SÓ DERROTA

SÃO PAULO(entendo) – A melhor página de futebol jamais criada na internet desde que os americanos interligaram duas universidades nos anos 60 vai acabar. Acordei hoje e me dei com o post do Impedimento anunciando o fim de suas atividades, ao menos nesse modelo, depois da Libertadores.

Blog/site/portal criado por uma turma gaúcha boa de bola e excelente, excepcional, de letras, o Impedimento durou nove anos. Seus esplêndidos textos disseminaram pela rede uma visão de futebol que é tudo que falta no Brasil. E tive a HONRA de um dia ter gravado algumas linhas naquele espaço SAGRADO. Por mim, eles formariam a cúpula da CBF.

Num dia em que a própria responde ao maior vexame da história do esporte com o trio Dunga-Gallo-Gilmar, tudo que posso dizer é que o futebol brasileiro não merece os anjos do Impedimento.

A bola vive nas trevas, no Brasil.

Comentários

  • Flavio, parece que aquele outro site bacana que você sempre fala por aqui e mostra algumas matérias deles, o São Paulo Antiga, também vai fechar em agosto, procede isso ? Não há o que fazer para salvar sites como o Impedimento e este outro ?

  • O Impedimento e o Blog do Flávio são minhas leituras mais frequentes na internet. Sempre dou uma passada pela manhã pra começar bem o dia. Quando vi o post dos caras ontem de manhã tive certeza que o Flavinho iria fazer referência. Farão falta.

  • Puta que o pariu!

    O Impedimento acabar é muita sacanagem.
    Mas num pais cheio de medíocres só mediocridade fazem sucesso. Ninguém tem tempo para um texto “compridinho”, com substância. Livros então…

    Tristeza e indignação.

  • Continuando…não sei que m. fiz que enviou o post sem terminar….
    Creio que um jogador pode ser bom de bola, treinando e tendo as condições necessárias, mas nunca um craque, um diferente.
    Se fosse assim seria fácil, pega uns caras, colocam-se todas as condições e se fará um time campeão.
    O futebol não é quadrado, 2 mais 2 nem sempre são quatro. Nem sempre a melhor estrutura vence. Isto acontece mais no basquete, no volei, na ginástica, na natação, na F1, que são mais óbvios, mais quadrados,
    Aí entra o jogador brasileiro, a diferença, o inesperado, o que não estava previsto,
    Não que não se tenham gringos craques, mas são mais raros, exceto na Argentina.
    Organização alemã sim, mas que se mantenha a arte.

  • A saga do anão da Branca de Neve para quem não se lembra não foi lá muito gloriosa.. Como jogador foi rebaixado com a Fiorentina, Passou pelo Sttutgart e foi muito mal, passou pelo Corinthians e foi um horror, No Santos, eu me lembro dos comentários do Peirão de Castro que ele só jogava sentado, ou seja, só dava carrinho. Já na seleção em 1990 a Era Dunga se tornou sinônimo de um futebol fracassado e sem criatividade. Ganhou a Copa em 1994 nos penalties.Só levantou a taça. Virou comentarista em 2006 e acharam que possuía uma fórmula mágica na qual poderia levar a seleção brasileira aos bons tempos de outrora. Criaram um mito em relação ao Dunga agora aguentem as consequências.

  • Um técnico estrangeiro convive mais com jogadores brasileiros do que os “nativos”…A melda toda é da seguinte forma:
    1- surge um garoto talentoso
    2- O olheiro leva para os clubes e os meninos viram mercadoria para o mercado externo ( novilhos puro sangue )
    3- Todo mundo enche o rabo de dinheiro.
    4- O menino, com seu talento natural, é moldado para atender as necessidades do futebol europeu, assimilando a forma física e tática utilizada por aquelas bandas.
    5- Daí, o técnico da seleção brasileira, convoca o petiz e quer que ele jogue o futebol arte e cheio de genialidade.
    6- Como ele foi doutrinado e treinado no exterior, perde a espontaneidade e o time não “dá liga”…
    7- Resumindo: O time é uma merda mas os negócios vão bem, obrigado…
    É mais ou menos assim e o assunto é tão chato que eu prefiro esquecer essa bagaça.

  • Desde Telê em 86 não tínhamos o “retorno do derrotado”. Mas uma coisa é retornar Telê, outra coisa é retornar o caçula dos anões… Com os caras jogando fora do país, e esse técnico, eu tenho que tomar vergonha na cara e não dar mais a MÍNIMA pelota pra seleção…

  • É lamentável o fim do Impedimento. Comprei uma camisa deles há uns três anos, para incentivar com alguns trocados e divulgar para meus amigos. É uma camiseta que, a exemplo dos textos, tem qualidade e descontração (preta, com um desenho do Valderrama em branco e o endereço do site).

    Quando a gente para e analisa o que tem por aí nos portais “tradicionais”, percebe a LACUNA que o Impedimento vai deixar (em CapsLock, ao estilo deles para destacar as palavras-chave do texto).

  • Nunca antes na historia desse Pais o futebol esteve melhor do que hoje… poderíamos dizer que convivemos com o “pleno emprego” no futebol nacional onde temos Bilhões de reais gastos em Estádios, Bilhões de reais pagos por patrocinadores as televisões… centenas de milhões de reais (talvez supere a casa de Bilhão de reais) pagos pela televisão aos clubes brasileiros. Tudo é uma festa… festança fiscalizada pela CBF (entidade com imunidade diplomática perante os Órgãos Oficiais do Governo Brasileiro)..

    Alguém já viu um Clube afiliado a CBF reclamar (de verdade e não por interesse próprio) da situação em que vivemos?

    Segue o jogo, como diz o Milton Neves: “O futebol é a coisa mais importante das menos importantes”.

    Obs.: “Menos importante”… mas onde circula uma grana monstruosa.

  • Vivemos um período em que novos técnicos não aparecem e os que estão aqui já eram. Eu era a favor de um técnico estrangeiro para arejar um pouco. Meu time fez isso, pode até não dar certo, mas é uma tentativa melhor do que recorrer sempre aos mesmos. Na pior das hipóteses se não desse certo ainda haveria tempo de se fazer uma troca, mas esperar o que daqueles jovens senhores da CBF?