E O BAR, HEIN?

FSÃO PAULO (é bom…) – Daniel queria mais. Damerum também. Vettel, idem. Os três se encontraram hoje cedo com olheiras e voz pastosa no autódromo. “E o bar, hein?”, perguntou Raikkonen, todo animado. “Fechou cedo”, resmungou o engenheiro. Kimi, falante, retrucou: “Melhor fechar cedo o bar do que os boxes”, e depois mandou um whatsapp para o grupo que ele batizou como “Red Bomb” dizendo apenas “kkk”.

Os boxes da Red Bull fecharam cedo hoje de novo. Até reabriram no final, mas a saideira foi de apenas sete voltas. Ricardão conseguiu 25 numa manhã relativamente calma. Mas aí os sensores de temperatura começaram a apitar. Um engraçadinho da telemetria baixou um aplicativo que imita uma chaleira. Para tudo. Segundo a equipe, o problema foi o escapamento. Segundo todo mundo, superaquecimento na unidade de força Renault, popularmente conhecida como motor.

Foi dia da Force India, no Bahrein. Não por acaso, uma das equipes mercêdicas de 2014. Pérez completou 105 voltas, fez longas e curtas sequências de voltas e testou vários tipos de pneus. A Red Bull ainda nem sabe a cor das faixas dos pneus. Na Austrália, daqui a duas semanas, quando a Pirelli perguntar alguma coisa, o time de Tião Alemão vai dizer que usa qualquer um, desde que seja redondo. “Mas e os compostos?”, insistirá o piréllico. “Que sejam compostos de borracha e do que mais vocês quiserem colocar na fórmula”, ouvirá de Helmut Marko. “Não nos incomodem com essas questões.”

Pérez, a Maria do Bairro, comemorou o primeiro ligar dizendo que sua equipe “precisava muito disso”, sendo “disso” começar e terminar um dia sem dificuldades técnicas, para poder explorar tudo que o bom carro indiano tem.

Mais ainda andou Sapattos, 128 voltas, e a Williams parecia estar escarnecendo da Red Bull ao descrever tudo que foi feito hoje: teste de novos componentes aerodinâmicos, simulação de corrida com procedimento de largada e pit stops, avaliação de compostos para a Pirelli, sessão de prova de novos uniformes para mecânicos e funcionários do motorhome, testes com novas marcas de macarrão e degustação de vinhos. “A gente só experimentou novas cervejas”, falou Vettel, que trabalhou como porta-voz da equipe já que só pega o carro amanhã. “E estavam quentes, e a polícia muçulmana ainda veio dar uma dura na gente. Aí eu falei: porque não pode beber aqui e pode no bar, hein?”.

Na Ferrari, Raikkonen respondeu um extenso questionário preparado pelos engenheiros depois do treino. O dia não foi 100%, porque um defeito antes do almoço, não revelado, fez o time perder algum tempo na garagem. Como Kimi não se expressa com muita desenvoltura quando precisa falar de coisas do carro, a equipe elencou 56 perguntas técnicas e 14 comportamentais, e cada uma tinha ao lado três quadradinhos para ele assinalar as respostas: “OK”, “+/-” e “BAD”. Raikkonen respondeu “OK” para todas, o que irritou Stefano Domenicali. Ele rasgou o papel, pegou outro e disse, energicamente: “Lê direito isso aí e responde direito”. Aí Kimi assinalou “BAD” para todas, o que deixou o pessoal de análise de dados e comportamento bem confusos.

“Uma hora, uma hora!”, gritava Paddy Lowe, na Mercedes, o homem que controla o tempo. “Perdemos uma hora!” De fato, o treino de Rosberguinho terminou antes do previsto. “Não foi um bom dia”, admitiu o piloto. A ideia era simular “um dia em Melbourne”. Pela simulação, Nico não terminou a corrida. Hamilton vai tentar amanhã.

Na McLaren, céu de brigadeiro. Acertos de carro pela manhã, simulação de GP à tarde. A cada passagem pelo pitwall da Red Bull, Magnussen fazia tchauzinho e Vettel devolvia com o dedo do meio. Foram 109 dedos do meio. A Sauber ficou contente com as 89 voltas de Sutil. “O carro aguenta bem, agora precisa ser rápido”, falou. Vettel, que na condição de porta-voz da Red Bull foi à coletiva do rival, pediu para fazer uma pergunta: “Como é um carro que aguenta bem? Ele não grita quando tem alguém por trás?”. Os seguranças da Sauber retiraram o alemão, visivelmente alterado, do recinto.

A Lotus tentou um novo escapamento, Kadron, e quebrou. Volta ao antigo, Roncar, amanhã. Maldonado foi quem andou hoje. De Marussia, Toro Rosso e Caterham, não tenho grandes informações. Sei que Kobayashi andou perguntando se seria possível fazer uma nova vaquinha na internet para ele comprar um GP2.

Subscribe
Notify of
guest
33 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments
marco fabretti
marco fabretti
7 anos atrás

meu, to com a boca operada, totalmente amarrada e rir dói muito… mas não dá para não rir do vettel na coletiva de imprensa, hehe

Ricardo Soares
Ricardo Soares
7 anos atrás

kkk, acho que Kimi ficou realmente “chateado” que o bar (heim) tenha fechado cedo para os novos candidatos.. (ao bar? heim?). Ele tem cadeira fixa. E viva Kimi… e viva a F1, sem “coxinhas”…

Bernardo
Bernardo
7 anos atrás

Flavio,sensacional seu texto,digno de um Francisco Anisio,parabéns a voce,nesta data e em outras………bom demais,chorei de tanto rir,obrigado!!!!

Silvio D. Rodrigues
Silvio D. Rodrigues
Reply to  Bernardo
7 anos atrás

Sim! Digino do Chico mesmo! É ler e rir demais.

carlos lima
carlos lima
7 anos atrás

Muito boa essa análise, divertida por demais e muito bem escrita. Bravo!

Ingo
Ingo
7 anos atrás

Mijei de rir aqui………..Você tá inspirado ultimamente. Tem passado no Koxixo para se inspirar? Mto bom o texto, parabéns! Abs

Ricardo Soares
Ricardo Soares
Reply to  Flavio Gomes
7 anos atrás

kkkkk…

Ingo
Ingo
Reply to  Flavio Gomes
7 anos atrás

Acho que PinguInho Hoffmann, seria melhor! Mesmo pq minha passagem pela F1 foi bem curtinha e pouco expressiva! Kkkkkkk

Nardo
Nardo
7 anos atrás

kkkkkkkkkkkkk… Sensacional.

Luiz Dahlem
Luiz Dahlem
7 anos atrás

Dei grandes risadas lendo teu texto….Parabéns!!

christian
christian
Reply to  Luiz Dahlem
7 anos atrás

Acho que vou emprestar meu Twingo com motor novo e balanceado para a RBR.

Thiago Barcellos
Thiago Barcellos
7 anos atrás

kkkkkkkkkk… Esse realmente foi um dos melhores… ri do inicio ao fim

Speed Racer da Mooca
Speed Racer da Mooca
7 anos atrás

Pelo jeito a briga pelo campeonato será entre carros prateados.

Pablo Selinke
Pablo Selinke
7 anos atrás

Flávio Gomes inspirado.

OZZMAIR
OZZMAIR
7 anos atrás

PÔ FLÁVIO , AGORA FICO AQUI IMAGINANDO A CENA DO VETTEL SENTADO NO MURO MOSTRANDO O DEDO PRO MAGNUSSEN E SEGURANDO UMA CERVEJA NA OUTRA MÃO.

ABRAÇO!!!

Boca
Boca
7 anos atrás

Estou revendo toda a temporada de 1987, quando havia corridas que acabavam com apenas seis carros, quando só o primeiro e segundo terminavam na mesma volta, quando o terceiro colocava uma volta no quarto, quando o quinto e o sexto terminavam três voltas atrás…

Fui torcedor de Piquet, mas naquele ano ele só ganhou pq conseguia levar o carro até o fim das corridas.

Olhando hj acho isso meio chato. Espero q nessa temporada não seja assim.

Go Lewis!!!

henrique ebert
7 anos atrás

Valeu FG!!
Ganhei o dia lendo isso!

Boca
Boca
7 anos atrás

Estou revendo toda a temporada de 1987, quando havia corridas que acabavam com apenas seis carros, quando só o primeiro e segundo terminavam na mesma volta, quando o terceiro colocava uma volta no quarto, quando o quinto e o sexto terminavam três voltas atrás…

Olhando hj acho isso meio chato. Espero q nessa temporada não seja assim.

Go Lewis!!!

Cristiano
Cristiano
7 anos atrás

Estava controlando o riso mas quando chegou no Kadron da Lotus não resisti. hehehe

Marcelo
Marcelo
7 anos atrás

estão me chamando de louco aqui….. to chorando de tanto rir…. Carro aguenta bem……

Christian Capato
Christian Capato
7 anos atrás

Pô, Flávio, eu trabalhei na Kadron…e Kadron não quebra! kkkkk

Junior
Junior
7 anos atrás

A formula um antes de tudo é um negocio, e a “previsão” de um novo domínio da red bull não seria bom para os “negocios” então vamos esperar mais.

bom para o “negocio” é a “expectativa”de uma temporada equilibrada, quem comanda é o Bernie, e de negócio o cara entende .

fernando
fernando
7 anos atrás

Dedo do meio foi tenso, 109 então…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk hilário FG.

roberto
roberto
7 anos atrás

sensacional

peter von wartburg
7 anos atrás

acho que finalmente, após anos e anos, veremos quebras frequentes durante as corridas. chegar até o final será mais importante do que ser o mais rápido. pelo menos nas primeiras corridas.

Cesar Franco
Cesar Franco
7 anos atrás

É incrível sua capacidade de se expressar, de contar uma história com requintes de humor, ri do inicio ao fim do texto e terminei muito bem informado! É como disse alguém: ” se comunicar não é o que vc diz, mas sim aquilo que o outro entende”.

Clayton
Clayton
7 anos atrás

Vettel deve estar tão puto com a equipe que agora deve estar bebendo Monster.

Guilherme
Guilherme
7 anos atrás

” Um engraçadinho da telemetria baixou um aplicativo que imita uma chaleira ”

AIHAIUHAIUHAIUHAIUHAIUHIUA, CHOREI AIUHAIUHAUIHAUIHAUIHAUI ! Não consigo ler o resto, pqp IUAHIUAHUIAHIUAHIUAHAU !

Flavio, vc mitou hoje IUHAIAHUIHAUIAHUIAHUIAHAIUUIAHIUAHAIUHA !

Marcelo Bombardelli
Marcelo Bombardelli
Reply to  Guilherme
7 anos atrás

Mitou muito. Primeira coisa que faco e’ vir pro blog quando chego na senzala. Producao ZERO, risada MIL.

Ritter
Ritter
7 anos atrás

Ri alto demaaais kkkkkkkkkk

Fernando Melo
Fernando Melo
7 anos atrás

Acho que esses motores novos da Renault na verdade são feitos pela Dacia.

Marcell
Marcell
7 anos atrás

Red Bomb…. KKKK
#tenso