GIRA MONDO, GIRA

SÃO PAULO (à luta) – Depois de 68 anos, o Belas Artes vai fechar. É um dos derradeiros cinemas de rua de São Paulo, na esquina da Consolação com a Paulista. Do outro lado da rua, as ruínas do bar Riviera, cujas atividades foram encerradas poucos anos atrás, assistem à mais essa derrota da civilização. Alguns meses atrás, na mesma região, foi o Gemini que fechou suas portas. E, assim, vão-se os anos 60, 70, 80 e 90. É a força da grana que ergue e destrói coisas belas, como cantava Caetano.

O Belas Artes já havia passado por várias reformas e tinha conseguido renovar seu contrato de patrocínio com o HSBC no final do ano. Não era deficitário e resistia bravamente à onde de cinemas em shoppings, com seus enormes baldes de pipoca, caríssimos, e salas padronizadas. Mas o dono do prédio, um certo Flávio Maluf (que não é filho do deputado, pelo que entendi ao ler os pasquins de hoje), pediu o imóvel, que vai virar loja.

Não sei o que a loja vai vender, mas jamais comprarei um alfinete nela.

Cada sala de cinema que fecha leva consigo um pouco da alma de uma cidade e de sua gente.

Comentários

  • Eu sei bem o que é isso, tinhamos na Cidade de Caraguatatuba (sempre estou por lá) o CineMax no final da Av. Anchieta, muitos lugares com cadeiras de madeira, um pequeno guiché do lado de fora, sua entrada com largos degraus, portas de madeira que se abriam em sanfona dando acesso ao Hall de entrada onde ao lado uma banca de docês e balas podiam se compradas,. sem contar a Sra. da Pipoca que ficava do lado de fora do cinema, sempre com um sorriso enorme estampado no rosto. O último filme exibido foi Titanic, todas as sessões sempre muito cheias, me lembro até que existia o Lanterninha e assim que saiu de cartaz o cinema fechou, infelizmente.

  • Caraca, essa tua última frase (“Cada sala de cinema que fecha leva consigo um pouco da alma de uma cidade e de sua gente.”)… Sei que pega mal escrever palavrão na net, mas vai saber escrever bem assim na casa da *****! Parabéns!

  • Poderia ser bem pior e virar um novo templo da renascer, ou Deus é amor, ou “Tabernaculo da cura divina do oitavo dia da anunciação”. Essa ultima eu tô pensando em fundar….

  • Assisti clássicos “cabeça” na antigas salas do Belas Artes, mas depois da reforma, que transformou duas salas em seis, não gostei mais de ir, me incomodava os acessos estreitos às salinhas apertadas, meio claustrofófico. Mas que era uma referência, era. Vão passar filmes da história da sala nesses seus úttimos dias de vida.

  • Oi pessoal, boa tarde.

    Peço que dêem atenção a este email. Como a maioria de vocês deve saber, amo cinema, amo São Paulo (minha terra do coração) e amo o bairro de Cerqueira César/ Jardins, onde trabalho há mais de uma década. Minha agência esta exatamente do outro lado da rua do Clássico Cine Belas Artes e tenho acompanhado de perto, através de amigos funcionários do cinema este drama do qual podem ficar a par acessando o endereço abaixo. Leiam por favor, vão entender melhor os motivos para o fechamento do cinema.

    http://www1.folha.uol.com.br/ilustrada/855158-apos-68-anos-belas-artes-vai-fechar-as-portas-em-sao-paulo.shtml

    Isso não é vírus! Sou euzinha mesma, Semy, fazendo a minha parte numa tentativa de muitos, para que a “mesquinharia” de tão clássica família riquíssima NÃO VENÇA.

    O Cine Belas Artes é patrimônio cultural de nossa cidade! Não deveria virar “Casas Bahia”…..A história completa de um dos cinemas mais antigos da cidade esta no mural do cinema.

    Dizem que brasileiro não tem cultura, que não se importa com a própria história…Vamos ver se é isso mesmo??

    MANIFESTAÇÃO CONFIRMADA POR MIM MESMA NO CINEMA, SEGUNDA FEIRA, DIA 10/01/2011, AS 19H, DO CINE ATÉ O MASP (tel. do cinema: 11 3258-4092)

    Por favor, quem quiser e puder, peque sua indignação, apito, panela, sino da Santa Claus que tiraram ontem de suas árvores e vamos lá, caso contrário, repasse a todos que puder. Minha presença é mais que confirmada!

    Beijo a todos.

    Semy

  • Flávio,

    Por essas e outras sou leitor assíduo do seu blog.

    Na minha cidade, Americana, chegamos a ter 4 cinemas, hoje não tem nenhum, o último virou bingo, que virou estacionamento.

    Um ótimo 2011 pra você.

    Abraços

  • Pois é, o mesmo vai acontecer com as locadoras de filmes, na época das fitas VHS, tinhamos que reservar as fitas, hoje assistimos a qualquer filme de graça na internet. O que dizer dos cinemas.

  • Quando eu era garoto, queria crescer logo e ganhar o mundo. Depois de algumas andanças, percebi que não tinha para onde voltar. Minha casa não era mais a mesma, meu bairro tinha mudado, minha cidade havia se descaracterizado. Creio que a humanidade nunca deixou de ser nômade, mesmo quem passa os anos no mesmo lugar, acaba vendo ele mudar. É a vida!

  • A noticia de fechamento do Belas Artes já é uma tragédia para mim. O pior de tudo é saber que o nosso grande último cinema de rua de São Paulo vai fechar porque o dono, Sr. Flávio Maluf, pediu o prédio para montar uma loja. Isso mesmo sabendo que o Belas Artes já havia conseguido fechar um patrocínio que lhe permitiria pagar o aluguel mensal de 65 mil reais!!!!!!!!!!!!

  • É… não me surpreenderia se o espaço caísse nas mãos de alguma dessas igrejas neopentecostais, afinal de contas, são verdadeiras lojinhas, lojinhas dos milagres a cooptar incautos abusando da fé inata…

    Pode ser também que, por estar ao lado da estação Paulista do metrô e tal, vire loja das Casas Bahia ou do Magazine Luiza, porque esses caras também adoram atacar todo e qualquer tipo de prédio…

    Mas poderia ser pior: virar revenda da Toyota… já pensou, FG, o antigo Belas Artes infestado de Corollas? hehehehe…

    Tudo isso para dizer que é lamentável como a “mudernidade” tem coisas muito cruéis, não tá nem aí para a história, preservação de espaços e nichos… aliás, como querer respeito algum à história em um país no qual o vocábulo história é um tremendo palavrão?

    É a vitória das Horrorosas Artes…

  • fui no cinema essa semana e gastei 24 reais em 2 entradas… 1 meia e 1 inteira para assistir 1 filme.

    fui em um noitão no belas artes e paguei 9 reais… assisti 3 filmes todos os citados de boa qualidade…

    fora q o belas artes dava um pequeno lanche.
    não acho q uma coisa antiga que não sirva pra nada e só ocupe espaço precisa ser preservada… se não só viveriamos do passado… mas o cine belas artes não é assim, ele é o passado, é o presente, e ainda poderia ter um longo futuro pela sua qualidade.

  • Mas Tche, pior é aqui em LATOPES! Nao há mais nenhum cinema funcionando, e em um deles fizeram um estacionamento pago e de despeito deixaram a tela pendurada na parede. Não te mostraram quando passastes por aqui na aventura “A Procura de Gerd” ? Deprimente! É dificil!

  • Em Belém temos em funcionamento o cinema em atividade mais antigo do Brasil, o Cine Olympia, que só foi salvo por uma iniciativa da prefeitura em transforma-lo em espaço cultural com exibição de filmes do circuito alternativo.
    Eu me lembro de, ao 8 anos de idade, assistir (com direito a choro) o filme E.T. : Foi a primeira vez que fui no cinema na vida. Essas coisas agente não esquece mesmo, e essa memória precisa ser preservada!

  • Se em São Paulo capital já não há mais espaço para o cinema alternativo ao cinemão comercial de Hollywood, estamos perdidos aqui em SP.
    Muito desagradável.
    Primeiro o Cine Paradiso em Campinas, agora o Belas Artes.
    Certeza q em cidades como Rio e Porto Alegre ainda existam e resistam espaços do genero.

  • vocÊ compra é o balde de pipoca, o ingresso é gra´tis ! a pouco tempo tive a ousadia de recusar o que a vendedora de bugigangas da bilheteria me empurrava e ela quase me bateu , como se tivesse obrigação de consumir ! Aliás, experimenta ir no Mc Donlads e recusar a batatinha ( eu fiz pior, disse que era um lixo, que tem 50% de amido, e é extremamente prejudicial à saúde, etc. Quase que eles chamam a polícia) . Quanto ao BA, RIP , junto com a nossa juventude!