RED BULL, NÃO

SÃO PAULO (evidente) – O empresário de Raikkonen bateu a nota: na Red Bull, não. A negociação não foi adiante. Óbvio. Vettel não iria querer. A própria Red Bull pode até ter conversado, mas mais para sondar. Quanto custaria isso? Caro e desnecessário.

Ricciardo será o companheiro de Sebastian, e o anúncio deverá ser feito em breve.

Kimi vai acabar ficando na Lotus. Não acredito muito na história de Ferrari. Em todo caso, fica sempre uma pulguinha italiana atrás da orelha. Vamos aguardar.

Comentários