1.

Comentários

  • O carro mais bonito do ano, sem dúvida.
    Aos que enxergam conspirações políticas em tudo, algumas informações.
    O nome F150 é uma alusão – e homenagem – aso 150 anos da unificação italiana, que era basicamente um amontoado de feudos até surgir como país a 150 anos atrás.
    O mesms se passou em outros países da Europa – Alemanha por exemplo.
    E a bandeira da Itália na asa traseira completa a homenagem.
    História minha gente, coisa que aqui esquecemos rapidinho – isso quando aprendemos…
    Abraço

  • O carro está muito bonito, com linhas mais harmoniosas e sem tantos penduricalhos, parece que estamos voltando nos velhos e belos carros (como a FIA quer), vamos ver andando / correndo.
    Agora, o Pirelli escrito reto nos pneus, horrivel, tem que seguir a curva.

  • Não vejo grandes possibilidades para este carro em 2011. Trata-se de uma evolução de um carro derrotado. A Red-Bull só não foi campeã em 2010 muito antes, por que o alemão era um novato e o Webber um piloto decadente (minha opinião). Portanto em 2011, a Ferrari, infelizmente não terá chances de ser campeã. Fica para a disputa apenas a Mc-Laren e a Mercedes, se conseguir um bom projeto.
    Abraço a todos.

  • Tomara que não ande e que continue assim por muito tempo. Essa Ferrari e o sr Montezemolo merecem uma lição das boas, aliás, há muitos anos que esta equipe prepotente está merecendo um bom castigo ( Fundo do Grid).

  • Se a F1 hoje já tá meia-boca, os carros nem se falam. O aerofólio dianteiro dos carros de hoje parecem aquelas patrolas para limpar a neve das ruas nos EUA. A Ferrari cada ano que passa deixa os carros mais feios. Quanta falta faz os carros da Ferrari (1982 a 1994) que eram muito bonitos e principalmente aqueles números garrafais 27 e 28, que dava pra enxergar de fora do autódromo aonde estivesse correndo.

  • Desde 1995 tenho que ler e escutar “pilotos” brasileiros (rubinho,pizzonia,bernold,diniz,moreno,marques,zonta,MASSA,piquet,montoya,etc,etc) que qdo lança uma merda ambulante diz que nesse ano vai disputar o campeonato até o fim rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrsr e isso é o fim e principalmente temos 2 bostas que tiveram o prazer de deixar seus patroes passarem sem direito de de fazer cara feia no podium isso sim é aceitar ser brasileiros…issso sim é o fim

  • Desde 1995 tenho que ler e escutar “pilotos” brasileiros (rubinho,pizzonia,bernold,diniz,moreno,marques,zonta,MASSA,piquet,montoya,etc,etc) que qdo lança uma merda ambulante diz que nesse ano vai disputar o campeonato até o fim rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrsrsrsrsrrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrrsr e isso é o fim e principalmente temos 2 bostas que tiveram o prazer de deixar seus patroes passarem sem direito de de fazer cara feia no podium isso sim é aceitar ser brasileiros…

  • Com esse F150 Alonso vai ganhar apenas 5 provas..e ficar ciscando pontos………………..e o Hamilton e mongoloide suttil vai pegar fogo……..Barrica vem no embalos da nova F1..o Amassa barro vai ficar de fora da midia……………………………… só..ops…o velho schumiscado vem do jeito que o povão gosta…..brincando.. só……..essa F150,não une nem uno muito menos…..campeonato……………..

  • Quanto às descrições pasteurizadas da nova Ferrari, ri muito ao ler em meia dúzia de lugares (menos aqui, diga-se) que “o carro tem um design mais agressivo”, certamente ecoando um releasão com remetente de Fiorano.

    Design agressivo onde?? Por acaso o carro mostra os dentes e rosna quando vai tirar uma foto? Se estivessem falando dos primeiros modelos que tinham o bico alto (da Benetton em 92, se não me falha a memória) ou do difusor duplo da Brawn, vá lá que se poderia falar em um design agressivo, mas só vejo mudanças derivadas do novo regulamento e alguns detalhes que só correm atrás das soluções de sucesso no ano passado em outros carros. Resta ver se as novidades “agressivas” de que tanto falam estão longe da vista quando os testes começarem.

  • Cara tô longe de poder ser tachado de “Ferrarista”, e exatamente por isso, acredito, ter achado o carro realmente mto bonito é significativo, afinal, para um “Tifosi” uma Ferrari será sempre “Pio Bela”, mas, realmente o caro ficou mto mto mto bonito, adorei as linhas mais “clean” em relação à F10 (sem a famigerada bigorna, p. ex.) e do detalhe da bandeira italiana na asa traseira… Para não dizer que gostei de tudo, essas asas brancas não me desce! Preferiria-as negras ou (o q seria ainda melhor) vermelhas!

    Mas, nem tdo é perfeito!

    Ficou muito bonita mesmo! Vamos ver se anda…

    J Freire

    http://www.twitter.com/F1Admirador

  • Terceira temporada com os F-1 formato aspiradores de pó, os mais feios da historia, com as pistas mais chatas da historia… desculpe, eu acabei de rever a temporada 88, incrível como tudo era muito mais atraente, pena que não volta!

  • Bem legal e bonita como sempre… mas não vi nada de revolucionário no bichinho.

    E pensar que a dois anos atras estariamos todos a dizer que o carro estava horrendo com a nova regra que eliminava os apendices aerodinamicos e que modificava bastante a asa dianteira…

    Segue o jogo… a minha torcida é para a Red Bull, Mclarem, Mercedes, Renault, Force India, Sauber, Willians e para o resto do grid das nanicas… que a Ferrari (principalmente o idiota do Alonso) fique comendo poeira… rsrsrs!!!

    Imperador
    “Só volto a torcer para a MINHA Ferrari no dia em que o Massa calar a minha boca, e não ficaria triste se isso acontecer o mais rapido possivel… porque não dizer neste ano”.

  • Para os fãs dos Russos, agora a Ferrari é patrocinada pelo Kaspersky Lab, que é uma empresa desenvolvedora de soluções em segurança em TI, como anti-vírus por exemplo. A empresa é da Rússia e tem sede em Moscovo. Será que o FG vai gostar mais da Ferrari agora?

  • Se o campeonato fosse de Bigas a Ferrari levaria construtores e P1/ P2 de aurigas. O problema da Ferrari é o trabalho nos boxes onde falta alguém que decida, por exemplo, o melhor instante durante uma corrida com tempo instável para chamar os pilotos para a troca de pneus.

  • Com a atual situação política na Itália, não me surpreenderia se o Montezemolo quisesse tirar uma casquinha no governo… já começou fazendo patriotada no carro.

    E desde a Williams-Leôncio de 2004, todos os carros de F1 são iguais. Muda praticamente só a pintura, e detalhes invisíveis ao olho. Essas asas dianteiras gigantes (que só servem pra quebrar nas largadas e em nada ajudam nas ultrapassagens) parecem ser padrão em todos os carros.

  • Achei que está muito alta a traseira. Não deve ser versão final… ou a regulagem da suspensão está no máximo pra sair bem na foto.
    Ou estou desinformado e tem nova regra de altura nos carros para esse ano?

    • Ricardo, sei que você perguntou ao Flavio, mas não custa responder: corre à boca míuda que Lucca tem ambições de suceder o Berlusconi como primeiro-ministro da itália com base principalmente em sua liderança de um símbolo nacional. Mal comparado, é como se a presidente do Flamengo estampasse a bandeira do Brasil nas camisas do time visando uma vaguinha no Congresso.

      Patriotismo não faz mal a ninguém, mas bandeira em carro de corrida com intenções políticas é pra lá de demagogia…

  • Da mesma forma que a Ferrari evolui, a Red Bull, McLaren e Mercedes vão evoluir também, como você disse o que importa é na hora que estiver na pista, aquela asa flexível já copiaram da RedBull do ano passado, agora vamos ver o que as outras tem a mostar…

  • Flávio, sigo sendo seu fã e lendo o que posso porque gosto do seu olhar crítico.
    Mas às vezes você exagera.
    Quem gosta de corridas gosta de carros, e os carros estão cheios de novidades. Torcer por pilotos e ficar sabendo de fofocas e contratações é metade da coisa. A base de tudo é o carro, e este ano eles vem cheios de novidades, e nada disso é chato ou desinteressante como você faz parecer.

    Obrigado e vamos lá.

  • De uns 15 anos para cá os carros de Formula 1 conseguem a cada dia ficar mais feios !
    Verdadeiros insetos motorizados ! Dá vontade de chorar quando comparados com um Lotus 72 ou Lotus 79, BRM P 160 e mesmo as Ferrari dos anos 70 e 80 ! Será que os regulamentos que mudam a cada ano , não poderiam de alguma forma buscar trazer de volta um pouco de harmonia e beleza para os bólidos de Formula 1 ! Não vivemos em uma êpoca em que a aparência é fundamental ? F…… a aerodinâmica perfeita !