“ERRO MEU”

SÃO PAULO (legal, isso) – Na Estoque, a corrida de bate-bate no bacaninha, mas minúsculo, Velopark (pista com menos de 3 km para carros grandes como os estoqueanos complica demais), Daniel Serra venceu. Foi a terceira no ano e finalmente ele assumiu a liderança do campeonato.

Mas me chamou atenção o mea-culpa de Cacá Bueno, ainda pelo rádio, no início da prova. “Erro meu”, disse, depois de deixar escapar a traseira na primeira curva, ao tocar a zebra, e acertar Átila, o huno — aquelas zebras do Velopark são realmente inexplicáveis.

Na hora, achei que Átila, o huno, havia forçado a barra. Na imagem de um carro que estava atrás deles deu para ver que a rabeada foi de Cacá. É raro piloto assumir erro. Mas, no caso do filho do primeiro-narrador, faça-se justiça: Cacá sempre fala o que pensa, é um piloto muito limpo e tem o ótimo hábito de reconhecer quando se equivoca.

Sobre a prova, por ter sido realizada numa pista curta, sem grandes áreas de escape, o resgate de restos mortais de carros batidos, e foram vários, demorou muito. Assim, acabou sendo uma corrida liderada, em boa parte, por um Camaro amarelo que faz as vezes de carro-madrinha.

Desconfio que vou receber um release amanhã.

202671_346865_09_14_serra_0001

Comentários