MENU

segunda-feira, 25 de março de 2013 - 0:25Indy, IRL, ChampCar...

NA INDY

SÃO PAULO (longo domingo) – James Hinchcliffe papou a prova de abertura da Indy em São Petersburgo, com Heliocas Troneves em segundo e Tony Kanaan em quarto. Bia Figueiredo andou o tempo todo atrás e não terminou a prova.

Foi uma corrida divertida, como costumam ser as da Indy, com as pancas e as lambidas de muro de sempre. Mas cada vez que vejo esses carros reforço minha opinião de que são os monopostos mais feios jamais imaginados pelo cérebro humano.

Nossa cobertura no Grande Prêmio, com o Renan do Couto e o apoio do Américo Teixeira Jr. lá nos EUA, foi maravilhosa. Valeu o esforço de todos, sem dúvida. Quem não acompanhou pode clicar no link para ver todos os textos e ter um panorama completo de tudo que aconteceu no fim de semana.

Quanto à temporada, a maldade de praxe: a KV começou o ano com um quarto de Tony e um sexto da Simona de Silvestro, mostrando potencial para pódios constantes, pelo menos. Com Barrichello, em 2012, o time não chegou a empolgar em nenhuma corrida com resultados parecidos.

Mas é só uma maldade, mesmo, para vocês ficarem dizendo que eu pego no pé e tal.

P

52 comentários

  1. eduardo disse:

    pior que os carros são as pistas,para ver carro pulando em plena reta é melhor o mundial de Rally,enquanto isso otimas pistas do tempo da cart estão abandonadas

  2. Marcelo disse:

    “Ficou feio para o Rubinho”

    Assisti a corrida toda, hilário Téo José cutucando a F-1 pelo jogo de equipe, já virou rotina(se não gosta, então porque assiste?), mas corrida na Indy geralmente é decidido na base da loteria, com bandeiras amarelas seguidas de estratégias com vários pilotos economizando gasolina. Destaque vai para Simona de Silvestro(que em uma corrida pilotou mais que Rubinho na temporada toda 2012), nessa prova, Simona deu muito trabalho a Tony Kanaan, coisa que não me lembro de Rubinho fazer em cima do companheiro. As corridas da Indy são boas, mas vejo como outra proposta, americano gosta de misturar competição com show, por isso as bandeiras amarelas(americano adora relargada). Mas é MUITO CHATO ficar esperando cinco voltas na bandeira amarela simplesmente porque alguém ficou parado na pista. No oval tudo bem, uma volta é feita em segundos e não tem como tirar os carros acidentados com segurança, mas em pista travada os caras tinham que agilizar mais o resgate. Se o torcedor reclamam que na F-1 a disputa termina falando 10 voltas, na Indy é o contrário, corrida de verdade é a partir da última bandeira amarela. Isso o Téo José não leva em consideração…

  3. Luis disse:

    Deviam trazer o visual da carenagem dos carros da Reynard da segunda metade dos anos 90. Aqueles carros eram realmente bonitos, sem falar que qualquer pintura ali ficava boa. Atualmente a programação visual da pintura dos carros é patética, porque são muito similares, e mesmo as mais parecidas naquela época tinham um impacto visual interessante.

  4. Sebastiao disse:

    Essa categoria é muito ruim.
    Não gostava muito dela desde os tempos áureos, quando assistia ao Fittipaldi, Al Unser, Montoya, etc (não sou bom de Indy, nem me lembro de muitos pilotos).
    Ano passado tentei assistir a algumas, por curiosidade devido ao Barrichello, mas não conseguia ver inteiras. Muito ruim, tá louco!

  5. Anderson disse:

    Mais feios que os F1 eles não são de forma alguma.

    • Sebastiao disse:

      muito, mas muito mais feios.
      os f1 passam, visualmente, a ideia de tecnologia, muito estudo, testes, análises.
      Os indy passam a ideia de barcas!
      já falei aqui o ano passado e repito: são feios demais! do bico ao difusor!

      (nem os bicos ornitorrincos da f1 chegam a ser tão feios como qualquer peça destes carros)

  6. Ricardo Soares disse:

    Não assisti a corrida, aliás passou em TV aberta? Sim, porque o sinal da emissora paulista (sem bairrismos) quase sempre cai pra cá, das bandas do estado do Riode Janeiro; moro em Rio das Ostras e o descaso dessa emissora com a qualidade do sinal para as transmissões nesta área, é bastante frequente; um desrespeito aliado a precariedade das instalações… Desculpe o desabafo (sei que não é o local apropriado para tal), mas gostaria muito de opinar sobre a corrida… Abraços a todos !

  7. Rafael disse:

    O capacete da Simona tem a mesma pintura do Rubinho. O que estraga a Indy são esses motorzinhos, saudades dos anos 90.
    Abs

  8. Pedro Leonardo disse:

    Simona foi muito bem (esteve sempre à frente de Kanaan na prova). Estava em terceiro, quando nas dez voltas finais teve problemas com os pneus. Segurou o Marco na raça até a penúltima volta. Foi uma pena ela ter chegado em sexto.

    Sobre a escorregada do Helinho, fico com as palavras de Teo José: “Não, Helinho! Não é assim!”

  9. Olha, brasileiro não tem paciência de assistir um esporte com mais de 90 minutos. Deixo para lá essa opinião, a falta de interesse do brasileiro em tudo que não seja futebol e carnaval não vou nem discutir. Quanto aos carros, podem não ser bonitos, mas os da F1 atual ganham na feiúra…

  10. Thiago disse:

    Sem Barrichello lá pra atrapalhar, com a cabeça ainda na F1 e na Globo e aparente pouco comprometimento, a equipe pôde se concentrar em dois carros e fazer um trabalho superior.

    Aliás, mesmo em 2011 com 3 carros eles eram melhores do que foram em 2012, carro novo, pouca experiência…sinal do quanto o terceiro carro do Barrichello pesou.

    Mas o peso se foi, quem sabe Tony não volte a vencer uma. Já tá precisando.

  11. Concordo com a feiúra dos carros. Mas a idéia de proteger a roda traseira contra decolagens é boa. Houve um porrão na F3 em Monza no domingo, que seria evitado caso a roda traseira fosse protegida

  12. A KV fez um bom negócio ao trocar um pé de breque e um braço duro por uma mulher. Deixando a maldade de lado, desde que ingressou na Indy em 2008 a KV sempre mostrou potencial para crescer, mas cometeu o mesmo erro que muitas equipes principalmente as pequenas cometem, falta de planejamento e organização, por três anos seguidos a equipe definiu um terceiro time muito próximo do inicio da temporada
    Dei muita risada com o Hildebrand, e um momento pra ficar na memoria, por ser raro, Franchitti batendo, e sozinho. Hinchcliffe não fez nada demais, mas também não errou, foi rápido, aproveitou a chance que teve e manteve o ritmo, não deu chances pro Hélio atacar, grande vitória.

  13. Eduardo Schmidt disse:

    As provas da Indy são muito chatas…as bandeiras amarelas demoradas, e circuitos como os de ontem, com somente um ponto de ultrapassagem…bom foi ver o Helinho dando um passadão no Power, pena que uma saída de frente lhe fez perder a vitória, mas começa o campeonato de maneira promissora!!!!

    • Wanderson disse:

      Não generalize, Eduardo. Tem muito circuito na F1 que não tem quase nenhum ponto claro de ultrapassagem (Mônaco, por exemplo, que é um circuito de rua como St. Pete). Veja outras corridas.

      E sim: as bandeiras amarelas foram excepcionalmente demoradas. Ano passado tivemos duas corridas sem nenhuma bandeira amarela. Mas tente ver mais vezes. Aposto que pode se tornar mais uma opção de divertimento. Abraços!

    • Matheus disse:

      Passadão o Power tomou do Hildebrand…passadão por cima!!! Parecia aquele cara que está olhando o celular e não percebe que o semáforo fechou…

    • Anderson disse:

      As bandeiras amarelas da Indy são mais interessantes que as corridas de F1! Vide o passão do Hidebrand no Power que o pessoal falou!

  14. disse:

    Indy e Nascar. Não dá para assistir a prova toda.

    • Wanderson disse:

      É meio que proposital por conta do público americano, afeito às refeições durante a prova. Na F1, por exemplo, a corrida é um sono absurdo, como na Malásia, até que em cinco voltas ocorre aquela coisa toda e você tem a sensação de que não pode sair nenhum segunda da frente da tv… Mas tem vezes, principalmente na índia, em Abu Dhabi, Hungria.. que pode… rs

      Categorias diferentes por questões culturais, mas que possuem uma essência muito semelhante: de pilotos muito velozes, cerebrais e corajosos vencerem. É o que diferencia monoposto do resto. Enfim…

    • Anderson disse:

      Eu já não consigo assistir a prova toda da F1. Ou desisto ou durmo!

  15. Michel disse:

    Não Flávio! O Barrica era atraso para a equipe mesmo! Ei inventa um apelido pra Bia! ;)

  16. Douglas disse:

    Pô, eu acho esses carros da Indy estilosos. Tá certo que parecem uns tanques de guerra futurista, mas são estilosos!

  17. Fortuna disse:

    Isso sempre acontece com o Barrichello… Até na hora de tomar as decisões o cara não tem sorte! Passou dois anos penando com carroças na Williams e depois que saiu fizeram um carro competitivo. Com ele e Maldonado no ano passado, a Williams teria sem dúvidas um ano muito melhor. Poderia até classificar atrás porque o Maldonado é muito rápido, mas Rubinho pontuaria mais consistentemente com aquele carro.
    Na Honda, a BAR teve os seus melhores anos em 2004 e 2005. Quando Rubinho chegou em 2006 o carro desenvolvido foi bem mediano. Pra completar, em 2007 fizeram aquele carroça terrível com a pintura do planeta terra… rsrsrs.

    • Ah ta… aí, o cara tem o maior rabo da história, e passa de desempregado à piloto Brawn, em 2009.

      O parecer azarado é apenas o saldo que fica do aproveitamento – ou não – das oportunidades.

    • Marcelo ao Fortuna disse:

      Pera aí Fortuna, já que é pra esculachar vamos fazer o serviço completo!

      Problema de Rubinho não foi exatamente o azar, entre 2000 e 2004 a Ferrari foi o carro a ser batido(com o alemão), depois Rubinho teve um carro que começou dominando em 2009(com o inglês). Se for observar, Rubinho tomou pau do companheiro de equipe em: 00/01/02/03/04/05/06/07 e também 09(basta ver a pontuação do mundial). E Rubinho apanhou que nem gente grande com carros ruins, medianos ou que dominavam.

      Na F-1 ou Indy, faltou mais competência a Barrichello que sorte! Essa menina, a Simona, mal sentou no carro da KV e andou na frente de Kanaan, e o piloto brasileiro sempre mandou bem, não entendo como ele não esta na Penske ou Ganassi. No minimo tinha que estar na equipe Andretti, e não estou bajulando por ser brasileiro, em várias oportunidades Tony andou no pelotão da frente com equipamento mediano. KV é uma boa equipe, mas esta longe das “gigantes” Penske e Ganassi.

      Após cinco provas na categoria, posso classificar o desempenho de Barrichello como medonho!

      Estréia em 2012, primeira corrida em Curitiba Rubinho foi 22º. Na segunda prova em Brasília era 21º quando foi obrigado abandonar com problemas na suspensão. Na terceira prova, corrida do milhão em Interlagos Rubinho foi novamente 22º.

      Termina temporada 2012, começa temporada 2013 e Rubinho continua o mesmo, só vexame!

      25º em Interlagos
      19º em Curitiba

      Meteram tanto o pau no retorno de Schumacher, mas no fim, Barrichello se mostrou um fiasco na Indy, e na Stock consegue ser ainda pior. Por mais que adaptação seja difícil, o piloto não pode ir tão mal. Bom lembrar, Barrichello esta em um time de ponta na Stock, a Medley/Full Time.

      http://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_da_Stock_Car_Brasil_de_2013

      Melhor Rubinho esquecer esse negócio de esporte a motor, compra uma barraca na praia e entra com tudo na venda de água de coco. Aproveita compra o CD do Maguila(vida de Campeão), e seja feliz!

      Sou lutador, sou de fé, sou brasileiro
      Sou lutador, sou da paz, eu sou guerreiro
      Sou lutador, sou amor, sou coração
      Sou lutador, vencedor, um campeão

      Maguila – Vida de Campeão
      https://www.youtube.com/watch?v=zxQ8gK-WueU

  18. Aliandro Miranda disse:

    Neste domingo, na hora da corrida, eu era visita. Como visita, eu não mandava no controle remoto.

    Foi o ápice da derrota: assistir “Esquenta” em vez da Indy! Sente o drama, eu suava frio e tudo.

  19. Felipe Viscovo disse:

    Aew FG vc viu o voo do Hildebrando por cima do Power na bandeira amarela? ahuaauahuahauha

  20. Turcomaldade disse:

    agora, quem nao vai mesmo é a Bia. Ô menina que não anda nada… Sempre no fundo do pelotão, sempre com desculpas de que o carro nao tava certado… Tristeza.

  21. Ok, Barrichello não arrumou NADA na Indy. Sim, a Simona é muito boa. Mas dizer que ela é melhor que o Barrichello é uma sandice. Gostaria de vê-lo num carro competitivo na Indy.

    PS: #gomovmaléfico sem dúvida iuahuihiuahuihiuhaihaiuh

  22. Maurício disse:

    Nem é questão de maldade. É fato que a KV tinha 3 carros em 2011 (Tony, Sato e Viso) e não estava muito bem, para 2012 teriam só 2 carros (Tony e Viso) justamente para conseguir ser uma equipe melhor, é mais fácil ter apenas 2 carros para trabalhar do que 3. Mas com os testes do Rubens o pessoal se empolgou novamente e recontratou às pressas o pessoal que tinham demitido e que ainda estava sem emprego para cuidar do carro do Rubens, então, foi feito tudo meio “nas côxa” e deu no que deu, só mais no fim do ano que o carro melhorou o que também coincidiu com a liberação do Rubens de treinar como novato o que, convenhamos, seria o correto, afinal não conhecia nenhuma das pistas enquanto muitos pilotos que eram novatos já as conheciam pois correram de indy lights. Gostaria que o Rubens tivesse continuado mesmo em outra equipe ou que, pelo menos, consiga uma vaga para correr em Indianápolis este ano. Ele se deu bem nos ovais. Sobre a Simona, o próprio Tony, em 2011 a elogiou numa corrida que ela deu uma canseira danada nele. A moça é muito boa, bem melhor que a Danica. Já a Bia… é boa pilota, mas correndo só 2 ou 3 corridas fica tudo complicado, não tem como pegar ritmo de corrida. É uma tristeza que a Ipiranga não a patrocina, ou a Petrobras que é a dona da Ipiranga, afinal os carros não são usam etanol? Um combustível tipicamente brasileiro? O Brasil não tem interesse na exportação do etanol para os EUA? Esta falta de interesse das grandes empresas brasileiras em patrocinar nossos pilotos é um absurdo. Outra que tem tudo a ver com tecnologia, aerodinâmica etc e que tem interesse no mercado externo e não patrocina ninguém (nem jogo de bolinha de gude) é a Embraer. Com a venda de um jatinho executivo deles já daria para bancar o patrocínio de muito garoto nas categorias de base.

  23. joao disse:

    Valeu assistir a prova por causa da Simona, tocou demais. Jah a Bia…serviu pra lembrar da epoca da Milka Duno.

  24. Luiz G disse:

    Realmente, Os ornitorrincos da F1 são medonhos, mas é só o bico. Esses carrinhos da Indy são uma ode á feiúra. Duro de acreditar que tenham construído algo tão horrível.

    É triste de ver…

  25. José disse:

    Maldade nada,acho que foi até bondade,o tartaruga só fez bonito no microfone como é de costume.

  26. Allez Alonso! disse:

    Guia muito a Simona, se tem uma mulher que poderia andar na F1 é ela, a Danica é só marketing, apesar de ser mais bonitinha, hehehe.

  27. Wanderson disse:

    E antes que pareçam os comentários de sempre, não sou fã dessa briga imatura perpetrada pelas emissoras brasilóides nos anos 90, de Indy X F1. São diferentes, mas se complementam. Na F1 há muita politicagem e tecnologia; a Indy é mais garagista, tem briga e não tem essa de jogo de equipe: ontem o Helio deu um toque no Power e quase o mandou para o muro; e no ano passado o Briscoe não cedeu a vitória ao Power, que assim se sagraria campeão…. Duas excelentes categorias e que como o horário não bate nunca, podemos degustar sempre! Que sigam fortes e a alegrar os fãs do automobilismo!

  28. Wanderson disse:

    Excepcional a cobertura do Grande Prêmio e do jornalista, que se não me engano chama Renan Couto. E se houve engano em falar que a KV ainda não tinha mostrado esse potencial, é correto falar que a Simona andou quase toda a corrida em terceiro lugar, algo não conseguido por Barrichello em nenhum momento. Seu melhor desempenho foi em Sonoma, onde andou em quinto e, por conta de uma panca, terminou em quarto.

  29. Fabio Pansieri disse:

    Sem contar que a Simona estava em terceiro atė quase a última volta.

  30. Moy disse:

    Vão dizer que a Simona só conseguiu isso pq o Rubito deixou o carro acertado pra ela … sei …

  31. Leonardo disse:

    Tony Kanaan foi ao pódio pelo menos 3 vezes em 2012. A melhor posição do Barrichello foi 4°. Jornalista que se preze não inventa afirmações falsas. Tiveram resultados parecidos, sim.

  32. Christian Alves (@chrisalves88) disse:

    hahahhahahahahha
    vai ter um temporal de comentários aqui agora… ahhah

    #gomovmaléfico

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *