MENU

sexta-feira, 11 de novembro de 2011 - 23:27Colunas Warm Up

PRIMEIRO PASSO

SÃO PAULO (Mao já dizia) – A Williams não voltará a ser grande num passe de mágica com motores Renault, Raikkonen e dinheiro do Qatar. Mas é preciso iniciar a longa jornada de volta à ponta. E esse será um bom começo. É o tema da coluna Warm Up de hoje.

12 comentários

  1. Marcelim disse:

    Prevejo Raikkonen passando vergonha e tomando pau do Maldonado. São quantos anos fora da F-1? Andar de WRC ainda vai, de certa forma ajuda a manter os reflexos. Já na Nascar? Não sei se vai chegar a ser um Mansell, mas prevejo mico para o finlandês cachaceiro…

  2. Sérgio Cabala disse:

    Independente do time, sempre gostei do Kimi.
    Um puta talento c/ um jeitão out side.
    Bem legal.
    Com relação ao Rubens, vai um trecho de uma letra do
    grande Roger Waters: ”Don’t be afraid, it’s only business”

  3. Levi Davet disse:

    O problema da Williams foi a teimosia do tio Frank… Se tivessem casado com a BMW, provavelmente estariam melhores, e provavelmente os bávaros também não teriam deixado a F1.

  4. Carlos disse:

    E com os testes limitados aos permitidos apenas na pré-temporada essa jornada será muito longa. Talvez esse seja um ponto que deveria ser revisto na categoria. A limitação dos testes afeta muito mais as pequenas equipes do que as grandes, que possuem maiores e melhores recursos tecnológicos que possibilitam corrigir ou melhorar seus carros. Veja o que aconteceu com a “lótus verde”. Mesmo com motores Renault não evoluiu muito. A Williams necessitará de um bom projeto para o carro do próximo ano, um bom “casamento” dese projeto com o motor Renault e muita paciência e trabalho de Raikkonen para desenvolvê-los. E antes que alguém diga que barrichelo seria essencial para esse desenvolvimento, visto a sua experiência, etc, hoje a coleta de dados pela telemetria é muito mais importante do que a sensibilidade do próprio piloto. A máquina sobrepujou o homem, como o próprio Trulli já havia afirmado. Boa sorte para a Williams, para Raikkonen e uma boa aposentadoria para o barrichelo.

  5. Marcelo disse:

    Pois é, milagre ninguém faz, Williams forte só a longo prazo(depois de uns 5 anos, isso se tudo der certo, como aconteceu com a RBR que começou por baixo em 05, tinha grana , depois em 06 contratou Newey, mas só conseguiu vencer depois que teve Vettel ao volante), complicado o caso da Williams, ela esta mais para falência…

    Quanto ao Kimi, voltar pela Williams não é o fim do mundo, ele não vai voltar afiado como era(estava voltando a ser ao final de 09), vai precisar usar a temporada de 2012 para tirar a ferrugem, a Williams quebra um galho.

    A meta é arrumar uma vaguinha em equipe de ponta já em 2013, se caso não conseguir, pelo menos sai da F1 por cima com 15 milhões. Não acredito que Kimi vai ficar anos correndo no meio do pelotão(só se estiver ruim de grana). Esses caras nunca saem perdendo!!! Se tudo der certo ele pode conseguir lugar de Massa ou Webber em 2013, aí volta a pilotar em equipe de ponta e continua com um ótimo salário.

    Kimi vai ter que aguentar a chatisse dos eventos dos patrocinadores, etc…

  6. Luiz disse:

    Ainda acho que a Williams, com um motor bom, baixa 1s por volta, então sobe de pelotão, do fundão pro meio mais ou menos no cangote das Ferraris. E com o avoado voador, deve ganhar 0.01s ou menos.

  7. Ricardo disse:

    Aí Flávio, que dinheiro é esse que o Kimi Raikkonen perdeu que você menciona? Perdeu com o que? Ou você só quis dizer que ele ganhou menos dinheiro no WRC do que ganharia na F1 ?

  8. Faster disse:

    Sacanagem vcs ferrarem o Rubens. Véio, o cara substituiu Piquet/Senna, competiu com o “famoso”, e ainda tem que mostrar serviço, que mostrou onde pode. A culpa é desse país pobre, que se acha rico, mas é pobre de sentimento,carente, e se acha uma nova Índia, Kd os Fitti, os Piquet, os Senna, vão se ferrar e um abraço pra coragem que parece naum vir dessa merda toda….Pergunta ao Schummy…

  9. disse:

    Frank e Head parecem que estão empurrando com a barriga. Os garageiros perderam o tesão da coisa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *