MENU

segunda-feira, 18 de julho de 2011 - 14:00Automobilismo brasileiro

JÁ É ALGUMA COISA

SÃO PAULO (em terra de cego…) – Não fui a Interlagos ontem, mas pelo jeito algumas pessoas foram. Provavelmente o resto das arquibancadas estava vazio, mas só isso aí já é muito mais do que temos em todas as etapas do Paulista somadas em um ano inteiro. É alguma coisa. Alguém aqui foi ver Marcas, o Brasileiro e o Paulista?

34 comentários

  1. Andi disse:

    Assisti a todas as corridas, mas a mais emocionante foi o Marcas Paulista. Teve até repescagem pois o grid comporta “somente” 62 carros e tinha 70!
    A largada é indiscritível!!!…….é muito carro para pouca pista…….
    tem que ter braço!!!

  2. Hugo Penaranda disse:

    Fui e gostei. Incrível como a largada do Paulista, com 60 carros, é limpa, quase sem batidas. Deram aula de como se larga pro pessoal do campeonato de marcas, que largou com menos de 20 carros e metade roda e bate no S do Senna!

  3. Tiozão disse:

    Flávio, obrigado pela frase “estabelecer em quais dias vai fazer o quê”, vai fazer dois anos que não ponho a mão no meu antigo, e não é falta de tempo, é falta de planejamento.

  4. Cassio Diniz disse:

    Eu fui em interlagos neste dia, mas não fiquei nesta arquibancada. Realmente ela ficou lotada, mas quando acabou a Copa Marcas, ela simplesmente murchou. Com poucos carros, e ainda um monte abandonando, essa nova categoria não vai pra frente. Nem as marcas apoiam de fato.

    Fiquei ao lado da coberta, na descoberta, que apesar do sol, é o melhor lugar para assistir a corrida. Cheguei as 9 horas e fui embora apenas as 16 horas. E realmente as melhores corridas foram o Paulista de Marcas e Pilotos e a Classica. Mais de 60 carros na pista, É MUITA LOUCURA.

  5. Alex disse:

    Escutei uma reportagem de um piloto da Montana que reflete bem o que é esse ótimo automobilismo brasileiro, com as palavras dele, disse que hoje os patrocinadores estão gostando mais das categorias porque tem um pessoal de “classe alta”, que não arruma “confusão”. Sinceramente não entendi, pelo que entendo nos boxes sempre teve uma turma que possui mais dinheiro, claro automobilismo é caro, o que mudou? Acho que esse pensamento que faz a realização de provas sem divulgação para o publico, as categorias tops do Brasil cobram ate R$ 20 para o povão ficar no sol, e distribuem cortesias VIPs para os “formadores de opinião” ficarem bebendo e comendo de graça. Não entendo essa matemática! Só consigo assistir as corridas de kart, porque vou ao autódromo para saber quando serão, porque não aparece nem uma notinha nos jornais. Acho que todos conseguiriam mais patrocínios com as arquibancadas cheias! Automobilismo é um esporte de ricos, mas que nós, pobres mortais, gostamos de assistir!!!

  6. Ricardo Arcuri (Paddock Press) disse:

    Flavio, eu fui. O brasileiro de Marcas é UM SACO! Sao carros bons e rapidos, ams a falta de carros tornou a corrida chata ao extremo. Em compensaçao, o Paulista de Marcas foi excelente. 60 carros e emoçao em todas as passagens! Eu tava no S do Senna e vi cada pega bem legal. Esse sim vale um ingresso barato!

  7. Carlos Eduardo Szépkúthy disse:

    Estive no domingo, quer dizer, andei com o Puma #17 na CCC no Domingo, aproveitamos uma parte do publico que chegou cedo para a nossa categoria tambem… na hora do almoço, que andou o Paulista de Marcas estava bem cheio e animado, encheu os olhos da maioria que esta acostumado ao publico do paulista!!!

  8. Rafael Krauss Renda disse:

    Estive lá no sábado e no domingo.

    Fui pra ver a Classic Cup.
    A qual só não foi melhor pois os boxes não ficaram abertos.
    Uma pena!
    Sempre leio aqui sobre os boxes abertos…fui na maior esperança!

    Acho que os BanBanban’s da Petrobras não compartilharam disso…

    Parabéns aos pilotos, valeu muito o espetáculo e melhor ainda foi andar quase livremente pelo autódromo as moscas no Sábado.
    Uma pena comparar com domingo…realmente estava bem cheio.
    Acho que os bonés de presente ajudaram…

  9. Rafael Machado disse:

    Essa foto foi tirada na hora em que estava acontecendo o show da Força e Ação (motos), lá pra 13hs. O pessoal se aglomerou em frente ao lugar onde estavam as motos.

    E ainda tinha um montão de gente nessa hora circulando por trás das arquibancadas pegando um espeto ou uma cerveja.

    Tinha um bom público sim. Muita gente tinha jeito e papo de novato em autódromo, e considerando que o Paulistinha empolgou a todos os presentes MUITO MAIS do que a Copa Petrobras, eu fiquei pensando:

    Porque não mandaram uns 10 negos pra se espalharem pelas arquibancadas e distribuir um material promocional? Porra, uns 2 ou 4 mil panfletos com o calendário do Paulista e umas fotos legais, um pessoal que goste de falar com público e saiba vender o peixe e um discurso afinadinho sobre o Paulista, somados à proximidade da próxima etapa (dia 31) e eu suspeito que haveria um público bem maior do que o normal.

    De qualquer forma eu vou estar lá no dia 31. Minha esposa gostou tanto que quer ir ver o Paulista sempre que possível.

    • Rafael Machado disse:

      Ah, um adendo: Se o mote da Copa Petrobras é “O seu carro na pista”, quem esteve lá e acabou vendo o Paulista por acaso percebeu que este mote aplica muito mais a ele. Primeiro porque são os carros de rua mesmo, e segundo porque muito mais gente ali tem Corsa/Celta/Palio/Gol/Ka do que Focus/Astra/Civic.

      Mas tem um detalhe: Os flanelas cobrando 20 mangos pra parar na rua não dá. Precisa ver isso aí.

  10. Romeu Pessoa disse:

    Agora que estou morando em São Paulo aproveitei para ir ver as corridas em Interlagos! Quando serão as próximas?

  11. Marcelo disse:

    Porque vc não foi Flávio? Eu vi o meianov lá….

  12. jefferson disse:

    SERÁ QUE O PUBLICO ALI ERA 90% CONVIDADOS DE PATROCINADORES COM INGRESSOS GRATIS ?????

    TIPO OS FUNCIONARIOS DAS EMPRESAS QUE PATROCINAM A STOCK CAR E ENCHEM ONIBUS PPRA LEVA-LOS AO AUTODROMO E DIZER QUE HOUVE PUBLICO.

    AI SO QUEM FOI LA SABE

    • Fabrício disse:

      Caro Jefferson.

      Não havia cobrança de ingresso. Era de Grátis. Qualquer um que estivesse passando na rua podia entrar e assistir. Para visitação aos boxes era cobrado uma taxa. Acho que R$ 30,00. E mesmo estes eram muitos, pois na hora da visitação os boxes estavam cheios. Para falar a verdade os malas que vão nos HCs estavam lá, mas eram poucos. Havia uma grande quantidade de crianças, um chegou a exclamar ao meu lado: “Aquele carro é igual ao do meu pai. Só que este é azul e o do meu pai é prata.”

  13. Jundy disse:

    Fui prá ver o “marcas” mas me emocionei mesmo com o paulista….

    • Rafael Krauss Renda disse:

      Realmente, o “Marcas” foi legal…diria até sincero.

      Mas o Paulista foi Espetacular.
      Fiquei no alambrado do S do Senna e vi carrinhos que cruzo no transito todo dia, entrando de lado e com o pé embaixo!

      Corrida de verdade com carro de verdade!

  14. Marcelo Trindade disse:

    Tomara que a TC2000 tupiniquim decole.
    Bom para todos. Principalmente para os pilotos que vão poder correr sem virar churrasco.

  15. Renato disse:

    Estive também lá.

    As arquibancadas cobertas tinham um ótimo público, a exceção se fazia ao setor A.

    E as corridas foram boas, destaques para a Copa Engebras (Paulista de Marcas), corridão, muitos carros, disputas excelentes e um gol verde #37 que foi até o fim sendo apoiado pelo público.

    O Brasileiro teve boas corridas, carros bonitos até, mas precisava de um grid mais cheio, atrair mais montadoras dispostas a cederem seus chassis (Renault, VW e FIAT, talvez?) e mais divulgação. Uma semana antes da prova já distribuiam os convites no SP Market, já é um começo.

  16. Milton Rubinho disse:

    FG, compareci no domingo aos “Marcas”, e posso dizer que o saldo dessa primeira prova paulistana do certame Brasileiro foi realmente muito bom.

    Muitos pegas, e vitória em ambas as baterias, da Chevrolet…(Parafraseando um antigo slogam da marca, finalmente “Andando Na Frente”…)…e na ultima volta, vi quando o Corolla quebrou… na verdade, até pensei que fosse transmissão, pois na hora que saiu da 1ª perna do S do Senna o carro parecia desengatado, e o piloto acelerava “no vazio”. Shit happens…

    E o Paulista de Marcas, como sempre, lotado de carros, com 62 largando, e as varias disputas, rodadas, toques, e batidas que são proprias da categoria.

    Enfim, apesar de muitos críticos falarem muitas coisas negativas sobre a categoria, (e se analisarmos pelo lado técnico, eles podem ter razão comparando com o que ja existiu aqui entre os anos 60 e 90), creio ser uma boa iniciativa da Vicar…E que, dizem alguns, poderia ser o embrião de um futuro campeonato Sulamericano de automobilismo.

  17. Vitor disse:

    Eu fui mais pela Vicar ser a organizadora do que pelo Paulista (apesar de ter amigos que correm no Paulista).

    O meu sentimento com a BR Marcas pareceu bastante com a Stock (ou Estoque?!) dos velhos tempos: quem tem credencial de boxes pode andar pelo circuito para achar o melhor local para ver a corrida, que claramente não é a reta dos boxes.

    Eu assisti muito do S do Senna e também de um estacionamento na parte de trás, onde dava pra ver a reta oposta, o Lago, Laranjinha, Pinheiro e Junção.

    Gostei da corrida, mesmo que no final da segunda bateria os carros ficaram espalhados. Mas mesmo assim a briga pela liderança foi até o fim.

    E o melhor da corrida: Chico Serra piloto (aposentado?!) sentando a pua e mostrando para os pilotos de sua equipe que se ele mandar fazer algo, é bom o piloto fazer, senão ele senta no banco e mostra na prática.

    O cara é fodástico!

  18. Fernando disse:

    Eu fui. Foi a melhor coisa que eu poderia ter feito no ano inteiro, as corridas foram boas, mas a melhor parte foi ter entrado com meu Astra pra dar uma volta na pista, muito bom, realizei um sonho.

  19. Day disse:

    aaa esqueci de dizer ganhei um bone rs

  20. Day disse:

    eu fui com meu namorado [email protected] pensei q estaria vazio, chegando la estava uma muvuca só por pouco nao fui atropelada mais foi mt legal assistir a corrridinha! interlagos uooooulll o/

  21. Wagner disse:

    Amigo Flávio,
    Eu fui e estava acompanhado por alguns jornalistas que cobrem a área automobilística.
    Eles ficaram maravilhados com a competitividade do pessoal da Paulista e da Classic.
    Creio que agora eles começaram a entender o que é competição de verdade.
    Em um determinado momento, eu ouvi o Carlos Col, que é o representante da Vicar, promotora do evento, conversando com um amigo e dentre outras coisas, ele informou que o objetivo final é que o torcedor assista as corridas e torça pelo seu carro.
    Acho ótima a ideia. Neste sentido, foi muito legal, sortear a oportunidade para que alguns proprietários das marcas oficiais, possam dar uma volta no autódromo, dirigindo seus próprios carros.
    O difícil é explicar que os carros que participam do evento, possuem motor, câmbio, pneus e suspensão (esqueci algo?) muito diferentes do carro utilizado para ir para a praia.
    E falando nisto, ouvi uma frase proferida por um jornalista, que inevitavelmente me fez lembrar de você: “O Brasil é o único lugar do mundo em que um Corolla ganha corrida”
    E isto somente não aconteceu na última corrida, porque na última volta, o acelerador ficou preso.
    Presumo que o tapete que estava prendendo o pedal.
    Abraços

    • Tony Gonçalves disse:

      Como é que é?
      Um Corolla ia ganhar a corrida e não ganhou porque o acelerador ficou preso?
      Na última volta?
      O time do H.Chavez ganhou!
      E o Brasil ainda perdeu do paraguay?
      Meu Deus, o Flávio Gomes deve ter ido a felicidade total ontem…

  22. Jader disse:

    Vi pela RedeTV.

    Corrida legal e o Corolla, que liderou toda a seguna bateria, na última volta estragou e chegou só em sétimo.

    Achei melhor do que a Stock Car.

  23. Adalberto "Miagi" disse:

    Quem me conhece sabe que eu acompanho de perto o paulistinha. É triste saber que o paulistano gosta de corrida, e que se ele soubesse o que rola no paulistinha, estaria todas as etapas com um público assim… Nas décadas de 80, 90 tinha público… pois saía em jornal que ia ter corrida… tinha faixa nas pontes das marginais avisando que ia ter corrida…

    Quando tem propaganda, a turma vai! Simples assim!

  24. Edson Bola disse:

    Não fui e vi pela TV.
    Oque vi gostei muito, muitas ultrapassagens e otimos pegas.
    Bem legal mesmo.

  25. Marcelo Rezende disse:

    O Brasileiro de Marcas tem tudo para dar certo. Os carros são muito legais, aquela de coisa de torcer pela sua marca preferida, carros de verdade… Se for levado a sério por seus organizadores, logo, logo janta fácil a stock. Tomara que de certo, quanto mais categorias (bem administradas e seguras) melhor.

  26. Vitor Matsubara disse:

    Eu fui. Esta parte da arquibancada era, de fato, uma das que estavam mais cheias. Mas o restante dos lugares descobertos estavam completamente às moscas. Nem os camarotes estavam tão cheios assim…

    Mas, sim, é melhor que o público das etapas do Paulista.

    Abraço!

  27. Leko disse:

    Estive lá ontem 17/07 realmente o publico foi bom mas temos que ressaltar que foi devido a VICAR promotora do Brasileiro Marcas que também faz a Estoque que divulgou bem a corrida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>